Regras-do-blog

Amigos do blog,

A maioria de vocês já conhece as regras deste blog no que se refere à publicação ou não de comentários. Mas, a título de refresco de memória e também como gesto de boas-vindas aos novos leitores, não custa nada repeti-las:

APROVAMOS comentários

* em que o leitor expressa a sua opinião, ainda que divergente das apresentadas pelo blog e por autores e/ou entrevistados em reportagens, artigos, vídeos, fotos e demais conteúdos do site de VEJA e mesmo que contenha linguagem dura, mas civilizada. Só com uma exceção, que é o primeiro item do “Não aprovamos” abaixo.

NÃO aprovamos comentários que

* critiquem o conteúdo ou as pessoas de outros colunistas de VEJA; não considero ético publicar críticas a colegas; as críticas devem ser dirigidas aos próprios colunistas, e não a mim;

* critiquem a revista VEJA: as críticas à revista devem ser dirigidas à própria revista, pelo e-mail veja@abril.com.br

* configurem qualquer tipo de crime segundo as leis do país;

* incitem ao crime, direta ou indiretamente, ou dele façam apologia;

* configurem ódio ou preconceito contra pessoas em razão de origem, ascendência, religião, cor da pele, aparência física ou orientação sexual;

* utilizem o espaço para promover convocações — de greves, passeatas, manifestações, assembleias de categorias profissionais e similares — ou abaixo-assinados e campanhas de qualquer tipo;

* contenham ofensas e xingamentos a personalidades públicas de qualquer segmento, a outros leitores, a repórteres, colunistas, entrevistados e veículos da mídia (inclusive blogs e blogueiros),incluindo, naturalmente, o site de VEJA e a revista VEJA.

Lembro que CRÍTICA não é ofensa. São considerados ofensivos comentários que, de alguma forma, tentem desqualificar moralmente seu alvo; críticas, mesmo duras, serão publicadas.

* contenham agressão ou ameaça;

* contenham qualquer tipo de material publicitário;

* incluam informações pessoais do autor ou de terceiros (e-mail, telefone, RG etc.)

* sejam ininteligíveis. (Atenção: os erros de português não impedirão a publicação de um comentário – a menos que as incorreções o tornem ininteligível. Os erros de português não serão corrigidos para publicação.)

Para finalizar, lembro que a clonagem de nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome deles pode configurar crime de falsidade ideológica, sujeito a pena de cadeia (artigo 299 do Código Penal).

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + 15 =

7 Comentários

vilson delmar butzke em 25 de janeiro de 2012

referente a um dos meus comentários,que foi senssurado,eu me desculpo,mas a indiguinaçao é tanto que as vezes a gente foge a regra,este governo não tem cosideração nem uma com o trabalhador,nem com o aposentado,da iniciativa privada,porque da parte do governo ai sim,tem tudo que é direito assegurado,agora recentemente aquela vergonha nos salários dequeles poderosos do rio de janeiro,e ainda tem a disfarçatez de dizererem que é serto,porem para nós os miseraveis da previdencia não da para dar mais que 6,08% senão o INSS quebra , presidente DILMA,porque que quando os amentos de voces,deputados,senadores,ministros e voce ia pode,ai não quebra os cofes publico,é aqueles aumentos estrondoso vergonhoso,comparado aos 6,08% dado as miseráves da previdenca.AS ELEIÇÕES ESTAM AI CUIDADO.

JENI FERREIRA em 20 de outubro de 2011

MIL DESCULPA SR. SETTI MAS...MUITO COM MUITA TRISTEZA VOU ME CALAR OUTRA VEZ AFINAL JA FIZ ISSO QUANTAS VEZES .. .O RIO SEGUE SEU CURSO, E EU CONTINUO ESPERANDO MEU BARCO.....................!!!!!!!!!!!

Flávia em 29 de agosto de 2011

Prezado Ricardo Setti, boa noite Desculpe não ter atentado à regra de não divulgar manifestações. Não foi intencional, apenas descuido. Estou escrevendo o presente apenas com a intenção de que o senhor leia. Dá-me angústia ver a dificuldade de divulgação das boas iniciativas quando não se tem apoio de Associações que deveriam ser entes representativos das Polícias. Tenho enviado e-mails ao "fale conosco" de várias Associações e emissoras, mas sequer me respondem. Segundo tenho ouvido dizer, as Associações temem o Governo pelo risco de suspender o desconto de suas mensalidades em folha, e jamais apoiarão qualquer iniciativa que contrarie certos interesses. Nós, esposas de policiais, temos liderança e estamos decididas a provocar a atenção das autoridades. A caminhada do dia 12 é somente o início, outros atos pacíficos,porém enérgicos, estão sendo planejados. Caso tenha o interesse de nos ajudar, divulgando a caminhada, assim como no blog de seu colega foi divulgada a Marcha contra Corrupção, seremos eternamente gratas. Se entender que não deve divulgar, não há problemas. Mas peço ao menos a gentileza de um retorno. Cordialmente. Flávia. Prezada Flávia, peço que me envie, sob a forma de um comentário, todos os dados que puder sobre a manifestação. Eu não publicarei como comentário, mas vou usar os elementos para fazer um post, e ainda vou procurar me informar com outras fontes. Aguardo. Um abraço pra você.

wagner em 28 de agosto de 2011

excelente matéria parabéns

Marco em 24 de agosto de 2011

Grande Setti: Não pense mal de nós gaúchos, mas essa terrível energia de atração é nos "dada" de forma abundante e florida.Com uma pura sedução viva d quem se deita sobre ela. Pelo Sr. L.F. VERISSIMO ! Ps: Claro, depois procurei na Internet e vi q tinha uma continuação mais flexível e romântica. Agora te digo uma coisa sobre a mulher gaúcha,com raras exceções, essa percepção, se torna quase fundamental no jogo. Abs.

Marco em 23 de agosto de 2011

Seu texto, enviado como um teste, não passou, não, pelas regras do blog, caro Marco. Quem é o autor do suposto poema? Abração

Marco em 22 de agosto de 2011

Amigo Setti: OK, já está dado o tom ! Abs.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI