A altura da estátua da Justiça e o orçamento do FGTS

A altura da estátua da Justiça e o orçamento do FGTS A obra de Alfredo Ceschiatti, em frente à sede do STF (Foto: Antonio Cruz - Agência Brasil)

Números irrelevantes:

A famosa estátua da Justiça localizada em frente à sede do Supremo Tribunal Federal, na Praça dos Três Poderes, em Brasília, esculpida em 1961 por Alfredo Ceschiatti em granito de Petrópolis, mede 3,30m de altura.

Números relevantes:

A mais recente revisão do orçamento do FGTS para 2010 elevou para R$ 71,8 bilhões o total de aplicações em áreas como habitação, saneamento básico e infraestrutura em geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 1 =

2 Comentários

  • Marco

    Caro R. Setti: 1 lugar parabéns a vc e seus colegas pelos novos anunciantes, cada dia uma novidade, rapaz sabia q tu era conceituado mas não absurdamente no bom sentido, é q a gente aqui do sul fica um pouco limitado com as repercussões nacionais, rapaz o teu trabalho no observatório de imprensa é espetacular, te agradeço a honra, de quando pode, me recomentar, te confesso q não sabia de todo esse teu vulto nacional,não sei se isso é bom já q aumenta a minha responsabilidade, nos comentários. Apesar de toda a tua impressionante humildade. Não tinha toda essa noção do enorme prestígio dos teus colegas com a tua pessoa, então meu amigo me dá sempre desconto, nos meus escritos as vezes pretenciosos.
    Mas Setti, Nem na iniciativa privada gosto de orçamento a não ser como bússola de planejamento. Pq é difícil tu prever o aleatório e o infortúnio,alguns especialistas recomendam usar uma taxa de 20 %, abaixo nas previsões. Prefiro a adm. do dia a dia em razão dos diversos acontecimentos.
    Abs.

    Obrigado por suas palavras, caro Marco, mas nada tenho — graças a Deus — com os anunciantes. Quem trata com os anunciantes é o departamento de Publicidade de VEJA, sem qualquer ligação com a Redação e os jornalistas. A separação — que não impede o diálogo constante e a coolperação — entre jornalismo e publicidade é absoluta aqui na Abril. Os anujnciantes nunca interferem em nada no conteúdo das publicações da Abril, e muito menos nos blogs.

    Abração

  • Marco

    Caro R. Setti: Claro q sei disso, mas para mim como leitor, conta essa marca de afinidade, gosto, amizade e sucesso.
    Abs.

    Mais uma vez obrigado, caro Marco.