A TIM desde a meia-noite proibida de vender novas linhas de telefone e internet móvel em 18 Estados e no Distrito Federal — e devido à massa de reclamações de usuários?

A TIM só podendo voltar a vender chips quando a Anatel aprovar um plano de investimentos da companhia para os próximos dois anos?

A Oi proibida de venda em cinco Estados?

A Claro, em três?

Plano de investimento e solução dos problemas de seus infernais call centers em 30 dias?

Vivo, CTBC e Sercomtel, embora não punidas ainda, obrigadas a apresentar planos de investimento?

É tudo verdade mesmo?

Tem agência reguladora funcionando, finalmente?

Estamos mesmo no Brasil?

E isso num dia em que postei um comentário perguntando se o Brasil tinha jeito…

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − 2 =

Nenhum comentário

Eduardo Rodrigues, Rio em 29 de julho de 2012

-- Faça como eu digo, não como eu faço -- por João Luiz Mauad http://www.ordemlivre.org/2012/07/faca-como-eu-digo-nao-como-eu-faco/

Múcio em 27 de julho de 2012

Por favor, caro Ricardo: Pergunte mais!!!

Ricardo Leite em 24 de julho de 2012

Renan, vamos estatizar as operadoras então! Se o Estado tem o direito de intervir em empresas privadas de capital aberto e proibir a venda de seus produtos, quem é o burro do acionista que vai querer investir em uma empresa destas? Você viu quanto caiu as ações da TIM? E se você tivesse um milhão de reais investidas nela e no dia seguinte acordasse com metade deste valor? É muita burrice investir seu dinheiro suado em uma empresa como estas não? E sem investimento privado nestas empresas, voltaremos ao monopólio estatal que tínhamos antigamente! A telefonia no Brasil era de ponta na época da ditadura não? Você tinha que pagar mais de três mil reais (na época nem real era) por uma linha fixa e esperar meses até que ela fosse entregue. Se você tiver mais de trinta anos vai lembrar disso! Agora Renan, eu não espero que você concorde comigo, afinal sou um ignorante! Esperto é você né?

Reynaldo-BH em 24 de julho de 2012

A ANATEL é uma agência reguladora. Diz a lógica que existem para regular/regulamentar um serviço público essencial. Como nas comunicações, águas, eletricidade, saúde, etc. Antes tarde que nunca? Qual a responsabilidade da ANATEL em ter deixado de atuar como orgão regulador até o limite do cômico? Até onde a ANATEL também deveria ser responsabilizada por deixar que as operadoras transformassem usuários em reféns ou em pedintes? Em que país o fato de se ter um sinal de discagem (ou uma ligação completada) é indicador de serviço bem prestado? Não seria o essencial, básico e mandatório? Por que a ANATEL demorou tanto tempo para agir? E - ressalte-se - neste tempo (perdido) o serviço piorou pela inação (quase incentivo) que o não agir representava. O Brasil não tem jeito. Quem sempre teve - e terá - são os brasileiros. Que foram às redes sociais e protestaram contra o desrespeito de todas as operadoras que ofertavam celulares que faziam quase tudo: exceto serem terminais de telefonia. É famosa a montagem que percorreu a WEB com a famosa cena de Gabriela (de Jorge Amado) em cima de um telhado (na versão original, retirando uma pipa presa no telhado) exclamando: "Gente, consegui um sinal da TIM!" com um celular nas mãos. Só então, a ANATEL (aparelhada por companheiros do lulopetismo) se rendeu aos abusos daqueles que cobram caro (um os maiores em todo o mundo) por um serviço ESSENCIAL que fingiam prestar. Com a benevolência da ANATEL. Antes tarde do que nunca? Ou só um prenúncio do quanto ainda iremos sofrer nas mãos de um estado que possui uma agência que não vê, ouve ou fala? Só quando o desastre já fez vítimas. Triste Brasil.

jorge dias em 24 de julho de 2012

Este ano as operadoras serão as campeâs em doação para a campanha do PT em SP. Quem viver, verá

nei Brasil a lenha em 24 de julho de 2012

Eu não tenho celular. Quanto menos celular, menos cancer, menos gasto na saúde.

Eduardo Santiago em 24 de julho de 2012

A Anatel é igual a bombeiro piromaníaco. Mete fogo no barraco, assiste impassivel a destruição de tudo e depois tenta passar por herói apagando o incêndio.

Fernando em 24 de julho de 2012

O motivo aparente é justo, mas o que deve estar por trás é mala de dinheiro prá cá e prá lá que isto vai causar. É só esperar que algum juizinho de M. vai liberar a venda com alguma justificativa nobre.

Observador100 em 24 de julho de 2012

Muita calma nesta hora, meu caro Setti. Vamos aguardar o final desta história. Pode ser apenas um "ajuste" de propina.

Corinthians em 24 de julho de 2012

Setti, Apesar de louvável, a coisa me parece estranha. As informações estão meio desencontradas ainda, mas pelo que sei a Vivo ainda é a campeã de reclamações - por que não foi punida ? Outra coisa é, se é uma agência regulatória, precisa garantir que o regulamento está sendo cumprido, e não cobrar investimentos, isso é muito a cara da pseudo-ideologia reinante onde os outros tem que gastar dinheiro para satisfazer a incompetência do Estado. Deveriam cobrar o cumprimento dos contratos. Não havendo este cumprimento, parte-se então para multas e sançÕes, como feito. E dá-se um prazo para reverter a situação, não cobra-se um plano de investimentos - a maneira que cada empresa pretende investir deveria ser de competência única e exclusiva da empresa, e portanto privado. Estes planos são parte da estratégia da empresa, e a divulgação dos mesmos é danoso para a concorr6encia. O que importa é o cumprimento das metas. Fala profissionalismo.

gloria gomes em 24 de julho de 2012

Espero que realmente isso vá adiante ,que verdadeiramente a Anatel dê jeito nessas Operadoras !!!!!!!! tenho um telefone da Tim que funciona quando não precisa durante o dia esta sempre sem rede !! tenho quase que subir em um telhado para conseguir um ponto de rede !! a VIVO não fica atras !!!! tenho internet VIVO que vive constantemente MORTA!! se voce liga para a operadora (quando atende ) dizem que vão passar para um tal de suporte tecnico e aligação sempre CAI ???????? espero que dessa vez nos que dependemos da telefonia movel não tenhamos uma surpresa com tudo acabando em PIZZA como infelizmente é o que sempre acontece no BRASIL !!!!

Renan em 23 de julho de 2012

Como tem gente que fala besteira! Uma coisa é o seu ponto de vista, outra totalmente diferente é a ação de uma agência regulatória! Não entendi oque faz aqui comentando uma reportagem da VEJA, que por sinal não tem obrigação nenhuma de diminuir a corrupção no país e sim informar/ser um veículo de informação!

Tuco em 23 de julho de 2012

. Marcel - 23/07/2012 às 20:26 Corretíssimo. E vou além. A Nextel com aquele serviço pífio só se cria no Brasil. Se se arriscar a prestar essa merda de serviço, por duas horas, nos Estados Unidos, toda a cúpula da empresa é algemada e vai responder processo! Mas por aqui o povo-bunda tem certeza que ter "rádio" é o must - e nem funcionar funciona! O serviço móvel celular, então, pode ser equiparado ao analógico - e perde. .

Tuco em 23 de julho de 2012

. A Tim - e só ela - nos trouxe uma forma de comunicação moderna, acessível. Com planos altamente agressivos, fez com que toda a concorrência se adequasse a patamares mais justos na cobrança de seus serviços. Se hoje há um grave problema na estrutura técnica - e há -, boa parte da culpa é da ANATEL e do governo, como um todo. Nunca houve fiscalização. Agora, com essa medida ao meu ver "dramática", põe a cirandinha do faz-de-conta na mídia. O povinho-bunda adora espetáculo. Faltou um comunicado no meio da novela das oito. .

Theodoro em 23 de julho de 2012

Puro jogo de cena da ANATEL.

Roberto em 23 de julho de 2012

Setti, espero que isso não seja apenas um truquezinho vagabundo de faz de conta ou uma jogadinha pra animar a torcida. Temo que, depois de algumas cartas de intenções de investimentos das empresas, tudo volte a ser como antes no quartel de Abrantes.

Ricardo Leite em 23 de julho de 2012

Estamos voltando para a ditadura! Agência regulatória proibindo empresas privadas de poderem ofertar seus produtos e serviços é coisa de estados totalitaristas! Se o celular não presta, é só não ter um horas, ninguém é obrigado a tê-los... É bem desesperador ver tanta gente apoiando a ANATEL! Eu, por exemplo, acho que a Veja deveria ser proibida de vender revistas, pois suas reportagens não ajudam a diminuir a corrupção no Brasil. E aí, como fica?

Math em 23 de julho de 2012

Funcionando daquele jeito né. O certo seria não ter deixado tudo isso acontecer. Não ter deixado as operadores fazendo chuva de linhas sem o mínimo de investimento em qualidade.

Marcel em 23 de julho de 2012

A anatel deveria fazer isso com a nextel também, pois os serviços estao uma porcaria!

Marco em 23 de julho de 2012

Dom Setti: Lamentável essas complicações, sou testemunha, de como certos tipos veem às coisas, acho q isso se chama brutalidade econômica, no meu condomínio foi vedado uma dessas antenas, pq alguns acharam q poderia transmitir câncer, o condomínio deixou de arrecadar e investir por 7 anos, R$ 700,000,00. As pessoas acham q gelo e água são a mesma coisa. Não tem a menor preocupação com os custos q mudam , nem sobre como é a determinação de um valor. Afastam todos q tenham motivações econômicas,com generalizações sociais e populares sem fatos e estudos objetivos. Uma coisa psicopata! E influente com intuito deliberado de complicar. E o progresso vai continuar deficiente e sempre contestado. Abs.

Wellington em 23 de julho de 2012

Tinha que fazer a mais tempo.

Claudio Santhiago em 23 de julho de 2012

Fantástica a atitude do presidente da ANATEL e da própria agencia. Estou muito feliz e acredito que o povo brasileiro também esteja.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI