A queda, enfim, do ditador Hosni Mubarak, do Egito neste 11 de fevereiro de 2011 teve, lá atrás, uma ajudazinha moral da bela rainha da Jordânia, Rania Al-Abdullah. No Twitter, ela declarou apoio aos manifestastes contra o ditador, há 30 anos governando de forma implacável o Egito, com um regime que prendia, torturava e matava oposicionistas, sufocava a imprensa e as liberdades públicas e afundava na corrupção.

Não satisfeito com tudo isso, o Mubarak que desagradava a rainha ainda queria, como se fosse um monarca, entronizar como seu substituto o mais novo de seus dois filhos, Gamal.

O Twitter da rainha, porém, provocou um dilúvio de mensagens classificando-a de hipócrita, já que o governo de seu marido, Abdullah  II, rei à antiga, que manda e desmanda, não é propriamente um primor de democracia.

Depois disso, ela deu um jeito de fazer a mensagem desaparecer da Web.

Antes, Rania já havia se manifestado pelo Twitter quando começou a agitação nas ruas contra a ditadura na Tunísia, o estopim da chamada “primavera árabe”. Veja abaixo uma das mensagens postadas, em que ela diz que estava “observando de perto os acontecimentos na Tunísia e rezando em prol de estabilidade e calma para seu povo”.

Rania, que é palestina e mãe de quatro filhos, atualiza diariamente suas páginas pessoais na internet, que não são poucas. Ela tem uma conta no Twitter, uma página pessoal no Facebook — com mais de 100 mil “amigos” –, um canal no YouTube, e um site pessoal.

No canal do YouTube pode-se constatar a bela estampa da rainha, e seu inglês perfeito.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × cinco =

14 Comentários

wes em 14 de fevereiro de 2011

Com a burca, nossa Rainha ficaria mais bonita ainda. Alah é grande!

Frederico Hochreiter/BH em 14 de fevereiro de 2011

Independente dela apoiar ou não, convenhamos que dá gosto ver a moça. Já o marido, que figura...

Rossana Di Pietro em 13 de fevereiro de 2011

Você enfatiza que ela é bonita, o que é verdade, mas, pelo Youtube, o que se vê é sobretudo uma mulher muito educada e de excelente nível.

Ugo Azzollini em 13 de fevereiro de 2011

Como é que um fato interessante como esse não saiu em nenhum jornal? Valeria até para o Fantástico, cara.

Sancho Pança em 13 de fevereiro de 2011

Parabéns pela iniciativa de trazer um tema tão diferente para seu blog. Gostei muito, mesmo. Um abraço. Obrigado, caro Sancho.

Arquimedes em 13 de fevereiro de 2011

Mas que... gata!

Ricardo A. Moita em 13 de fevereiro de 2011

Xará, confira e corrija o que deve ser SUMIU no lugar de SUBIU... democracia.Depois disso, ela deu um jeito de fazer a mensagem subir da Web. Baitabraço. Ricardo Caro xará, o comentário para o qual você pede correção simplesmente não chegou até o blog. Se quiser repeti-lo, publico com prazer. Abração

David Klein em 13 de fevereiro de 2011

Setti, esqueça a minha pergunta. Dei uma pesquisada rápida e descobri que Sua Majestade, sim, nasceu no Iraque, de família oriunda da Cisjordânia. Obrigado!

David Klein em 13 de fevereiro de 2011

Como pode ser tão bonita? (babando no teclado) Ela é iraquiana, não é mesmo? Talvez por conta das lendas assombrosas que nos contam desde a infância sobre os "ínfiéis" daquele lado do planeta, imagina-se que também (ou principalmente, e por castigo) as mulheres sejam horrorosas. Mas é muito fácil constatar as gemas preciosíssimas da beleza feminina que surgem naquelas terras. Rania não é a única!

O Primo Altamirando em 12 de fevereiro de 2011

Rania para 1ª Dama do Brasil, já!

Manuel Carpinteiro Peres em 12 de fevereiro de 2011

Parabéns Ricardo por entremear assuntos amenos e interessantes em meio à necessária discussão política.

Camila Kirchoff em 12 de fevereiro de 2011

Por que é que a rainha não comenta no Twitter a mobilização popular na própria Jordânia? É isso o que eu queria ver, viu?

Horácio Tostes em 12 de fevereiro de 2011

Muito interessante, não podia imaginar que uma rainha de um país árabe recorresse às redes sociais dessa forma. Gostei de ver principalmente o Facebook dela. Valeu!

Thomas Rossi em 12 de fevereiro de 2011

O comentário que eu queria fazer desde que vi o post é: meu Deus, que linda que é essa rainha. Nunca havia notado. E parabéns pelo post original, caro Setti.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI