A “conversão” de Marta Suplicy em crítica do lulopetismo é o-por-tu-nista. Ela conviveu com as maracutaias do partido por longos anos, e agora se afasta dele porque quer ser candidata em São Paulo

(Fotos: Ayrton Vignola/AE)

Marta Suplicy em 2010, quando estava às boas com a presidente Dilma Rousseff — a ponto de lhe fazer o papel de copeira. Um tanto contrariada, é verdade, mas…  (Fotos: Ayrton Vignola/AE)

Muito interessante a senadora Marta Suplicy (PT-SP) começar, de repente, a atirar publicamente contra o governo Dilma e contra o próprio PT.

O fel começou a vir à tona quando Marta deixou o Ministério da Cultura, em novembro passado, em cerimônia gelada na qual mal falou com a presidente. Depois, com seu famoso texto no Facebook no finalzinho de dezembro, baixando o sarrafo em seu sucessor, Juca Ferreira. E, finalmente, mais que tudo, na explosiva entrevista que concedeu à jornalista Eliane Cantanhêde, na edição deste domingo do Estadão. (A íntegra está aqui).

Uma das cortantes frases de Marta foi a seguinte:

— Cada vez que abro um jornal, fico mais estarrecida com os desmandos do que no dia anterior. É esse o partido que ajudei a criar e fundar? Hoje, é um partido que sinto que não tenho mais nada a ver com suas estruturas.

Puxa, como demorou, não, senadora? O PT foi fundado há quase 35 anos, em 1980. Os casos de corrupção nas administrações municipais — inclusive maracutaias em capitais importantíssimas — já datam desta década. Foram denunciados nos primórdios do partido por gente como Paulo de Tarso Venceslau, que, longe de ser de “direita”, participou da luta armada durante a ditadura militar.

Denúncias de outras natureza e sérias questões éticas vieram à tona por iniciativa de outros fundadores, sejam de “esquerda”, como o hoje editor César Queiroz Benjamin, também antigo participantes da luta armada, sejam do campo liberal, como o jurista Hélio Bicudo, que se destacou pela coragem e integridade como promotor público em sua luta contra o Esquadrão da Morte durante o período militar, foi deputado, candidato ao Senado e vice-prefeito de São Paulo antes de desiludir-se, como os demais citados, com o partido de Lula.

Vamos supor, porém, que tais questões fossem pequenas, embora graves.

Mas o mensalão, senadora? O maior escândalo de corrupção política da história da República até o surgimento do petrolão já vai completar DEZ ANOS em agosto, dona Marta. DEZ anos. Onde ficaram seus protestos contra os chefões petistas acusados e, finalmente, condenados à cadeia?

(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

Marta, quando ministra, com o vice-presidente Michel Temer, chefão do PMDB: ida ara o partido pode ter um Chalita pela frente (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

Oportunidades para fazer reparos aos condenados não faltaram, não é mesmo? Como os dois réveillons que o ex-tesoureiro do PT que terminou na Papuda, Delúbio Soares, passou com a senhora, marido e amigos no Guarujá, lembra?

Onde estavam suas críticas quando estourou o escândalo Rosemary Noronha, a amigona de Lula — este mesmo que a senhora erigiu em “Deus” –, responsável pela transformação do escritório da Presidência em São Paulo em balcão de negócios?

De que lado a senhora esteve durante as várias tentativas de gente de seu partido de calar a boca da imprensa?

Quando foi que a senhora se posicionou contra a política externa de vassalagem a Cuba, Venezuela, Irã e outros regimes párias?

Não ouvimos seus reparos à barbaridade em que se constituiu a concessão de asilo político ao terrorista e assassino Cesare Battisti, julgado e condenado por todas as instâncias pelo Judiciário italiano, mas tratado pelo governo lulopetista como um “perseguido político”, como se a Itália de democracia exemplar fosse uma ditadura?

Agora, num passe de mágica, a senadora quer se dissociar de tudo isso. Como, porém, acreditar que isso se deva a convicções, e não por oportunismo?

Na entrevista à excelente Eliane Cantanhêde, ela própria acabou, talvez, dizendo mais do que pretendia, quando desabafou, a certa altura, entregando suas prováveis razões:

— Se for analisar friamente, é um partido no qual estou há muito tempo alijada e cerceada, impossibilitada de disputar e exercer cargos para os quais estou habilitada.

Ah! Chegamos ao ponto… A braveza da senadora pode estar todinha abrigada aqui. Ela quer espaço no partido, quer concorrer à Prefeitura no ano que vem — e o problema não está em que seu “Deus”, acima de partidos e convenções, já decidiu que o prefeito Fernando Haddad será o candidato do PT.

O problema é que Marta aprendeu com as eleições do ano passado que o PT não tem futuro em São Paulo. O massacre sofrido por Dilma no pleito presidencial diante do tucano Aécio Neves — que teve dois terços dos votos do eleitorado mais numeroso do país –, e a espetacular vitória em primeiro turno do governador Geraldo Alckmin (PSDB), que venceu em 644 dos 645 município do Estado, deixando em um distante terceiro lugar o petista Alexandre Padilha, tornaram evidente, para a senadora, que com uma estrela vermelha no peito ela não chegará a lugar algum.

Eis aí, então, a razão de seu desencanto com o PT e do namoro com o PMDB. Se Lula conseguir emplacar o novo secretário municipal de Educação paulistano, Gabriel Chalita, como candidato do partido mais fisiológico do Brasil, gente perto de Marta assopra que ela poderá até ir para o Solidariedade, partido fundado pelo sindicalista e oportunista profissional Paulinho da Força.

Convicção ideológica é isso aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

63 Comentários

  • Winston

    O fato de ser oportunista, não descontrói o conteúdo e muito menos o mérito da análise.
    Se inspirada por ressentimentos ou não, o fato é que ninguém, até agora, sequer ousou ensaiar uma resposta aos argumentos expendidos ao ESTADÃO; exceção feita ao “novo velho” ministro da Cultura, cujas contas estariam sob as malhas do TCU.
    Lula, por exemplo, até o presente momento não negou o principal da entrevista de Marta.
    O aloprado primeiro-ministro do reinado de Dilma II, não deu um pio.

  • Trovão

    Diz o ditado: quem se envolve com bandidos, bandido é.
    Essa sujeita sabe perfeitamente, que está envolvida com gente como o Dirceu presidiário, esse lula X9, a dilma ali babona e seu roubastério, os ladrões do petrolão e do mensalão, faz parte da casa do crime organizado, vulgo congresso, mais corrupto do mundo, sempre foi capacho do lula X9 e agora aparece com essa cara de cruz credo, querendo enganar o povo eleitor.
    A responsabilidade do povo de são Paulo nas eleições, para empurrar essa serviçal para o esgoto, a partir de agora, ficou muito maior.

  • Luis R N Ferreira

    A manifestação da condessa Suplicy além de oportunista, ao mesmo tempo é condizente com a natureza dos petistas que é lutar para alcançar o poder mesmo se para isso for preciso pisar no pescoço da mãe, como já dizia o Brizola. No caso dela é conseguir espaço e repercussão na mídia na tentativa de se habilitar ao almejado cargo de prefeita de São Paulo. Não cola esta indignação extemporânea, mesmo porque os métodos que ela diz agora condenar foram introduzidos no panorama político justamente por quem ela diz ser seu principal mentor que é o conhecido chefe de quadrilha Luis Inácio Lula da Silva.

  • Reynaldo-BH

    Marta Suplicy é o que sempre foi. Nunca mudará.
    Dá-se a isto o nome de coerência. Que não é virtude. Pode ser, mas também é persistência nas certezas que a venda está sendo bem paga.
    Não precisamos da suposta oposição de Marta ao que ajudou a construir. Dispensamos.
    A adoração ao ídolo de pés de barro e lama, a quem já se referiu com um Deus, continua.
    A patológica em busca do poder e da adoração que tinha dos áulicos em tempos passados, idem.
    Nunca demonstrou ser uma executiva. Sempre esteve nas piores companhias quando assumiu o poder que se julga merecedora.
    Lambeu botas e outras coisas mais em nome de um projeto que psicólogos explicam. Que não sejam sexólogos, pois estes teriam matéria de estudo de foto íntimo. Deixemos este tema de lado.
    Marta é Marta, assim como Lula é Lula. Nunca mudarão. Um nasceu para ser ditador. A Outra, mucama de luxo, com os olhos verdes e palavras marrons.
    Terá abrigo no colo de Kassab ou de algum prócer do PMDB. Se prometer se comportar nos colos alheios.
    E continuará mesmo distante, nutrindo o amor eterno por Lula. O Deus da loira que nunca disse o que seja, exceto uma apresentadora de TV que se mostrava – para a época – uma defensora das liberdades. Na cama.
    O PT a usou como usa a quem a ele se aproxima. Seja por dinheiro ou por poder. Em troca, a subserviência e adoração a quem lhes dá a ração para sobreviver.
    Pouco importa o futuro de Marta. Que conviva com o passado. E busque outra coleira.
    O silêncio cúmplice alternado com o discurso falsificado, a coragem de relaxar e gozar ao mesmo nível da adoração cega a um dono, a inveja pela que se julga ser frente ao que é, são somente faces da mesma fotografia que nem botox remenda.
    A burguesa usada como símbolo da diversidade farsesca do PT, hoje busca um abrigo. Já que a cabana dos ensandecidos a resolveu colocá-la nas ruas. Com o pouco que representa.
    Alvo de Dilma, que sempre a odiou, agora será a eleita de Kassab. Faz sentido. Afinal, ambos não são nada. E fazem questão de fazer do NADA a profissão de fé.
    Contanto que o seu deus permaneça com guia.
    A ele, toda a desonra e toda a vergonha. Que Marta sabe honrar.
    Quanto vale uma Marta? Pelo que fez em anos de vida pública? Pela idade que deveria dar sabedoria, mas somente se esconde pelas injeções de botox?
    Os bandidos perueiros apoiarão Marta em São Paulo? Os mensaleiros vão irrigar o caixa de campanhas futuras? As taxas municipais serão negociadas em gabinetes ou banheiros?
    Marta conta com isso. Espera de Lula, o Deus da nulidade absoluta que sempre demonstrou ser, irá ajudar?
    Deus não se mostra a ninguém. É questão de Fé. Marata tem. Fé em Lula.
    Merece o inferno que vive.

  • Fernando Pawwlow

    Caro Setti, esta foto é digna de figurar na capa da biografia da Senadora,ou da Presidente.
    Ela desmente o poder do dinheiro sobre o Poder-político e social.Encarna as fantasias de marxismo de almanaque mais emblemáticas e recorrentes no imaginário das massas.
    Quando o dinheiro vem desacompanhado de cultura política,de nada vale possuí-lo nesta cultura de glorificação da força sem limites,ou da brutalidade em seu esplendor. Como seu artigo observa, a Senadora é um tanto lerda para diagnosticar costumes e gente de um redor que se prolongou por mais de três décadas- e do alto desta lentidão mental (comparada ao ritmo associativo de D.Marta uma tartaruga reumática é demasiado veloz),apresenta ultimatos à sigla que já a trata como dondoca,através da imprensa patrocinada.Outra pergunta que poderia ser acrescentada:Onde estava a digna Senadora quando a imprensa que agora a ridiculariza(com notável esforço,diga-se) realizava o serviço sujo com outros?
    Um retirar-se de cena coerente com quem nunca temeu o ridículo.
    Onde o vídeo dela gritando com vítima das enchentes na casa da vítima? Um instantâneo-síntese,como o da foto deste artigo.Que merece ser lembrado nesta coluna.
    Abraços do Pawwlow

    Outro abração pra você, caro Pawwlow.

  • Moacir 1

    Prezado Setti,
    Sem comentários.Perfeito o tom e o texto.Você escreveu tudo. Parabéns.
    Mas tenho uma pulga atrás da orelha.Marta voltou a metralhadora giratória contra Dona Dilma e os que debandaram com elA. Poupou Lula.Sei não.
    Tudo bem que o cenário para as eleições municipais de 2016 já estão bem delineados.E para o Palácio dos Bandeirantes em 2018 quem será o candidato petista? O
    vice? Os ministeriáveis aliados caso Lula se eleja?
    Não poderia,a Devota,estar ao mesmo tempo , tentando viabilizar sua candidatura a Prefeitura por outra legenda agora, e acreditando que – detonando Dilma para Lula – poderá se encontrar com o Oráculo ,num ponto fora da curva desta estrada sórdida mais adiante?
    Lembre-se de que, para cada um dos seus vassalos, o nosso Oráculo pataxó tem um discurso diferente e que desta gente nada mais surpreende.
    Abc

  • Santana*100

    Normal, guerra entre membros da mesma quadrilha.

  • Robson

    Boa noite Setti,
    é nítida a vontade de Marta de voltar a ser candidata a cargo executivo. Como esquecer que, além das surras de Aécio e Alckmin em São Paulo, o ex dela também perdeu a disputa para o Senado? Ela sabe que com a bandeira do PT, ninguém mais ganha por aqui. São Paulo não quer nada vermelho. Já basta essas manchas que o atual prefeito espalha pela cidade e diz ser uma ciclovia.

  • Blumenau

    Ricardo.
    A Marta vai passar a bandeja o resto da vida.Com carinha de poderosa,não passa de uma serviçal do lulla. Aquele **** ***** ****** ***** *****. É nelle que ella quer se escorar.
    Que baixaria. Ella merece!

  • José Carlos

    Texto perfeito! Acrescente-se como pano de fundo o jogo duplo d’Elle para 2018 e tudo fica claro como a luz do dia.

  • ROUBARAM O BRASIL DE MIM !

    O resultado dessa canalhice explicita da petralhada é o resultado do ENEM, uma vergonha imensa que demonstra o nível do desgoverno federal nestes últimos 12 anos. Quem tem Lula e Dilma como governantes e os apóia cegamente para lhes manter no poder, só pode ser gente sem o mínimo de nível educacional, moral e ético, eis o resultado radiografado pelo ENEM, é a cara do eleitor petralha !!!!.

  • Marcelo

    Fico imaginando quais serão as palavras da imprensa alugada a respeito deste texto. Mesmo os mais desasnados terão grandes dificuldades para contestá-lo.
    Parabéns caro Setti, e obrigado por não deixar a esperança e a razão sucumbirem.

  • PATRICIA

    Olá Ricardo Setti. Tentei dizer isto no blog do Reinaldo sobre a “dissidente” Marta mas sua clareza supera a minha na hora de se expressar, obrigada. É tão óbvio a manobra que me deixa indignada. Ademais, além da prefeitura de SP Marta quer também fazer parecer que o “PT Dilma” acabou com o “PT Lula”. Assim, o discurso será Lula tem que voltar, ou seja, já está claro que para tudo tem limite, que um dia a casa cai e o que o PT fez ficará insustentável como: petrolão, LDO, controle da mída, etc. Insustentável porque agora vai estourar tudo, o pais está quebrado, demissões, recessão, perda do poder aquisitivo, inflação e todas as consequências dos demandos do PT, até dinheiro para o Bolsa Família vai diminuir.Assim, culpa na Dilma e cia para justificar a volta do Lula “salvador” e/ou quem ele indicar. Modelo Venezuela. É muito sério.

  • RONALDE

    Querida Marta Suplicy, a senhora deveria estar estarrecida desde os primórdios do governo Lula, pois caso lesse regularmente a VEJA, dia após dia a revista publica desmandos lulopetistas. É impressionante a desfaçatez dessa gente.

  • Netho

    Antes tarde do que nunca!
    Se os motivos e a mudança a levam por um caminho melhor, o tempo dirá.
    O passado, é fato, diz muito; não diz tudo.

  • Ronaldo força

    Parece um desenho animada da Dama e a terrorista. A terrorista fez a dama de copeira e isto ela não suportou. Está dando o troco. Marta pode ser tudo: sexóloga, ministra do relaxa e goza, ex do senador Suplicy, Mãe do Supla, porém copeira de terrorista, nunca!

  • Sandra Maria Z Monteiro

    É uma ratazana, só ela é esperta? ninguém esta percebendo o quão oportunista ela esta sendo? Agora que o navio do PT esta a deriva ela ja quer saltar?Tenha respeito pelos brasileiros, eu sei que é difícil pra senhora, tanto tempo sendo dissimulada ser sincera deve ser impossível, por favor cale-se.

  • Heitor de Aquino

    Marta indo para a oposição só pode ser oportunismo. Mas é menos um nas hostes do Partido Podre.

  • Maria Antonieta

    Com certeza prezado Setti;
    Uma deslumbrada com o poder, escanteada pelos caciques do partidão. Não devemos esquecer que Marta quando Prefeita de SP, não fechou as contas e pediu seu amigão Lula o então Presidente para furar o bloqueio das LRF “Lei de Responsabilidade Fiscal”. Dessa forma que fique claro a grande MARTA foi a primeira a furar o bloqueio, que hoje passado quase 10 anos tem mais furo do que queijo Suíço.

  • Paulista

    Por justiça, considero que ela também mereça a delação premiada.

  • nena

    Setti, concordo totalmente com o seu artigo, desde os pontos abordados e até no ponto-e-vírgula que não existe. Desde o primeiro momento em que tomei conhecimento das declarações taxei de puro oportunismo, o que agora mais ainda se acentua. Ataca qual pt? Se lula é o cabeça e a alma do partido, o guru idolatrado e nunca preterido nas decisões, como ela quer jogar lama nos ‘outros’ e não atingí-lo? A moça alienada, que ao que parece não lia jornais há muito tempo, sempre foi figura de proa do pt e tão viciada no seu modus operanti que usa do mesmo chavão característico quando diz que não sabia e não via nada, e tenta escorregar feito sabão quando a coisa fica preta, jogando pedras no telhado do vizinho sem se dar conta que o seu próprio é do mesmo vidro frágil. Sabia nada, inocente? Bem ao estilo petê! A alma, uma vez pt, sempre petê.

  • Ciro Lauschner

    Não consigo me imaginar uma Marta Suplicy tão simplória assim.Tenho a impressão de que o esquema é preparar a volta do Lula depois do caos que vai ser esse governo.Óbvio que seu sonho de poder é a volta à prefeitura de S.Paulo,mas o projeto de poder do PT,onde se faz o diabo para o manter,é maior e essa corja não tem escrúpulo nenhum usar qualquer artifício para mantê-lo!

  • Daniel

    E os paulistas ainda votam nessa senhora. ..

  • Lobinho

    Ficou sem espaço no partido. Agora quer tirar onda de honesta. Bem feito pra essa dondoca metida. Destino igual ao ex marido lhe espera: o abandono.

  • Caco

    Política e políticos de níveis muito abaixo do mínimo. Marta tem a índole política tão rasa quanto seus pares. Mente até quando fala a verdade.

  • João Alves

    Antes tarde do que nunca: Manda brasa Marta, acaba com a seita !

  • Paulistana

    Falou tudo.
    Estão dando uma dimensão à Marta – e ao seu discurso – q ela não tem. É mais uma “desiludida” do PT q, curiosamente, só se “desiludem” qdo percebem q foram usados e jogados fora, aí ficam indignados, mas é com a perda das mamatas do poder.

  • vanny marques

    Mais hein! Essa velharia não desiste mesmo. A Martaxa vai fazer 70 anos depois do Carnaval e Lula lá em outubro. A força e a saúde não podem ser as mesmas e os neurônios e a disposição diminuem. Tiazona vai chupar balinha com seus netos e deixa São Paulo em paz, para poder se refazer desta prefeitura acéfala do Malddad. Deus nos livre dessas pragas todas.

  • Jair Sergio

    Concordo com tudo que você escreveu, só alerto para o fato de que na minha opinião, Lula apoia esta postura da Marta Suplicy, visando dividir a oposição, colocando mais dúvidas na cabeça do eleitor, que já a bem da verdade não é muito convicto enquanto em sua maioria mal informado, facilitando as coisas para seu projeto de hegemonia de poder, que anda em curso agora em plena luz do dia a despeito de novos escandalos e pseudo condenações que na verdade não passam de um novo sabor de pizza criada pela maior pizzaria do mundo.

  • Leonardo Saade

    Perfeito Setti! Tenho a mesma opinião sobre a recente “crise de consciência” de Marta Suplicy. A fidelidade e a ideologia de Marta acompanham as pesquisas eleitorais. Quando o PT estava em alta, ela elegeu Lula o deus da seita. Agora vem posar de indignada?

  • Ricardo A

    R.Setti, estou achando ótimo que Marta se decepcione com a seita do mal do PT, e que faça muitas declarações sobre isso, na qualidade de fundadora, colaboradora do desgoverno Dilma/Lula. São estes acontecimentos que ajudam a enterrar o lulopetismo. É um exemplo a ser seguido pelos militantes radicais ou não.

  • Sonia Regina

    Bom dia Sr. Setti
    Excelente artigo.
    Dizem que política não é para amadores e a prova disso é a mudança de postura (só nas palavras) da senadora.
    Tudo muito bem calculado, descolando seu ídolo de todas a mazelas que seu partido praticou nesses anos todos.
    É bom saber que temos Jornalistas que pela competência e experiência não se deixam enganar somente com palavras que alias se perdem no vento e no tempo.
    Talvez possamos acrescentar que, o fato do senador de seu partido também perder a cadeira, aumentou em muitos WWWs. a lampada vermelha.
    Não acredito que ela vá sair do seu partido, os elogios ao seu ídolo lhe asseguram estabilidade maior do que os tijolinhos que ela propaga ter colocado quando da fundação do mesmo.
    O teatro foi armado, vamos aguardar para ver se a platéia (eleitores) vai aplaudir, vaiar ou simplesmente silenciar.
    Um abraço

  • Alessandra SP

    Pura verdade Setti !
    Essa senhora é uma lástima em todos os sentidos… Alguém que considera Lula um “grande estadista” só pode ser louca!
    Espero que JAMAIS volte a ocupar qualquer cargo público por São Paulo.
    FORA DILMA FORA PT FORA HADDAD FORA MARTAXA
    E levem sua estrelinha vermelha pra longe daqui !

  • j.diass

    Assim como os ratos e o comandante covarde abandonam o navio primeiro quando ele começa a afundar, assim é a sra Senadora que começou a perceber a derrocada do PT tanto em Brasília assim como no Brasil, já começa a tramar sua volta por cima abandonando o partido que conseguiu quebrar o pais.

  • Angèlìka

    (! _!) Setti, estamos excluídos. Somos ignorados, nós e a nossa Constituição por este desgoverno, de todas as formas . Como assim?! após as eleições fraudadas SIM! elles continuam agindo cinicamente como se nada tivesse acontecido.
    São excelentes estrategistas do mal.
    Malddad irá concorrer para um 2º mandato… apesar do repúdio total dos paulistas.
    Lulla dizendo que vai voltar (oficialmente) em 2018.
    Dilma se armando de “comparsas inescrupulosos” para continuar se dando bem e nos afundando.
    Não apresentaram Projetos de Governo.
    A Oposição NÃO ACORDOU.
    Não vejo movimentação nenhuma sobre o impeachment dela.
    ISSO SIM DEVERIA NOS COLOCAR EM “MARCHA PELAS RUAS DO PAÍS” exigindo SERIEDADE.
    Sem reações de peso continuará fácil demais para a GANGUE/FACÇÃO.
    Dar importância ao que mentirosos e amorais dizem é dar-lhes ibope desnecessariamente.
    Ganharemos mais cobrando os nossos direitos e as obrigações deles para conosco e o país.
    A máquina do governo está apeada. Mas o povo não!
    Vamos às ruas!!! Por que não?!

  • Winston

    Elio Gaspari, hoje, segue a mesma linha adotada no nosso comentário anteriormente. Até agora, o que ele chama de “alto comissariado” não respondeu às afirmativas de Marta; exceto um parlamentar que ensaia o discurso surrado do “quem com ferro fere, com ferro será ferido”.
    Ainda é cedo para concluir o resultado da saída de Marta do PT.

  • Sidney

    Setti
    A foto !! ja diz tudo.
    Sabemos a que esta,esteve e principalmente a que veio.
    O – DNA – e a$$inatura$ que homologou nas conhecidas falcatruas etc etc do seu Partido , partido , ja disse tudo.
    Setti o seu Post – matador – e o comentario do > Reynaldo-BH – 13/1/2015 às 19:45> nao fica para tras nao ; parabens aos dois e aos demais ( nao dilmais… taaa )comentaristas.
    Estamos de olho nao eee Brasil!!!!
    Ps: O tal de Cervero turista etc etc agora esta preso ( nao sabemos por quanto tempo neee ? ) ; o tal de Duque ; ainda soltinho da Silva apesar do tal de baiano falador etc etc preso e contando coi$a$ neee !!! sem falar na Graca , na gerentona de plantao e no falador que nunca sabe de nada neee ?
    Forca Sr Juiz Moro
    Baita abraco

  • Alessandra SP

    Cara Angèlìka – 14/1/2015 às 12:47
    Participei de todas as passeatas ocorridas na Paulista, mas o número de pessoas que comparece (na última foram cerca de 10.000) não é suficiente para assustar a quadrilha…
    Lá vi alguns políticos, como o vereador Natalini, a deputada Mara Gabrilli, Eduardo Jorge, senadores José Serra e Aloysio Nunes.
    Mas, ainda assim, esses poucos movimentos de rua não têm um apoio forte da oposição. Essa sim deveria conclamar o povo a participar, posto que supostamente teria mais condição de organizar um evento grande.
    Os lideres dos grupos Revoltadosonline e Vemprarua, que organizaram as passeatas, agem de maneira heróica, sem apoio algum. Se eles desistirem os movimentos de rua acabam…

  • wilson1

    Setti, permita-me mais uma vez fazer um comentário que não tem a ver com o tema do post, mas que, para mim, tem a ver com o bom senso. É sobre a questão da água em São Paulo. Pois uma juíza aceitou a procedência da ação de uma tal de associação dos consumidores daí, que o governo não pode realizar a tal de multa para gastos acima do estipulado. Bem eu vi, no Globo News, uma entrevista com a senhora presidente da tal associação. Ela falou que a Sabesp tem que fazer o racionamento e não multar as pessoas. Pois isto não vai contra o bom senso, a lógica da coisa? Pois não é melhor os consumidores procurarem diminuir o consumo do que terem racionamento em determinados períodos? Não é um contra senso tal coisa? Se me perguntarem o que eu prefiro de uma ou outra coisa, sem dúvida eu prefiro o controle. Isso, inclusive, não vai de encontro ao que esta gente sem caráter, sem ética, petistas e admiradores, tanto propõem, para mim, demagogicamente, que é pensar nos quem têm menos? Pois os que são os gastões não são da, aí sim, elite egoísta? E mais, Setti e demais, na entrevista a que me referi, para mim, mais uma vez, mostrou que a Globo é refém desta gentalha, porque, falaram de novo que já está havendo racionamento só que não explícito, porque falta água em muitos lugares da cidade. Esta falta não seria circunstancial, como acontece em todos os lugares, por um ou outro motivo? E mais por que a repórter não fez uma pergunta, aí plenamente lógica: o que a senhora prefere, um esforço para diminuir o consumo ou o racionamento?

  • lenieverson

    Concordo VC, Alessandra, se eles desistirem, acaba mesmo.

  • Ronaldo Braga

    O nordeste precisa sair do parisitismo social
    A necessidade de explicações se somam ás perguntas sem respostas que crescem a cada dia, a cada ato desta peça, que apresentada como uma trágico comédia, tem seu lado comédia se revelado na votação de Dilma, pois um povo, que reelege uma administradora decididamente ruim, com suspeitas fortes de corrupção, se mostra apto a qualquer ato suicida e sem sombras de dúvida se mostra fraco e sem nenhum atitude, nem disposição de lutar por um país melhor, antes se afunda em um parasitismo social que a médio e longo prazo vai fazer seu pobre ficar mais pobre e seu miserável, mais miserável, o melhor é dizer que parte deste povo, pois o povo do sudeste disse não a essa pratica de desdem e de roubo.
    Mas por outro lado podemos definir como tragédia, uma vez que a ação petista e de Dilma no erário publico criou e vem criando um rombo nas contas publicas que só será dimensionado lá na frente.
    O terrorismo de Dilma e seu partido, ao lado da compra de mentes e acrescido da pratica corrupta, faz do Brasil um país administrado com métodos de uma cruel e desumana máfia, que transforma tudo em um frio balcão de negócios, que compra parlamentar. destruindo a democracia, que impede a criação de partido, como o caso da rede de Marina, que estimula a criação de partido, como o de Kassab, que agora já vai criar outro.
    O pt vem criando no Brasil uma ferida que a cada ato monstruoso de Lula e seus malandros, de Dilma e seus Kassabs, vai se alargando e perigosamente se aproximando de uma moléstia fétida e gigante.
    E hora de uma reflexão, de uma sábia decisão, pois ou o Brasil expulsa o PT do poder, ou o PT acaba com o Brasil, alguns dizem que o PT já é um doente terminal, eu digo, bandido desesperado e com dinheiro na mão, se torna mais bandido e mais perigoso.

    http://www.ronaldobragas.blogspot.com
    R.B.Santan

  • Ana Flávia

    Até na hora de sair os políticos do PT deixam má impressão. Difícil não concluir, caro Setti, que a senadora sexóloga não esteja, na verdade, cuspindo no prato em que sempre comeu, e em que se deleitou.

    Concordo com isso, cara Ana. Também. Mas não deixa de ser interessante ver Marta Suplicy fazendo oposição a Dilma no Senado… se é que Lula, seu “Deus”, não vai mandar ela ficar quietinha…

  • Ronaldo força

    Concordo, esta mulher é uma oportunista. A partir do momento que está alijada de cargos que ambiciona o PT não presta mais. Além disso, dizer que o Lula é um estadista é piada de mau gosto. Na verdade, é uma madame que galgou cargos apoiando todas as maracutaias e vigarices do LUla e do PT. Não protestou contra o mensalão nem contra o petrolão. Agora cospe no prato que comeu e se banqueteou.

  • Simonassi G Eliana

    Não gosto de de jogar pedras no telhado do vizinho, mas como o vizinho tem mão dupla ,Costurou o símbolo do PT na camisa. Usufruiu enquanto pode e agora que a maré não está pra peixe atira para todos os lados. A mal sexólogo para política deu salto bem alto em termos de poder.Escorregou feio e agora José? Nunca deixou de ser amiguinha do Lula. O mal chama-se poder.Tenho as minhas dúvidas de que os paulistas entrem nessa.Ela nunca esteve em lugar nenhum. Estava durante todo esse tempo em cima do muro, esperando como todo petista a hora e usufruir de qualquer forma. Como todo petista não pode ver uma caixinha de fósforo que sobe para falar asneiras ( discursos oportunistas , fabricados para os bobos da Corte.)

  • Reynaldo-BH

    Setti,meu amigo. Talvez meu comentário mais amargo,. Pela minha filha e por quem virá dela, um dia. E certamente, pelo tempo que vivo.
    Um abraço fraterno!
    ——————
    Não existe uma única profissão que dispense o domínio do saber escrever.
    Por mais técnica que seja esta profissão.
    É assustador que 10% dos alunos brasileiros que se habilitam a um curso superior – vale dizer, passo inicial para exercer uma profissão – tenham ZERO como nota de uma simples redação no ENEM.
    Se houvesse, ainda, necessidade de uma prova da falência do modelo educacional brasileiro (sem propagandas ou falsificações vulgares de um sucesso inexistente), este resultado vergonhoso já bastaria como retrato fiel do descaso e despreparo da educação no Brasil. Por décadas.
    Educação por aqui é considerada, pelos governos, como custo. Nunca como investimento.
    É tão enraizado na cultura nacional que é comum que pais se revoltem com o aumento do IPI do carro novo – que acabam por aceitar a pagar – e reclamem do custo da educação que dão a filhos.
    O carro novo vem antes.
    E no âmbito de governo, a educação se resume as estatísticas de quantos alunos estão em uma sala de aula, sem nunca se importarem com a qualidade do que nelas é ensinado.
    Exemplos mundiais de avanços educacionais são ignorados. Antes do ensino de matérias específicas para cada área da educação dita básica (ou média), investiu-se em DUAS (somente duas!) vertentes de conhecimento: matemática e o domínio da língua pátria.
    Somente após ter-se uma nação que dominava – minimamente – as ciências matemáticas e conseguiam se expressar na própria língua é que outras especialidades foram escolhidas para composição da grade curricular. Que é diversa. São matérias diversas de acordo com cada expectativa de curso superior escolhido.
    Quem não sabe escrever não consegue expor o que pensa.
    Quem não sabe se expressar, não consegue entender o que lê.
    Quem não lê é um eterno dependente do que outros leem e lhes transmitem.
    Ou seja, que não escreve e não lê é analfabeto funcional.
    Eternamente dependente. Sem poder de síntese e de análise. Sem capacidade de questionar. Refém de um mundo com fronteiras. Sem externar indignação ou enxergar necessidade de mudanças.
    Estas pessoas, no Brasil, chegam com este arsenal (não) cultural às portas da Universidade.
    Teria a universidade em quatro anos a capacidade de suprir o que não foi transmitido nos oito anos anteriores? A culpa é do ensino superior, ao formar tantos profissionais de baixíssima qualificação? A prova maior é a necessidade, para o mercado de trabalho, que haja uma pós-graduação. A graduação em si já não basta. Não se trata mais de aquisição de novos conhecimentos específicos pela especialização, mas validar o que se tem como avanço, que todos sabemos, vale menos a cada dia.
    Um diploma universitário ou técnico já não é garantia de saber. Ou de ser profissional.
    De que vale um ensino técnico, a nova “bandeira mágica” da educação no Brasil? A fórmula para formar o que foi deformado por tanto tempo? Ou é mais uma panaceia que se usa como números para provar a teoria da farsa?
    Quantos livros lê um jovem de 15, 16 anos? Saberá definir conceitos básicos, que – somente como exemplo – um aluno do décimo ano em Portugal já os tem, visto que constam da grade curricular, Sociologia e Filosofia?
    Alguém ainda, em pleno século XXI, acredita que decorar o teorema de Pitágoras (sem entender que fazia parte de um processo filosófico de entendimento do mundo) sirva para um administrador ou médico?
    Que a tabela periódica de química será útil a um advogado civilista?
    O não ler é mais que uma deficiência. É um crime! Contra toda uma nação. Contra quem está em formação para um mundo novo que ainda não sabe, ao menos, quais serão as novas necessidades.
    É a manutenção da ignorância, a aposta na transformação do ser pensante em uma mera peça de uma engrenagem que o ignorante (no sentido de desconhecimento) se dá conta de ser. É o cimento sobre o qual qualquer tijolo pode ser colocado. Aceita tudo. Tem falsos ídolos. Certezas plenas baseadas na mera observação do que julga ser o único caminho.
    Prepara-se (ou fingem preparar) um jovem de hoje para um mundo de ontem. E retiram deste a capacidade de aceitar desafios ou ser intelectualmente curioso. É o incentivo ao pragmatismo preguiçoso. À mesmice que já se comprovou inteiramente sem sentido.
    O não saber escrever nasce do não ler. Do desprezo ao que é, na essência, o processo civilizatório. A evolução que fez o caminho onde caminhamos. Mesmo que sequer alguns – os que não leem – enxerguem até os atalhos. Para o não letrado, quem caminhou à frente não é sábio. É velho. Conservador ou ultrapassado. Dizem-se revolucionários, sem observar a etimologia da palavra. REVOLUÇÃO é evoluir com substituição. O que pode propor como alteração do status quo quem não lê e não entende o passado, a história e os autores (milhares!) que deram a vida intelectual em busca da EVOLUÇÃO e até de uma revolução baseada em princípios sólidos? A última novidade mais importante do mundo da última semana? Ou o discurso de quem leu um resumo de algum livro, sem confrontá-lo (mesmo o resumo) com outro acerca do mesmo tema?
    Triste país onde dez por cento dos que estão – legalmente – habilitados a escolherem uma profissão não leem. E por isso, não conseguem escrever algo que mereça um patamar acima de zero.
    O pior da ignorância é que esta dá a sensação da sabedoria. Todo aquele que desconhece o mundo julga-se dono de verdades, pois as que conhecem são mínimas e confortáveis. Por ouvir falar ou por observação própria. O problema é que a ignorância é míope. Ou cega. (“Ter certezas é não estar vendo.” Fernando Pessoa).
    A cegueira impede que se veja um passo à frente.
    Até mesmo o passo que leva ao abismo.
    Prefiro a eterna dúvida. Com a certeza de que muito pouco sei.
    (“Não tenho certeza de nada. Mas, desconfio de muita coisa…”). Guimarães Rosa.

  • RENATO LUIS CALLONI

    A sra. Marta é uma ave de rapina denominada de urubu. Sinto muito ao incautos que sempre a suportaram tanto financeiramente quanto politicamente, mas sua conduta é de uma desonestidade gigantesca e que merece só a expatriação. Meu recado a ela e se houvesse qualquer oportunidade seriam suas palavras: relaxa e goza: vai para timbuctu.

  • Miele L'Abbate*51 - San Paolo

    Oportunismo de Marta = Libertação da América Latina. Jogo-de-cintura, Setti. Tudo aproveita-se no Reino de Deus.

  • login

    Resumindo o casal Eduardo e Marta levou um bom pé no traseiro do PT. Isto é muito legal.
    Como dizia o saudoso locutor de rádio Fiori Giglioti “agora não adianta chorar”.

  • Pedro

    Qualquer semelhança com o que acontece quando dois assaltantes vão repartir o fruto do roubo NÃO é mera coincidência.

  • lenieverson

    Belo texto,ou melhor, belo comentário, Reynaldo-BH. Concordo com tudo.

  • Moacir 1

    Prezado Setti,
    Não poderia deixar de comentar o texto irretocável de Reynaldo-BH -14/1/2015 às 14:24.
    E lembrar ,valendo-me das palavras Umberto Eco , no seu livro O Eterno Fascismo , que não interessa aos governos de vocação autoritária que seus jovens sejam capazes de articular mais do que …
    ….
    A “novilíngua” baseada em um léxico pobre e em uma sintaxe elementar, com o fim de limitar os instrumentos para um raciocínio complexo e crítico.

    Povo informado , num é povo cumpanhêro. Nóis num pega us pêxe, tá ligado?
    Abc

  • Roberto

    Bem lembrado.

  • Junia Almeida

    A Martaxa faz o jogo político que todos fazem. E ainda conta (deve) contar com a Assessoria do Suplicy. Não devemos nos esquecer que Martaxa é mulher e foi preterida pelo PT então procura tirar a fora com as armas que tem.

  • Cideval

    Cinismo total com intenções eleitoreiras. Preparando o terreno para a próxima eleição. Esta senhora nunca foi popular em São Paulo, dificilmente ganharia a prefeitura, principalmente após o desgaste ptista com o Haddad. O paulistano votaria no diabo, mas não no Fernando Haddad.

  • Luiz Pereira

    Setti, bom dia,
    Puxa! Essa Marta não relaxa…
    Abs

  • Onilda

    Todos são farinha do mesmo saco, PT e sua corja não valem NADA, e a oposição tb não vejo boa coisa? Tamos é ferrado vivendo num país comandado por corruptos e gente mascaradas de boa conduta (todos e (as) falsos). Certo é vota NULO sempre e sempre.

  • aparecido f.

    Ora, o Chalita a Marta tira de letra.. é só perguntar para ele a mesma pergunta que fez ao Kassabão.. é casado ?? tem filhos ????… e Chalita voltou a ribalta porque está acabando o vanderley….politico só ganha vanderley quando está na ribalta….

  • Furnandes Albaralhão

    Vá furnandar albaralhando em outro lugar, meu caro.

  • Abreu e Lima

    .

    Jogada ensaiada do lula*****.
    E como a martaxa relaxa e goza,
    fica fácil.
    Já pode virar a página…

    .

  • Carneiro

    É isso aí, o tal do político entrega até a própria mãe ao fuzilamente quando tem algo a ganhar. Traíra.

  • fatima

    fora ptralhas papuda já e nosso dinheiro de volta

  • razumikhin

    Cumpanhêra Marta, cumpanhêru cenadô Suplicy: ****!

  • maria cristina

    Não tem moral para criticar o pte pois é a mãe de todos!!!