Image
Os avós espanhóis são os que mais cuidam dos netos e os mais integrados à família na Europa (Foto: alertadigital.es)

Há crise econômica, há desemprego brutal – 22% da força de trabalho –, está em cheque o Estado de bem-estar social construído após a ditadura do general Francisco Franco (1939-1975), há abatimento e desesperança na Espanha, a quinta maior economia da Europa.

Há, porém, valores sólidos de uma sociedade vigorosa e sã. Como a família, por exemplo. Nada menos do que 70% dos avós espanhóis cuida de seus netos, segundo revela um estudo realizado pela Consejería para la Igualdad y Bienestar Social da Andaluzia, a mais populosa comunidade da Espanha, que abrangeu todo o país.

Além dessa altíssima cifra – a mais elevada da Europa –, o levantamento revela que 89% dos avós mantêm “relações estreitas” com o restante da família. E mais da metade dos consultados (53%) iniciou novas atividades na vida depois dos 65 anos – em muitos casos, atividades voluntárias e voltadas para a comunidade. Neste ítem, houve um avanço espetacular: o mesmo estudo, efetuado há 19 anos, apontou para um percentual de apenas 9,5%.

Os avós espanhóis, diz o estudo, “expressam um claríssimo desejo de autonomia pessoal, manifestado no fato de que 87% desejam viver em sua própria casa durante o maior tempo possível”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nenhum comentário

Uber em 25 de abril de 2012

Não está claro se eles fazem isso por vontade própria ou são os filhos que passam a batata quente pra eles como ocorre muito no Brasil.

Valeria em 24 de abril de 2012

Ñ é só solidez familiar é por pura necessidade mesmo,pagar uma babá ou como dizem aqui cuidadora é caro. Os "abuelos" estao arcando com responsabilidades físicas e financeiras em muitas famílias.

Pedro Luiz Moreira Lima em 23 de abril de 2012

Setti: A financeirização dos países e os cimes financeiros envolvendo todas as instâncias estão levando todos os povos e Europa/EUA ao desespero - e os crimes não apurados continuam - haverá uma explosão mais cedo ou mais tarde,será que esses caras continuam na Marcha da Insensatez? Abraços Pedro Luiz

marina silva em 23 de abril de 2012

Nao só cuidam como alguns estao passando necessidades porque sustentam com suas magras aposentadorias FAMILIAS INTEIRAS de pais desempregados!Há um montao de velhinhos saindo dos asilos e voltando para casa por causa disso,deixam de pagar os asilos e sustentam filhos e netos!

Marco em 23 de abril de 2012

Amigo Setti: Não sei sobre esse fenômeno, mas acho bom para os avós, talvez até como uma gratidão, pelo q observo no meu dia a dia, acho q até alguns avós, encaram isso com boa vontade e até como um descanso. Pq no fundo, estão cansados de terem sidos sempre sérios e pesados a vida inteira, e a paixão pelo neto(a) proporciona esse momento do rir infantil, do não proibir,das brincadeiras bobas e etc.. Ou seja um sentimento altivo na idade da sabedoria. Abs.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI