A Grécia, país europeu mais afetado pela crise financeira de 2008 e atualmente sob brutal aperto para colocar as contas em dia, acaba de emitir 1,5 bilhão de euros em títulos de sua dívida pública.

Em vez de títulos a vencer em 10, 20, 30 ou mais anos, como costuma ocorrer com países de economia sólida e credibilidade junto ao mercado, o prazo dos papéis gregos é digno do Brasil nos tempos do presidente José Sarney: 13 semanas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − sete =

4 Comentários

Q. em 11 de outubro de 2010

Faltou-nos a sabedoria para circunscrever essa nulidade espoliadora ao Maranhão.

RitaZ em 11 de outubro de 2010

Setti, não entendo nada desse assunto, deveria me abster de comentar, porém, como você gosta de ensinar e eu de aprender, isso quer dizer o quê, a Grécia está com uma economia sólida como uma gelatina e com tanto crédito quanto o Fernadinho Beiramar? abs. Rita Oi, Rita, você, sempre bem-humorada, né? É sim, a Grécia está sem credibilidade internacional devido ao mau estado de suas contas públicas, ora em estado de ajuste. Então, se ela lançar títulos de prazo longo, ninguém vai comprar por não ter idéia do que vai ocorrer mais adiante. No prazo curto, não tem problema. A União Européia injetou dinheiro no país e está de olho na gestão da economia. Essa falta de credibilidade e de confiança por parte dos investidores era o que acontecia no Brasil do Sarney, depois lá pra frente voltou a ocorrer no governo Collor e a coisa só melhorou com o Presidente Itamar, especialmente depois que ele lançou o Plano Real. Abração pra você, e volte sempre, você faz falta. Ricardo Setti

RitaZ em 11 de outubro de 2010

Setti, não entendo nada desse assunto, deveria me abster de comentar, porém, como você gosta de ensinar e eu de aprender, isso quer dizer o quê, a Grécia está com uma economia sólida como uma gelatina e com tanto crédito quanto o Fernadinho Beiramar?

Hugo Leandro Venturini em 11 de outubro de 2010

Que loucura!

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI