Os sintomas da importância da China para o Brasil estão em toda parte. Desde o macro — empresas chinesas investiram 17 bilhões de dólares em negócios na economia brasileira em 2010, tornando a China o líder em investimento estrangeiro direto no país, após um século de predominância de capital americano e europeu — até o micro: o centenário Colégio Dante Alighieri, tradicional centro de ensino privado de São Paulo, do maternal ao segundo grau, agora oferece o ensino de mandarim, o idioma mais falado na China, a seus alunos.

Mandarim, por sinal, que é estudado regularmente pelo chanceler Antonio Patriota.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − 7 =

Nenhum comentário

Rodrigo em 01 de fevereiro de 2011

Mas é muito triste, Ricardo, que a China tenha tanta importância, mesmo unindo o pior do comunismo ao pior do capitalismo. Não há aquela frase de Borges: "Existem coisas que só acontecem na realidade"? De fato é. Trata-se de uma ditadura tenebrosa.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI