Image
Maradona tomou as dores de Luisito Suárez, mas Ghiggia, grande herói do Uruguai no “Maracanazo”, viu o ato pelo que é — um absurdo (Fotos: AFP :: AP Photo/Matilde Campodonico)

Se existe polêmica sobre alguma coisa — qualquer coisa — e Maradona opina a respeito, pode-se estar quase certo de que ele estará do lado errado.

Com a mais famosa mordida em público das últimas décadas — a aplicada pelo atacante Luisito Suárez no zagueiro Giorgio Chiellini na partida em que o Uruguai venceu a Itália por 1  0 –, não deu outra.

O grande craque do passado absolveu o mordedor uruguaio e, trajando uma camiseta com os dizeres “Luisito, estamos com você”, ressaltou, a certa altura:

— Quem é que ele [Luisito] matou? Por que não o mandam para Guantánamo?

O atacante apelidado de “Drácula” por ser reincidente em mordidas em adversários, porém, recebeu

Image
Uma das muitas caricaturas ironizando o mordedor Luisito Suárez — desta vez sobre um cartaz do filme “Tubarão”

reprimenda de um herói nacional uruguaio: ninguém menos do que Ghiggia, o principal responsável pelo Maracanazo de 1950, o atacante da Celeste que marcou o segundo e fatídico gol que derrotou o Brasil na final da Copa, no que foi considerado por décadas uma tragédia nacional.

Ghiggia condenou o ato de Suárez e comentou, seco:

— Este rapaz não está bom da cabeça.

Embora esteja a caminho dos 88 anos de idade, o velho artilheiro está com visão mais apurada do que o relativamente mais jovem presidente uruguaio José Mujica, 79 anos, que, contrariando o que 1 bilhão de pessoas testemunharam pela TV, fez a seguinte declaração:

— Eu não vi que ele tenha mordido alguém, mas eles [os italianos] acertam cada pontapé e cada pancada!

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 3 =

Nenhum comentário

Bruno Sampaio em 29 de junho de 2014

Nada a estranhar no comentário de Maradona. Os psicopatas se reconhecem e se protegem.

tico tico em 29 de junho de 2014

Maradona inspira cautela.

Marcos em 28 de junho de 2014

Jogando futebol, Maradona, ao lado de Messi, Garrincha, e outros, foi um assombro, um monstro sagrado. Como técnico de futebol foi um fiasco (imaginem que deixou de convocar para a sel. argentina, Zaneti e Cambiasso, dois cracassos). Como analista de futebol, uma tragédia e suas opiniões, em regra, absolutamente imprestáveis.

carlos nascimento em 28 de junho de 2014

Ricardo, A Copa do Mundo disputada nas (4) linhas do quadrado mágico é apaixonante, apresenta a melhor média de gols desde 1970, já o ser humano (homem sapiens) notoriamente apresenta a sua INVOLUÇÃO, em métodos e princípios, frutos dos desvios cometidos ao longo do tempo, vejamos alguns dos principais exemplos de desvios: Maradona > adepto da deslealdade, seja com a criminosa entrada em Batista (1982), seja com a mão criminosa (1986), quando a "fifa" teria que ter agido, punido o crime, pelo contrário, permitiram o culto ao transgressor, transformando um ato ilícito no famoso "la mano de Dios", por último, a sua exclusão do Mundial de (1994) pego em acintoso exame anti doping, completamente dopado, creio que aqui a FIFA se vingou da falha de (1986). Alguém de alto peso moral, precisa fazer com o Maradona o que o Rei Juan Carlos fez com o Chávez, por que não te CALLAS, idiota.... Luisito Suárez é fruto desses deslizes, alega ter se desequilibrado no lance, batendo com a cabeça no ombro do italiano, erra novamente, pois deveria ter assumido a sua doença emocional, está DESEQUILIBRADO, mas da cabeça.

Wake up. em 28 de junho de 2014

Seja uma escolha pessoal por ideologia politica ou em comportamento desportiva, pode se ver como é o perfil ético e moral de cada um nestas horas. O Zé do fuminho pode contribuir politicamente o mesmo que fez Ghiggia para futebol do Uruguai?

Caio Frascino Cassaro em 28 de junho de 2014

Prezado Setti: Tem-se como certo que o consumo de entorpecentes afeta diretamente o funcionamento do cérebro. Como o sr. Diego Armando foi um contumaz consumidor de cocaína, é justo esperar que alguma coisa não funcione bem no tocante à capacidade de raciocinar desse cidadão. As sucessivas estultícies com que ele brinda nossos ouvidos somados a um comportamento absolutamente reprovável mostram-no uma pessoa com problemas de dissonância cognitiva - um histérico, lembrando sempre que o histérico não sente aquilo que percebe, mas o que imagina. Já o Presidente do Uruguai, talvez os espancamentos que sofreu à época da ditadura uruguaia tenham afetado sua visão. O Gighia, por sua vez, continua enxergando como nos tempos do "Maracanazo" - e raciocinando tão bem quanto. ABS

Istenio Pascoal em 28 de junho de 2014

Comentários boçais e fora de lugar precisam ser deletados -- e são.

JT em 28 de junho de 2014

Pessoal, com um Copa do Mundo tão bacana dentro de campo, estamos dando muita atenção para um episódio isolado. O uruguaio já foi expulso do torneio e o italiano não quebrou a clavícula. Vamos nos ater aos aspectos positivos dessa festa, pois quando ela acabar vem uma guerra eleitoral pela frente.

Botanelles em 28 de junho de 2014

Caro Setti, Isso mostra como os governos esquerdistas estão conseguindo EMBURRECER as pessoas! Não compreendem obviedades.

pierre em 28 de junho de 2014

Do Suarez, o velho Ghigghia acha que o charrua não está bem da cabeça; Já do Maradona, ele tem certeza! O trio mostra a "evolução" dos atletas do Plata: Do "carrasco in maracanazo" seguiu-se o "bestunto cheirador" que evoluiu para o "canibal" !

umberto melo em 28 de junho de 2014

Não use Drogas!!! senão ficaras igual MARADONA louco!!

elson em 27 de junho de 2014

Não há nenhuma modalidade de ESPORTE na terra em que a mordida seja um golpe ou lance permitido. Causa espécie a defesa de um ato que, se fosse praticado por um ilustre desconhecido ( e não vou citar nomes ou seleções), seria de todo condenado.

Marcelo em 27 de junho de 2014

Independente do resultado dentro dos gramados, fora deles o Chile é talvez o maior exemplo de como o Brasil poderia prosperar se adotasse medidas liberais em sua economia. Partido de indicadores muitos próximos aos brasileiros, o 7° país mais liberal do mundo teve nos últimos 30 anos uma grande melhora em todos os indicadores sociais e econômicos, goleando o Brasil em praticamente todos e atingindo níveis de países do primeiro mundo. Os chilenos vivem mais, têm facilidade muito maior para abrir empresas (11 *minutos* e pela internet), assassinatos são raros, a imprensa é muito mais livre, a corrupção é baixa e o sistema de saúde é muito superior. Tudo isso com baixa inflação e taxa de juros, levando o Chile a ter o maior PIB per capita da América Latina. A regra é clara: Chi-Chi-Chi-Lê-Lê-Lê, que o Brasil se inspire em você! Comparação dos dados econômicos de Brasil e Chile: https://www.facebook.com/institutoliberaldesaopaulo/photos/a.1614901325402014.1073741827.1614894922069321/1632245183667628/

Nelson em 27 de junho de 2014

Qual a novidade? O Mujica é guerrilheiro comunista since 1960. Eles enxergam só o que querem! Olha a Dilma e o Lula enxergam excesso de democracia na Venezuela, mesmo com as execuções nas ruas.

Maurilio em 27 de junho de 2014

Se no UFC um lutador der uma mordida no outro sofrerá uma severa punição. Mike Tyson está aí para atestar que o mesmo acontece no boxe. Se nesses esportes, que visam demolir fisicamente o adversário, isso não é admitido; no futebol deve sim ser punido com toda a severidade possível.

Anonimo em 27 de junho de 2014

O maradona podia, sim, ter matado o Branco, naquele lance em que envenenou-o em campo! . Guantanamo, nele, americanos! Quando ele pisar em solo americano, de novo! (em 1994, foi expulso pela enfermeira americana, do anti-doping, no maior vexame da história do futebol)

Winston Spencer em 27 de junho de 2014

Mujica fumou uma e depois assistiu o jogo, por isso não viu nada.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI