Image
Túmulo de Pedro Álvares Cabral, em Santarém, Portugal: ali ele é apenas o marido de uma Isabel de Castro (Foto Orlando Brito)

Amigos, a partir de hoje, com alguma regularidade, terei o prazer de publicar fotos e textos do grande repórter e fotógrafo Orlando Brito. Mineiro radicado em Brasília desde o começo dos anos 60, Brito é considerado o fotógrafo do poder por excelência. Seu olhar agudo sobre a vida e o mundo, porém, fazem com que ele, seguindo sua rota principal, sempre encontre atalhos interessantes.

Leia a pouquíssima conhecida história que ele conta em seu blog sobre a foto que fez do túmulo do descobridor do Brasil, Pedro Álvares Cabral:

. . . . . . . . . . . . . . . . . .

Túmulo do navegador português Pedro Álvares Cabral, comandante da esquadra que descobriu o Brasil. Cidade de Santarém, a 80 quilômetros de Lisboa.

Como foi – Eu queria que Poder, Glória e Solidão [editora Terra Virgem], livro sobre a política brasileira, tivesse como folha de guarda uma imagem surpreendente, que soasse inédita, mesmo se fosse antiga. Achei que a foto do túmulo de Cabral era a adequada. Afinal, o navegador de certa forma representa a gênese do tema que abordo em minha publicação, editada em 2002. Por ser nome importante no Brasil, imaginei ser famoso também em Portugal.

Mal desembarquei no aeroporto Portela de Sacavém, em Lisboa, parti para Santarém. Ao chegar à antiga Igreja da Graça, tive a maior decepção. Ao contrário de encontrar um suntuoso mausoléu, deparei-me com um sepulcro sem nenhuma pompa. Sobre a lápide de mármore do nosso dileto descobridor, há uma simples citação. Informa de maneira secundária que ali jaz Pedro Álvares Cabral, cujos restos mortais lá só estão depositados pelo fato de o navegador ter-se casado, em torno de 1503, com a governanta-mor da infanta Maria, a donzela Isabel de Castro, filha de Dona Constança e Dom Fernando de Noronha, donos do jazigo.

. . . . . . . . . . . . . . .

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + nove =

13 Comentários

ziclon em 09 de abril de 2013

Nao e correcto o que aqui se diz, o que se passa e que a arte tumular portuguesa nunca foi de facto muito exuberante como algumas congeneres europeias ( austria ou mesmo espanha) alem disso Cabral e muito respeitado em Portugal e toda a humanidade sabe quem foi o Navegador Portugues que descobriu a Terra de Vera Cruz Para El Rei Dom Manuel I, Rei de Portugal pela graca de Deus e dos Algarves, Senhor do comercio, da Conquista e Navegacao da Arabia, Persia e India. Cabral foi um heroi Nacional Portugues, Valoroso Navegador e tem um tumulo digno da sua vida e obra...

isabella garcia torres em 11 de agosto de 2011

consta-me atraves de informacoes q adquiri qdo em portugal residia que a campa de cabral e simples como foi seu desejo....mas de qq modo achei-a bonita e tava repleta de flores qdo la fui... ja o fato de seu resto mortal poder estar espalhado ate acredito pois seria como com nosso imperdor pedro cujo resto mortal ca esta mas cujo coracao esta em igreja no porto.... adorei este site

José Alberto Scur em 12 de julho de 2011

O nome de Cabral foi romantizado pelos livros de Historia escolares. Mas teria esa mesma historia sido distorcida ao longo dos seculos? Veja como os fatos mudam de enfoque em algumas decadas, o que faz supor que houve sim alguma distorção.... Que importa Cabral ter descoberto algo que ja havia sido descoberto por Colombo? Tem um engodo enbutido aqui, que so os especialistas em historia poderiam explicar...

Razumikhin em 11 de julho de 2011

Ali não jaz porque o verdadeiros descobridor do Brasil é Luivináfio Lula da Çiuva. Vamo rescrevê a estóra decepaiz.

Lílian em 09 de julho de 2011

Oi Setti, Eu não sei tudo, é que estive no Rio e visitei a Igreja de Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé e ví a urna de chumbo e madeira "com resíduos mortais" de Pedo Álvares Cabral. E como boa curiosa tirei uma foto! Abraços!

Noah Shuster em 08 de julho de 2011

Setti, . O Brasil ou a família poderia pedir pra os restos mortais ser transferidos e enterrados no Brasil? . Aqui poderíamos dá um melhor tratamento ao Primeiro Imperador do Brasil.

Lílian em 08 de julho de 2011

Setti, Eu estou em dúvida (leia): (...) resíduos mortais de PEDRO ÁLVARES CABRAL - DESCOBRIDOR DO BRASIL. Eles foram extraídos, no dia 14 de março de 1903 da sepultura de Cabral, que desde 1529 estavam no jazigo de sua família na Igreja de Nossa Senhora da Graça, em Santarém, Portugal. http://www.flickr.com/photos/46170325@N06/5503657020/ Igreja Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé. Rua Sete de Setembro, 14 - Centro- RJ. . Abraços! Que mistério, não, Lilian? Pode ser que haja algumas relíquias, digamos assim, no Rio, mas o túmulo oficial está lá em Portugal. Um assunto interessante para pesquisar. Você sabe tudo, não? Abração

Mari Labbate em 08 de julho de 2011

Significa que Portugal apreciava apenas as riquezas do Brasil. É compreensível, constatando-se a abordagem exploradora e não colonizadora que fez. E a Dona Dilulla sensibilizada com a crise portuguesa... Belíssima fotografia! ABBRACCIO!

Mário Soares - Portugal em 08 de julho de 2011

Em Guimarães, sob a estátua do fundador de Portugal, D. Afonso Henriques, há várias "placas" de presidentes brasileiros que visitaram o local e homenagearam D. Afonso e Portugal. Acho uma falta de consideração e de educação por parte dos portugueses este descaso com o descobridor do Brasil e com o próprio Brasil.

Mário Soares - Portugal em 08 de julho de 2011

Lamentável. O Brasil deveria fazer negociações com Portugal para levar o "Pedro Álvares Cabral" para o Brasil.

Corinthians em 08 de julho de 2011

Setti, Não vejo nada de errado. Para o país que deu o título de Doutor Honoris Causa pela universidade de Coimbra para o Lulla, sendo que este ajudou a Portugal Telecom em negócios com a Oi onde seu filho Lullinha foi extremamente beneficiado, o mínimo que eles podiam fazer é acatar os discursos do presidente "nuncaantesnahistóriadestepaíz" de que quem descobriu mesmo o Brasil foi Lulla. Por isso o descobrimento do Brasil não consta no túmulo de Pedro Álvares Cabral - mas vai constar no de Lulla. -- Juro que tentei me segurar, mas a piada foi muito mais forte que eu.

terceira via em 08 de julho de 2011

hó ralhos, que mer...... esse lusitano vez ao descobrir o Brasil???? Nem mesmo em seu tumulo quiseram os patricios a indetificar seu feito??? Deveria ele pois, a cobrir novamente a descoberta.

jj em 08 de julho de 2011

Cadê o Itamaraty? Se Portugal não quer cuidar, que nós cuidemos!

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI