O presidente Lula estava em estado de graça com a vitória de sua candidata à Presidência, Dilma Rousseff, no segundo turno da eleição de 2010, a 31 de outubro. Exsudava felicidade e alegria por todos os poros. Prometia que não iria interferir n o governo da sucessora, que não pretendia indicar nomes, não participaria dos trabalhos da equipe de transição, não seria candidato às eleições de 2014.

Agradeceu a Deus por tudo ter corrido bem e ao povo brasileiro pelo espírito democrático. Jurou não ter apego ao poder, dizendo: “não estou saudoso coisíssima nenhuma”.

Em meio a esse estado de bonomia, no entanto, o presidente poderia dar uma folga à bílis oculta debaixo de tanta felicidade. Um travozinho de amargura que nem a vitória eleitoral acachapante fez desaparecer.

Em pelo menos duas ocasiões na entrevista coletiva que concedeu junto a Dilma, o presidente mencionou, como ocorreu incontáveis vezes em seus quase 8 anos de mandato, e como fazem muitos líderes de todos os tipos e diferentes países, a políticos que torcem para que “nada dê certo”.

“Queria pedir à oposição que a partir do dia 1º de janeiro — contra mim não tem problema, podem continuar raivosos, podem continuar do jeito que sempre foram –, mas que eles olhassem um pouco mais o Brasil, que torcessem para que o Brasil desse certo”.

Depois:

“Mas eu queria apenas pedir que, no Congresso a nossa oposição não faça contra a Dilma a política que fez comigo, a política do estômago, da vingança, do trabalhar para não dar certo”.

Ora, são acusações muito graves — e irresponsáveis.

Quer dizer que a oposição que Lula teve — fraquinha, fraquinha –, por cumprir o dever recebido do eleitorado de se opor a medidas vindas do Palácio do Planalto ou de forças que o apoiavam, “torceu para que o Brasil não desse certo”, “trabalhou para [o país] não dar certo?”

Como, assim?

O presidente tinha a obrigação de citar nomes e casos. Quando ocorreu isso? Na discussão de que projeto? Quem quis que “o Brasil não desse certo”?

Quer dizer que quem se opôs a ele, Lula, se opôs ao Brasil?

Ao confundir oposição a seu governo com oposição aos interesses nacionais, ao de alguma forma se julgar titular do monopólio do patriotismo e dono da verdade sobre o que seria ou não bom e adequado para o país — desculpem-me carregar nas tintas — Lula foi leviano e irresponsável.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + um =

Nenhum comentário

Glaucia Schutz em 09 de novembro de 2010

Os comentários do nosso presidente são uma lástima. Ele tem medo de ser questionado, tem medo das pessoas "cegas" enxergarem o outro lado. É bem aquela estória da Toupeira... Um dia porém, as pessoas (e eu tenho esperança) vão acordar pra tudo isso e eleger alguém que realmente queira dar educação ao país.

Roberto em 08 de novembro de 2010

Interessantíssimo! Adoro ver burgueses "egocêntricos, individualistas"fazendo terapia coletiva! Gosto de gente assim, com a alma na cara! Pena que fedem tanto, aliás ja tentaram passar algum camelo no buraco de uma agulha hoje?

Sergio Santos em 06 de novembro de 2010

Eu sei que você procura escrever uma coluna aberta às idéias, por isso que coloquei o comentário nela. O que não fui feliz em me expressar, é sobre esta tendência em demonizar certos personagens da politica como se todo o problema fosse ele. Não tome um comentário critico à imprensa como um comentário critico ao jornalista. Eu acho que quem envia comentários a você, o faz porque respeita o que você escreve Lula fez um governo mediocre, no sentido exato do termo. Será que ele deveria criticar o seu governo, elogiar a oposição e desvalorizar o seu partido ou deixar fazerem com ele o que o PSDB fez com FHC. Caro Sergio, Eu não tomo um comentário crítico à imprensa como se fosse crítico a mim. Se dei essa impressão, errei. Acho que a imprensa deve sempre ser vigiada e criticada, e obviamente eu também, como jornalista. Acho, porém, que as críticas não devem ingressar no terreno pessoal nem passar a ofensas. Abração

Lúcia Helena em 05 de novembro de 2010

Caro Ricardo São tantos e tantas do Lula, que dizer que o, ainda, presidente deste país é leviano e irresponsável já virou pleonasmo!! Um bom final de semana, pós ressaca eleitoral. abs Pra você também, Lúcia. Abraços.

Roberto Sampaio Garrido em 05 de novembro de 2010

O primeiro presidente Pinóqui,não tem jeito, pelo visto vai seguir com suas mentiras até o último dia de governo, quero ver em quem vão por a culpa já que não poderão culpar o FHC, caso as coisas não sejam as maravilhas prometidas por Lula e Dilma,até hoje o estrupício alega ser culpa dos outros,a mídia que já não está tão simpática deverá esquecer de vez, o grande falastrão de nossa história.

Gustavo Matias em 05 de novembro de 2010

Prezado Setti, Nem 8 nem 80! Claro que há claro exagero de Lula ao afirmar que os opositores ao seu governo são opositores do Brasil, pois isso seria a constatação de ter o presidente sempre razão, algo absurdo. Entretanto, não podemos ignorar que grande parte da oposição, na minha opinião concentrada no DEM (Agripino Maia, Demóstenes Torres, Heráclito Fortes por exemplo), fazia oposição pessoal ao presidete, por preconceito e até mesmo um ranço ditatorial (muitos do DEM apoiaram a ditadura) que queriam atribuir a Lula. Lendo rapidamente os comentários, vi que Lula se orgulha de ser analfabeto (coisa que não é e não poderia se orgulhar), demonstrando uma crítica muito motivada por preconceito ou raiva de eleitores serristas, que de forma alguma consta nesse blog, razão inclusive de você ser chamado de petista, certo? Para finalizar, gostaria de deixar registrado que embora minha opinião política e até mesmo minhas discordâncias com relação ao governo Lula normalmente não sejam as mesmas das suas, é sempre bom er críticas escritas com a cabeça e não com o estômago, sem contar a democracia de ver comentários discordantes publicados, coisa impossível no blog de R. Azevedo, por exemplo. Grande Abraço. Gustavo Matias

jose francisco santoro em 05 de novembro de 2010

Concordo com o Reynaldo de BH.Êle está certíssimo.

jose francisco santoro em 05 de novembro de 2010

Leviano,irresponsável e insuportável como sempre foi.Palanqueiro e babaca para completar.Aliás não dá para completar a lista de adjetivos que pertencem ao ex-presidente,aquêle que nunca foi,como a viúva Porcina.

Bastardo Inglório em 05 de novembro de 2010

Se ele tivesse enfrentado uma oposição como a que o PT costuma fazer, não teria completado nem o primeiro mandato: sofreria impeachment graças ao mensalão.

Reynaldo-BH em 05 de novembro de 2010

Setti, por vezes algumas de minhas opiniões são confundidas com minha oposição ao PT e ao Governo que se estabeleceu acima da Constituição e além do Estado de Direito. Isto já bastaria para dar razão a esta interpretação. Mas tentando ser isento na medida do possível, Lula sofre SIM de megalomania. A doença psíquica é confundida com a adjetivação popular. Diz-se de quem é megalomaníaco (ou megalômano) ser alguém com a dita "mania de grandeza". Serve para rotular jogadores de futebol deslumbrados, personalidades instantâneas elevadas a símbolos nacionais, etc. Não é o caso. Lula é sim um caso clínico. Nada do que diz é fruto de um entorpecimento passageiro. Está sim introjetado na persona de Lula. Faz parte da psiquê de Lula. É parte da personalidade que construiu para si e para outros. "Megalomania é um transtorno psicológico no qual o doente tem ilusões de grandeza, poder e superioridade. É uma característica do transtorno afetivo bipolar. Também se caracteriza pela obsessão em realizar feitos e atos grandiosos." (definição RASTEIRA da Wikipédia). Sem aprofundar em temas psicológicos, onde Lula não se enquadra nesta definição? Lula - FHC já disse - é o nosso Luís XIV tupiniquim! L´État cest moi! Lula não é leviano ou irresponsável. Estes são comportamentos passíveis de correção e penalizações. Lula é doente. E por tal, inimputável! Como os loucos e índios! Alguns autores penalistas também colocam nesta categoria os toxicômanos e os bêbados. Talvez - quem sabe? - seja o caso... Abraços. Não chego a tanto, caro Reynaldo, mas que o ego presidencial é descomunal, lá isso é... Abraços

Flávio Monteiro em 05 de novembro de 2010

Já vai tarde. E não sou radical. Mas foram 8 anos de sandices quase diárias, de escândalos, de roubos, de mentiras, de aparelhamento das estatais e do estado, da compra de parte da imprensa, das ONGs, das relações com ditadores e assassinos, na benevolência dos companheiros corruptos, do não "sabia de nada", dos comícios embriagado, de gastar dinheiro do meu imposto para fazer campanha político, de tentar expulsar jornalista estrangeiro, de falar e cometer atos mal educados e grosseiros em quase toadas as visitas ao exterior, de se achar quase Deus, das mentiras do PAC, dos arroubos sem medida, do desrespeito a Democracia e as Instituições, O sucesso do governo dele não é mérito próprio e sem de FHC. Este eterno palanqueiro só sabe fazer comício e falar como candidato. Qual a medida importante tomada pelo semi analfabeto nestes 8 anos? De base, estrutural? NADA. Assustado, Setti, voce devia ficar com o presidente atual. Ou pelo menos sobressaltado. O embuste eleito já mostrou ao que veio: CPMF. Obrigado aos 55 milhões de eleitores da fraude.

Josefo em 05 de novembro de 2010

BUROCRATIZAÇÃO dilma presidente que até hoje teve desempenho empírico como burocrata executiva. É melhor começar a criticar antes do país burocratizar.

Josefo em 05 de novembro de 2010

Olá Setti: A real é o seguinte,gostaria até que escrevessem analisando a respeito: Foi eleita uma presidente Dilma, sua origem histórica de experiência e cultura de vida pública é simplesmente: É uma burocrata executiva de gabinete, a Dilma atual foi formada como burocrata e tem forte tendência à estatização, Estado Forte interferindo em tudo, regulamentando, cadastrando, fiscalizando, atestando,etc - o governo Dilma possivelmente aumentará a BUROCRATIZAÇÃO, a geração de formulários e documentação, o burocrata tende a querer resolver tudo como uma questão de procedimentos administrativos e papelada oficial, protocolos, etc. Uma das mais significativas provas de que o Brasil será BUROCRATIZADO por Dilma, é ir verificar como funciona o PAC - que apesar do nome e do volume de investimentos, é um programa super burocrático dificultoso, demorado, penoso para conseguir liberar os fundos - e é por isso que não “vinga”, desistem de entrar no PAC so pelo tempo de espera e burocracias. Como é que um burocrata administra? Sua linguagem e estratégia de ação eexpressão é a burocracia do Estado Forte imperando sobre todos. Por favor,pensamentos e análises à respeito. A burocracia me fazterpesadelosque um dia acordei e haviam me transformado numa barata ou numa larva de mosquito da dengue, o que realmente sei que não sou...

Luiz Correa em 05 de novembro de 2010

Elionier resumiu muito bem: Lula e o lulopetismo são muito habilidosos nesses jogos, de transformar as vítimas em culpados, de sempre se passarem por vítimas das elites e dos que não querem o bem do Brasil, de "representar" verdadeiramente o povo brasileiros, de "defender e proteger" o povo, principalmente os mais pobres, e em pautar todo o comportamento dos seus adversários, que até agora não se aperceberam disso. O Lula e o PT, com a maior facilidade, "roubaram" todos os méritos do PSDB, expuseram todos os defeitos dos tucanos, aumentando-os exponencialmente durante estes oito últimos anos, atribuíram tudo o que existe de ruim no Brasil ao PSDB, e tudo que é um pouco melhor a eles mesmos, passam o tempo todo a ideia de que "fundaram" o Brasil e a nação brasileira a partir de 2003, que operaram uma total transformação política, econômica e social no país com o governo Lula (o que é pura fantasia e delírio dos mais ridículos, mas repercute na mídia e convence muita gente) e assim por diante. O prezado colunista não "carregou nas tintas". Foi pelo contrário muito comedido no uso das palavras. A postura no Lula, no caso citado, é simplesmente fascista. Mesmo!

Corinthians em 05 de novembro de 2010

Setti, Só faria uma correção - onde está escrito que "Lula está sendo leviano e irresponsável", eu colocaria "Lulla é leviano e irresponsável". Realmente não sei mais o que dizer. Dia após dia o presidente deste país me envergonha com sua falta de visão, sua falta de entendimento do que é uma democracia, sua falta de respeito ao cargo a que foi eleito... enfim... só me resta torcer mesmo por uma surpresa, mas infelizmente tudo indica que será assim pelos próximos quatro anos. Agora, outra coisa que faria é pedir um aumento, por que realmente aguentar insensatez dos petistas deve ser duro... é como discutir o por que um elefenate é um elefante, enquanto eles dizem que aquele bixo cinza, com tromba não é um elefante e sim uma andorinha. Desde que comecei colocar meus comentários nos blogs de Veja, mais especificamente durante a camanha no blog Radar, sempre perguntei o que Lulla fez para os pobres, como ele mudou o Brasil... nunca obtive resposta... Bom, mas é isso aí... ainda estou vendo um elefante.

Telma em 05 de novembro de 2010

Olá Ricardo Admiro sempre seu equilíbrio ao responder. Cada post que lemos nós dá ânsia de desabafar. E esse desabafo não raro vem cheio de ofensas e animosidades.E você sempre controla e responde com educação. Então hoje vou usar suas próprias palavras: leviano e irresponsável.Entre outros tantos adjetivos não mancionados aqui, porém nunca esquecidos, leviano e irresponsável é muito leniente com um ser que debocha de tudo e de todos há 8 anos. Telma

Milene em 05 de novembro de 2010

Lula nao esta sendo leviano e irresponsavel. Na verdade, ele SEMPRE foi leviano e irresponsavel!

Fernando em 05 de novembro de 2010

Leviano e irresponsável? Não é novidade nenhuma.

Bandeirante em 05 de novembro de 2010

Ricardo, Este montinho é o ser humano, no universo, mais preconceituoso, mais invejoso, mais raivoso, mais egocentrico, mais esperto que surgiu até hoje, mas que conta com um batalhão de oportunistas ao redor.

Adriana Rolando em 05 de novembro de 2010

Caro Ricardo, Não sei se o Lula não pensa quando fala, ou, se ele não pensa, em hipótese alguma. Não é menosprezo a sua inteligência, apenas constatação. Existe ausência de equilíbrio em suas ponderações, e seu senso crítico saiu de férias desde que ele instalou-se no alvorada. Não se admite que um presidente tenha postura individualista, seja avesso aos que não estão de acordo com suas idéias. Ao invés de discutí-las, ele opta pela imposição, com métodos autoritários. O Luís Inácio tinha razões conhecidas para não ser um homem ressentido, mas, a megalomania o impediu de sair do estágio perseguidor que o acompanha. Ele saiu de Garanhuns, só não tira Garanhuns dele, desfecho antigo que importuna quem não se liberta do passado. Quando se afirma que um homem público necessita de preparo, incluindo psicológico, os fanáticos sinalizam como se o "preconceito" persistisse na "elite" cruel. Nutrem um ódio condizente com o do "ídolo", que não suporta que o vejam como humano, posto que já alcançou a categoria de messias, o salvador. Achei, por segundos, que o metalúrgico trocasse de cartilha, produzisse algo adequado para quem está de malas prontas. Até procurei a oposição que o Lula define de "agressiva", "vingativa", e amaldiçoa, não encontrei. Vi alguns covardes, escondidos com os números apresentados de uma suposta popularidade, "como nunca antes"...Vi homens calados, quando deveriam exigir ética, decência. Vi homens que ao invés de defender a bandeira da legalidade, faziam pouco da gente que estava exausta com mensalões, erenices, dirceus. Vi homens estáticos, figuras covardes, com medo de lutar por seus ideiais. O Brasil que o metalúrgico descreve não é o mesmo que eu vivo. Ele vê uma oposição que nunca existiu, quem dera, nesse caso ao menos, a razão fosse dele. Quem tem autoridade para falar da "lei" do "quanto pior melhor" é o Fernado Henrique Cardoso, vítima da mais escabrosa campanha para tirá-lo do poder. Os petistas, ou tem memória curta, ou, sofrem de amnésia coletiva, quando lhes convém. Os atos falhos do presidente apenas corroboram com o estágio de "ato falho" que atingiu a República. Abraços. PS. Visitei o blog da Adriana(honra, sua filha, minha xará, rs) adorei! Vou dar uns pitacos por lá também. Obrigado, cara Adriana. Comentários, pra variar, extremamente pertinentes. Volte sempre!

Sergio Roberto Santos em 05 de novembro de 2010

Eu sei que já esgotei minha cota de comentários pelas próximas duas semanas. Mas eu gostaria da sua opnião sobre um idéia que me ocorreu. Eu leio que alguns de seus leitores acham que o senhor está em uma cruzada santa contra os demonios PTistas, chamados por eles de petralhas. Será que o famigerado bolsa-familia ou bolsa-esmola para "Os Nordestinos", é muito diferente dos subsidios agricolas aplicados na Europa, principalmente na França, para manter uma minoria de agricultores no campo? Lá se paga para que uma vaca francesa produza a extraordinária quantidade de 1 litro de leite a cada quarenta dias, descontado aí as férias bovinas de 60 dias? Este pseudo conflito não é nada. A coisa vai começar a esquentar quando o aumento de renda no nordeste começar a mudar o eixo politico no Brasil, acostumado há decádas a privilegiar a região sudeste do Brasil. Não é possivel que um engarrafamento na marginal receba mais atenção do que o crescimento que ocorre hoje no interior do nordeste, cujo nosso conhecimento vai até o ultimo pacote turistico que compramos para nossas férias. Enquanto muitos estão enxergando uma região atrasada com um povo indolente, as empresas mais modernas estão trabalhando oprotunidades de negócios. Caro Sérgio Roberto, Acho que você errou de destinatário. Não uso o termo petralhas, não estou em campanha contra ninguém e acho o Bolsa Família um programa importante, que, porém, merece certos aperfeiçoamentos, como a melhor fiscalização da contrapartida em cidadania que os beneficiários devem dar em troca do benefício. Abraços

silvia em 05 de novembro de 2010

Ricardo, não deixa o Gilberto te pautar! Claro que não, prezada Sílvia. Quem me pauta são, basicamente, as notícias que atraem minha atenção. Um abração

Gilberto Campos em 05 de novembro de 2010

Setti, Se vc vai terceirizar o debate, pelo menos escolha alguém menos pretensioso e arrogante.

silvia em 05 de novembro de 2010

Olá Ricardo! Por que você acha que precisa pedir desculpas ao classificar Lula como leviano ou irresponsável? Ele não foi mesmo?

Sergio Roberto Santos em 05 de novembro de 2010

Impresionante a capacidade do presidente Lula de pautar o debate politico no Brasil. O senhor sabe que uma coisa é a retórica, outra diferente é a politica tradicional que se faz no Brasil. Eu leio os comentários após cada artigo e me pergunto se o comunismo ao morrer não deixou orfãos os anticomunistas com a mesma virulência de sempre. Quantos que criticam o lula não votaram nas mesmas nulidades que assombram a nossa politica há tantos anos. Minha descrença vêm do condominio em que moro, um micro Brasil. Lixo colocado na porta do apartamento, carro estacionado fora das vagas. O que me impressiona é a facilidade em que se saca uma desculpa: Foi só desta vez, é rapidinho. Eu enfrento diariamente as pessoas que colocam seus carros nas vagas de deficientes. São carros de luxo e carros velhos, homens e mulheres, médicos, advogados, engenheiros, donas de casa. Segue a sugestão de uma reportagem, vocês vão ver a facilidade com que nós brasileiros criamos um discurso para justificar as nossas falhas e demonizar quem comete as mesmas coisas. Eu gostaria de conhecer cada pessoa que "Sai matando o Lula" e saber se os seus empregados são registrados, se eles pagam todos seus impostos, respeitam o farol vermelho. Aí sim eles poderiam criticar. Nós não somos melhores do que os nossos governantes, não existe corruptos sem corruptores. Querem melhorar a politica? É só tirar a desculpa do discurso do Brasileiro Tiririca teve 1 milhão de votos. Foram os outros. O PMDB é fisiológico. Mas o Serra e a Dilma dependem deles para governar. Foi pego no carro com seu filho sem carta ao volante. É que eu passei mal e ele teve que assumir a direção. Quer a CPMF de volta. São os governadores que estão pedindo. Tem muito imposto. mas eu quero entrar no serviço publico e me aposentar cedo. Estas contradições tambem são minhas. A unica diferença a meu favor é .......nenhuma.

O Vampiro de Curitiba em 05 de novembro de 2010

Bornhausen deve dar início à fusão de setores combativos do DEM e do PSDB na formação de um partido novo. Que FHC seja o presidente e que Serra passe 4 anos viajando o Brasil construindo este novo partido. Aécio que vá para o PT. http://blogdovampirodecuritiba.blogspot.com/

Rosa Maria Pacini em 05 de novembro de 2010

Concordo com você, Ricardo. A irresponsabilidade é típica dos adultos imaturos e o Lula tem dado demonstrações inequívocas de que ainda está preso a padrões comportamentais infantilizados. Atribuir aos outros a culpa de seus erros e problemas, impor sua vontade e querer que a realidade se encaixe em sua versão dos fatos, são algumas das características típicas de um adulto com sérios problemas de privação da autoconsciência. Ora, ao referir-se á oposição ao seu governo como "inimigos da pátria", Lula está projetando sobre os outros o que sempre caracterizou a ação do PT enquanto oposição ao governo FHC, chegando, inclusive a recorrer às diversas ameaças de impeachment, numa evidente tentativa de inviabilizá-lo. Além disso, em seu delírio de poder, Lula confunde sua imagem com a do Brasil ("L'État c'ést Moi"), assim como tem confundido os interesses de seu partido com os da população brasileira. Esta é mais uma evidência de seu desequilíbrio emocional.

Adair Giacomo Baccin em 05 de novembro de 2010

Não adianta o "Home" se acha dono do raio e do Trovão. É o que dá dar o poder a pessoas despreparadas. Que diferença de outros grandes estadistas. E nós ouvindo tanta bobagem.

graziela em 05 de novembro de 2010

Aho que é um problema de consciencia dele.Na verdade,nao se perdoa por ter feito tudo que fez para chegar onde está e nao ter conseguido se melhorar como ser humano. Como é da sua natureza culpar ao outro,destila seu veneno sempre que pode. Será que dessa forma consegue aplacar a sua insatisfaçao espiritual???

Siará Grande em 05 de novembro de 2010

Discordo mais uma vez de Você, caro Ricardo, o Presidente Lulla não tem nenhuma obrigação. Aliás, petista nenhum tem qualquer obrigação. Quem tem obrigações e deveres são os cidadãos comuns. Outra coisa, tinha um ministro do Presidente Figueiredo que não era ministro, estava ministro. Já no caso do Presidente Lulla, acho que o verbo mais adequado é o verbo ser.

lavinia em 05 de novembro de 2010

O LULA QUER DEIXAR NA MENTE DE CADA BRASILEIRO O QUE ELE NUNCA FOI NA REALIDADE:"UM POBRE COITADO TORNEIRO MECANICO QUE PERDEU UM DEDO E SE TORNOU PRESIDENTE DO PAIS".....ELE NÃO É UM COITADO E MUITO MENOS VITIMA DA SOCIEDADE.ELE CHEGOU ATÉ O PATAMAR MAIS ALTO DO EXECUTIVO,JUSTAMENTE PORQUE NÃO HOUVE OPOSIÇÃO QUE LHE FIZESSE FRENTE.EM QUALQUER OUTRO PAIS,EM QUE REALMENTE A OPOSIÇÃO FOSSE COMBATIVA ,LULA JÁ TERIA CAIDO.EM SEU GOVERNO TEVE QUE RENUNCIAR 2 MINISTROS CHEFES DA CASA CIVIL E 1 MINISTRO DA ECONOMIA POR DENUNCIA DE CORRUPÇÃO,E ELE CONTINUOU NO CARGO,SEM AO MENOS DAR JUSTIFICATIVAS PARA TÃO GRAVE PROBLEMA.SÓ QUE CONTINUOU CADA VEZ MAIS AGRESSIVO,MAIS AMARGO,MAIS IRRESPONSÁVEL.TODO DIA ELE FAZ QUESTÃO DE IR PLANTANDO A INTOLERÂNCIA COMO MEIO DE DEFESA.ESPERO,SINCERAMENTE,QUE ESSE MODO DE GOVERNAR ACABE NO DIA EM QUE ELE PASSAR A PRESIDENCIA PARA DILMA.TER OPOSIÇÃO FAZ PARTE DA DEMOCRACIA.

Rafael Martins em 05 de novembro de 2010

Infelizmente já não me surpreendo com este tipo de atitude... Virou comum já, banal...

Everaldo em 05 de novembro de 2010

O problema do nosso-quase-maior-que-Deus, é que ele tem as letras FHC na testa e um número 45 nas costas, considerando ainda que tem um passado de demagogia junto com o seus petralhas. Muito bom o texto (como sempre).

Marcia Santos em 05 de novembro de 2010

Elle é o que o Brasil já produziu de pior no campo da política. Mais cedo que elle pensa, a verdade será revelada e nem elle nem Dillma poderão mais negar o óbvio. Então, seus eleitores descobrirão que foram enganados, manipulados, usados como "inocentes úteis" para que o PT consolidasse seu projeto político, Aí eu quero ver a porca torcer o rabo...

Carla Pola em 05 de novembro de 2010

Ricardo, por gentileza. Gilberto Campos, você vai ter que comer muito arroz com feijão para enrolar o Ricardo Setti! ahahahahahahah Enquanto você vai com a farinha o Setti já está aqui comendo o bolo, esperando para ver se um dia você acorda! hahahahahahaha Seus comentários são no campo das idéias e não ataques pessoais??? Sério mesmo?? Das duas uma: ou eu desaprendi a debater no campo das idéias, ou não faço a mínima idéia do que é ataque pessoal! Na boa, aqui você não enrola...Pode até tentar, mas você é fraquinho. Não debateu idéias e sim fez ataque pessoal o tempo todo! Já sou vacinada com vocês¹³... Obrigada Ricardo Setti pelo espaço. Aguentar bolsa-net¹³ é dose!! mas que eu si¹³ divirto, ahh isso eu si¹³ divirto mesmo!!! pelo visto você também...hahahahahahahah Beijocas e boa noite Falou, Carla. Obrigado e um abração. Tenho que acordar cedo para ralar trabalhando para ajudar o bolsa-net¹³ aí de baixo...rsrsrs

Pedro Luiz Moreira Lima em 05 de novembro de 2010

Náo entendi a nota - deveria o Presidente Lula estar envergonhado com a vitoria de sua candidata e partido ou triste? Deveria, sim, ficar feliz, como ficou, mas não considerar quem o critica como inimigo do país.

Amauri em 05 de novembro de 2010

Não o quero ser, mas o Ceará está dando o primeiro passo... Sugiro que escreva a respeito, se já não o fez. Quanto aos comentários sobre 44 milhões de eleitores, de Brasileiros... Façamos uma conta de padeiro: metade dos eleitores não optou pela candidata petista, portanto o governo é um governo que atinge metade dos Brasileiros. Ok, atingindo metade, pode-se dizer que é um governo mediano, nota 5... Pena nossa média estar tão abaixo da média...

Abreu em 05 de novembro de 2010

O título deste post encerra uma verdade irrefutável.

Amauri em 04 de novembro de 2010

Palmas! Estou totalmente de acordo contigo, meu caro! Me ajude se estou errado, mas Lincoln expôs o conceito do presidente como um servo da nação... Bom, nosso presidente pegou o conceito e virou de cabeça para baixo, pois ele está acima da lei, elege uma sucessora cometendo crimes eleitorais, sai por aí dando exemplo aos jovens de como ser o imperador (!) sem ter aberto uma cartilha sequer, escrevendo de carreirinha... Enfim, só nos sobra regozijar o fim das enfadonhas alusões futebolísticos!!! Mas vamos fiscalizar, se a Dilma usar uma dessas, sabemos que tem "alguém" dando pitaco! E, alinhando-me ao assunto principal, se opor a uma idéia, fiscalizar os exageros, inconsistências de projetos, chegar a meio-termo, é oposição saudável. Chamar de oposição ao pais poderia ser lembrar de quando, no governo FHC e anteriores, o PT era contra não importando A QUÊ! Abraço, continue contribuindo para nossa DEMOCRACIA e torcendo para que não haja lei da mordaça... God save the queen!!! Oh Gosh... Obrigado, caro Amauri. Não vai haver lei da mordaça, não. Temos uma Constituição, temos instituições, que bem ou mal funcionam, temos uma opinião pública, uma sociedade vigorosa, uma mídia atenta. Não sejamos pessimistas. Um abração

Alex Dias em 04 de novembro de 2010

O ÚNICO PATRIOTA DA PÁTRIA Então,se pudêssemos levar a sério a acusação de Lula,os quase 45 milhões de eleitores que escolheram o candidato da oposição são brasileiros que também "trabalham para o Brasil não dar certo",que "não são patriotas",que "são raivosos" - do contrário,teriam respeitado a ordem do presidente - único patriota da pátria - e votado em sua candidata,que,diferente de Serra,só tem amor - e de mãe,frise-se! - para dar aos brasileiros. Pergunta final ao Lula - ÚNICO PATRIOTA DA PÁTRIA:Zé Dirceu,Erenice Guerra,Sarney,Collor,Jader Barbalho - esses aqui fizeram o quê para o Brasil dar certo?

Gilberto Campos em 04 de novembro de 2010

Setti, Obrigado pela sua resposta ao meu comentário das 22:35. Só lamento que muitos de seus leitores continuem te interpretando mal e achando que vc os estimula a ser agressivos e virulentos contra governo, PT, Lula, Dilma, etc...como vc deve ter notado, meus comentários são no campo das idéias e não se baseiam em ataques pessoais. Apesar de discordar da forma como vc direciona às vezes suas críticas, percebo que é uma pessoa bem intencionada. Me parece que vc está se deixando contaminar por um sentimento comum no seu meio, que é demonizar e fulanizar as críticas. O que deveria importar e estar na pauta dos debates, na minha opinião deveriam ser as idéias e não as pessoas.

Jose Fernando em 04 de novembro de 2010

Seria? Acalmem-se os que começam a se desesperar devido ao inevitável sumiço do Lula, apos 31 de Dezembro, em função de passar a carregar o prefixo Ex-. Ele já pediu ao Mino Carta, um espaço em sua revista onde quer escrever "de vez em quando". Considerando que ele próprio se elogia por ser analfabeto, seria "de vez em quando", a primeira frase completa que ele aprendeu a "desenhar" e, portanto o conteúdo completo de seu primeiro, e certamente último artigo? Não "perdam", petralhas! Caro José Fernando, apenas uma observação: o presidente Lula não deixa o poder no dia 31 de dezembro próximo, mas no dia seguinte, 1º de janeiro. Abraços

Rodrigo em 04 de novembro de 2010

Lula é PT, o PT é Lula. O que se quer é extirpar a oposição do país. É leninismo, e não apenas autoritarismo latino-americano.

elionier em 04 de novembro de 2010

O que Lula fez, é o mesmo que o Pt sempre faz. Se fazem de vitimas, pois caso "algo aconteça" eles já estão na defesa. São tão artistas que convenceram até o PSDB que a privatizaçao foi ruim p o país. PQ fizeram isto? - pq eles sabiam que isto era bom. O que Lula está fazendo agora? - deixando tudo preparado caso Dilma dê errado. A culpa vai ser de quem? - da oposiçao, é claro. UMA COISA AGENTE TEM DE RECONHECER: ELES SÃO ARTISTAS! SÃO CRAQUES NA TECNICA DE QUE A MELHOR DEFESA É O ATAQUE. SABE PQ ELE NÃO DÁ NOME AOS BOIS? - PQ NÃO EXISTE BOI NENHUM. O QUE EXISTE É DEIXAR A OPOSIÇAO ACUADA E ISTO ELE CONSEGUE COM MAESTRIA. OS OPOSITORES CAEM COMO PATINHOS. IMAGINO AS BOAS RISADAS QUE LULA DÁ QUANDO ESTÁ COM SUA TURMA:"CONTINUAMOS ENGANANDO OS BOBOS".

José Américo C Medeiros em 04 de novembro de 2010

Por favor, Setti, conserte o meu post: "acima de qualquer outro poder que, por dever constitucional, cumpre as suas funções" E não "cumprem". Amigo José Américo, desculpe, não dá tempo. A sua correção aqui resolve a situação. Abraço

Jose Fernando em 04 de novembro de 2010

Xô Lula. Rema. Vaza. E, como você disse que quer pescar, logo que deixar o governo, faz um favor, leva Gilberto com voce, ele tá muito nervoso.

José Américo C Medeiros em 04 de novembro de 2010

Pelo que eu leio abaixo o grande mal do Brasil foi o espalhar de brasas de um Presidente que se julga acima de qualquer outro poder que, por dever constitucional, cumprem as suas funções. Seria ele o único a saber como promover o melhor para o Brasil? Somente os ditadores pensam dessa forma. Temos um aqui perto, o Chavez. Mas, Setti, peço que não se canse, continue o ensino fundamental da democracia, pois há muitos que ainda não a entenderam, ou a entendem vista por olhos totalitários e ofuscados pelo culto à pessoa, não enxergando a instituição pluralista. Um Presidente representa a todos, à diversidade de pensamentos, e à essa diversidade há que haver um final consensual.

José Geraldo Coelho em 04 de novembro de 2010

Tem cada uma que parece duas. Acho que o Lula não é o maior ***** do país. O novo titular do blog ,aí em baixo, parece que também é chegado.

Carla Pola em 04 de novembro de 2010

Ricardo, Pelo que li dos comentários, colocaram um petista¹³ mais ou menos letradinho para encher o seu saco? Aff Mas se você se diverte, continua batendo que eu rolei de rir com as suas respostas...hahahhahaha Gado¹³ é fogo! Mas veja, já é um avanço, acharam um meio escolarizado¹³ para criticá-lo...Sabem que aqui o nível é outro...Mas devem ter tido um trabalho danado para encontrar esse aí...A manada¹³ na sua imensa maioria é raivosa e analfabeta mesmo! Só uma coisa, se o tal Gilberto pediu para você apagar o recado e você assim o fez, dizendo que não entendeu o que ele quis dizer. Bom, fique certo: Nem ele¹³!!! hahahahahahhah Beijocas Carla Carla, juro pra você que não entendi patavina do que o nosso Geraldo escreveu. E não entendi, também, porque pediu para eu não publicar. Enfim...

Guilherme em 04 de novembro de 2010

Ricardo, esse comentário do tal gilberto mostra como esse pessoal é obtuso e aprecia o auto-engano.Pergunte pra ele e dirá que o governo Lula é de esquerda, progressista, forças populares, enfim..mas se você questioná-lo sobre o que estão fazendo na aliança progressista o Collor (quem diria, hein..),Renan, aquele do milagre da multiplicação da boiada,Jader ficha-suja, Valdemar costa neto.Aí, meu caro, ele vai pedir um tempo para consultar a Marilena chauí, aquela que usa Spinoza para justificar o mensalão e delúbio soares.Eles são ridículos,patéticos.Ah, estava me esquecendo do grão-mestre da oligarquia do maranhão na aliança progressista, o inefável Sarney da Costa e sua filha prodigío.O problema, ô gilberto gramado, é que coerência não é o forte do seu líder, aquele que estimula a juventude do seu país a ser presidente, mesmo sem ter ginasial (ih, que termo antigo..).Abraços, Ricardo e não se intimide.Faça como o Reinaldo e o Augusto, Mate na unha, meu caro ! Obrigado, caro Guillherme. Mas cada um tem seu estilo, né? Ah, deixe-me lembrar a você que a ilustríssima filósofa Marilena Chaui, ex-defensora da liberdade, teve gestão catastrófica, desastrosa, quando a prefeita Luiza Erundina a convidou para ser secretária da Cultura. Não custa lembrar. Abraço

Gilberto Campos em 04 de novembro de 2010

Setti, vc escreveu "— desculpem-me carregar nas tintas —", carregar nas tintas é o que? Pra mim, é ultrapassar os limites da ofensa sim.. o que eu escrevi e que vc não entendeu é: Algumas pessoas o desculparão, outras não...a propósito, vc disse também que recebeu centenas de comentários com críticas por vc ter dito que respeitava o presidente. O que termina o mandato e a que começa. Eu acho que vc deveria ficar preocupado por tantos leitores seus acharem que vc "não" deveria respeitaro presidente. Pois saiba que eu me preocupo, Gilberto. O fanatismo e a cegueira não são privilégio de ninguém, e o radicalismo e os exageros de muita gente pró-Serra e opositores de Lula me assustaram e preocuparam.

José Geraldo Coelho em 04 de novembro de 2010

O galinhão botou o ôvo, chocou e agora está protegendo o pinto. Acho que podemos nos acostumar com a expressão "Governo Luma" ou "Governo Dilla".

Carla Pola em 04 de novembro de 2010

Ricardo, Acabei de dizer ao Augusto...O Lulla¹³ é caso de internação..Não é possível uma coisa dessas!!! Quer pessoa mais vingativa¹³, hipócrita¹³, mentirosa¹³ e dissimulada¹³ do que elle¹³? Eu já nem posso mais nem ouvir a voz desse ser¹³! E o pior é que amanhã elle¹³ falará em cadeia nacional a todos os brasileiros...Eu estou fora!!! Já dei muita risada dessa criatura complexada¹³! Mas cheguei no meu limite...Conto os dias para que elle¹³ suma o mais rápido possível dos holofotes! Irresponsável??? é pouco!!! Chama o Rei da Espanha: Lulla¹³, por que não te calas? Alguém peça para decifrarem os nºs para ele...Praticamente metade da população disse chega!! Será possível que nem desenhando elle¹³ aprende?? Socorro! Ave Maria!

Dante, em 04 de novembro de 2010

Ricardo, O lullão é simplesmente patético, quando abre a boca; portanto, não fique gastando muita vela com defundo ruim. Esse cara, já sabemos, está muitos garafões à frente de qualquer outro pingão de boteco. Largue pra lá, amigo...

Gilberto Campos em 04 de novembro de 2010

A seu pedido, caro Gilberto, não publico seu comentário. Mas palavra de honra que não entendi o que você quis dizer. Abraço

Gilberto Campos em 04 de novembro de 2010

"Quer dizer que quem se opôs a ele, Lula, se opôs ao Brasil?" Quer dizer que quem se opõe a: Distribuição de renda, justiça social, investimento maciço em educação, programas de inclusão social, opção por um estado presente e agindo para corrigir desigualdades, etc..é sim se opor ao paíz..

Marco em 04 de novembro de 2010

Caro R. Setti:Essa coisa do Lula e seus seguidores tentarem ser partidários por contradição, de querer provocar ira a seu favor, acho q não cola mais,já encheu, e eles continuam insistindo... Abs.

Gilberto Campos em 04 de novembro de 2010

Respeitar o presidente, seja ele quem for, não deveria ser motivo de vc se vangloriar, afinal, é o mínimo que se esperaria de um profissional das letras. Mas infelizmente não é o que vc demonstra ao se dirigir a qualquer pessoa como semi analfabeto, Leviano, irresponsável, entre outros adjetivos virulentos e insultuosos... Você não tem idéia do que é crítica dura a um presidente, caro Gilberto. Se assistisse a uma seção do Congresso de Deputados da Espanha, com o primeiro-ministro e o líder da oposição frente a frente... Se ler o que os jornais de oposição ao presidente Obama dizem dele, como a Fox News o critica... Leviano e irresponsável são palavras que podem ser usadas, não ultrapassam o limite da ofensa, de jeito nenhum.

Gilberto Campos em 04 de novembro de 2010

Não duvido nada que vc e o AN se divirtam. Com os ataques e as agressões que ele principalmente, gosta de fazer contra tudo e todos que lembre governo, PT, Lula, esquerda, etc...só estranho vc não ter incluido o Reinaldo Azevedo nesta "diversão".

Gilberto Campos em 04 de novembro de 2010

"O presidente tem a obrigação de citar nomes e casos. Quando ocorreu isso? Na discussão de que projeto? Quem quis que “o Brasil não desse certo”? Não sou o presidente, mas posso citar: Arthur Virgílio, Tasso Jereissati, Heráclito, Alvaro Dias, etc..projetos: CPMF, Prouni, Pac... Quando ocorreu? de primeiro de janeiro de 2003 até hoje... Se opor ao PAÍS? Ou a projetos do presidente? Você não tem idéia do que você está dizendo, não sabe distinguir crítica a um governo de oposição ao país que o governo dirige. Você é igualzinho ao seu chefe, o Lula.

Gilberto Campos em 04 de novembro de 2010

"Quer dizer que a oposição que Lula teve — fraquinha, fraquinha –, por cumprir o dever recebido do eleitorado de se opor a medidas vindas do Palácio do Planalto ou de forças que o apóiam, “torceu para que o Brasil não desse certo”, “trabalhou para [o país] não dar certo?” A oposição e boa parte da mídia torceu e trabalhou para que o país não desse certo e assim justificar sua posição anti Lula, anti PT, anti esquerda, anti governo, etc..

Gilberto Campos em 04 de novembro de 2010

"Em meio a esse estado de bonomia, no entanto, o presidente podia dar uma folga à bílis oculta debaixo de tanta felicidade." Vc Ricardo, poderia dar uma folga à sua bílis nada oculta debaixo de tanta infelicidade... Bílis? Infelicidade? Se você visse como a gente se diverte aqui no trabalho. O Augusto Nunes e eu, velhos amigos, trabalhamos lado a lado na redação e damos risada o dia inteiro. Não julge os outros por você, caro Gilberto. Respeito a presidente eleita, e recebi centenas -- repito, centenas -- de críticas por ter escrito isso. Respeito o resultado da eleição. Respeito o presidente Lula, embora ele não respeite nossa inteligência, o que, entre outras razões, me faz criticá-lo. Tenho tempo de estrada suficiente para ter visto regimes e presidentes entrarem e saírem, e o país e seu povo continuam. Estou absolutamente tranquilo diante do quadro político. Mas, claro, por dever de ofício, vou cobrar a presidente eleita e criticá-la, quando acho que devo.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI