Image
É foto do ministro Aldo Rebelo? Não, mas bem que poderia ser…

Amigos do blog, o ministro Aldo Rebelo, o comunista que cuida da pasta do Esporte, disse que é “impressão” da opinião pública que as obras para a Copa do Mundo de 2014 estejam atrasadas.

Curiosamente, foi o próprio ministério de Rebelo quem divulgou, dia 3, que, faltando 800 dias para o início da competição, oito das doze arenas tinham menos de 50% das obras realizadas. E os números divulgados pelo governo eram mais otimistas do que os do Tribunal de Contas da União (TCU), que constatou apenas dois estádios com obras além da metade — e a crucial arena do Corinthians, sede do jogo de abertura, ostentando apenas 30% do que deve ter quando pronta. (Leia post anterior).

Image
A futura arena do Corinthians ainda é um esboço na paisagem: para o jogo de abertura da Copa, só 30% das obras prontas (Foto: estadao.com.br)

Agora, não faltam 800 dias, mas 793 — e ainda estamos enfrentando problemas de várias ordens, nas diversas frentes: estádios que não estão prontos, aeroportos e estradas em estado precário, problemas urbanos em geral, discussões entre governo e FIFA, escândalos na CBF etc.

 

Está todo mundo enxergando, menos o ministro, que, tal como o avestruz, enfia a cabeça na areia para não constatar o panorama.

 

Leia também:

Dois anos antes da Copa, o governo já ganhou o troféu do atraso e da gastança

Notícias preocupantes sobre gastos na Copa de 2014 continuam: audiência pública da subcomissão do evento revela erros nos projetos e preços “exagerados” nas obras 

Em meio à polêmica sobre meia entrada na Copa 2014, como ficaria a hoje nula fiscalização na emissão de carteiras de estudante? 

Ao dizer que mobilidade urbana não é essencial na Copa, Míriam Belchior diz asneira monumental e desrespeita centenas de milhares de torcedores brasileiros

Mil dias – de tensão – para a Copa de 2014 no Brasil. Não é novidade nenhuma dizer isso, mas estou preocupado 

Copa de 2014: não bastasse a má situação dos nossos aeroportos, ainda mais essa… 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + oito =

Nenhum comentário

Saulo Dias Goes em 14 de outubro de 2012

Vejamos quantos aditivos contratuais serão realizados nas obras e contratações emergenciais com dispensa de licitações serão realizadas até o final do evento. A saber.

Alessandro dos Santos em 29 de maio de 2012

A verdade esta vindo a tona .... E o pé na Bunda ???? Será que agora o Ministrinho vai abaixar a bolinha dele e reconher que esta tudo atrasado realmente e pedir desculpas a secretario da FIFA ? eu acho que não ... isso é Brasil ...........

Mariana S. em 14 de maio de 2012

Ao encerrar a leitura, muitas pessoas dizem: “Pois este é o Brasil, a pátria de chuteiras...”. Já era esperado (para não dizer previsto) que vários projetos de melhoria dos meios de transporte e até mesmo dos estádios para a Copa de 2014, seriam chutados para bem longe. A constante falta de planejamento, organização e pontualidade em nosso país toma formas visíveis em situações como esta. Muitas das obras para transporte de torcedores como metrôs, Veículos Leves sobre Trilhos (VLT) e corredores de ônibus nem sequer tem projetos, e as licitações estão atrasadas. “O custo desta obra financiada com o dinheiro público supera R$ 11 bilhões, quase o mesmo valor previsto para estádios e os aeroportos das 12 cidades-sede, juntos.” Grande parte desta verba já foi liberada e nada acontece. É revoltante não saber o real destino do dinheiro público, principalmente em quantias tão elevadas. A Copa do Mundo de 2014 está sendo comumente usada como desculpa para a liberação de verba “fácil”, já que sua necessidade é justificada em obras em estádios e meios de transporte. Vivemos em um país que tem muito a melhorar e evoluir. Investimentos em educação, saúde e cultura deixam a desejar e agora estão sendo reduzidos enquanto deveriam ser priorizados quando comparados ao grande evento de 2014. Com certeza, a Copa é um evento gigantesco e muito positivo para o país, desde que possua infraestrutura sólida, organização e transparência. Como não possui nenhum destes requisitos por completo, o momento para a sua realização entra em questão. Seria mesmo a hora certa para realizar um evento desta magnitude? A corrupção e uso do dinheiro público inadequadamente colocam pensamentos que jamais deveriam existir na mente de um cidadão: “Já que não se investe em educação e saúde neste país, com a Copa o governo será obrigado a realizar obras (mesmo que pequenas) nos transportes.” É preciso indignar-se, opinar e exigir transparência, só assim obteremos resultados positivos. "O povo é soberano." (Rousseau)

A. Soares em 12 de abril de 2012

As arenas dá-se um "jeitinho" de serem inauguradas, com ou sem atraso, mas concerteza superfaturadas. Aeroportos e hotéis, poderão serem usados das cidades vizinhas, usa-se o trem-bala para o percurso final, já que as estradas estão em péssimas condições. As tão propaladas obras de mobilidade urbana, que melhoraria vida de muita gente, faz-se uma "maquiagem" nas ruas, muda o calendário escolar e decreta-se feriado nos dias dos jogos. Polícia em greve chama-se as Forças Armadas. EDUCAÇÃO, SAÚDE, SEGURANÇA, ESTRADAS, PORTOS E AEROPORTOS,... tá tudo OK!!! O Brasil vai pagar muito caro por uma COPA!!

luana em 12 de abril de 2012

quem acha verdade diga simmm

luana em 12 de abril de 2012

isso nao devia acontecer isso e so para arancar dinheiro do povo brasileiro

TONINHO MINEIRO em 11 de abril de 2012

Caro Toninho, publico críticas a quem quer que seja, mas seus comentários sobre o ministro Aldo Rebelo passaram do limite, são ofensivos. Entendo sua indignação, mas é perfeitamente possível fazer críticas sem xingar ou ofender, não é mesmo? Abração

Carlos Guedes em 10 de abril de 2012

Se não tiver nada pronto os brasileiros não vão nem perceber...

Helcio Mano em 10 de abril de 2012

Acho que político corrupto, fraude em concorrência e boa cultura no Brasil "são só impressão" também !!!

Reynaldo-BH em 10 de abril de 2012

É impressão minha ou o ministro Aldo é despreparado para o cargo que ocupa? Se ele acredita mesmo que as obras estão no ritmo certo (e no valor correto) então fico com a impressão que ele é incompetente. Se ele sabe da verdade e prefere esconder o problema, como se escondendo o sofá desaparece a traição do adúltero, a impressão é do incapaz de ser gestor. E por fim, se aceita este atraso e não se importa com o resultado, a impressão que passa é de conivência. Em todo caso, um autêntico Aldo. Como mais uma asneira na coleção.

payxao em 10 de abril de 2012

Querendo minimizar os problemas, pior que os campos de futebol está a tal mobilidade nas cidades sedes, hortelaria. Acham que as cidades estão preparadas?Que é só as tais arenas? Vão pensando......

Vera Scheidemann em 10 de abril de 2012

Pois é, todo mundo está vendo que a coisa está caminhando para um triste desfecho, menos quem deveria estar fazendo as coisas acontecerem. Vera P.S. A foto do "avestruz" está ótima. rsrsrs

rosa do luxembourg( o jardim) em 10 de abril de 2012

Acredito. Mas a que custo? Quantos hospitais continuarão decaindo sem recursos? Quantas escolas apodrecerão antes disso? Um dia se calculará o custo Brasil dessa copa? Faremos na data certa. Receberemos os visitantes. E o que teremos depois? Grandes arenas e um país sem estradas? Grandes arenas. como se o futebol fôsse o fim ultimo dos anseios brasileiros. Só mesmo um torneiro mecânico para achar que isto é que o Brasil precisava. Para deixar de ser vira lata o Brasil precisava se educar. Aprender a latir em outras linguas. Reverenciar a ciencia e as conquistas da saúde de nosso século. Futebol é lazer. O Brasil precisa se capacitar para o trabalho.

Regina em 10 de abril de 2012

Caro Setti, ainda existe PC DO B?? Só uma perguntinha: SERÁ QUE ESTES DITOS COMUNISTAS NO BRASIL, DIVIDEM O SALÁRIO DE 27 MIL REAIS POR MÊS(FORA ADITIVOS(SIC)) COM OS CAMARADAS POBRES DO BRASIL OU O TAL PC DO B É SÓ PARA INGLÊS VER??

Corinthians em 10 de abril de 2012

O Brasil tinha tudo para dar um exemplo. Mas claro, deixou a oportunidade passar. E ainda mais com o lulopetismo, aí sim que mostramos a falta de profissionalismo do Brasil. Votei na enquete e repito aqui - a Copa vai acontecer, e seá uma Copa regular, nada mais. A corrupção vai comer solta, como foi no Panamericano, mas as coisas ficarão prontas (ou pelo menos com cara de prontas, "para inglês ver") a tempo. Os problemas de mobilidade foram mitigados já mudando o calendário escolar... provavelmente os dias de jogos serão feriados também. Tudo para não depender da responsabilidade do estado em realizar as obras necessárias. Vimos que isso não acontece nem vai acontecer - o PAC, o Minha Casa Minha Vida, as creches, as UPAs, tudo exemplo da proficiência deste governo. Depois vamos gastar bastante dinheiro público na manutenção dos elefantes brancos... Os atrasos vão continuar, as obras não serão encerradas a tempo - mas vai tudo estar coberto por uma fachada bem cara para enganar os estrangeiros (e principalmente os brasileiros). Como foi na África do Sul. A Copa vai ocorrer... mas não será nada demais.

ALCIONE em 10 de abril de 2012

Sabe, Setti, eu tenho a certeza de que o Brasil será um exemplo de organização de um grande evento como o da copa e das olimpíadas, apesar dos torcedores contrários e negativistas. Eu confio nos brasileiros. Acho que somos capazes, muito mais hoje do que antes. O Brasil tem (hoje) profissionais, dinheiro e disposição para realizar. Apesar de ter também, muita gente que gostaria muito de que tudo desce errado, mas esse gostinho o Brasil não dará. Pode apostar! Concorda? Abraço. Eu, como brasileiro, evidentemente torço para que tudo dê certo. Mas estou temeroso -- e venho expressando isso em meus posts. Mas torço a favor, claro, independentemente de governos. Um abração

Dani Contin em 10 de abril de 2012

Aliás avestruz deveria ser o mascote que representaria melhor o Brasil nesta Copa, não o Tatu-bola e veja que coincidência, o avestruz quando esconde a cabeça na terra fica na posição mais favorável para um chute bem dado no traseiro... ;)

Tuco em 10 de abril de 2012

. Um homem que se sujeita a fazer parte dessa quadrilha, é o que é. ARebelo não deveria sequer abrir a boca. E quando a abre, não se deve dar ouvidos. Bando de canalhas. .

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI