Image
No início da apuração, Aécio liderava; às 19h32, Dilma virou o jogo © Fonte: EBC

Não é novidade para nenhum brasileiro minimamente informado a espantosa forma como o país ficou sabendo quem vencera o segundo turno da eleição presidencial — por apertada margem, a presidente Dilma Rousseff (PT), como se sabe, superou o adversário Aécio Neves (PSDB).

Sem que o país soubesse, segundos depois do encerramento das urnas nos 10 Estados do Sudeste e do Centro-Oeste, e no Distrito Federal, submetidos ao horário de verão — e onde se situa a esmagadora maioria do eleitorado brasileiro –, às 17 horas, Aécio Neves saiu na frente com grande vantagem, e prosseguiu liderando a contagem durante mais de duas horas e meia.

Iniciada com as urnas dos Estados sob o horário de verão, a contagem seguiu depois para os Estados não incluídos nessa meta de economia de energia, depois para as urnas do Estado do Amazonas, que tem um fuso horário de duas horas a menos em relação a Brasília e, finalmente, para o Estado do Acre, cujo fuso é de três horas menos. “Acompanhamos a virada [em prol de Dilma] a partir do recebimento dos votos do segundo fuso”, contou na ocasião Júlio Valente, o chefe da Seção de Processamento de Eleições do Tribunal Superior Eleitoral, responsável pela totalização dos votos apurados.

A “virada” ocorreu exatamente às 19h32, mas o país continuou sem saber de nada — apenas 22 funcionários da área técnica do TSE, reunidos em uma sala, estavam ao par do que se passava e, presume-se, também o presidente do tribunal, ministro Dias Toffoli.

Quando foi feito o primeiro anúncio aos mais de 200 milhões de brasileiros, às 20 horas, Dilma já estava praticamente eleita — um procedimento que contribuiu para uma série de suspeitas, com fundamento ou não, que se espalharam pela sociedade, comprometendo a lisura e a legitimidade do pleito.

E tudo isso por quê? Por causa de 2,2 milhões de eleitores do Amazonas e 500 mil do Acre!!! Sendo que somos no Brasil 142 milhões de eleitores!

Sem contar a trapalhada que ocorreu com o horário de verão.

Daqui para a frente, não pode mais haver dúvidas em eleições cruciais para o país — nas quais se decidem quem será o presidente, quem serão os governadores, e quais deputados e senadores representarão o povo brasileiro e os Estados.

NÃO PODE!

Para isso, é preciso que a oposição inicie desde já um movimento para, por lei, tornar excepcional o período pré-eleitoral: que seja suspenso o horário de verão na semana das eleições e que fique estabelecido que o horário no Acre e no Amazonas seja o mesmo de Brasília no mesmo período.

Se se considerar que isso causará muita confusão, que se aprove lei, no Congresso, determinando que os primeiros resultados da eleição serão divulgados a toda a sociedade brasileira no exato minuto em que se iniciem as apurações. Se isso influenciará ou não os eleitores do Amazonas e do Acre é menos importante do que criar a sensação de que houve alguma coisa estranha nas eleições que levaram Dilma de volta ao Planalto.

É um total absurdo que um grupo de pouco mais de 20 pessoas, e só elas, ficassem sabendo da marcha das apurações de um país gigantesco como o Brasil. Isso não pode se repetir.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + 10 =

85 Comentários

Ricardo em 19 de novembro de 2014

Toffoli ainda é, oficialmente, advogado do PT. Sem mais comentários. Abraços!

josé carlos em 19 de novembro de 2014

A questão está na obediência ao princípio constitucional da PUBLICIDADE no trato da "res publica". No processo eleitoral, a atividade de apuração (contagem) dos votos não é PÚBLICA, pois é realizada por um sistema de tecnologia da informação cujo conhecimento do programa está nas mãos de alguns (ou algum). Uma solução, mantendo essa famigerada urna eletrônica, é colocar uma impressora, à semelhança das máquinas de cartão de crédito, por exemplo. Faço o meu voto, imprimo a minha via, confiro, imprimo a segunda via, confiro, e deposito em uma pequena urna tradicional. Vai dar mais trabalho, mas torna-se PÚBLICO, além permitir o confronto entre as urnas pelos fiscais dos partidos.

Jose Ferreira da Silveira em 18 de novembro de 2014

A oposição perdeu as eleições, de 2014 e esta chorando pelo leite derramado. Deve ter havido algum motivo, que justifique a derrota. E, a Dilma não nada a ver com isso. Não culpem o Acre, pela derrota do psdb. À final, Minas gerais mostrou sua insatisfação nos dois turnos eleitorais. Um partido politico e seus eleitores, deve saber ganhar e perder. A oposição tenta de todas as formas envolver o Lula e a Dilma a corrupção da petrobrás, para desestabilizar o governo da Dilma. Ja não basta as dificuldades naturais, de se governar um país, devido a complexidade do cargo, competitividade com outras nações, crise financeira internacional etc... Os partidos de oposição na verdade estão atrapalhando a administração da presidenta, em vez de ajuda-la. As investigações devem existir sim. Mas devem ser feitas pelos orgãos competentes, como o ministério publico e a policia federal. Eu vi na câmara e no senado federal, parlamentares acusarem a presidenta Dilma e o Lula, mesmo sem nenhuma prova. Todos nós sabemos, que pelas leis brasileiras, toda pessoa, ainda que presumivelmente culpada é inocente, até que se prove o contrario. Acho que tá na hora de muita gente fazer uma reciclagem de Educação Moral e Cívica. Do jeito que tá como que as autoridades do Brasil, Querem respeito? Eu acho que primeiro tem que se provar, qualquer acusação, para depois condenar. Com certeza, não se deve julgar uma autoridade, ou qualquer outro cidadão, apenas pela a aparencia dos fatos. Não é segredo para ninguém, que um certo seguimento da nossa sociedade, nunca conseguiu aceitar o Lula e a Dilma Estes, são os donos de quase todo o patrimonio do nosso Brasil. Mas não são, e não por falta de vontade, donos do maior patrimonio que uma nação pode ter: A DEMOCRACIA>

Maria em 17 de novembro de 2014

Eu além de concordar com o horario, ainda quero que os votos possam ser cotejados em caso de duvida, e não como hoje, que o "toffe" que numa soberba imensurável; proibi a auditoria aos votos, votos que não pertencem a ele, mas ao povo brasileiro.

paolo em 15 de novembro de 2014

penso que nas próximas eleições é fundamental que fiscais de países sérios venham para resguardar a legitimidade das eleições no brasil e que o exército americano seja enviado para a manutenção da ordem e o exército brasileiro fique subordinado a ele.

Textículos do Jotinha (ES) em 15 de novembro de 2014

O conflito não é entre o ódio daqueles que se orgulham de ser chamados “de esquerda” e a paciência dos que têm a capacidade de sentir vergonha alheia; entre os que lutam contra o estado de direito e os que têm juízo; entre o “progressismo” e o “conservadorismo”, seja lá o que essa tolice signifique; entre os que admitem a criminalidade desde que promova a justiça social, e os que veem na impunidade o aumento das injustiças sociais; entre os que insistem em (ou fingem) não enxergar o flagrante processo de cubanização da América Latina, e os que não fingem que não leem jornal; entre os que defendem o regime lulopetista mensaleiro e os que se indignam com a vigarice; entre os que lucram com o "bolsafamilismo" parido por petromensaleiros e os contribuintes que bancam o maior programa de compra de votos nunca antes visto na história. O busílis se dá semelhante às palavras atribuídas a Buda: o conflito não é entre o bem e o mal, é entre a inteligência e a ignorância. Também penso que o ódio se combate com a compaixão; o apego às coisas, com a doação; a ignorância, com a informação. Não obstante, tudo tem limite, até a paciência, principalmente quando se trata de ignorância obsessiva compulsiva. Nunca tinha visto coisa igual durante as eleições. Os mesários da minha seção não eram os mesmos; foram visivelmente trocados. O olhar, o jeito de receber as pessoas, havia um clima diferente no ar. A mudança pode ter sido um ato administrativo corriqueiro. Mas, jamais tinha visto um deles fazendo boca de urna. O primeiro mesário, o da recepção, usava um boné vermelho (pode ter sido “coisa normal” também). Abordou-me com um sorriso debochado e disse-me: “Igual a essa, só daqui a 4 anos”. Disse-lhe que não tinha entendido. Ele repetiu o motejo. Enfim, o regime petralha, em prática às escâncaras “neçtepaiz”, teima em ignorar a inteligência alheia. Os pilantras estão mais ousados. Pelo visto nos últimos anos, a reeleição de uma governanta que se orgulha de ser marionete de um "cara" que se orgulha de ser ignorante é, no mínimo, suspeita de fraude. A história revela: onde a esquerda pisa, ora representada pelo petismo, não nasce grama. Pela folha corrida do PT, eu tenho o direito de afirmar que não confio na lisura das últimas eleições. Não aceitar os fatos é o mesmo que afirmar que a realidade é falsa. Auditoria já no governo do partido do petrolão!

mauricie em 15 de novembro de 2014

As pessoas que converso não acredita em nada que possa derrubar esse partido maldito, se falo em bolsonaro torcem a cara...até parecem que nós somos alienados...isso me causa uma tristeza.

Ronaldo Força em 14 de novembro de 2014

Foi neste espaço de tempo que fraudaram a eleição. Porém Dilma Roussef e Lula não resistirão as denúncias do Petrolao,pois além de sabedores foram responsáveis e dele foram beneficiados. Impeachment para Dilma e prisão para Lula.

LUCIANO DAVID em 14 de novembro de 2014

As regras para publicação de comentários no blog, conforme relembrei aos amigos leitores incontáveis vezes, não aceitam textos escritos somente em maiúsculas, em respeito à boa educação, aos leitores e seguindo uma norma internacionalmente praticada na web. Como presumo que você saiba, palavras em maiúsculas significam palavras gritadas, não é mesmo? 99% dos leitores escrevem assim, como neste texto, em maiúsculas e minúsculas. Peço que você faça o mesmo das próximas vezes. Confira as regras no link http://goo.gl/u3JHm Obrigado

Ivan em 14 de novembro de 2014

O que é capaz de fazer quem já roubou bancos, sequestrou pessoas e aviões, matou inocentes e explodiu bombas ??? Quem roubou BILHÕES e BILHÕES dos cofres públicos ??? Hackers invadem sites da NASA, da CIA, dos bancos, etc, será que com alguns BILHÕES não seria possível encontrar hackers capazes de fraudar umas urnas eletrônicas de empresas da VENEZUELA, com mais de 10 anos, obsoleta e de 1ª geração ??? O que VOCÊ seria capaz de fazer para se livrar da cadeia e sair com alguns BILHÕES no bolso ???

jorge pires em 14 de novembro de 2014

A sensação de fraude é inevitável, por mais que acreditemos no sistema. Pena que não se possa fazer auditoria, senão....

Iliane Mary de Oliveira Pinto em 14 de novembro de 2014

Evandro: hoje, 09:01 hs. Ouvi, mas não consegui saber de onde você retirou essa coisa de ¨cadeiras no legislativo para listas fechadas de partidos¨ apenas falaram do que sempre Aécio diz em relação á reforma política que gostaria: cláusula de barreira, voto distrital, fim da reeleição. Não detectei mais nada...

Augusto Melo em 14 de novembro de 2014

Medida simples, correta e eficiente. Como diria o dito popular, de uma 'obviedade ululante'!

JB Figueiredo em 14 de novembro de 2014

SMARTIC e muito "smart". Estao procurando empresas de contabilidade da Venezuela ou Cuba para certificar os balancos da petebras e outras estatais do nazipetismo.

JB Figueiredo em 14 de novembro de 2014

Fraudam gasolina, diesel, leite e provas do Enem, por que nao fraudariam eleicoes que sao facilmente fraudadas?

wellington em 14 de novembro de 2014

A eleição presidencial no 2º turno suscitou dúvidas em muitas pessoas. O pt joga a política no ralo da rua e todo cuidado é pouco. Desconfia-se até do fuso otário, digo horário. O pt não brinca em serviço, é bico na canela que o juiz não está vendo, ou está conferindo a totalização.

Fábio Luís Inaimo em 14 de novembro de 2014

É, todo cuidado é pouco com a petralhada infiltrada, eles vem com meias verdades, e acabam por contaminar e jogar uns contra os outros, a velha tática petralha de dividir a oposição. Unidos e a favor da verdade seremos vitoriosos, se couber Impeachment, Impeachment. Único que queremos é que a constituição seja cumprida. e a lei restabelecida, pois hoje vivemos a beira de um estado sem lei.

Fábio Luís Inaimo em 14 de novembro de 2014

Como Assim?? Uns jornalistas sabiam, outros não?? Uns Políticos sabiam , outros não?? O que é isso ?? Não faltam motivos para impugnar esta eleição. Se foi assim, não tem que exigir nada pra eleição que vem não, tem é que impugnar esta mesmo.

Neusa em 14 de novembro de 2014

Ah.. tá então me engana.. que eu não gosto! Com uma empresa tão confiável como a SMARTIC queria o que??

Charles A. em 14 de novembro de 2014

Tem gente aí com medo de coxinhas alugados e falando em impeachment,como o comentarista de 14/11/2014 às 7:35.Você foi o único que falou em impeachment até agora,mas queira ou não, é o que deverá ser feito se as acusações de fraudes ficarem comprovadas,independentes de milícias pagas pelo pt!Senão, já estaremos no estado de barbárie,assolados pelas milícias governistas do Boulos, o coxinha empresário que se diz revolucionário.

Charles A. em 14 de novembro de 2014

AO José 13/11/2014 às 20:50 . Esse números são bem impressionantes!Não acredito que o que tivemos tenha sido eleição.Para mim foi golpe!

Benvita em 14 de novembro de 2014

É um absurdo a oposição não exigir uma coisa simples: que nas próximas eleições, além das urnas eletrônicas, também possamos depositar em urnas tradicionais o papel de com nosso voto. Assim, logo após terminada a apuração pelas vias eletrônicas, se iniciariam as apurações de forma tradicional para confirmar a divulgaçao eletrônica.

JB Figueiredo em 14 de novembro de 2014

E obvio que ha razoes de sobra para anular os resultados dessa eleicao mais do que suspeita. O certo e fazer novas eleicoes com urnas que nao possam ser fraudadas e com supervisao adequada. A alternativa e ter um desgoverno com suspeita de ilegitimidade e o risco de quabra da ordem constitucional. Isso e muito grave e tem que ser consertado ja. O que ocorreu lembra a copa de 1950 quando deram tapa na cara e fizeram o gol que quebrou o espirito dos brasileiros.

Dulce Regina em 14 de novembro de 2014

Caro Setti, reli com muita atenção os comentários, e NÃO VI em nenhum deles escrito a palavra IMPEACHMENT. Creio que o comentário de 14/11/14-7.35H- do Meia Verdade- está equivocado. Vi que todos se manifestaram com o tema da pauta- desconfiança sobre a lisura das eleições...- além do mais ( mesmo com o " todo respeito " ), não somos ingênuos e não estamos com os bolsos cheios para pagar a fatura do caos do País. Aliás, somos acharcados a cada mês, pagando impostos altíssimos, para que o governo corrupto seja contemplado de todas as benesses. Precisamos e temos " urgentemente " que dar um BASTA !!!, GERAL. E QUE NÀO CALEM NOSSAS VOZES...Brasil, mostra tua cara !

LARAPIOS MENTIROSOS em 14 de novembro de 2014

EStamos vivendo aepoca em que o rabo éque balança o cachorro,ministros em conluio coma safadeza, safos são,larapios soltos pelos seus pares, uma incompetencia e nepotismo vergonhosos mas com ares de soberba arrogancia,éde doesr saber que estes estão acima das leis que eles mesmo manipulam ao seu bel prazer,na base da fraude, VERGONHOSO!

Robinson em 14 de novembro de 2014

Esse gráfico também é muito suspeito, tanto pra mim quanto pra muitos outros essa eleição foi uma fraude descarada.

Luiz C. em 14 de novembro de 2014

E as felicitações à Presidenta reeleita com a diferença de três milhões de votos, três dias antes da eleição...

IVO ANTONIO em 14 de novembro de 2014

setti. qualquer pessoa que entende de eleição? sabe que aberto 10% das urnas não muda mais. pode mudar um ponto a mais ou a menos. vira com 90% só nessa zona chamado brasil. eu assisti na band,eles sabia urnas por urnas como estava apuração.

Onildo em 14 de novembro de 2014

Receio que a sociedade tenha reclamado disso antes da imprensa. O número de abstenções (se é que isso também não foi parte da suposta fraude) revela que muita gente já não acredita na lisura do processo há algum tempo. Acho que devia ser como nos EUA: Imprimir o voto e depositá-lo numa urna para posterior auditoria. Fraudável? O que não é? Mas ao menos salvaria as aparências.

se depender em 14 de novembro de 2014

Não confio nas urnas eletrônicas. Não confiaria nelas nem aqui, nem nos EUA, nem na China, nem na Venezuela e nem em lugar nenhum. E mais, um TSE cheio de ex-advogados do PT é uma coisa meio chata, na minha concepção.

domenico em 14 de novembro de 2014

Muitas "coisas" ocorreram para que se duvide das urnas eletrônicas. Portanto, existe a desconfiança de que "fizeram o diabo" para reeleger a Presidente !

ps em 14 de novembro de 2014

Setti, tá bom...assim você sugere que as eleições sejam limpas e transparentes...com os petralhas no comando de tudo e com estas "urnas" fraudáveis? E como acontecerão as maracutaias? Jamé isso acontecerá!

Evandro em 14 de novembro de 2014

- oLÁ meu caro RICARDO SETTI! Ontem a presença do AÉCIO sendo entrevistado por 40 minutos nos PINGOS NOS ÍS, e os 51.000.000 anti-Corruptos no país, ficaram satisfeitos com a fala de AÉCIO, pois a oposição dá indícios que não jogará a toalha como fez nos ultimos tempos. - Porém, aos 25 minutos e 5 segundos do podcast abaixo: - http://jovempan.uol.com.br/podcasts/programas/os-pingos-nos-is/os-pingos-nos-13112014 - fiquei preocupado com essa fala do AÉCIO. - Ele afirma ser a favor de cadeiras no legislativo para LISTAS FECHADAS de partidos. Lamentável !!!! - Nesse ponto ele se torna idêntico a RUY FALCÃO, aquela figura sombria!!! - lISTAs fechadas de partidos, se isso for aprovado em reforma politica, não vai permitir só o assento de sumidades da vida pública nas cadeiras do parlamento, como um ADIB JATENE, por exemplo. - Se partidos podem incluir em listas as sumidades do bem, também poderão colocar o LIXO DO LIXO. gENTe sem preparo algum, gente descompromissada com os valores democráticos. Gente que apenas tem um carisma para liderar famintos e desocupados em invasões de áreas e prédios. - O BRASIL quer dar assento no parlamento para esse tipo de gente, sem ter votos para tanto??? - Até onde sei, os parlamentos nos países mais desenvolvidos, EUA, países da europa, etc... só tem cadeira no parlamento, quem tem voto para tanto. - Já é uma excrescência, que candidato que teve mais votos que outro, fique de fora, porque candidato de outro partido, que teve menos votos, mas a soma de votos de outros possibilitou sua eleição. Vide o caso do Tiririca, que seus votos levam para a Câmara, uma dezena de candidatos que tiveram uma merréca de votos. - Espero que AÉCIO reflita sobre esse grave erro no modo de pensar, e que o PSDB que foi o responsável por criar a nefasta REELEIÇÃO, não seja cumplice em criar essa bestialidade que é dar assentos no parlamento a quem não tem votos direto do povo. - Largue mão disso AÉCIO.., assento no parlamento é para quem sái as ruas, dá a cara a tapa, entra na disputa de idéias, nos palanques, e disputa voto a voto, e não para burocratas de partidos , que sequer são conhecidos do povo e jamais seriam eleitos pois são uns zé manés. - Essa bandeira deve ser levantada em eventual reforma politica. Nada dessa excrescência no Brasil. - Se esse sistema fosse democrático, EUA já teriam isso há muitos séculos. - cONTamos com o engajamento de VEJA nessa batalha!!!

Meia Verdade em 14 de novembro de 2014

quando leio comentarios dos colegas, neste post, fico pensando com todo respeito, ou sao ingenuos demais, ou o bolso esta cheio para pagar a fatura do pais em uma UTI. Falar em impeachment, esquecem eles, o custo social que teriamos, se pensam que o "trauma" seria igual ao de Fernando Collor, estao profundamente enganados. O PT, diferentemente do que era o partido do Collor, tem uma estrutura enorme no partido e fora dele. Ontem tivemos uma amostra com a manifestacao dos carcacas de frango (afinal eu sou coxinha ), nao tenham duvida, na incoerencia, histeria, podemos levar este pais a serios disturbios sociais e quem sabe o fim da democracia. Mas se estes tem o bolso cheio, e querem pagar para ver...vao em frente, so nao chorem depois com a conta. OPOSICAO SEMPRE, MAS COM EQUILIBRIO E CONSCIENCIA., histeria nao nos levara ao tao sonhado Brasil que desejamos.

Hobben em 14 de novembro de 2014

O que impede que nessa sala secreta, ficasse a PF para fisxalizar e garantir a lisura? Dizer que os celulares estavam desligados é papo furado; WhatsApp deve ter funcionado legal. Na Band o jornalista Boechat, reunido com uns políticos do PT, minutos antes de ser divulgado o 1o resultado, um senador do PT se ausentou e voltou sorridente. Boechat surpreso o indagou por que ele antes tenso e preocupado, voltou animado: - alguma notícia boa, senador? - hummm...não, não, nada não. Se realmente houve fraude, é o maior crime que já se cometeu até agora, superando Mensalão e Petrolão.

carlos alberto em 14 de novembro de 2014

Nenhuma das sugestões é boa, na verdade são todas ruins. Chute por chute, bico a ideia de atrasar o início da apuração até o encerramento da votação do último rincão. Isso não inventa nada, só faz conhecer o ganhador não às 20h, mas às 23h. E aí, qual o problema?

Paulistana em 14 de novembro de 2014

Setti, me desculpe, esqueci q vc tem por norma não publicar textos de terceiros e enviei um texto assim no meu comentário anterior. E não vou ficar chateada por vc não publicar, o erro foi meu, e a intenção era mesmo lhe passar a informação pois é realmente interessante a entrevista, levantando, inclusive, novos questionamentos sobre as urnas eletrônicas.

Paulistana em 14 de novembro de 2014

Faça seu comentário e aborde os fatos que transcreveu no texto que deletei. Este espaço é destinado exclusivamente a comentários dos leitores e não transcreve textos publicados por outros veículos.

Carla Pola em 14 de novembro de 2014

Querido Setti. Tudo isso foi proposital para o golpe das urnas. Na Venezuela é sempre assim. Pergunta para a jornalista Graça Salgueiro que ela te conta. Então para justificar a fraude certa usaram essa bobagem sobre o Acre e o Amazonas. Não tem mistério. O que precisa é mudar o sistema de votação, do jeito que está nada tem de democrático. Como posso confiar que meu voto foi computado com devia se nem é imprimido??? Como posso confiar numa eleição que não pode ter recontagem de votos?? Ou mudam isso, ou nunca mais voto, pois seu que o PT nunca mais sairá do poder. Pelo voto, do jeito que está, é bom esquecer. Bem como o TSE tem que deixar de ser o DONO do processo, pelo menos enquanto estiver totalmente aparelhado. Beijocas

Marcos F em 14 de novembro de 2014

Que tal uma Transparência Total? Urna por Urna, Compilação por Compilação. Ninguém teria dúvida. Os resultados muito discrepantes seriam notados pelos frequentadores da Zona Eleitoral, e facilmente os arroubos seriam levantados e analisados às claras. Muitos sistemas mundiais são, no mínimo, conferidos por vários sistemas externos - não permitindo falsidades. Não é a urna que é fraca, é o Ministro!

Gerson (PR) em 14 de novembro de 2014

Walter Santos - 13/11/2014 às 20:17, Em vez disso, este ano o horário de verão foi antecipado em uma semana, supostamente para que seu início não coincidisse com o domingo da eleição. Realmente o adiamento por uma semana teria sido melhor, mas a antecipação fazia parte do plano – e funcionou!

paulo carvalho em 13 de novembro de 2014

Caro Jornalista: para uma melhor análise, gostaria de saber o o seguinte: Qual era a diferença em votos pró Aécio as 19:02, e quais os estados que já tinham sidos apurados, e quando a dilmá passou o Aécio, quais os estados que forma apurados, de posse destes dados, poderemos ter uma melhor compreensão dos fatos.

Claudio em 13 de novembro de 2014

Ricardo, o que vc falou é importante, mas na minha opinião essa urna eletrônica brasileira é que não dá para aceitar. Ter que acreditar que ela é inviolável é um pouco demais pra mim. E se ela não for inviolável, como eu suspeito, todo esse processo eleitoral não faz o menor sentido, porque sabemos muito bem o que essas pessoas são capazes de fazer para manter o poder.

Pedro em 13 de novembro de 2014

Não entendi. Qual o problema do resultado completo ser atrasado pelo fuso horário de outros estados? Que influencia isso tem no resultado da votação?

vilson em 13 de novembro de 2014

Na proxima eleição qu se tire os tofollis, os lulas , as dilmas e os mandem para umas férias no Titanic e leve junto os corruPTos do mensalão e do petrolão.

Toninho Malvadeza em 13 de novembro de 2014

O programa das apurações era na Band,em determinado momento a câmera mostra LUIZ GONZAGA BELLUZZO se dirigindo à um outro petista no programa (que não me recordo quem era)e,SORRINDO,diz : SÓ FALTAM 10 MINUTOS. Me passou a nítida impressão que ele estava MUITO FELIZ,pelo resultado que o Brasil inteiro ainda esperava... PS- Se não me falha a memória,Belluzzo é ou foi do conselho econômico do governo Dilma.

Ernesto Barros em 13 de novembro de 2014

Os políticos são muito sensíveis à pressão popular. Se você deseja uma auditoria rigorosa da eleição e uma mudança do nosso sistema de votação, para que ele deixe de ser exclusivamente eletrônico, envie e-mail para senadores e deputados da oposição. Basta procurar no site do Senado ou da Câmara. Abaixo alguns exemplos: Aécio Neves: aecio.neves@senador.leg.br Aloysio Nunes Ferreira: aloysionunes.ferreira@senador.leg.br José Agripino: jose.agripino@senador.leg.br Magno Malta: magnomalta@senador.leg.br (apesar de ser da base do governo, apoiou Aécio) Carlos Sampaio: dep.carlossampaio@camara.leg.br (deputado que comanda a auditoria)

Dulce Regina em 13 de novembro de 2014

Setti, muito estranho esse gráfico...como disseram, uma virada nos 45 min. Ah ! Nesse angú tem caroço. Acompanhei a apuração, com vocês, na TVEJA. Em determinado momento achei a expressão do Augusto, bem diferente...ele ouvia alguma coisa , no ponto ( pode ser ??? ). Na minha opinião, houve " mutreta " SIM. Mas, deixa estar...estou pagando para ver eles PT, se cometem, uns aos outros . A Dilma , já está perdendo até a voz. Agora o " bicho vai pegar " ...

Joana Lima em 13 de novembro de 2014

Está na cara que está eleição foi fraudada !!!!!!!!!!!

Marcos Pereira em 13 de novembro de 2014

Os casuísmos(*) foram tantos que não dá para descartar a hipótese de fraude nas eleições presidenciais. (*) 1- A Smartmatic, contratada para gestão do sistema de apurações É VENEZUELANA. 2- A Smartmatic controlou diretamente a apuração dos votos de Minas, Rio de Janeiro e Pernambuco. 3- Poderia-se muito bem unificar os fusos horários no dia da eleição 4- A insistência de levandoviski e tofoli em defender VEEMENTEMENTE, urnas obsoletas ( fora do prazo legal de validade), que só o Brasil utiliza. 5- A virada de dilma, após 88% da apuração dos votos na, NOSSA HORA MAIS ESCURA, 19:32H (A Zero Dark Thirty Tupiniquim). O mais estranho de tudo isso é que o PSDB, resolveu, novamente, pegar leve com o pt. É A FRAUDE, ESTÚPIDO!!!

renato em 13 de novembro de 2014

Essas urnas eletrônicas são uma farsa ainda mais aos cuidados do PT , o LULA falou que vocês não sabem do que o PT é capaz , eu sei lula eu sou petista já participei da politica do partido , vale tudo e os militantes são usados como boi de piranha , eu no inicio vi que o verdadeiro trabalhador é usado pela cúpula do partido eles usam a sigla para uso do lula e de seus comparsas , e dos sindicatos a DILMA disse que faria o diabo para ganhar as eleições e eles fizeram burlaram as urnas só não vê quem não quer ,essa gente do PT não tem noção eles são capaz de tudo pelo poder , o poder traz o que eles mais veneram ouro ,dinheiro , eles não acreditam em DEUS mas adoram o dinheiro todo comunista é assim , todo comunista gosta do conforto , dele e dos seus pares , gosta de viajar beber Uisque importado ,bons vinhos isso eu notei na cúpula do PT, o povo a o povo f...o povo , o LULA falou que o povão ta mais preocupado com o rebaixamento do Palmeiras que com a corrupção da Petrobras ,o PT sabe que ninguem se atreve a duvidar das urnas e podem escrever o LULA ganha a eleição em 2018 junto com o IBOPE e o DATA FOLHA , o PT tem muita grana pra gastar com esse pessoal. O Zé Dirceu anda com dois seguranças pago por quem parece um Pop STAR .

ana paula em 13 de novembro de 2014

Caro Ricardo Setti, As desconfianças cessarão, quando se restabelecer os § 4º e 5º, do artigo 59, da Lei 10.408/2002: § 4o A urna eletrônica disporá de mecanismo que permita a impressão do voto, sua conferência visual e depósito automático, sem contato manual, em local previamente lacrado, após conferência pelo eleitor. § 5o Se, ao conferir o voto impresso, o eleitor não concordar com os dados nele registrados, poderá cancelá-lo e repetir a votação pelo sistema eletrônico. Caso reitere a discordância entre os dados da tela da urna eletrônica e o voto impresso, seu voto será colhido em separado e apurado na forma que for regulamentada pelo Tribunal Superior Eleitoral, observado, no que couber, o disposto no art. 82 desta Lei. Qual a razão de haverem sido retirados?

otto em 13 de novembro de 2014

Todos em minha casa ficamos perplexos com a maneira que a apuração foi divulgada, sem nenhuma transparência NINGUEM pode acompanhar a apuração em tempo real, detalhe, nas outras eleições presidenciais ficavamos sabendo as parcias e as porcentagens, nessa agora foi apenas o resultado Diante de tudo o que vimos, com o TSE manipulado pelo PT, com toda a sorte de infiltração partidária em todos os niveis da administração publica, confesso de acredito sim numa mannipulação de resultados, ainda mais com esse governo que "faz o diabo" para se perpetuar no poder

Luiz Fernando Leandro em 13 de novembro de 2014

Esta elaição foi limpa sim; quem garante é o Toffoli; credencial de seriedade ele tem afinal o cara foi advogado do Zé Dirceu.É isto que da colocar advogadozinho de porta de cadeia como ministro do STF!

Charles A. em 13 de novembro de 2014

Muito oportuno este artigo, Sr Setti!O PT debochou da cara do Brasil com essa fraude eleitoral sem igual na história republicana! Esse cinismo vai ser destruído,esmigalhado,pois com a verdade não se brinca.A lógica é implacável!Dilma não foi eleita pela maioria do eleitorado brasileiro,como se propaga por aí,nem mesmo acreditando no impossível,ou seja, na lisura destas eleições.Se somados os votos contra dilma- petê,mais de 51 milhões de acordo com as urnas viciadas e o Toffoli,aos brancos, nulos e abstenções, resulta em mais de 85 milhões de eleitores! "Governe" com isso, PresidENTA!

Charles A. em 13 de novembro de 2014

E que se troquem as urnas por um modelo moderno e transparente que permita auditoria e recontagem de votos impressos,fabricadas por empresas idôneas de países democráticos. A China e seus satélites não vale,são ditaduras.Nem Cuba ,nem Venezuela,cuja tecnologia está perto de chegar ao século XIX! Que não se nomeie mais ministros do TSE ligados a partidos políticos, como o Toffoli e alguns de seus coleguinhas de magistratura e de partido!E que não se permita que uma empresa venezuelana/cubana, com PHD em fraudes, como a Smartmatic, tome conta de um processo eleitoral de um país democrático.Isso é palhaçada,não eleição!

José em 13 de novembro de 2014

O grande problema desse gráfico (tem uma ainda mais apurado que mostra a contagem quase que minuto a minuto) é que entre 18:26 e 19:32, quando 20 milhões de votos foram apurados a diferença de Aécio para Dilma que já era de 12 pontos percentuais, isso com metade dos votos apurados, caiu pra zero, ou seja, mesmo com as urnas de SP abertas e sendo apuradas, uma diferença de 4 milhões de votos foi tirada em 20 milhões apurados é como se nessa "janela" ela tivesse feito 60% a 40% e isso com SP apurando os votos (que equivalem praticamente ao nordeste inteiro). Outro problema é que não há como explicar que Pernambuco tenha dado 70% pra russa, sendo que lá o governador que apoiou Aecio ganhou de lavada e não elegeram um único deputado federal petista. Eu espero que o PSDB contrata aquele especialista americano que botou fim as eleições sem papel na Índia e também o Diego Aranha (especialista em software) e o Amilcar Brunazo (especialista em harware) ambos que já realizaram testes com o modelo brasileiro de urna eletronica e encontraram falhas graves, amplamente documentadas na internet. Obrigado pelo excelente trabalho Ricardo, essa é uma questão fundamental para essa e as próximas eleições. Abraço

marco em 13 de novembro de 2014

para : Odisseu às 18:51 hs. Parabéns, CONCORDO INTEGRALMENTE COM VOCÊ

Rodrigo em 13 de novembro de 2014

Apuração sigilosa já é uma fraude por si própria. Além disso, as urnas eletrônicas precisam sumir também. Simplesmente não dá para confiar nelas.

marco em 13 de novembro de 2014

muito estranho, muito nebuloso, muito confuso

soninha em 13 de novembro de 2014

Tudo conspirava contra Aécio, a começar pela escolha do Presidente do TRE, que devería sentir-se impedido, por ser do PT, não dá para confiar, que houve lisura nestas eleições.

Marcelo Alexandre Reis em 13 de novembro de 2014

Ricardo, gostaria de sua opinião sobre a questão: As suspeitas de fraude eleitoral neste último pleito não sinalizariam a necessidade de investigação pela polícia federal? Afinal não há motivos para tanto?

Mairalur em 13 de novembro de 2014

A apuração foi sigilosa, o que por si é um escândalo, como bem dito. Já os votos... 400 deles estavam nas urnas, antes do início da votação. Não foi um caso apenas, como se soube. Por sinal, de quantos outros não se soube?

João Alves em 13 de novembro de 2014

Se durante 2 horas e 32 minutos o Aécio liderou e somente nos últimos 28 minutos a Dilma virou, tudo leva a crer que, matematicamente, houve grande possibilidade de fraude, sim ! Talvez, agora, tentando-se até ainda obter alguma difícil credibilidade, fosse o caso de se oferecer delação premiada para os 22 programadores, com garantia de sigilo absoluto sobre a quem não esteja se sentindo confortável com a situação e certamente sinta-se incomodado e sendo impelido moralmente a se pronunciar. O pior é que se ocorreu a participação de apenas 1 programador na possível maracutaia, dificilmente o mesmo vai ter condições de se apresentar sem se denunciar perante os possíveis e eventuais mandantes !

Walter Santos em 13 de novembro de 2014

Era muito mais fácil postegar por 7 dias o início do horário de verão... Sem a menor dúvida! A oposição tem que EXIGIR isso já nas eleições municipais de 2016. Abraço

Evandro em 13 de novembro de 2014

Olá Setti, Como sempre, você nos trás pontos que não podem cair no esquecimento. -Parabéns!! Na noite da apuração ou no dia seguinte, num comentário aqui nos Blogs da Veja, eu também abordei essa questão do horário diferenciado do ACRE. fAZER uma eleição, onde um Estado tenha 1 hora de diferença, já não parece adequado e correto, duas horas então... , três horas... com o tal hora´rio de verão... - Foi vergonhoso esse processo de apuração, onde o país todo ficou às escuras durante 3 horas, e de repente.., surgem os resultados com 95% da apuração... - Mais suspeito ainda, com tamanho entusiasmo na fala daquele insonso do wiliam boner, sem profissionalismo algum, vibrando com a vitória do PT. - bALéla que houve canais de televisão que sabiam do decorrer da apuração..., Tófoli, o moçoooooo que veio de Maríliaaaa... como diria Fiori Gigliotti, disse que trancou os técnicos no setor de aapuração, incomunicáveis com o mundo exterior.., e até agora ninguem provou que ele não falou a verdade. - Para a próxima eleição em nível nacional, que alterem a norma, e a ELEIÇÃO, comece e termine no Brasil todo, no mesmo horário REAL TIME.., Se no amanhecer ainda o sol não esteja pleno no ACRE, que a eleição no sudeste e sul, comece as 9hs e termine as 18hs. O que não pode é continuar essa diferença de horário, e porque num lugar a votação ainda não acabou, o processo de apuração perca transparência e credibilidade. - Esse assunto não poderá ser esquecido para a ´próxima eleição em nível nacional, meu caro Setti!

Bruno Sampaio em 13 de novembro de 2014

Além de tudo, como é que Aécio larga com O DOBRO de votos para perder aos 45 do segundo tempo por margem mínima? E EXATAMENTE como diziam as "isentas" pesquisas? Aí tem!!!!

Luis R N Ferreira em 13 de novembro de 2014

Mais importante que a segurança no sistema de apuração das eleições é a confiabilidade nas instituições. Nas eleições americanas de 2000, o impasse nas apurações só foi superado pela solidez das instituições naquele país. Aqui no Brasil que confiança pode despertar um Tribunal Superior Eleitoral presidido por um advogadozinho de quinta categoria que ainda por cima é suspeito de ter ligações com um dos partidos em disputa, justamente o que se gaba de fazer o diabo para se manter no poder?

Paulo Marcos em 13 de novembro de 2014

Mais um excelente artigo sobre o tema votação/urnas/apuração, leio diversos veículos da imprensa tradicional e não vejo ninguém ser incisivo a respeito deste assunto que incomoda e causa suspeitas em diversos brasileiros como você tem sido Setti. Mais uma vez parabéns!!!

Paulo Marcos em 13 de novembro de 2014

Odisseu - 13/11/2014 às 18:51 Muito bem colocado Odisseu. Estou contigo e não abro!

nena em 13 de novembro de 2014

Setti, você não acha que o horário de verão começando na semana da votação fez parte de um projeto fraudulento? Em outras datas de movimentação intensa, como no Carnaval, por exemplo, já houve adiamanto para a semana seguinte. Além dos pontos de suspeição que você chamou a atenção este é o que me pega mais, foi esquisito e perfeito para confundir os eleitores. Foi aquele ponto em que prestidigitador distrai o público para encobrir o truque. Pode ter sido, sim. Acho que a oposição precisa ficar de olho e IMPEDIR isso nas próximas eleições, começando mesmo pelas municipais. A economia de energia que haverá este ano é ridícula -- pouco menos de 200 milhões de reais -- perto dos problemas que causa e causou, inclusive às eleições. Abraços

Marina Fonseca Coelho em 13 de novembro de 2014

Ninguém me convence que não houve fraude. Na democracia não se faz nada as escondidas, pelo menos é o que se espera. Clareza é fundamental e a verdade deve reinar em toda e qualquer ação.

Edelberto em 13 de novembro de 2014

O horário de verão entrou em vigor no domingo, 19/10. A eleição realizar-se-ia no domingo seguinte, dia 26/10. Por que o sumo-pontífice do TSE não sugeriu à soberana que adiasse a entrada do horário de verão para o domingo seguinte, 2/11? Era o mais acachapante dos óbvios ululantes!

reis costa em 13 de novembro de 2014

Setti, não sei o porquê, e não como eu sei, mas sei que a eleição para presidente foi fraudada.

Tupiniquim do Sul em 13 de novembro de 2014

Investiguem a Smartmatic e encontrarão a chave do problema.

Rafael em 13 de novembro de 2014

Que dificuldade que os jornalistas têm de ir contra essa urna não é? Olha Setti, esse tipo de apuração é uma fraude escandalosa? Sim! Mas o mais importante é: Se pudéssemos acompanhar desde o começo as apurações, alguma coisa iria mudar? Acho que não. Não porque eu confie no sistema - aliás, não confio - mas porque se houver uma maneira de fraudar uma eleição que é baseada em INFORMÁTICA, o fato de estarmos acompanhando não interfere em nada. Eu estudei um pouco de linguagem de programação, mas mesmo antes de não estudar já ouvia uma coisa que é básica em informática: "Nenhum sistema é 100% seguro". Eu nem precisava estudar na área para saber disso. Agora parece que os jornalistas têm uma credulidade infantil nessa urna, porque não vejo nenhum texto com a devida ênfase nesse assunto, apenas ficam rodeando o tema. Ora, se essas urnas não são confiáveis, são fraudáveis (e são), o tema a ser abordado é a extinção dessa urna, e logicamente haver formas de apuração e auditorias que qualquer leigo possa fazer, como é o caso da Alemanha, que julgou urnas eletrônicas algo inconstitucional. Parece que vocês têm preconceito de falar a linguagem simples que quase todo mundo está falando. Ainda parabenizo você Setti, porque você já trouxe um texto explicando as três gerações de urna, mas confesso que sinto falta da indignação, no que diz respeito à um tema tão importante à democracia. Quer saber mais sobre esse assunto e sobre a fraude nessa eleição? SMARTMATIC. Augusto Nunes já postou um texto sobre isso. Abraços.

reis costa em 13 de novembro de 2014

Odisseu,você está corretíssimo e certíssimo

reis costa em 13 de novembro de 2014

Setti, o Meia Verdade,diz abaixo,que os jornalistas e os políticos,sabiam.A pergunta é a seguinte,qual que é a verdade,sabiam ou não sabiam?????? Nos esclareça nesta etapa fundamental e crucial Nós, de VEJA, não sabíamos. Consultei amigos de outros veículos, e alguns sabiam, a maioria não. Alguns políticos sabiam por ligações com gente da Justiça Eleitoral. O importante, caro Reis, é que O PAÍS NÃO SABIA!!!! E isso é o fim da picada. Temos que mudar essa situação! Abraço

gil em 13 de novembro de 2014

Putz(não gosto da expressão mas é a que cabe neste momento)até que enfim alguém fala algo sensato sobre esse assunto.Parabéns Ricardo Setti.

Odisseu em 13 de novembro de 2014

O fato de uma empresa venezuelana, a SMARTMATIC, ter sido contratada pelo TSE para o controle da votação, é no mínimo muito suspeito. Esta empresa é alvo de várias denúncias de fraude eleitoral na Venezuela, pesquisem no Google por “general Peñaloza y el plan PROCER”. Além disso, quase 90% da apuração dos votos para Presidente foi feito em segredo, controlados por um ex(?)-advogado do PT, o Sr TOFOLI. Por que o TSE contratou esta empresa?? Podemos dizer que houve isenção neste processo? Será que isto significa “fazer o diabo” ou “vocês não imaginam o que somos capazes de fazer nestas eleições?” Creio que estamos lidando com uma coisa monstruosa… Vocês têm idéia do que uma vitória de Aécio poderia causar ao Foro de São Paulo? Os governos autoritários de Venezuela, Bolívia, Equador, Argentina, etc iriam cair um por um, devido ao efeito dominó. O povo brasileiro ainda está em estado letárgico. Eu mesmo, que nunca me envolvi com política, não achava que isso pudesse acontecer em nosso país. Hoje, cidadão que sou, tenho fortes suspeitas de que estas eleições presidenciais foram uma fraude gigantesca. O povo vai acordar, e isso não vai demorar muito… para o bem de nosso BRASIL!

Meia Verdade em 13 de novembro de 2014

Eu só disse que muitos jornalistas sabiam como políticos também, não estava restritos 20 como você afirma

Eduardo em 13 de novembro de 2014

Segundo o Jornalista Aloisio Amorim através do seu blog, a firma contratada para auditar as urnas brasileiras é uma venezuelana com expertisse em fraudar eleições. Será verdade?

Angelo Losguardi em 13 de novembro de 2014

Ou então, Setti, que se crie pra eles um horário diferenciado de votação. Tipo, ao invés de das 8 às 17h, das 7 às 16h, por exemplo. Como você mesmo acaba de mostrar, há soluções. O que não se pode é tolerar que continue o atual estado de coisas, que é ESCANDALOSO!

Trovão em 13 de novembro de 2014

Setti, acredito que só quem recebe o bolsa miséria, aceita o resultado das eleições sem desconfiar que ocorreram maracutaias. Infelizmente não temos oposição a altura do povo brasileiro,oposição que realmente, vá para a linha de frente e brigue pelos nossos interesses.

Meia Verdade em 13 de novembro de 2014

Os jornalistas da Bandeirantes que cobriram a votação sabiam, assim como os participantes da mesa......na Globo também sabiam, só não foi noticiado por não podia por lei.Todos os políticos sabiam o que estava acontecendo. Oficialmente, só Toffoli e seus funcionários. O importante é que o PAÍS não sabia. Agora, se você achou o esquema bacana, estamos em extremos opostos.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI