Como milhões de pessoas mundo afora, tenho enorme respeito pelo jornal The New York Times.

Os problemas de credibilidade que afetaram o gigante sediado desde 2007 na Oitava Avenida, entre as ruas 40 e 41, em Nova York, não mudaram minha opinião: é o melhor jornal do mundo, e o mais qualificado produtor de notícias confiáveis que existe.

Mas o colosso de mídia, aqui e ali, pisa na bola.

Vejam a pérola perpetrada recentemente pelo magnífico repórter Robert F. Worth, ex-correspondente do jornal no Iraque e que normalmente se dedica a temas do Oriente Médio:

“A lapidação [morte por apedrejamento de alguém considerado culpado por crime perante a lei islâmica] é uma punição legal somente em alguns países muçulmanos – Irã, Arábia Saudita, Somália, Sudão, Paquistão e Nigéria (…)”.

“Somente”, Robert F. Worth? Acha pouco?

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − oito =

2 Comentários

Alex em 27 de setembro de 2010

Caro Sr. Setti, O "somente" dele deve dar umas 450 milhoes de pessoas...comentário de mister Worht lamentável

Lilian Glauce Rossi em 26 de setembro de 2010

Robert F. Worth na minha opinião deve estar fazendo uma comparação com que os Americanos executaram no Iraque. Entendi certo Worth?

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI