Image
“Sensazioni”, por DiegoKoi

Hiperrealismo é assim: de tão perfeito, extravasa a realidade. O cuidado nos mínimos detalhes é o que caracteriza os artistas desta escola, e essa sensação de realidade por vezes incomoda o observador.

Mas este desenho, que se parece espantosamente a uma foto, é obra do italiano Diego Fazio, conhecido como DiegoKoi, e foi chamada de Sensazioni. Trata-se de um desenho de uma mulher feito a lápis tão hiperrealista que tem levantado questionamentos.

É, realmente, feito a lápis? A resposta é um retumbante e impressionante “Sim!”

Muitas vezes deparamos com artistas talentosos que usam meios não convencionais para criar obras de arte realistas e são bombardeados com acusações de jogo sujo, mas DiegoKoi rapidamente colocou as reivindicações para descansar, graças à sua sábia decisão de registrar seu progresso criativo.

Levando cerca de 200 horas para completar a ilustração de cair o queixo, o artista manteve registro visual de vários estágios do desenvolvimento.

 

LEIAM TAMBÉM:

O cotidiano pelo olhar hipperrealista de Andres Castellanos

Ela própria — nua –, solidão, guloseimas e frutas: a pintura hiperrealista de Lee Price

Acredite se quiser: NADA do que você vai ver agora são fotos

Arte: corpos nus e muita delicadeza na pintura do artista hiperrealista Javier Arezabalo

Pintura hiperrealista: o corpo da mulher, a paisagem urbana, objetos de cozinha, o quotidiano e até o absurdo em tinta, pincel e tela

A nudez feminina, a intimidade, a água — na pintura hiperrealista da americana Alyssa Monks

O que faz a foto de uma mulher nua sobre um pedestal, num blog de respeito como este?

Nudez, sexo, ousadia nos quadros hiperrealistas do americano Terry Rodgers

São fotografias em preto e branco? Não, são pinturas. Confira

Parece real, muuuuuito real — mas são apenas esculturas

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − 4 =

34 Comentários

Carlos em 26 de agosto de 2013

Talento e técnica. O engraçado é mesmo sabendo depois que é feito a lápis, é dificil de acreditar. Ele não deixou nenhuma pistazinha.

anselmo em 26 de agosto de 2013

É isso Glorinha.

GlorInha de Nantes em 24 de agosto de 2013

Se estivesse entre nós, meu pai seria um apreciador apaixonado da arte, em especial da Escola Hiperrealista. Fizera, certa vez, um autorretrato, desenhado e pintado a lápis. À luz de vela, observando-se num espelho. Era apenas exercício, à época, de curso livre de desenho artístico. Eram outros tempos. Década de 20/30. Ele, um rapagote, era aprendiz do ofício da família. Meu avô ensinava a ele a arte da relojoaria. Tornou-se o melhor "mecânico de precisão" da família. Bem sucedido e trabalhador, ensinou o ofício a seus irmãos mais novos. Meros artesãos operários, eram autônomos e independentes, e desenvolviam-se a partir de seu próprio talento e arte, no ofício herdado. Na vida herdada, a nua e crua realidade. Honra e mérito próprios, sem necessidade de prová-los a ninguém. Muito menos exibir-se. A vida era hiperrealista e exigia o hiperrealismo do olhar, até mesmo à luz de velas. O valor intrínseco do eu não-midiático, constituía-se a essência da existência. Na sociedade midiática em que nos transformamos, nos perdemos de nós mesmos. Quem sou eu, se o outro me vê, me pensa e me sente assim?! Ou assado!? Somos surrealistas e surreais, com nossos estreitos pontos de vista a respeito de tudo e de todos. Até de nós mesmos. Duvida-se até de si próprio, sob os holofotes da mídia. Era-se mais e melhor, naqueles tempos. Apenas de tal não se sabia.

Marcelo Leite em 23 de agosto de 2013

Sou advogado Jessica, e vou lhe dar um conselho: não zombe das limitações cognitivas do rapaz. Se ele tiver algum tutor ou curador que esteja lendo suas mensagens, poderá processá-la por danos morais. As chamadas pessoas especiais possuem os seus direitos e não devem ser alvo de deboches maldosos.

anselmo em 23 de agosto de 2013

CeVeVe bom dia. Kkkkkkkkkkkkkkkkk.

Jessica Dannemann em 22 de agosto de 2013

GUSTAVO, não adianta tentar explicar para ele. Vc teria que arrumar um jeito de desenhar o seu argumento, mas mesmo assim ele não entenderia. Oligofrenia não tem cura.

anselmo em 22 de agosto de 2013

Essa tem rodinha......kkkkkkkkkkkkkkkkk.

Gustavo Jacobucci em 22 de agosto de 2013

Parabéns ao Setti pela matéria sobre o hiper-realismo! E também pela divulgação foto da vinda dos médicos cubanos!! kkkkkkk Mas... ô Anselmo, dizer por outras palavras q um jornalista não precisa entender de arte para escrever coisas técnicas sobre... arte, como os métodos empregados, autenticidade das obras e outras coisas, é algo meio estranho de se dizer, né?

Jessica Dannemann em 22 de agosto de 2013

Ainda bem que o jumentinho é autossuficiente e ri das próprias piadas. Curioso como as coisas se relacionam: gente burra costuma ter um senso de humor tosco, na linha do Renato Aragão ou Zorra Total. Deve ser o tipo de piada que ele faz para a mãe dele, quando está ouvindo um pagode em cima da laje e ela reclama do som alto.

anselmo em 22 de agosto de 2013

Kkkkkkkkkkkkkk. Toda mala é destemida e forte para aguentar o tranco das esteiras. Kkkkkkkkkkkkkk.

Jessica Danemann em 21 de agosto de 2013

ANSELMO, a julgar pela pobreza do que escreveu, não sou eu que sou chata, mas vc que é muito burro. Vá procurar alguma discussão sobre futebol, mulher pelada ou algo mais de acordo com a sua oligofrenia.

anselmo em 21 de agosto de 2013

ei Jessica, o Setti é jornalista e não professor de arte. Mulher chata do carvalho.

Jessica Danemann em 19 de agosto de 2013

Agradeço-lhe pela resposta. Além de democráticos, vocês são atenciosos com os leitores. Porém... desculpe-me pela insistência, mas sua resposta é ilógica. Se nenhum artista se preocupa em provar nada, por que o post é justamente sobre um artista que se preocupou em provar isso, a ponto de tirar fotos do processo? A Escola hiper-realista existe há "muitíssimo tempo"? Como seria definido "muitíssimo tempo"? O realismo existe há alguns séculos, mas o "hiper-realismo" surgiu, segundo algumas fontes, por volta de 1970. Em História da Arte, poucas dezenas de anos seriam "muitíssimo tempo"? E existe algum limite de tempo a partir do qual uma arte se consagra a tal ponto que os artistas fiquem imunes às críticas, acusações e questionamentos? Se esses artistas julgam que pairam muito acima das dúvidas e ceticismo daqueles que os questionam, é um direito que eles têm. Mas as pessoas também têm o direito de desconfiar deles, certo? Ainda mais num meio historicamente tão sujeito a fraudes. Não estou a dizer que essas obras ou que todas elas sejam fraudes, isso eu não sei. Quero dizer apenas que nunca apresentaram nenhuma prova consistente, como vídeos mostrando as obras sendo feitas desde o início, raios x das telas e outros exames minuciosos, provando que não sejam fraudes. Por fim, até Jesus teve a humildade de provar para São Tomé que havia ressuscitado. Mas esses artistas, pelo contrário, estão tão acima das dúvidas que não precisam provar nada para ninguém, certo? Então tá.

Jessica Danemann em 19 de agosto de 2013

Em relação a resposta do Sr. ao colega José Eduardo, não a achei boa nem convincente. Argumentos de autoridade podem convencer com facilidade alguns, mas não a todos. Até mesmo jornalistas sérios podem, com boa-fé, colocar uma farsa como post, induzidos em erro. O Sr. mesmo uma vez ao escrever aqui sobre aborto, por exemplo, já divulgou dados estatísticos falsos (erro do qual se retratou de forma ética). Recorrer a sua autoridade como jornalista sério (que de fato é) não prova que tudo o que escreve seja verdadeiro e que não possa ser questionado pelos seus leitores, ainda mais quando a prova apresentada é tão fraca. Sobre o mérito dessa questão, se a intenção do artista era "provar" para os céticos que o seu trabalho é de fato um desenho feito à lápis, por que não gravou um vídeo completo como o colega sugeriu, mostrando o trabalho sendo feito do começo ao fim e não colocou um post na internet? Com os recursos tecnológicos atuais, isso não sairia caro. Qualquer um pode pegar uma câmera de vídeo emprestada e fazer isso. Por que nenhum desses artistas ainda fez isso? Não quero dizer que o trabalho dele não seja um desenho, não sei sobre isso. Mas sei que apenas colocar algumas fotos de diferentes fases do trabalho não provam nada. Montagens com fotos de "antes" e "depois" são fáceis de serem feitas, mas com um vídeo seria bem mais complicado fazer uma fraude que não fosse percebida, e seria uma prova mais consistente. Por que ser tão realista ao desenhar (se for de fato um desenho), e ser tão pouco realista ao tentar provar algo? O hiper-realismo é uma escola de arte tão difundida que nenhum artista a ela pertencente se preocupa com isso. Não precisa provar nada porque é praticada há muitíssimo tempo sem que os artistas sejam acusados de "farsa". Volto a sugerir: vá ao final do post, no "Leia também", e veja quantos posts com artistas hiper-realistas já publiquei, e de que eles são capazes de fazer, inclusive com esculturas.

João Alfredo em 18 de agosto de 2013

Sensacional, muito boa a pintura!!! Boa também foi a resposta para o José Eduardo!!!!

Jose Eduardo em 18 de agosto de 2013

Qualquer pessoa com um pouco de conhecimento em edição de vídeo faz esta montagem. Veja a sequencia de cortes nas fotos da sequencia. O que se pode dizer é que o recorte foi muito bem feito na hora de montar esta farsa. Se puderem comprovar que postem o vídeo da pessoa pintando sem cortes, senão é tudo enganação. Vê-se que você não tem a menor ideia do que significa a escola hiper-realista de pintura. E você acha que um jornalista sério como eu colocaria uma "farsa" como post?

Jorge Medeiros em 17 de agosto de 2013

Sou fotografo amador há mais de 40 anos; e adoro portraits, tendo feito os melhores em P&B que amigos e amigas já tiveram. Achei que era fotografia. O cara é bom mesmo! Parabens por postar tal assunto.

Vera em 17 de agosto de 2013

Leiam o que diz a wikipedia sobre o hiperrealismo: Os princípios essenciais do hiperrealismo, também chamado superrealismo, são os mesmos do fotorrealismo, sempre usando uma fotografia como modelo para a obra. Isso enfatiza a importância que a fotografia vem ganhando no campo da arte.2 A diferença em relação ao fotorrealismo está na maior minúcia dos detalhes e na alta definição geral da imagem, que torna os objetos representados aparentemente mais palpáveis e concretos, com uma ilusão de realidade maior do que a própria fotografia.3 4 5 Isso se deve à evolução da tecnologia, que vem colocando no mercado câmeras fotográficas com poder cada vez maior.2 6 Alguns acreditam que os hiperrealistas também acrescentam maior emotividade às obras do que os fotorrealistas..

Irônico em 16 de agosto de 2013

Falou e disse, Solismar, do Tex tenho quase tudo. Ah! Se tivéssemos um Tex, um Carson, um Kit e um Jack Tigre no Brasil o Lula já estaria quebrando pedra em Yuma.

viva galt! em 16 de agosto de 2013

Incrível. A única falha que vejo é em relação ao pescoço de avestruz que colocou na morena.

Solismar Gonçalves em 16 de agosto de 2013

Ele poderia desenhar meu personagem preferido dos quadrinhos- o italianíssimo Tex Willer!

Valter em 16 de agosto de 2013

Aqui em Palmas-Tocantins há um rapaz que tem belos desenhos como este ai.

Cristina França em 16 de agosto de 2013

O ser humano é impressionante .

Irônico em 16 de agosto de 2013

Se Rafael, Leonardo da Vinci, Michelangelo,, Goia, Picasso e tantos retratistas famosos jamais chegaram à selhante perfeição da natureza, como explicar que um "pintor" desconhecido, muito jovem, pode conseguir a proeza? Há um truque por trás disso. O que é nao sei. Mas como vejo que está emocionado com a "arte" deve explicações a seus leitores.

Dannubia em 15 de agosto de 2013

Que porra é essa?! Não acredito nisso! Quero o vídeo, que técnica é essa? Fala sério!! Há centenas de artistas que lançam mão da técnica hiper-realista em seu trabalho. Veja os links que proporcionei no final do texto.

José Egídio S. Neto em 15 de agosto de 2013

Fantástico... essa ilustração é surpreendente, dá de 1000 nas pinturas do Realismo !!!!!

Dario em 15 de agosto de 2013

engana quem? kkkk isso é uma tela fina branca que ao passar o pincel com agua mostra a foto escondida atrás kkkk :)

Pedro Saúde em 15 de agosto de 2013

Quero ver o vídeo dele fazendo isto!!

Paulo em 15 de agosto de 2013

Só acredito passando uma borracha nesse desenho kkk

henrique em 15 de agosto de 2013

Duvido que seja um desenho....

David em 15 de agosto de 2013

Show!! Muito massa!

Daniel em 15 de agosto de 2013

Impressionante!!!!

Vera Scheidemann em 15 de agosto de 2013

Incrível ! Genial ! Vera

AlexRio em 15 de agosto de 2013

Genial.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI