Image
Simon: aos 84 anos, uma das derradeiras consciências morais do Congresso decide não desistir (Foto: Agência Senado)

É uma boa notícia notícia para os brasileiros que, como eu, ainda acreditam na possibilidade de o Congresso recuperar sua péssima imagem perante o público, voltar a ter respeitabilidade e independência em relação ao governo e cumprir seus deveres — sobretudo os de ser o grande agente fiscalizador do Executivo e a caixa de ressonância dos anseios da sociedade: o senador Pedro Simon (PMDB-RS) voltou atrás em sua decisão de deixar a vida pública e voltará a concorrer às eleições.

Não está em questão, para mim, se Simon, 84 anos, é do PMDB ou não, se concordo ou não com suas posturas e pontos de vista: o que sei é que o velho senador é uma das derradeiras consciências morais do Congresso, é um homem de bem, decente e corajoso, que diz o que pensa e que não tem medo de meter o dedo nas feridas que infernizam a vida pública brasileira.

Um Dom Quixote, muitas vezes solitário e isolado — é parte daquela parcela ínfima do PMDB que não se alinha automaticamente com o Palácio do Planalto e que vota de acordo com sua consciência –, Simon  faria uma enorme falta se estivesse fora da eleição.

Lamentei sua decisão de deixar a vida pública, agora felizmente revertida, como lamentei  profundamente a morte, em 2008, de outra referência de dignidade e honra no Congresso, o senador Jefferson Peres (PDT-AM), a despeito de discordar de algumas de suas opiniões e de não ver com bons olhos o partido para o qual ele se transferiu, após deixar o PSDB pelo qual foi eleito.

O entusiasmo pela decisão de Simon, para mim, é multiplicado pelo fato de ele concorrer para a vaga com uma das estrelas do lulopetismo, o ex-governador Olívio Dutra, que espero seja derrotado pelo senador.

Leiam agora mais informações a respeito da decisão do senador:

Do site de VEJA

Senador gaúcho cedeu aos apelos das lideranças do PMDB no Estado após a escolha de Beto Albuquerque (PSB) para ser o vice de Marina Silva

O senador Pedro Simon (PMDB) desistiu da aposentadoria e vai concorrer à reeleição. Mesmo tendo dito que, aos 84 anos, por recomendação médica, não participaria diretamente de mais uma campanha política, Simon rendeu-se aos apelos das lideranças gaúchas do partido na noite do domingo, e vai tentar conquistar seu quinto mandato no Senado.

Leia também: PT quer esmagar o PMDB, diz Pedro Simon

A decisão é consequência da morte do candidato à Presidência da República pelo PSB, Eduardo Campos, que contava com apoio do PMDB gaúcho. O deputado federal Beto Albuquerque (PSB), que concorria ao Senado pela aliança regional, tornou-se candidato a vice-presidente na chapa de Marina Silva. A vaga ficou aberta para o PMDB e Simon virou nome preferencial.

Leia também: Quão sustentável é Marina Silva?

A presença de Simon pode manter a unidade da coligação, formada pelo PMDB, PSB, PSD, PPS, PHS, PTdoB, PSL e PSDC em torno do apoio a Marina Silva para a Presidência. A coligação tem como candidato ao governo do Estado o ex-prefeito de Caxias do Sul José Ivo Sartori (PMDB). Os principais concorrentes de Simon na disputa pela vaga do Senado são o ex-governador Olívio Dutra (PT) e o jornalista Lasier Martins (PDT).

(Com Estadão Conteúdo)

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + seis =

34 Comentários

MS ME DECEPCIONOU.... em 27 de agosto de 2014

- Vai apoiar a rainha da floresta bnegra...

GEROLDO ZANON em 27 de agosto de 2014

O COLLOR é um covarde que trabalhou para tirar ele do poder foi o LULA PT agora é aliado desta MAFIA

GEROLDO ZANON em 27 de agosto de 2014

Hoje com raras exceções o congresso parece a cozinha do palácio do alvorada

carlos antonio em 27 de agosto de 2014

O problema é ser acontecer o mesmo que aconteceu com O ex presidente Itamar Franco, que ao falecer deixou uma herança de doer. Quem é o suplente do senador Pedro Simon para a atual eleição??????

minerim carioca em 26 de agosto de 2014

"Referencia moral". E, pode ser. Tudo e relativo, estamos no Brasil.

Denny Doherty em 26 de agosto de 2014

Não passa de um pusilânime! O grande rotulador ACM pespegou-lhe na testa o epíteto "Jânio com mogadon"!

Gauderio gaudencio em 26 de agosto de 2014

Os politicos brasileiros se dividem entre péssimos e horríveis. Esse ai e citado como bom exemplo e ate concordo que e um dos melhorezinhos mas botou o rabinho entre as pernas ao receber um cala boca do crapula Color. Esse ai pode ate ser gaucho mas *** *** *** *****.

Meiri em 26 de agosto de 2014

Alguém sabe me dizer quem é o suplente do Pedro Simon?

PAULO em 26 de agosto de 2014

Se quisermos moralidade, precisamos moralizar o Brasil, a começar pelas crianças, infelizmente o que vejo hoje é o contrário, crianças contagiadas pelo vício em drogas, imoralidade, funk ostentação e libertinagem sexual. Triste futuro do Brasil.

Amâncio em 26 de agosto de 2014

Pedro Simon, além de referência moral que todos admiramos, vai impedir a eleição de um petista. Obrigado pelo serviço prestado à nação.

gunter jr em 26 de agosto de 2014

Mas este ai nao e aquele que collor(color, imagina) mandou calar a boca e ele calou? pobre pais. gj

pierre em 26 de agosto de 2014

O grande problema da eleição desses "velhos guerreiros" são os seus suplentes! Geralmente são figurinhas sem expressão política,sem definição ideológica-partidária, que bancam a campanha para aparecer ao substituir o titular e sem ter recebido nenhum voto!

Berlatto em 26 de agosto de 2014

O Setti, cometi uma injustiça, confesso! Eu quis dizer, Jader Barbalho, não o sen. Jarbas Vasconcelos, o qual prezo bastante. Perdão. Grato.

Oliveira Netto em 26 de agosto de 2014

...pra quê...pra nada. Tantos anos no Senado do Brasil, e as coisas por lá só pioraram.

Adair G. Baccin em 26 de agosto de 2014

Que barbaridade: Ter que aplaudir a continuidade do Simon no senado é porque a coisa tá braba mesmo. É a cultura da não renovação, porque não elogiar a dona SIMONE que é novidade.

Ricardo em 26 de agosto de 2014

Pena que iremos perder também o Jarbas Vasconcelos, de Pernambuco. E, para substituí-lo no Senado, teremos de escolher entre 2 figuras que sempre se aproveitaram da política para enriquecer. Perde Pernambuco e perde o Brasil!

Luis von em 26 de agosto de 2014

Qualquer um que nos tempos atuais esteja contra o PT só pode estar por motivos morais pois todos os imorais já se venderam e Pedro Simon heroicamente se recusa a entregar sua alma a Dilma, quero dizer ao Diabo

manteiga trombiqueiro em 26 de agosto de 2014

Ate que enfim. Todos os problemas serão resolvidos.Viva o Brasil!

gunther bachmann em 25 de agosto de 2014

As regras para publicação de comentários no blog, conforme relembrei aos amigos leitores incontáveis vezes, não aceitam textos escritos somente em maiúsculas, em respeito à boa educação, aos leitores e seguindo uma norma internacionalmente praticada na web. Como presumo que você saiba, palavras em maiúsculas significam palavras gritadas, não é mesmo? Confira as regras no link http://goo.gl/u3JHm Obrigado

Meia verdade em 25 de agosto de 2014

Tenho grande admiracao ao Pedro Simon.

Berlatto em 25 de agosto de 2014

Prezado Setti, vou discordar. Acho que o sen. Pedro Simão tinha é que ir pra casa. Acompanho-o a algum tempo no senado. Peemedebista são dúbios, vc nunca sabe o que realmente querem, o que pensam. Na era lulo-petista se tornaram mais e mais fisiológicos. Nem candidato a Presidência tem, pois preferem o poder, como diria, comendo pelas beiradas né? Já vi Pedro Simão defendendo Hugo Chaves, pode? Vive falando mal da política, dos políticos, mas quer continuar lá. Se fosse isso tudo que falas, caro jornalista, ele tinha abandonado o PMDB a muito tempo. Pois pra ser companheiro de Sarney, Renan, Jarbas, etc, etc, tem de ser igual eles, não é não? Em relação a sua última pergunta, não é, não. O senador Jarbas Vasconcelos, de Pernambuco, continua no PMDB e não é da mesma laia -- aliás, muito pelo contrário. Conheço pessoalmente vários políticos decentes que, por uma ou outra razão, muitas vezes histórica, de trajetória, continuam no PMDB. E eu acho Pedro Simon útil ao Senado mesmo discordando de posturas dele, como essa defesa de Hugo Chávez que você menciona. Aliás, algo que escrevi no post. Abraço

Nélio em 25 de agosto de 2014

Olívio Dutra também é honesto, apesar da história mal-contada do Clube da Cidadania. Isto não o torna menos tosco e pré-histórico. Lasier Martins também é honesto. Isto não o torna bom candidato ao senado. Poderia ficar a noite toda citando exemplos. Ser honesto é uma obrigação. Não renovaremos o parlamento votando em candidatos só porque são honestos; devemos votar nos que, além de tudo, também são honestos. Concordas, Setti?

Edgar em 25 de agosto de 2014

Caro Setti, parece que se depender do povo do Paraná, Pedro Simon estará bem acompanhado no Senado. Segundo pesquisa do Ibope, Álvaro Dias lidera a corrida com 64% das intenções de voto contra 4% do segundo colocado Ricardo Gomyde da chapa petista. Aliás, Beto Richa também lidera com certa folga. Abraço. O senador Álvaro Dias já está reeleito, mas quanto ao Beto Richa... Requião, do PMDB, vai obrigar a um segundo turno que será complicado para Richa, porque o ex-governador adora o lulopetismo e terá seus votos, uma vez que sua candidata Gleisi Hoffmann, não tem mais a menor chance. Leia o post que publiquei sobre ambos há alguns dias no link que passarei no final. Um abraço http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/eleicoes-no-parana-governador-tucano-beto-richa-depois-de-quase-excluir-alvaro-dias-de-sua-chapa-ve-o-senador-disparar-nas-pesquisas-enquanto-ele-pena-diante-do-crescimento-de-requiao-pmdb/

Alvaro em 25 de agosto de 2014

Pena que meu título eleitoral não seja do RS, pois votaria com muito prazer no Senador Simon. Sua aposentadoria, felizmente abortada, faz com que o time de futsal que poderia ser formado pela meia dúzia de três ou quatro políticos honestos desse pais não fique desfalcado de seu maior jogador. Sorte maior para o RS, estado de heróis e guerreiros que, infelizmente, tem ficado à mercê da escória petista nos últimos anos.

Nélio em 25 de agosto de 2014

Se você acha que o parlamento será renovado por ele, sem dúvida nenhuma achaste teu candidato. E isso não tem nada a ver com ser idoso, mas sim impedir a renovação, fato natural da vida. Alguém disse que a postura política dele assemelha-se a uma biruta de aeroporto. Seus apoios ao longo de sua vida política corroboram esta opinião. E não o qualificam para ser renovação. Afinal, não é de renovação e ojeriza às velhas práticas políticas que o Brasil precisa, Setti?

Aragorn em 25 de agosto de 2014

É conveniente o articulista ler o que o jornalista Políbio Braga tem a dizer sobre esse Pedro Simon, antes de avalizá-lo. Ainda sou capaz de ter minhas próprias opiniões. Depois, ler o que escrevem os inimigos não é a melhor forma de se informar sobre ninguém.

Nélio em 25 de agosto de 2014

Honestidade e seus sinônimos, deveriam ser pré-requisito para ser parlamentar, e não o motivo (no caso dele, o único) para ser eleito. Se, para não eleger senador o rombudo e tosco Olívio Dutra tem-se como opção ele, digo que o RS merece o baixo nível político de suas lideranças.

Nélio em 25 de agosto de 2014

Pedro Simon é apenas um retrato na parede evocando um passado que, comparando com suas atuações recentes, não foi tão feroz assim. Não podemos nunca esquecer que ele levou um eloquente "cala a boca" de Collor, uma notória escória política, e corajosamente enfiou o rabo entre as pernas, abandonando rapidamente a tribuna na qual discursava, enchendo de orgulho a gauchada que nele votou. Em todos esses anos no senado não fez nada de relevante pelo RS. E agora, no ocaso da sua existência, age egoisticamente tal qual um coronel nordestino, chupando a laranja até o bagaço e impedindo o surgimento de lideranças sob sua sombra. Quem espera novidades de um ancião de 85 anos? Se Deus for generosíssimo com você, você chegará à idade dele.

Marcus Borelli em 25 de agosto de 2014

Ricardo Uma rápida resposta. Eu disse no comentário o seguinte: Precisamos incentivar as novas gerações a terem gosto pela boa política. Nada contra os que tem mais de 80 anos pois eles tem experiência mas chega uma hora em que precisamos passar o bastão para as novas gerações.

mariomm em 25 de agosto de 2014

Respeito opiniões em contrário, mas sempre fiquei ressabiado com as indignações teatrais desse senador. Muitas vezes se comporta como biruta de aeroporto.

JEBANIEL WOLFF em 25 de agosto de 2014

Excelente notícia! Trata-se de um homem íntegro. Faria falta. Torço para que se eleja.

Marcus Borelli em 25 de agosto de 2014

Ricardo Com todo o respeito mas se o que temos de melhor for um político profissional e já com 84 anos estamos muito mal mesmo que realmente ele seja um homem decente. Precisamos incentivar as novas gerações a terem gosto pela boa política. Terminando, um exemplo, votaram em Itamar para senador e com a idade que ele tinha acabou morrendo, sobrou para um suplente sem votos. Com todo o respeito mas Simon deveria passar a bola para outro. Não tenho nada contra pessoas de mais de 80 anos. Não se esqueça, um dia, se Deus for generoso, você e eu chegaremos lá... Você prefere que ele "passe a bola" para o lulopetista Olívio Dutra, por exemplo? Eu, não.

tiger em 25 de agosto de 2014

Eu votava no Pedro para presidencia, qualquer pessoa seria melhor que essas coisas nefastas que se aproximam , Nos EUA eles viveram o 11 de setembro aqui a data é outra para o terrorismo é 5 de outubro!

Antonio R. Melo Jr. em 25 de agosto de 2014

Muito embora eu não seja eleitor no RS, ao saber da decisão do Senador em deixar a política, enviei a ele um email solicitando uma reconsideração, pois ele é uma das poucas pessoas naquele Senado, séria, honesta e não comprometido com o PT, apesar de pertencer ao PMDB. Suponho que outras pessoas tenham feito o mesmo, e fico feliz em saber que o Senador Pedro Simon concorrerá a reeleição.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI