Image
A presidente Cristina Kirchner: demagogia e burrice ao misturar comércio exterior com a questão das Malvinas/Falklands (Foto:: Exame)

Beira o cômico — e é um tiro no pé — a atitude do governo da presidente Cristina Kirchner de pedir a grandes empresas da Argentina que boicotem a importação de produtos feitos no Reino Unido.

A genial providência, solicitada pela ministra da Indústria, Débora Giorgi, é mais uma atitude do governo de Cristina para pressionar o governo do primeiro-ministro David Cameron em relação à questão da soberania sobre as ilhas Malvinas/Falklands.

Como se sabe, o problema chegou a seu auge com a invasão das ilhas promovida pela ditadura então governante em Buenos Aires, em 1982, comandada pelo pândego general Leopoldo Galtieri, a que se seguiu uma acachapante derrota militar imposta por determinação da então primeira-ministra britânica Margaret Thatcher.

O engraçado da história é que, se boicotarem produtos britânicos, e houver alguma contrapartida, a Argentina sai perdendo.

Dados da área de comércio exterior mostram que, se o Reino Unido vendeu para a Argentina 614 milhões de dólares no ano passado, comprou dos argentinos muito mais que isso — 805 milhões de dólares.

A esse ponto, porém, chega a demagogia do peronismo kirchnerista, a salada ideológica praticada pela presidente e iniciada por seu falecido marido, Nestor Kirchner.

A Argentina sabe perfeitamente que os britânicos não cederão um milímetro em sua postura de não contrariar os desejos da população das ilhas, os kelpers, de continuar sendo súditos de Sua Majestade.

Cameron já disse, no começo do ano:

— As Falklandas continuarão britânicas, e ponto final.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + dezenove =

Nenhum comentário

Razumikhin em 12 de março de 2012

AVANTE ARGENTINA! My Cristina querida, declare logo una nueva guerra a los imperialistas ingleses e ianques. Implante la revolucion bolibariana en Argentina. Argentina! Argentina! Hahahaha

Paul em 10 de março de 2012

Essa e' uma grande tomada política, deveriam estender esse boicote também para os produtos americanos, afinal eles ajudaram os ingleses em 84. Vamos ver se essa doida ira' agüentar o retruco.

Mari Labbate *44 Milhões* em 07 de março de 2012

Patrícia M, gostaria de conhecer o seu nome completo. Estou lutando, intensamente, para que você possa escrever o seu sobrenome, sem medo! Você nem imagina como é poderosa a minha Bola-de-Cristal! No Amor do Cristo, para conquistarmos a Democratização do Brasil! Fico feliz em saber que diverte-se com as minhas mensagens. Afinal, não precisamos acreditar em tudo. Abbraccio...

Clarimundo em 07 de março de 2012

Oi Ricardo : Bem feito para os argentinos. Tanto fizeram que arrumaram uma presidenta tão ruim ou pior que a nossa. Nisto, pelo menos estamos empatados. Mas no resto, nós perdemos, pois temos muito, mas muito mais, políticos gafanhotos que eles |

patricia m. em 07 de março de 2012

Essa Mari Labbate e sua bola de cristal ou seu taro divino eh muito engracada. Eu morro de rir do besteirol. Entao Mari, essa eh para vc: os kelpers NAO QUEREM se tornar argentinos. Sera que Jesus Cristo vai aparecer la nas ilhas para convence-los disso? Hilaaaaaaaaario...

Reaça em 07 de março de 2012

A Argentina seria cômica se não fosse trágica. Já o Brasil seria trágico se não fosse cômico. Cômico no mau sentido, é claro.

Tuco em 07 de março de 2012

. Os "hermanos" querem mesmo conspurcar a única coisa que ainda presta na América do Sul... .

Comunista Até a Alma. em 07 de março de 2012

Comunista não se preocupa com economia, se preocupa em se manter no poder. Se conseguir isso com a economia indo mal, não tem problema.

Luiz Pereira em 06 de março de 2012

Setti, boa noite, Há um dito, argentino, que diz "a Argentina é um país que só cresce de noite. É quando os políticos dormem". É uma autocritica perfeita. abs

Mari Labbate *44 Milhões* em 06 de março de 2012

Jesus Cristo devolverá o Arquipélago das Malvinas à Argentina e: PONTO FINAL! Se a Rainha Elizabeth e o seu Primeiro-Ministro, David Cameron, continuarem teimando, somente desgastar-se-ão. Os Kelpers tornar-se-ão argentinos e ficarão muito felizes, pois chegou a hora dessas ilhas evoluírem espiritual e materialmente! Vamos constatar!

Patricia m. em 06 de março de 2012

O populismo eh uma droga. E um governante populista desesperado eh a pior coisa que ha. So para serem solidarios, os britanicos deviam parar de beber o Malbec argentino. E viva as Falklands!!!

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI