Amigos, como diria a música do Chico Buarque: “Chame o ladrão!”

Os repórteres Edson Sardinha e Fábio Góis, do excelente site Congresso em Foco, fizeram um levantamento e descobriram que a maior parte – 14 em 22 — dos senadores sob investigação no Supremo por alguma maracutaia ou lideram bancada de partido, ou presidem comissão ou, mesmo, ocupam cadeira na Mesa Diretora e no Conselho de Ética do Senado.

Juntos, Suas Excelências acumulam 50 processos na Justiça.

Embora exista, num Estado de Direito como o nosso, a presunção da inocência – ninguém pode ser considerado culpado até ser condenado pela Justiça –, diria que não é muito agradável saber que 1 em cada 4 de todos os senadores da República responde a algum tipo de investigação no STF.

Dos 81 senadores, 22 aparecem como réus ou investigados em ações penais ou inquéritos em tramitação no Supremo.

Fique mais preocupado lendo a íntegra da reportagem aqui.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − sete =

Nenhum comentário

Paulo Bento Bandarra em 10 de maio de 2011

Junte a turma do conselho de ética e fica uma maravilha! Acrescente-se o STF legislando contra a constituição e o quadro fica completo. Um Estado que se desmoraliza dia a dia...

Not funny em 10 de maio de 2011

Todos fazendo a farsa, e o Chico é um deles... Quem “dá”o próprio apartamento sito em Paris para custear os honorário dos advogados que defendem delinqüentes do MST, com certeza está barganhando recursos do erário via algum descaminho para “legalizar” o pagamento dos advogados. Com tantos cabritos vai faltar legumes, não haverá MEGA juros nem MEGA impostos para manter legumes na horta.

Siará Grande em 10 de maio de 2011

Ôpa, peraí, Ricardo, mas quando o Chico Buarque falou em chamar o ladrão elle não estava pensando no Ministério da Culltura, estava? E agora uma observação sobre a comentarista Flavia abaixo. É infalível, quando um petista admite a corrupção no PT a justificativa é sempre a do Tavares: "Eu sou, mas quem não é?" Impressionante como os paladinos da virtude se renderam ao víco com tanta voracidade e velocidade. "Eu sou, mas quem não é?"

Vera Scheidemann em 10 de maio de 2011

Parece, até, ser condição "sine qua non" para que alguém assuma algum cargo importante que esteja respondendo a alguma investigação, processo etc. etc. Vera

fred monteiro em 10 de maio de 2011

ótima matéria setti.. só não concordo na sua citação de uma musiqueta do chico jabuti, que pra mim tá mais desmoralizado e mais por baixo (em questão de ética e honestidade) do que poleiro de pato... "chama o ladrão" ?!, no caso dele seria "me ajuda aqui colega, que a mana tá na pior" ?!

FERNANDO em 10 de maio de 2011

Nobre Ricardão, encontrei na página da (UOL) a seguinte informação: Procurador Gaúcho responsabiliza o PTralha-chefe(Lula) por mensalão. No último dia 17 de Abril, o procurador da república "Manoel Pastana", encaminhou ao procurador geral da república representação em que responsabiliza o ex-presidente PTralha-chefe(Lula) pela existência do mensalão. Fonte: Congresso em foco. Abraço

Flavia em 09 de maio de 2011

Setti, pela lista, podemos perceber, mais uma vez, FILIAÇÂO partidária não é atestado de bons antecedentes. Esta lá o PSDB e DEM para não me deixar mentir. É importante a mídia não perder de vista isso.... abs

Ana Paula em 09 de maio de 2011

Ricardo, desculpe falar sobre algo que não tem nada a ver com o post, mas eu só gostaria de dizer que essa senadora(ou deputada, sei la), a tal da Ana, que parece ter ganhado o concuros 'quem ganha mais diárias', (ela ganhou quanto? 17 mil reais?) só fica atrás do meu ex-chefe de trabalho no Censo. E devo dizer, as diárias dele também eram indevidas. Não é deputada nem senadora, cara Ana Paula, é a ministra da Cultura, Ana de Hollanda. E o que você conta, infelizmente, é muito comum "neste país". Abraços

Alvaro em 09 de maio de 2011

Caro Setti Fique à votade para omitir minha formulação, mas do jeito que está, prefiro: "raposa tomando conta do galinheiro". Com todo respeito, galinhas e galos dos ovos de ouro. Diante dos últimos acontecimentos políticos, os que o senador Aloysio Ferreira apontou, a condecoração de Jobin para Genoino, a volta triunfal de Delúbio, tenho minhas preferências. Não sei se são as melhores palavras nessa condição. Um abraço

Mario Sergio Machado em 09 de maio de 2011

Um senador deveria ser de alguma forma congelado se por algum motivo fosse investigado.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI