Image
Vicente Del Bosque, técnico da seleção espanhola, e Felipão, técnico da seleção brasileira (Fotos: Sportinglife.com :: Getty Images)

Na VEJA que está nas bancas, o Lauro Jardim conta, na seção Radar, que o técnico da seleção brasileira de futebol, Felipão, assinou contrato com a Ambev — dona de um monte de marcas, a começar por Brahma e Antarctica — para fazer propaganda de cerveja. Seu antecessor, Mano Menezes, recomendava a Kaiser.

A cerveja, como sabemos, por espertezas da legislação malandra do Brasil, não é considerada bebida alcoólica a ponto de ser banida da televisão.

Aqui no Brasil é assim, em outros lugares é diferente: Vicente del Bosque, técnico da seleção espanhola campeã do mundo, também faz propaganda — de um iogurte que, segundo a Sociedade Espanhola de Cardiologia, ajuda a reduzir o colesterol e a evitar problemas no coração.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + dois =

5 Comentários

Natal Santana em 26 de fevereiro de 2013

Não é a cerveja que mata, como não maata aquela arma em mãos responsáveis. Quem mata são as pessoas irresponsáveis que bebem para deixar vir à tona sua bestialidade natural. Tenho 53 anos, bebo desde os 18 e nunca matei ninguém. Bebida alcóolica, assim como uma arma, depende de quem a usa!

CARLOS CP em 26 de fevereiro de 2013

Bom, as coisas nao sao exatamente assim... a seleçao espanhola de futebol faz propaganda de uma das maiores marcas de cerveja da Espanha há muitos anos (http://www.youtube.com/watch?v=r96o4lUyvrA) sem nenhum problema. Ainda mais na Espanha, aonde a cerveja está presente em qualquer tipo de encontro entre amigos, em qualquer faixa etária, como se pode ver nesse vídeo (http://www.antena3.com/noticias/salud/corazon-agradece-cerveza_2012103100017.html). Demonizar a cerveja por outros problemas é, no mínimo, ignorância.

ze do matogrosso em 25 de fevereiro de 2013

..ainda bem..Imaginaram o técnico, fazendo propaganda de supositório. Vai que é teu, torcedor. Se usar, não sente....

Blumenau em 25 de fevereiro de 2013

Ricardo. Se o Felipão botasse a mão na consciência e pensasse 2 vezes,não aceitaria receber 1 centavo dessa bebida alcoólica que TODOS os dias matam jovens,uma ilusão perigosa. Observe se alguém que bebe tem uma postura normal,inteligente,alegre...Sempre tem vexame,vômito,xixi nas calças,brigas,sono e nariz vermelho,estou falando de coisinhas leves. O Felipão me decepcionou!O que faz o dinheiro!!!!

carlos nascimento em 25 de fevereiro de 2013

São os padrões de excelência meu caro RS, a AL e suas espécimes de alto padrão (sic), por aqui está valendo qualquer coisa para se ganhar alguns trocados e aumentar a fortuna, meritocracia é papo de otário, rebaixaram o Palestra,mesmo assim, ganham-se láureas, valores nobres são bobagens...e assim caminhamos para o dia do acerto de contas, esse sim,terá Justiça final. Voltando ao assunto da tragédia de Oruro, anote ai, ao final ninguém será punido, o Clube chantageia a Conmebol - se punir, sairemos da competição - a tradicional torcida (cruz credo) já arranjou um pato, ou seria bode, para expiatório, claro - menor de idade - ficará fora das grades,livrará os demais que estão enjaulados na Bolívia e, todos continuarão no PADRÃO Brasil de ser, eita País..... Só tomarão vergonha na cara, quando uma tragédia maior reincidir,e atingir algum figurão, o País segue em sua era de mediocridade e rebaixamento dos valores. Já que vai acabar em pizza, criem vergonha, paguem uma indenização à família da vítima.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI