São um soco no peito, feitas mesmo para impressionar as 16 novas imagens que a lei do Canadá, tal qual no Brasil, obriga a imprimir nos maços de cigarro e nas embalagens de todos os produtos do tabaco, como fumo para cachimbo, cigarrilhas e charutos. O Health Canadá, o Ministério da Saúde canadense, inclui nas embalagens mensagens sobre os malefícios da nicotina e dos mais de 5.000 produtos tóxicos presentes na fumaça dos cigarros.

A campanha canadense contém uma inovação: os textos e imagens procuram se aproximar do usuário e do leitor, lançando mão de histórias e rostos de pessoas reais.

Uma das imagens mais comoventes mostra Barb Tarbox, uma mulher que morreu de câncer de pulmão, em seu leito de morte. “Esperamos que sua imagem tenha forte impacto sobre um monte de jovens e isso é realmente o que Barb queria fazer [quando autorizou a foto]”, disse seu marido, Pat, ao jornal Vancouver Sun.

Image
“Quando você fuma, dá para notar os sinais. Cigarros causam vício e são prejudiciais”
Image
“É assim que fica quem morre de câncer de pulmão. Barb Tarbox morreu aos 42 anos, de câncer de pulmão causado ​​pelo cigarro”
Image
“Eu queria nunca ter começado a fumar. Fui diagnosticado como portador de câncer de laringe aos 48 anos. Tive minhas cordas vocais removidas, e agora respiro por um buraco na garganta”
Image
“Câncer bucal. Estas manchas brancas são uma forma de câncer bucal causada principalmente pelo hábito de fumar. Mesmo se sobreviver, você pode perder parte ou a totalidade de sua língua”
Image
“O simples respirar é uma tortura. Fumar fez meus pulmões entrarem em colapso quatro vezes antes que eu fosse diagnosticada com enfisema aos 42 anos. Sem meu tanque de oxigênio, parece que estou respirando por um canudinho”
Image
“Risco de cegueira. Fumar pode aumentar o risco de degeneração macular ligada à idade, uma condição que pode causar perda permanente da visão. Na maioria dos casos, não existe um tratamento eficaz [para isso
Image
“Cigarros causam câncer de bexiga. Produtos químicos tóxicos na fumaça do tabaco danificam o revestimento da bexiga, causando câncer. O sinal mais comum é sangue na urina”
Image
“A dependência do cigarro afeta gerações. Mãe e filha são dependentes do tabaco. A a droga [existente
Image
“Fumo: não, obrigado. O fumo passivo contém muitas substâncias químicas tóxicas que podem prejudicar o feto”
Image
“Seus filhos estão cheios de você fumar (aqui há um jogo de palavras, porque ‘sick of your smoking’ também pode significar, ao pé da letra, ‘doentes porque você fuma’). O fumo passivo provoca mais frequentes e graves crises de asma em crianças”
Image
“Os cigarros são uma das principais causas de doenças cardíacas. Os fumantes têm até quatro vezes mais probabilidade de desenvolver doença cardíaca do que os não fumantes”
Image
“Um derrame cerebral pode deixá-lo inutilizado. Os cigarros são uma das principais causas de acidente vascular cerebral”.
Image
“Fumar no carro não afeta apenas você. Ter as janelas abertas não protege os passageiros dos mais de 70 componentes cancerígenos presentes no tabaco”
Image
“Outra morte prematura… Fumar é a principal causa evitável de morte prematura no Canadá. Cerca de 100 pessoas morrem por dia devido ao uso de tabaco”
Image
“Olhe para o poder do cigarro… Lembre-se deste rosto e de que o fumo me matou.” Barb Tarbox morreu ao 42 anos, de câncer de pulmão causado ​​pelo cigarro
Image
“A fumaça do tabaco prejudica a todos. Bebês expostos à fumaça do tabaco correm maior risco de morrer de Síndrome da Morte Súbita Infantil (SMSI)”

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 5 =

72 Comentários

Claudio D'Amato em 13 de março de 2014

Catarina, insultar é falar palavrões. Expõr fatos nunca foi insulto. Por que vce se incomodou?

Catarina em 24 de fevereiro de 2014

# calma, deixem os ácidos . façam o seguinte, quem fuma, muito bem, continue a fumar, quem não fuma, muito bem também, e continuem assim, agr parem com os insultos meu deus . qe ganham em se insultar uns aos outros ?! enfim . 1bju .

Lucia Maria Phillips em 30 de janeiro de 2014

Uma dúvida que sempre tenho quando vejo esses temas “Anti Fumantes” é: De onde tiram as estatisticas que diz que o cigarro é um dos maiores causadores de mortes? O que mais MATA no Brasil é essa coisa chamada Bebida alcoólica,mas ninguem fala nada, vão dizer que é paixão nacional, assim como o futebol. Basta ver os inumeros acidentes causado por bebidas todos os dias, que vai notar que a bebida mata muito mais,quanto ao cigarro são estatisticas! Tiram os comerciais de Cigarro da TV dizendo que influenciam, mas e os comerciais das bebidas alcoólicas?

Paulo César Machado em 30 de janeiro de 2014

Setti...corrigindo...o valor correto gasto com saúde em 2011 foi de rs 24.156.471.722,22. Então como podem gastar 21 bilhoes com fumantes??? ehehehehe me ajuda a entender isso..

Paulo César Machado em 30 de janeiro de 2014

Eheheh...com calma li os comentários aqui, contra o cigarro. Setti, reparastes que nenhum anti tabagista tem argumento?? OLha la, leia o que dizem, tudo que dizem é que "cigarro mata". Frase surrada, quando qualquer fumante passa dos 70,80,90, 100 anos, como é o caso do nordeste, onde me contaram que a maioria dos fumantes de uma localidade, passa dos 100 anos fumando. Será que não caiu a ficha desse pessoal, pois estão sendo teleguiados?? Eles vem aqui com um "mundareu" de pesquisas falando mal do cigarro, mas já pararam para pensar e entrar do site do STJ, e verificar por qual motivo nenhum ex fumante ganha causa na justiça?? lá tem laudo médico que orientou o tribunal, agora, é jurisprudência. Termino com a frase, posta pelo ministro do STJ, Gilson Dipp, na liminar que permite as industrias de cigarro, a continuar a fabricar cigarros mentolados/sabor....diz um trecho....."A ANVISA NÃO CONSEGUIU PROVAR, GRAVE DANO A SAÚDE, A ECONOMIA DA POPULAÇÃO". Portanto, no judiciário tudo é passado a limpo, tudo é scaneado, voce tem de provar o que diz, a justiça contrata peritos para cada caso. Aliás, Setti, voce poderia me ajudar a entender, numa população de 200 milhoes de habitantes, e somente 25 milhoes fumam, como podem gastar 21 bilhoes com fumantes, se o gasto total direto com saúde do ministério da saúde foi de rs 24.722.000.000,00?? 90% dos óbitos e doenças vieram pelo cigarro em 2011?? eheheheh...esse pessoal é terrível, depois falam que a industria o cigarro é que manipula.

Delson Martins em 29 de janeiro de 2014

Senhores Luis Pauli e Paulo C Machado, parabéns, mesmo não sendo fumante, concordo em numero genero e grau com voces dois. O antitabagismo, é um mal para a sociedade brasileira e mundial, pois nos leva a opressão, a ditadura e a perda de liberdade. Não por isso, que esse malfadado movimento antitabagista, começou com Hitler. Desejo sucesso aos senhores e obrigado por manter a democracia e a liberdade de escolha na ativa.

Germano em 29 de janeiro de 2014

Como vocês, anti-fumantes, são estúpidos, verdadeiros idiotas. Deixem nós fumantes em paz e se concentrem nas prevenções aos adolescentes. Já fumo a 40 anos e dificilmente vou parar mas criei 4 filhos e nenhum é fumante e quase não ingerem bebidas alcoólicas Essa sociedade hipócrita que quer proibir o cigarro é a mesma que tenta a liberação da maconha. Dá pra entender?

Luiz Carlos Pauli em 29 de janeiro de 2014

Pessoal, gostaria que me entendessem nessa contradição ao cigarro. É impossivel mudar as pessoas, as pessoas vão continuar fumando de qualquer forma, não se muda a essência humana. Com os comentários aqui, contra o cigarro, apenas vai inflamar os politicos, eles vão ler, e todo o politico é um aproveitador das ondas de momento, eles irão fazer leís de restrição cada vez mais severas, com isso, nossa gente brasileira, que fica quieta, apenas vai começar a fumar cada vez mais o cigarro de contrabando. Esse cigarro de contrabando, não tem foto alguma dos maleficios, tampouco é um cigarro inspecionado por órgãos competentes. Portanto, é um tiro no pé. Não adianta insistir, pois podem ver, em toda a MG, o cigarro consumido chega a 93% - em todo o estado do Paraná, 61% do cigarro consumido é pirata - no Rio Grande do Sul, 50% consumido é pirata. Portanto, voces são inteligentes, estão percebendo que o pessoal fuma cada vez mais, porém cigarro que recolhe imposto algum. Vale a pena insistir no erro?? aumentou o consumo, porém, sem nenhum dinheiro que entre nos cofres públicos. É inteligente alguem proceder assim. Muito pior, é tentar fazer nossos órgãos de fiscalização tentar apertar o cerco ao contrabando, em detrimento da maior penetração nas fronteiras da maconha,crack,cocaina,oxi entre outros?? Portanto, é um tiro no pe totalmente essas aço~es contra. Não adianta insistirem num erro, pois o Peru - Paaguai - Zimbabwe - Argentina - EUA - Austria - Suiça entre outros, não assinaram nenhum acordo para controle do tabaco, portato, é inútil tentarem restringir o cigarro, não adianta. Leiam a história de Amyna Tyller na Tunisia, onde os anti tabagistas agiram da mesma forma, agora, estão lutando pelo direito de fumar(as mulheres querem fumar livremente) e os anti tabagistas induzidos pela mesma imprensa que é contra o cigarro(evidente acabou a propaganda), atacaram ela, queimaram ela - roubaram o celular dela, tudo isso por motivo de reivindicar democracia para as mulheres. Se continuarem com essa perseguiçao e restrição aqui no nosso país, daqui a 10,15 anos, nossos filhos nossos netos, terão de vir novamente em praça pública, reinvindicar liberdades de escolha, assim como agora com a maconha. Portanto, o erro feito hoje, inevitavelmente será reclamado por gerações futuras lá na frente. Cigarro entorpece? não né? então, porque pegar tanto no pé dum produto de lazer, que não tira a pessoa do "EU" verdadeiro, ao contrário da cerveja, da cachaça, do Wisky? Reflitam, reflitam bem, não deem margem para politicos de ocasião se aproveitarem de ondas do momento, e restringir cada vez mais as liberdades. Terminando, desde 2009, apareceram 251 novas substâncias psicoativas, que estão sendo usadas por nossos jovens, e pasmem, não tem propaganda nenhuma. Abraços.

Paulo César Machado em 29 de janeiro de 2014

Sr. Ricardo Setti, boa tarde. Lendo sua matéria, fiquei abismado, percebendo como o ser humano é calculista e egoista. Não dá para entender, como as pessoas que cuidam da justiça brasileira, ou do Canadá, permitem imagens que enganam o cidadão de bem. Incrível. Vou tentar contatar minha vizinha, cujo marido está em doença terminal, com cancer na garganta, o homem está convalecendo no hospital, nos últimos momentos, para conversar com ela se permite divulgar as fotos dele antes e depois. Esse coitado, que teve uma vida saudável, nunca fumou, está com uma aparencia horrenda. Esse coitado, morrendo terrivelmente nunca fumou, e eu tenho que aguentar reportagens que induzem as pessoas. Não é só esse caso que tenho para relatar, tem mais um, um professor de educação fisica, também levava uma vida saudável, um homem forte, muscoloso, o qual foi tomado por cancer de pulmão, deu metástase, foi para intestino, depois para pancreas e olha, fica dificil eu descrever o estado vegetativo que ele ficou, não dá nem para falar, esse também, sequer chegava perto do cigarro. OLha não dá para continuar com essas enganações. Eu até sugiro, eu e voce, pegue sua maquina digital, seu caderno de anotações, e vamos em qualquer hospital verificar "in loco", as pessoas morrendo definhando iguais as imagens que constam nos maços do tabaco, com um diferencial, nunca fumaram. Inclusive, me manifestei no site do STF a respeito, como podem permitir um 171 nas pessoas dessa forma. Alguém tem de fazer alguma coisa, pois a maldade humana, para induzir as pessoas, não tem mais limite. Obrigado. Tens meu e-mail.

Luiz Carlos Pauli em 29 de janeiro de 2014

Não entendo como judiciário permite essas imagens. Isso é enganar as pessoas. Querem ver? no Brasil, todos os dias, morrem em torno de 30 mil pessoas de diversos tipos de doenças e ou mortes naturais, colocando as 900 mortes anuais pelo cigarro, já se percebe que a conta não fecha. Os hospitais, estão lotados de pessoas com as mesmas doenças que estampam as fotos dos maços de cigarros, porém, NUNCA JAMAIS FUMARAM. Tanto que qualquer pesquisa contra o cigarro "pesquisas direcionadas, eu digo", tem a palavra 'PODE", OU SEJA, cigarro "PODE" causar cancer - cigarro "PODE" causar enfisema....tudo é "PODE", nada é conclusivo. Portanto, esses anti tabagistas, pegam um fumante que está doente, para impressionar, como diz Olavo de Carvalho, eles usam a tática da saúde para impressionar. Eu sinceramente, não consigo entender, como as pessoas caem nesses truques anti tabaco.

Luiz Carlos Pauli em 29 de janeiro de 2014

Campanhas contra o cigarro....bom, somos 200 milhoes de habitantes, e somente 25 milhoes fumam. Portanto, os hospitais devem estar cheios de pessoas com esse mesmo tipo de doenças que nunca fumaram, ou acham que só fumante fica doente? Existem milhares de publicações de que cancer não tem nada a ver com cigarro, mas sim com genética, porém, isso nunca é publicado. Fico com a declaração do laudo médico da medicina, que orientou o tribunal, onde consta 'CIGARRO NÃO É CAUSA UNICA E NECESSÁRIA PARA AS DOENÇAS QUE DIZEM SER ORIUNDAS DO CIGARRO". Portanto, nenhum ex fumante mais ganha causa na justiça. OS anti tabagistas, divulgam dados totalmente questionáveis. Espalharam que morrem 200 mil ao ano no Brasil pelo cigarro, porém, o Ministério da Saúde - Ministro da Saúde - Datasus e CNM-Confederação Nacional dos Municipios declaram que são em torno de 900 ao ano, mesmo assim, podem ter morrido por qualquer outra causa. TAmbém o cientista Aaron Wildavsky no livro Risco e Cultura, declara que os males do cigarro, são um exagero. Afinal, porque Niemyer, morreu com 104 anos fumando? Jeanne Calment, 124 anos? Djalma Sabiá, 87 anos fuma até hoje, Helmuth Schmith, 93 anos, fuma até hoje, Antonio DAvi Ortiz, 111 anos, fuma até hoje, Keith Richards(Rollings) 70 anos, fuma até hoje, nem a voz afetou..etc.etc....evidente...os anti tabagistas divulgam apenas o que interessa. Esses anti tabagistas, são responsáveis pela fuga anual de 4 bilhoes fruto do imposto perdido para o cigarro pirata. São eles que incomodam o governo para aumentar o preço do cigarro, com isso, o pessoal vai tudo para o contrabando. Ninguém vai parar de fumar, porque alguem querempurrar suas idéias goela abaixo. Enquanto esses anti tabagistas, eu cito até como desumanos, pois pegam qualquer doente que fumou, e estampam em fotos de cigarros, o traficante está chamando os filhos/netos dos brasileiros e vende cada vez mais cocaina,axixe,crack,maconha, ou as inocentes crianças vão no mercado, buscar uma latinha de refri, junto com a exposição de cachaça e cerveja, para torna-la um futuro alcoolatra. Termino com uma frase de origem alemã.....' A UNICA PESSOA QUE VOCE PODE MUDAR, É VOCE MESMA"

Lucia Matia Phillips em 29 de janeiro de 2014

So perseguem os fumantes, agora e os ambientes lotados de pessoas alcoolizadas? E normal vocês verem pessoas completamente embriagadas? Drogadas ? Isso que ainda querem liberar a maconha! Os fumantes tinham seus lugares, mas foi tirado! Eu trabalho, pago meus impostos e voto como todo mundo! Cade o direito de ir e vir?O álcool mata milhares de pessoas inocentes, infelizmente isso e normal, pois cada dia os jovens começam mais cedo a beber! E ninguem faz nada! Os fumantes pagam impostos como todo mundo,cade o direito deles?

Lucia Maria Phillips em 29 de janeiro de 2014

Em um país onde a bebida é livre, estimulada até em patrocinios esportivos, causadora de inúmeras tragédias, essa perseguição ao tabagismo chega a ser ridícula! Acho muita hipocrisia um bebado criticar um fumante! Me pergunto,para que votar em senadores, deputados? A lei da ficha limpa foi aprovada,e o que aconteceu? Absolutamente Nada! E porque não proibem o consumo de bebida alcoólica? A bebida é um vilao muito maior que o cigarro, mas é socialmente um vício tolerado com sabores e cores! Vemos milhares de pessoas que morrem todos os dias por causa dele! Isso pode? Motoristas embriagados matando as vezes familias inteiras,ou deixando muitas criancas orfaos! E os jovens cada dia comecando a beber mais cedo,e ninguem faz nada! Cara Lúcia, está mais do que provado que melhor campanhas de esclarecimento eficazes do que proibição. A Lei Seca nos Estados Unidos a partir dos anos 20 causou uma onda de criminalidade sem precedentes no país. Surgiu um colossal esquema de contrabando de bebidas que tornou ricas e poderosas numerosas gangues, e, em bares disfarçados, todo mundo continuou bebendo -- em boa parte, bebida ainda pior do que as fabricadas e fiscalizadas pelas autoridades sanitárias. O alcoolismo é um problema que afeta a maior parte do mundo, e não há um só especialista que ache que a solução seja proibir a venda. Isso só abre a porta mais ainda para o crime. Abraços

Claudio D'Amato em 29 de janeiro de 2014

Minha cara Lucia Maria Lopes. Eu expús meus argumentos. O que mais vce tem para contestar? Penso ter sido claro em como fazer para impedir qe não fumantes não sejam expostos à fumaça dos cigarros. Basta criar estabelecimentos SEPARADOS. Cada um no seu canto. Ah sim, fumo há 24 anos regularmente.

Luciana Maria Lopes em 24 de janeiro de 2014

Conheço esse Sr.Claudio D'Amato e ele é inteligente,porém sempre foi alguém que nunca se importou com a opinião alheia a respeito de fumantes, mesmo que seja para o bem dele. Basta olhar a foto dele no face e a resposta para saber se quem fuma é atingindo ou não. Calma Sr. D'Amanto respeite os outros que não fumam,caso queira ser respeitado como fumante. Dentro de pouco tempo, faça uns exames e verá como anda a saúde de quem fuma a mais de dez anos. Seja feliz e aprenda a conviver com a adversidade.

Ricardo em 09 de janeiro de 2013

PARA OS FUMANTES: Deixei esse vício maldito há 30 anos.Hoje sou outro,se tivesse continuado já teria morrido,certamente. É muito difícil deixar de fumar,principalmente nos primeiros 60 dias.Depois aos poucos a dependência vai cobrando menos e a vontade aos poucos passa. Voce sonha que está fumando,sente seu gosto ao menor sinal de um resfriado,dá vontade até de comer um cigarro,tamanha é a vontade.Entretanto depois de um ano mais ou menos,voce começa a conhecer o paraíso.O sabor dos alimentos é outro,a capacidade pulmonar aumenta,a pigarra diminui,o cheiro do cigarro passa a causar asco.Não se esqueça;morrer por efeitos das drogas contidas nele pode ocorrer até dez anos após vc largar,ok! Então começe já. Eu sempre digo que desde 81, o leite e o pão em casa é de graça,cujo valor é o que eu gastava com o vício diariamente. VALEU A PENA PASSAR UM ANO SOFRENDO CRISE DE ABSTINÊNCIA,FIQUEI LIVRE PRA VIVER MAIS E COM QUALIDADE DE VIDA. SE VC FUMA É SÓ ENCARAR,JOGAR O MAÇO FORA,NÃO ESPERAR O ÚLTIMO CIGARRO PRA COMEÇAR.O RESTO É PAPO FURADO DE QUEM SE ENGANA PRA CONTINUAR A TRAGAR. TOMARA QUE CONSIGA.BOA SORTE!

Claudio D'Amato em 02 de março de 2012

(Só escrevo agora porque nao tinha lido. Tinha até esquecido deste tópico do Ricardo Setti. Aline. Ou você nao leu direito o que escrevi abaixo (tudo bem, tem mais de uma mensagem), ou você está omitindo deliberasdamente. Está lá bem claro como fazer para impedir que nao fumantes inalem a fumaça dos cigarros. Ah sim, eu nao me importo com as fotos. Há 10 anos que é assim.

Mia Mayne em 13 de janeiro de 2012

É um assunto extremamente controverso, sou dependente química do cigarro, tentando me livrar do vício, mas parece incrível nos dias de hoje, mas com 45 anos sou da geração que foi incentivada a fumar, era bonito, modernp, elegante e sin*onimo de liberdade. Eu sempre achei a fumaça de cigarro um horror mesmo sendo fumante, portanto não fumo nunca em locais fechados, e não deixo ninguém fumar dentro de minha casa. Sou um problema de saúde pública, estou fazendo a minha parte tentando e me esforçando muito para me livrar desse vício horroroso, mas não querendo das desculpas a o meu vício, essas pessoas velhinhas que vemos de cigarrinho na mão, foram como eu incentivadas a consumir qualquer porcaria como por exemplo: sódio, açucar, gordura, anabolizante, conservante e dezenas e dezenas de tranqueiras prejudiciais a saúde e que muitas vezes também matam por uma sociedade consumista e que visa lucro acima de qualquer coisa. Sei que pararei de fumar, um vício nojento mesmo, que foi cultivado e cultuado por mais de duas décadas. Conscientizar a população serve para aquele que pretende fumar, mas o fumante ativo precisa de tratamento para livrar-se de sua dependencia,não basta tomar vergonha na cara, isso eu já fiz e não deu certo.

Leonardo Esperidião em 12 de janeiro de 2012

Faz oque você quiser, diga oque você quiser Claudio D'Amato. O fato é que fumante é nojento é nojento e não me meto com essa laia.

Aline em 12 de janeiro de 2012

Cláudio, o objetivo da campanha é te mostrar os malefícios do cigarro. Se você acha que isto te agride, não leia estas propagandas, cubra o maço. Não há razão para atacar as pessoas que escolheram não fumar. Quem não fuma também se sente agredido quando um fumante lhe dá uma baforada na cara, como muitos fazem o tempo todo, como que para descontar nos não-fumantes as restrições que lhe são impostas. Ninguém tem nada contra os fumantes, mas contra o cigarro, que faz mal, sim, e chega a causar mortes com mais frequência do que acidentes de carro, por exemplo. Você é livre para biocotar qualquer estabelecimento que queira por conta das proibições das quais discorda, mas não pode atacar os não-fumantes por se incomodar com a SUA fumaça. A fumaça do cigarro incomoda tanto quanto a fumaça dos escapamentos de carros e é por isso que a lei também obriga as montadoras a instalar catalisadores em todos os automóveis. Se os fumantes pudessem fumar com um saco na cabeça sem espalhar fumaça cancerígena na cara dos outros, ninguém reclamaria. Como isto é impossível, então que os fumantes se limitem a espalhar sua fumaça entre os que dela escolhem desfrutar. É óbvio que o cigarro não é a única fonte de químicos tóxicos do mundo, mas tenta-se evitar o que se pode. Um exemplo é que a Petrobras está diminuindo este ano o teor de enxofre dos combustíveis para 50 ppm, causando diminuição de 80% nos particulados gerados pelos veículos a diesel. Se todos contribuírem com uma porção, todos serão beneficiados. Para os políticos não faz cócegas a opinião dos fumantes. É somente o cidadão não-fumante que se importa com o bem estar dos fumantes, que insistem em atacá-los. Até alguns anos atrás os fumantes eram maioria e fumavam na cara de todos, fumantes ou não. Vocês mostraram ao mundo que ficam mais doentes e os peixes grandes decidiram não gastar tanto dinheiro com vocês. A queda na arrecadação ainda é menor do que o prejuízo que causam ao Estado com doenças e mortes prematuras. Você tem todo o direito de continuar fumanto , mas perdeu o direito de obrigar os outros a partilharem do teu vício. Não seja mimado: exerça o teu direito de biocotar quem quiser e prive os não-fumantes da sua presença durante o exercício do seu vício.

Claudio D'Amato em 29 de outubro de 2011

Tentar contestar o qu eu disse COM ARGUMENTOS, isso niguém nem tenta. rsrsrsrsrsrs. (Não têm nenhum...) Falar mal é fácil. Quero ver é conseguir contestar. Bem, mas eu acho que já falei tudo o que tinha a dizer. Todos os MEUS argumentos estão expostos nos textos abaixo. Espero que políticos, isto é, peixes grandes e não esses bagrinhos, leiam o que expús. E espero que os FUMANTES também leiam, e pensem no que eu disse sobre boicotes e rejeições sistemáticas. Obrigado, Ricardo Setti, pelo espaço. Se escrever outro parecido, inclusive de um assunto diferente da liberdade de fumar, estarei lá. Abraço. Boa sorte em seus blogs.

ULYSSES em 29 de outubro de 2011

CALMA FERNANDO, O CLAUDIO D'AMATO SÓ ESTÁ MOSTRANDO QUE O CIGARRO TAMBÉM CAUSA DEMÊNCIA!!

Fernando em 28 de outubro de 2011

Gente, como esse Cláudio é ignorante! Como são burros, nojentos e fedorentos todos os fumantes!

Claudio D'Amato em 28 de outubro de 2011

Para resolver o problema dos fumantes passivos é simplíssimo. É só criar estabelecimentos específicos para cada um, e vai quem quiser. Assim como ninguém é obrigado a entrar em bares gays e praias de nudismo, certo? Outra coisa, se o problema é o cheiro do fumo, então que os não fumantes andem somente com fumantes e vice-versa. Deixemos a convivência entre os grupos limitada às conveniências dos locais de trabalho e outros intereses do dia a dia. Depois que vá cada um para o seu canto e sua turma. Simples, não? Agradeço ao Ricardo Setti pela paciência com a gente, pois estamos saindo do tema deste tópico: Australia e a legislação a ser aplicada nos maços de cigarro. Pois bem, Australia é um país que BOICOTO, assim como Nova York. Recuso-me a gastar meu dinheiro nesses locais. Fumantes, façam o mesmo. Nós somos eleitores, contribuintes e consumidores. Se houvesse um boicote generalizado por nossa parte de todos os locais onde o antitabagismo atingiu esses níveis, os políticos veriam a queda na arecadação e pensariam melhor.

Claudio D'Amato em 28 de outubro de 2011

Se houvesse estabelecimentos específicos para fumantes, como propões a MP, o problema do fumante passivo estaria resolvido. O que acho graça é como que esse pessoal reclama tanto do "fumo passivo", mas se cala em relação a escapamento de automóveis e ônibus, bem como qualquer outra coisa que emita fumaça. Só a do cigarro é tóxica... Ou então, só porque o cheiro da fumaça do cigarro incomoda mais, não reclamam das outras. Como se o fato de outras não federem, asegurasse a atoxicidade. Quanto ao cheiro que os fumantes deixam, é simples de resolver. Basta apenas fumantes andarem com fumantes, e não fumantes com não fumantes. Que a convivência se restrinja às obrigações e interesses do trabalho, e depois vá cada um para o seu canto. Até estamos saindo do tema deste tópico, que é sobre as figuras que o governo da Australia vai pôr nos maços de cigarros, e a total proibição da propaganda nos maços. Australia é um país que eu BOICOTO para turismo. Nunca gastarei um centavo lá, assim como em Nova York. Sugiro aos fumantes fazerem o mesmo. Vamos BOICOTAR. Se os fumantes tivessem se unido antes com boicotes e rejeições sistemáticas aos políticos que aprovam estas excrescências anti-fumo, INDEPENDENTEMENTE DO PARTIDO A QUE SEJA FILIADO, talvez a situação fosse diferente agora. Pergunta aos fumantes: Vocês continuam gastando DINHEIRO em shopping centers e bares fechados? Continuam se submetendo a gastar dinheiro em locais onde não lhes sobrou nenhum espaço? Eu nunca mais gastei. Em shoppings só compro nas tabacarias, pois não gasto um centavo que seja, lá. Qualquer lugar onde enfie o MEU DINHEIRO , literalmente falando, terá mais dignidade que gastar em locais assim. Pensem nisso também. Somos eleitores, contribuintes e consumidores.

Luiz em 27 de outubro de 2011

FUMAR FAZ MUITO BEM!!! Para a Indústria Tabagista; O maior problema da maioria dos fumantes é a falta de educação; é toco de cigarro atirado aceso em qualquer lugar da rua; é a falta de respeito com os não fumantes, obrigando-os a serem fumantes passivos; outro problema é o cheiro da fumaça... que coisa catinguenta, cruzes!!! como conseguem colocar estas porcarias na boca? é muito anti-higiênico!!!. Outra questão é bafo do fumante, alguns acham que balinhas de hortelâ resolvem... ledo engano!!! o bafo de onça continua lá. Os dentes e os dedos amarelados, a pele sem cor, são algumas das consequências para o fumante. Há mais coisas, mas não vou me estender mais.

Wilson Salvador em 27 de outubro de 2011

RICARDO,realmente o fumo é um veneno,mas devemos,nos preocupar com alcool,maconha que uma tropa de manés querem liberar,e outras drogas,que saõ tambem letais,por falar em drogas,esse governo é sem duvida o mais letal de todos,pois mata a esperança de um povo.

Dulci em 26 de outubro de 2011

Não sou fumante e defendo a lei que proíbe fumar em determinados lugares, mas não entendo todo esse cerco em torno do fumante, conheço muita gente que fuma há anos e, pelo que sei, estão trabalhando honestamente, pagando seus impostos e bem de saúde. Deveriam também fazer uma campanha como essa contra motoristas que dirigem embriagados, esses sim matam, alejam e destroçam famílias. Não acredito na eficácia desse tipo de campanha.

Memyself em 26 de outubro de 2011

Não creio que essas campanhas e as fotos terríveis atinjam seu objetivo. Existem cigarreiras! E na minha opinião esse cerco aos tabagistas é uma violência. Embore não fume mais há 15 anos, não acho que eu possa impor minha escolha a qualquer fumante. Assim como não podia impor meu tabagismo antes. Há que se ter bom senso.

Claudio D'Amato em 26 de outubro de 2011

Meu caro, Maia. Vê-se que você ou não leu o que escrevi, ou você está de... Está falando besteira de propósito. Eu não estou dizendo para você frequentar os mesmos ocais que os fumantes. Não precisamos andar juntos. Se vce é antitabagista, o que veio fazer aqui neste artigo deste blog? Quem te ensinou a ficar injuriando as pessoas assim sem mais nem menos, chamando-os de babacas só porque estão expondo opiniões diferentes da sua? Foram seus amigos antitabagistas? Ou é problema de educação mesmo? Lembre-se que injúria é crime previsto no Código Penal (Não estou inventando. Veja pessoalmente), e aqui temos um flagrante. Escreveu não leu... Já viu.

maia em 25 de outubro de 2011

Ao babaca Claudio D'Amato, ninguem mandou voce parar de fumar! fume a vontade ,,só tenho dó da sua familia, que vai levar cigarro pra voce no hospital... bobinho!!!

Marcos Aarao Reis em 21 de outubro de 2011

Caro Seti, meu abraço. Sinceramente, não acredito que tais imagens produzam algum efeito. Ou muito mais efeito, certamente, haverá de produir a absoluta aus~encia de imagens, ou tipologias especiais, nos maços de cigarros. Tais são as leis recentemente aprovadas no Uruguai e na Austrália: maços brancos, com o nome do cigarro que contêm em preto, letras iguais em todos, sem exceção. As empresas de tabaco correram aos tribunais, assustadas. Alegam quebra de condições legais preexistentes. E pode?! A ver.

thereza em 21 de outubro de 2011

Eu parei pela segunda vez. Fiquei 10 anos sem fumar, voltei e fumei por 8 anos e agora parei de novo (já faz 3 anos) e digo: É DIFÍCIL, É PENOSO, MAS É BOM DEMAIS!!!!!!!!! Você vira outra pessoa. Fora o respeito próprio por ter força de vontade. Vale à pena!

Tania em 19 de outubro de 2011

Politicamente falando, fica evidente de quem é a culpa desses horrores que agente vê todos os dias, cigarro,bebidas,armas, drogas, corrupção, violência em geral,sistema de saúde e educação muito longe do que deveria ser, impunidade e por ai vai um leque de coisas. Só vai melhrorar...um dia...talvez com o VOTO LIVRE E LEIS MAIS RÍGIDAS!!!!!!!!!!!!!!!

Claudio D'Amato em 16 de outubro de 2011

Quem seriam os idosos que nós todos vemos fumando? Seriam zumbis? Mortos vivos? Quando vejo o nível de intensidade que o antitabagismo atigiu hoje, lembro-me do anticomunismo dos anos 60, que tinha semelhanças NOTÁVEIS. É certo que houveram os gulags estalinistas, os campos de reeducação maoistas, os campos da morte do Khmer Vermelho no Camboja e os paredones castristasl, onde muitos se deram mal. Morreram deles. Sei que o fumo também mata. Mas qualquer um com um pingo de inteligencia sabe que a coisa não é esse horror que dizem. Não com todo mundo. Não pode ser, simplesmente porque se assim fosse, a população da Terra teria sido quase extinta. Tabagistas e os que defendem seus espaços (sim, somos mais numerosos que imaginam) são tratados que nem "comunistas" dos anos 60 eram, pelas Marchas Da Família com Deus pela Liberdade. Esse antitabagismo radical de hoje em dia, tal qual o anticomunismo À la Olavo de Carvalho (o pior é que este nem é dos anos 60), é uma das coisa mais antidemocráticas que já vi. Tenho aqui uns vídeos interessantes do YouTube. Podem abrir, que não tem vírus. 1)Este: http://www.youtube.com/watch?v=kP6iYyb5AQc . 2) E este: http://www.youtube.com/watch?v=Oe9SjGwGc00 . Acessando-os, pode se ter aceso a vários vídeos antitabagistas também.

sergio a. hickel em 15 de outubro de 2011

O vicio dos insensatos que por mais que se mostre as evidências do maleficio do fumo continuam aderindo a este hábito absurdo e mortal.Onde está a racionalidade do ser humano...

lucia pankevicz em 15 de outubro de 2011

fumar pra que ,pra que fumar

Claudio D'Amato em 15 de outubro de 2011

1) Seria simplíssimo. É só criar estabelecimentos ESPECÌFICOS para fumantes e outros para fumantes. Simples assim. Ia quem quer, onde quer e se quiser. Fumantes e antitabagistas não precisam ser amigos uns dos outros. Eu mesmo acho que devia haver um divórcio social, com cada um com sua turma. Ficarei felícissimo se um dia surgir uma campanha contra a fumaça do carvão de churrasco. Quero ver qual vai ser a reação dos antitabagistas churrasqueiros, que enchem o saco dos fumantes mas fazem questão de ignorar que estão fumando pelo estômago e absorvendo substâncias cancerígenas, que também ocorrem em outros produtos defumados. Para mostrar que isto não é invenção, digitem no Google ou Yahoo: Carvão + Churrasco = Benzopirenos, e vejam por si mesmos. Atenção. Eu não sou contra o churrasco. Gosto do meu churrasco com meu chope igual a como gosto do meu cigarro. Só que me recuso a ir a churrascarias hoje porque BOICOTO todos os estabelecimentos desde que o fumo foi proibido em qualquer lugar. Queria que os fumantes todos se unissem para fazer o mesmo. Gastar dinheiro, só em quiosques de ambulantes, para fazer os políticos sentirem a queda na arrecadação de ICMS. 2) Sobre o papo que fumanes custam dinheiro ao SUS, eu, digo que NÂO USO OS SERVIÇOS DO SUS. A saúde no Brasil é essa porcaria que está aí, independentemente de haver fumantes ou não. Aliás, teoricamente os fumantes contribuem mais para o SUS que os não fumantes, porque pagam os tributos incluídos nos cigarros. 3) Se está em questão o fato de as doenças causadas pelo fumo pesarem nos cofres públicos, então por uma questão de coerência teria que ser feita uma campanha prevendo o uso obrigatório de preservativos para ao menos os os não casados (tanto faz se forem relações homo ou hetero), porque todos nós, fumantes ou não, pagamos o AZT do tratamento dos portadores do HIV, independentemente se ele e/ou seu parceiro(a) sabe ou não que está com a doença. Também tinha que haver uma linha dura para os que dirigem alcoolizados e causam acidentes (em geral playboys filhinhos de papai), porque todos nós pagamos o tratamento das consequências de suas besteiras nas emergências dos hospitais públicos. Aliás, nem todos os que têm câncer têm o tratamento custeado pelo SUS. Minha avó, que morreu de câncer (mieloma múltiplo), foi tratada somente em clínicas particulares (felizmente a gente podia), com o dinheiro da família. Não, ela não era fumante.

tanes em 15 de outubro de 2011

So uma saída não fabricar mais essa máquina de morte.E a coragem e peito .Falamos demais isso e aquilo.Para essa fabricação qual será o assunto

Brasileiro em 14 de outubro de 2011

Fico lendo os comentários e vendo quanto são imbecis os fumantes. Eles ficam falando que deveriam fazer campanhas contra bebidas que matam pessoas em acidentes, que a fumaça dos carros matam tanto quanto o cigaro, e pasmem... tem um que diz que a fumaça do churrasco é cancerigêna. kakakakakak. Muito engraçado. O mal que os fumantes sofrem e provocam é um problema sério e deveria ser castigado como são os acidentes provocados pelos bêbados quando matam algùém, cadeia. Quando estivessem doentes, não poderiam ser atendidos em hospitais públicos, já que podem comprar cigarros, podem pagar tratamento. Os filhos e parentes que por ventura apresentassem qualquer indícios de doenças relacionadas ao tabaco deveriam ser idenizados pelos responsáveis. Enfim, leis punitivas onde envolvesse dinheiro, só assim talvez eles enxerguem que o tabaco provoca mortes, mas não existe punição para tal.

Fernando Jorge em 12 de outubro de 2011

Discordo da Sra. Myrian por uma simples questão: quando alguém fuma, as pessoas ao redor são obrigadas a inalar a mesma porcaria. Se o fumante pudesse fumar sem que a fumaça se espalhasse na narina de outras pessoas, praticamente não haveria problema. Mas ainda assim há um problema: quanto custa um fumante para o SUS, isto é, para todos os outros brasileiros fumantes ou não? Acho que se existir, só Deus deve saber. Concordo com a Sra. Myrian que o fumo não pode ser simplesmente abolido, e que em um passo de mágica as pessoas abandonariam o vício. Mas ainda assim, acredito que as medidas contra o tabagismo devem ser acirradas dia após dia. Até que um dia o tabagismo reduza-se a um prazer esporádico, até mesmo social, não a um vício descontrolado. A aspereza no trato com o fumante é uma decorrência natural do combate ao tabagismo, afinal não há como fazer ovos mexidos sem quebrar a casca.

rubens lourenço em 11 de outubro de 2011

tem lugares para parar de fumar comofazer pode ajudar obrigado os fumantes

Myrian Elizabeth Dauer em 09 de outubro de 2011

Setti Boa Noite O que me deixa maluca é a hipocrisia que cerca essas campanhas anti-tabagistas. O governo taxa alto o cigarro e permite a venda livre em qualquer estabelecimento. Depois disso é "dane-se o fumante". Criaram uma perseguição aos fumantes e as pessoas não param um segundo para pensar e deixar de ser teleguiadas. A verdade é que estou sendo vítima de preconceito até mesmo na rua. Pessoas em meio à fumaça que os ônibus soltam abanam as mãos diante do rosto e olham feio PARA MIM! Eu realmente não sei a que veio esse ódio ao cigarro, mas é óbvio que algo se esconde por trás disso. Já tenho 54 anos e já vi todo tipo de coisa na vida e sei perfeitamente que é impossível de repente todos se conscientizarem dos males do cigarro e bonzinhos que são resolverem salvar a humanidade. Conta outra. Por algum motivo essa caça ao cigarro começou e as pessoas não distinguem cigarro de fumante e torna-se uma verdadeira perseguição a nós, os fumantes. Estou vendo a hora que vou acabar apanhando na rua. Cigarro faz mal? Faz, mas milhares de outras coisas também fazem e não se vê esse encarniçamento contra. Quanto a essas estatísticas sobre mortes causadas por cigarro, deixei de acreditar depois da morte do meu pai. Ele morreu em 2006 depois de complicações do Alzheimer aos 86 anos. Deixou de fumar aos 50 anos, portanto 46 anos antes, mas em seu atestado de óbito consta como causa mortis o tabagismo!!!!!!!!! Se existe mesmo todo esse perigo acreditarei quando o governo proibir de vez a venda, fechar as fábricas de cigarro, arrasar com as plantações de fumo e abrir mão da dinheirama dos impostos. Até lá gostaria de ser deixada em paz até resolver por mim mesma a deixar de fumar ou morrer com meu cigarro. De alguma forma todos morremos e temos de morrer de alguma coisa. Caso contrário estaríamos na absurda situação citada pelo João Ubaldo Ribeiro, de morrer em perfeita saúde. Obrigada pelo espaço para o desabafo.

Claudio D'Amato em 07 de outubro de 2011

Vou postar meu texto aqui porque não achei espaço em outros blogs. Tudo bem, Ricardo? Eu não sei quem é pior. Se são essas ONGs que pregam o fim dos espaços para fumantes em TODOS os estabelecimentos, ou se são os representantes do Estado, que se dobram a interesses oriundos de uma minoria estridente que grita alto (aqui os fumantes têm culpa, porque não se manifestam como elas) em detrimento da MAIORIA. Se houvesse estabelecimentos onde os fumantes pudessem ficar em paz, ao mesmo tempo que houvesse outros para quem não fuma, o problema estaria resolvido. Eu não acredito que haveria esse risco de os garçons estarem expostos à fumaça, porque se fosse assim a classe deles teria se extinguido nos anos 80, pois até então fumava-se sem poblemas em locais fechados. Isto, portanto, é PRETEXTO. Será possivel que a indústria tabagista tenha realmente um lobby tão poderoso assim? Que eu saiba são apenas indústrias querndo vender seus produtos, sendo que a propaganda é proibida, exceto nos PDVs, SENDO QUE essas ONGs anti-fumo ainda pregam que nem lá pode. Alegam "influência aos jovens". Como se fossem todos débeis-mentais... Outra coisa (não tem muito a ver com o assunto desse tópico, tudo bem?): Essas ONGs reclamam do fato de as indústrias tabageiras moverem recursos judiciais contra as medidas antitabagistas que são propostas e feitas, e discutidas audiências públicas. Mas vem cá, QUALQUER UM que se sentir lesado, É ÓBVIO que vai apelar para a justiça. O que elas queriam que fizessem? Alguma cerimônia pública de auto-flagelação na rua? Reclamar contra isso, realmente é de um argumento verdadeiramente indefensável. Lembro -me quando as indústrias do fumo podiam patrocinar eventos, Como o Free Jazz Festival, por exemplo. Saudade... E só fumava quem quisesse. Por último, será que esses antitabagistas não pensam na perda econômica que esses banimentos antifumo podem causar aos estabelecimentos comeciais? Falo isso com conhecimento de causa porque nunca mais GASTEI UM CENTAVO em locais onde podia fumar e hoje não posso mais. Shopping Centers e baes fechados Recuso-me a gastar lá, e prego isso aos fumantes. Lutar contra os políticos que apoiam estes antitabagistas por meio de BOICOTES e consequente redução de ICMS. Compro o máximo possível nos camelôs. Sim, essas leis antifumo, do jeito que foram feitas em vários estados, são a coisa mais anti-democrática que já vi. A nós, fumantes, não sobrou NENHUM ESPAÇO. Conseguiram seus territórios e querm dominar tudo. Obrigado, Ricardo, pelo espaço

Claudio D'Amato em 06 de outubro de 2011

Sabem aquela foto de um pé com gangrena, que aparece em maços de cigarros? Diabetes também causa aquilo. Tem outra também, de um cadáver onde foi feita uma abertura no peito para necrópsia. Bem, qualquer um que passe pelos IMLs das cidades ficará igual, independente da causa mortis. Podiam também botar fotos assim: Direção perigosa causa fratura exposta, com uma foto de um osso aparecendo. Para ver se tentava diminuir a quantidade de motoistas que fazem besteiras no trânsito

elenice prestes em 05 de outubro de 2011

Vivemos em um mundo onde,o consumismo é tudo,acompanhamos nos intervalos de programas televisíveis.e temos de engolir esse tipo de propaganda.Seria ótimo essas campanhas com remuneração ao familiar de um enfermo apresentado.

Claudio D'Amato em 04 de outubro de 2011

Já pensaram se fizessem uma campanha de redução de acidentes de trânsito, usando fotos assim: Direção irresponsável causa acidentes graves (com uma foto de alguém todo ensanguentado e fraturas expostas); ou aquela foto da garota venezuelana que ficou desfigurada -Jaqueline Saburido- depois que o carro dela pegou fogo? São exemplos que me ocorreram agora Lamento não lembrar outros. Nisso ninguém pensa.

Claudio D'Amato em 04 de outubro de 2011

Eu não duvido que fumo pode ser fator de expósição a câncer, da mesma forma como alcool é possível causador de cirrose, gorduras saturadas são causadoras de colesterol, açúcar é de cárie dentária e diabetes, etc. Nós, fumantes, estamos carecas de saber disso. Mas se a fumaça dos cigarros é causadora disto tudo; ela tem muito em comum com fumaça de churrasco. Ambas são matéria em combustão Os apreciadores de churrasco, se não são fumantes como eu, estão fumando pelo estômago. Por que não fazem campanhas contra a fumaça de churrasco com a mesma virulência que fazem estas campanhas anti tabagistas? Só porque não há textos falando a esse respeito? O que os olhos não lêem, o "coração" não sente? Para quem não sabe, a fumaça do carvão do churrasco possui compostos tóxicos chamasdos benzopirenos, que são cancrígenos. E ainda tem a fumaça do escapamento dos automóveis, que somos obrigados a respirar todos os dias. Bem como a poluição sonora e stress de engarrafamento Não conheço ninguém pregando o fim dos carros Se o cigarro é tão letal assim, então como é que vemos tantos idosos, de cabelos brancos, fumando? Já perguntaram a eles quantos cigarros eles fumam por dia, o tempo em anos e a marca? São mutações da espécie humana? Faço questão de dizer que ninguém é obrigado a comprar seu maço de cigarros. Mas, na condição de eleitor, contribuinte e consumidor, exijo meu direito a ter meu espaço para fumar, assim como os gays têm os deles e as mulheres têm o "carro das mulhees" nos trens e metrô; Fumantes e não fumantes NÂO PrRECISAM frequentar os mesmos lugares. A alegação deles não é: "Quem fuma, não é obrigado a fumar".? Isto resolveria.

Marcos Torres em 04 de outubro de 2011

Educação em casa, exemplo, amor e união na família, é fundamental para manter os filhos longe desse e de outros muitos vícios que adoecem as pessoas. O que é de deixar estupefato é que mesmo diante de tanta informação e notícia à respeito dos malefícios do cigarro e das drogas se vê "Marcha da maconha" nesse país. É o fim da picada!

Kitty em 03 de outubro de 2011

Caro Ricardo, Realmente são imagens chocantes, terríveis, mas, não o suficientemente convincentes para aqueles fumadores empedernidos que, não têm a mínima disposição de deixar o vicio de fumar. Quando a gente comenta os perigos a que estão expostos por fumar, alguns respondem que Fulano ou Sicrano fumaram a vida toda e não morreram por causa do cigarro; um argumento bastante irresponsável para fugir do tema pela tangente. Os governantes do mundo deveriam conduzir campanhas sérias anti-fumo para conscientizar as pessoas, especialmente os jovens, que há um elo definitivo entre o vicio de fumar e os danos, que, na maioria das vezes são irreversíveis como o câncer de pulmão, laringe, esôfago; como, também, problemas bronquiais e doenças cardíacas. Em muitos países algumas medidas foram tomadas para diminuir os malefícios da nicotina, como, por exemplo, a propaganda de cigarros que foi banida da TV, nos meios de transportes e lugares públicos: bares, restaurantes, cinemas, entre outros. As medidas foram positivas, sem dúvidas, mas não suficientes. Eu diria que foram tímidas. Nós não precisamos pensar muito para descobrir as razões oficiais para não se engajar em campanhas mais agressivas para combater este flagelo que aflige a muitas pessoas. A resposta é simples: dinheiro. O tabaco é uma “commodity” altamente lucrativa e gordos impostos são cobrados das empresas tabacaleiras, em fim, fatores econômicos importantes o suficiente, para que os governantes não se empenhem muito em financiar campanhas anti-fumo. Por isso, caro Ricardo, achei super importante este post, com uma impressionante galeria de fotos que falam por si mesmas!! Tomara que nas próximas campanhas, estas fotos, realmente sejam convincentes o suficiente para que as pessoas “Apaguem”, de forma definitiva, a vontade de fumar. Parabéns Ricardo por ter trazido à balia este candente tema!!! Um abraço/Kitty

Ederaldo Manoel em 03 de outubro de 2011

Cigarros matam aos poucos,ninguém tem pressa de morrer.Por isso optam por morrer devagar e sempre!

Raphael Vieira de Sousa em 03 de outubro de 2011

Mesmo assim, quem fuma não se comove nem um pouco com essas imagens. Nem um pouco mesmo. A atitude da campanha é extremamente válida porem parece que o cigarro deixa o fumante completamente ignorante porque ele desconsidera completamente isso. Muitos dizem: "O dia que eu sentir alguma coisa eu paro..." Nesse caso, vai ser tarde demais...

Alinne Melo em 03 de outubro de 2011

ÓTIMA MATÉRIA,É DE CAUSAR IMPACTO MESMO.HOJE EU ACHO MAIS FÁCIL PARAR DE FUMA,PQ HJ TEM PALESTRAS TEM APOIOS DE AJUDA E JÁ NÃO SE VER EM TELEVISÃO AQUELA APOLOGIA AO FUMO COMO ANTES,PRA ESSA GERAÇÃO DE HOJE ESTÁ TUDO MAIS FÁCIL NÃO SÓ PARA PARAR DE FUMAR COMO ATÉ PRA NÃO COMEÇAR...HOJE TEMOS APOLOGIA CONTRA AO FUMO E ISSO É ÓTIMO.

ALINE MELO em 03 de outubro de 2011

ÓTIMA MATÉRIA,É DE CAUSAR IMPACTO MESMO.HOJE EU ACHO MAIS FÁCIL PARAR DE FUMA,PQ HJ TEM PALESTRAS TEM APOIOS DE AJUDA E JÁ NÃO SE VER EM TELEVISÃO AQUELA APOLOGIA AO FUMO COMO ANTES,PRA ESSA GERAÇÃO DE HOJE ESTÁ TUDO MAIS FÁCIL NÃO SÓ PARA PARAR DE FUMAR COMO ATÉ PRA NÃO COMEÇAR...HOJE TEMOS APOLOGIA CONTRA AO FUMO E ISSO É ÓTIMO.

Aline Lüdtke em 03 de outubro de 2011

Concordo com o Steve Ling! Mas, se as imagens causam maior impacto nos não fumantes, que pelo menos mantenham quem não fuma longe desse vício.

Fábio Azevedo em 03 de outubro de 2011

Caramba! Imagens fortes! Mas é melhor doer agora enquanto tem jeito, do que depois quando (talvez) não terá.

Thayana Cabral em 03 de outubro de 2011

Mas mesmo com isso tudo tem gente que ainda insiste em se perder para o cigarro :/ FUMAR MATAAAAA! tenho um exemplo dentro de casa, a menos de um mês perdi minha avó para esse maldito cigarro, ela morreu com edema pumonar AGUDO! todos falavam que isso ia mata-la mas ela não escutava ngm, e é assim a maioria dos viciados em cigarro, é triste a realidade :'( Quem fuma, pare enquanto é tempooooo.

Tahh em 03 de outubro de 2011

"*Mari Labbate*44milhões Querido SETTI, não se esqueça que, além de educadora, sou Médium clarividente e clariaudiente...FHC foi avisado por mim sobre esse irresponsável gesto...Você é um fratello muito amado por mim e pelos Anjos de Guarda" eu fico impressionada como você mesma acredita nisso... o.O Eu ri horrores com sua crença de autosuperior...kkkkkkkkkkkkkkkkk

Rosangela Miole Lista em 03 de outubro de 2011

Concordo com a opinião do Sreve Ling logo abaixo, mas mesmo assim creio que mostrar imagens, falar , repetir e repetir ainda é algo que deve se fazer.

Steve Ling em 03 de outubro de 2011

Infelizmente vivemos em uma época em que ter a informação não implica em ter juízo. Não faltam informações sobre consequências do tabagismo, alcoolismo e outras drogas e as pessoas continuam a consumi-las. Essas figuras impactam mais os não fumantes.

Paulo Bento Bandarra em 02 de outubro de 2011

"Já que colocam fotos de gente morta nos maços de cigarros, por que não colocar também: - de gente obesa em pacotes de batata frita, - de animais torturados nos cosméticos, - de acidentes de trânsito nas garrafas e latas de bebidas alcoólicas, e - de *políticos corruptos nas guias de recolhimento de impostos*?"

Marco em 02 de outubro de 2011

Amigo Setti : Não dá nem vontade d comentar uma tentativa aterrorizante ou selvagem de chamar alguém, d não ter alma. Esse tipo de coisa já encheu, antes era as fornalhas, depois os automóveis e etc... Com a tentativa clara de obstruir mecanismos economicos q leva a outros caminhos, servindo de objetivo politico. Abs.

Rosani Dieguez em 02 de outubro de 2011

Olá Ricardo, olha estou chocada com tanto sofrimento, gostaria de deixar aqui minha indignação com as autoridades competentes e grandes empresários que sabem disso tudo, assistem a desgraça alheia e ainda assim ganham fortunas o governo arrecada os impostos e como pode ser assim o mundo, sabendo quanto mal faz as pessoas e nosso governo assiste a tudo de braços cruzados, pra mim é simples se eu sei que o cigarro faz mal, que mata pra mim é simples, deveria ser PROIBIDO, mas se não fosse a ganância, obrigado um forte abraço.

*Mari Labbate*44milhões em 02 de outubro de 2011

Querido SETTI, não se esqueça que, além de educadora, sou Médium clarividente e clariaudiente. FHC foi avisado por mim sobre esse irresponsável gesto! Creio que Deus conceder-lhe-á um Tempo adicional, para recuperar-se. Obrigada pela gentil atenção! Você é um fratello muito amado por mim e pelos Anjos de Guarda que auxiliam-nos nessa Missão de livrar o País desse mofado e perigoso comunismo. ABBRACCIO! Obrigado, Mari, mas peço que, tendo tempo, você leia a reportagem, tá? Abraço

*Mari Labbate*44milhões em 02 de outubro de 2011

SETTI, descobri que não estou sozinha! A professora americana, FRANCES HAGOPIAN, especialista em Política Brasileira, TAMBÉM defende a tese da necessidade de resgatar-se a DIREITA, no Brasil, que apresenta-se sem OPOSIÇÃO. Como NENHUMA Democracia sobrevive nessas circunstâncias, há um incrível vácuo da Direita a ser preenchido. E pensar que, através de e-mail, orientei FHC nesse sentido. Xico Graziano retornou-me e agradeceu o "gesto". E o vaidoso ex-presidente não quis receber a professora ítalo-brasileira, Mari Labbate, porém concordou totalmente com as orientações da professora americana. PODE? Será que estou no País errado? Se FHC aceitar receber-me, estou disponível, para desvendar-lhe vários mistérios, em sua vida pregressa. AFIRMO: PSDB e PSD são Partidos de CENTRO-DIREITA! SE não sabiam, AGORA, já estão avisados. São as Energias que emanam das pessoas envolvidas: Gilberto Kassab, FHC e José Serra, por exemplo, que importam no resultado final da análise. No Universo, TUDO É ENERGIA! Desde quando o PSDB foi criado, votei neles e luto por eles, como Partido de CENTRO-DIREITA. Acredito que todos os 44 milhões de democratas do Sul do País pensam assim, pois não somos comunistas. FHC e Lulla sempre opuseram-se. Meditação: quem se diz comunista ou socialista e reside, nas imediações da Avenida PAULISTA, é democrata de CENTRO-DIREITA, visto que essa Paulista AVENIDA é o Ponto Energético mais forte do Estado de SÃO PAULO. Ainda bem, que esses valorosos jornalistas da querida e avançada Revista VEJA ofereceram-me esse lindo espaço, a quem agradeço muito! Senhores, com a chegada dessa competente professora americana, as minhas Energias Direitistas fortaleceram-se e foi dada a largada para a FUSÃO do PSDB com o PSD, porque Kassab deve ser MUITO grato ao PSDB, que somente fez o seu nome BRILHAR! Até pensei em um NOVO nome para esse NOVO PARTIDO! Vamos logo, pois o barco está afundando, mais depressa agora! Lembremo-nos que ATÉ a censura voltou... E criticavam e criticam a ditadura militar: ficaram IGUAIS! O PT É UM SOCO NO PEITO até dos que não fumam.

Gleidson Moreira em 02 de outubro de 2011

Ninguém precisa do cigarro, a publicidade é completamente complacente como todas as consequências causadas pelo tabagismo e o capitalismo envolvido desde a produção até a hora da compra, quem vc acha que constrói uma bela apresentação para os governantes utilizarem como justificativa na hora de aprovar lei disso ou daquilo? as agências claro... mas o mal maior está dentro da produção onde 40% dos proprietários de fazendas produtoras de tabaco são deputados, prefeitos, senadores... basta fazer uma pesquisa simples... talvez o tiro no pé que a publicidade deu a 20 anos atrás com a marlboro tenha doido agora com a geração x agregando a y em sua linha do tempo e envolta com a tecnologia do sedentarismo conteporâneo...

Mel em 02 de outubro de 2011

Boa Ricardo! Boa campanha para divulgar ainda mais essa vergonha de 'droga legal' que mata e hipocritamente enriquece milhões.

*Mari Labbate*44milhões em 02 de outubro de 2011

E FHC defendendo o livre consumo da maconha... Finalizou mal a sua carreira política! Aliás, o PSDB autodestruiu-se, como os outros. Tudo em nome da VAIDADE! Descobrimos que Partidos Políticos possuem data de validade! Incentivemos a criação de uma OPOSIÇÃO decente, no País, resgatando a Centro-Direita, para não alimentarmos mais megalomaníacos! Minha amiga Mari, FHC não tem uma posição fútil como a que você descreve. Se você tiver tempo, leia esta reportagem de VEJA sobre o documentário a respeito da questão das drogas que teve FHC como fio condutor. Verá que a coisa é muito, mas muito mais complexa e responsável: http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/dica-de-leitura/a-utopia-de-desfazer-o-no/ Um abraço para você.

JCB/RJ em 01 de outubro de 2011

Pegando carona na ideia dos canadenses, devia-se divulgar graficamente no Brasil, na mesma intensidade, a corrupção.

Alexandre em 01 de outubro de 2011

Nossa!!!! Achava que a campanha fosse pesado aqui no Brasil.Que nada os canadenses nos superam em grau e gênero. Dá até um nó no estômago. Só espero que as crianças não fiquem traumatizados.

Silvio em 01 de outubro de 2011

Até a indústria do tabaco admite os riscos associados ao hábito de fumar. Severas restrições têm sido feitas visando a redução do consumo de cigarros,cuja demanda vem caindo em vários países, inclusive no Brasil.Hipocrisia é, com conhecimento de que já se tem sobre o tabaco,essa luta demagógica da liberalização da maconha, a qual, além de possuir todos os males dos cigarros, altera o comportamento do usuário e provoca um consumo sempre crescente.O fumante de cigarro tem um padrão de consumo ( fuma sempre a mesma quantidade) mas o usuário de maconha necessita sempre mais da droga, chegando na maioria dos casos a assaltar, matar (inclusive familiares) para a obtenção da droga.

Paulo Bento Bandarra em 01 de outubro de 2011

Por um lado o Ministério da Saúde faz isto, do outro o Ministério da Agricultura e o O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior estimulam a produção e a venda. E o governo em geral arrecada altos impostos numa ação que Dilma nega ser: Sepulcro Caiado! . O Governo popular e democrático da presidente Dilma pretende cobrar dos motoristas que provocam acidentes os custos das aposentadorias, pensões e custos do atendimento dos segurados. Todas as tentativas de cobrar da indústria tabagista (ou de bebidas alcoólicas) acabaram frustradas na justiça!

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI