O eufemismo barrios — que em outras latitudes que adotam o idioma espanhol são isso mesmo, bairros — em Caracas é utilizado para qualificar favelas, tanto quanto em Lima, no Peru, a metáfora ainda pior é pueblos jovenes.

Já em 1974, bastava sair um pouco do centro de Caracas — ou seguir para a capital da Venezuela, vindo de outra parte — para se divisar, nas colinas, os superpovoados e miseráveis barrios.

Naquela época já havia alguns deles com 100 mil habitantes.

A foto é de 21 de novembro de 1974.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + 20 =

TWITTER DO SETTI