Image
A curva da cintura: Arnaldo Antunes, Edgard Scandurra com participação especial de Toumani Diabaté (Foto: divulgação)

Por Daniel Setti

Parceiros há vinte anos, Arnaldo Antunes e Edgard Scandurra sempre foram dois dos mais inquietos músicos da chamada Geração 80. Tanto é que o notável fato de terem integrado bandas consagradas como Titãs e Ira!, respectivamente, não seria o suficiente para resumir a importância musical de ambos.

A mais recente empreitada conjunta do cantor e compositor de 51 anos e do guitarrista de 49 é o disco A Curva da Cintura, lançado na semana passada, em colaboração com o premiado músico malinês Toumani Diabaté, lenda viva do instrumento conhecido como kora, um parente africano da harpa, de cujas 21 cordas se extrai um peculiar e agradabilíssimo som.

Diabaté, de 46 anos, conheceu Arnaldo e Edgard no ano passado, quando o festival carioca Back2Black propôs uma colaboração entre os três. O resultado agradou aos envolvidos, que meses depois voltaram a se reunir em Bamako, capital malinesa e cidade natal de Diabaté, para gravar um álbum baseado em canções que a dupla paulistana vinha compondo desde 2009.

Com a ajuda de músicos como Sidiki Diabaté, filho de Toumani, e do produtor paulistano Gustavo Lenza (Céu, Curumin), gestaram o eclético e instigante repertório de 14 faixas do álbum, sendo 11 assinadas por Antunes e Scandurra.

Para escutar A Curva da Cintura, clique aqui.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × três =

12 Comentários

carlos nascimento em 28 de dezembro de 2011

Daniel, Vejo que até o rei - RC - se rendeu a bela música : "unforgettable". Simplesmente dando um show de interpretação.

carlos nascimento em 23 de dezembro de 2011

Daniel, Em ritmo de meditações natalinas, com algum tempo sobrando para ouvir algumas pérolas, listei algumas músicas, as quais julgo serem boas razões para o seu retorno ao Brasil, sim, um neurônio iluminado como o seu não pode deixar de ajudar-nos na divulgação da música brasileira, é hora também de focarmos na prata da casa, peço licença ao jazz, blue, rock, e as canções internacionais, nossa matéria prima irá agradecer. 1)- chão de giz (Zé Ramalho) 2)- vento no litoral ( legião urbana) 3)- meu país (Ivan Lins) 4)- travessia (Milton Nascimento) 5)- é isso ai (Ana Carolina) 6)- bilhete (Ivan Lins) 7)- caso sério (Ed Motta *cantando*) 8)- jade (João Bosco) 9)- volta (Fábio Júnior *cantando*) 10)-manhã de carnaval (Emílio Santiago) Algumas indagações: a)- sinceramente, vc já escutou todas essas 10 músicas ? b)- tente adivinhar entre as 10 listadas aquela que me desperta maior emoção, uma dica, no You Tube ela tem a incrível marca de 4 milhões de acessos.? abração. Carlos Nascimento. Caro Carlos, conheço a maioria, não todas. E não saberia dizer qual a sua favorita. A do Milton, de repente? Grande abraço e ótimo Natal, Daniel

Markito-Pi em 23 de dezembro de 2011

Tive de voltar ao ler o comentário do Reynaldo. Trouxe à baila um nome que, lamento, havia esquecido: Walter Franco.Bom pra cacete. Compositor de vanguarda( mais até que Arrigo Barnabé, outro dos bons).Alguém sabe por onde anda o Walter?

Reynaldo-BH em 21 de dezembro de 2011

Daniel, muito legal. Existem uns caras (como o Arnaldo Antunes) que nunca abrem mão de ser inovadores, sem se deixar levar pelas playlists de sucesso instantâneo. E passageiro. Eles são essenciais. Lembrei-me do Walter Franco, um gênio que alguns consideravam somente um piadista (com Canalha, etc). Nunca foi. Serra do Luar é inigualável. Te mando o link com a Leila Pinheiro. Grande abraço. http://www.youtube.com/watch?v=-QDw_tXTlNk Grande Reynaldo, valeu mais uma vez. Abração, Daniel

Marco em 21 de dezembro de 2011

Amigo Setti: Valeu Carlos Nascimento, a gente só brinca com quem gosta, abração e obrigado pelos votos q são reciprocos. Abs.

carlos nascimento em 21 de dezembro de 2011

Caro Marco, Nunca fujo da luta. Vá a seção "Tema Livre", no post de 13/12/11, deixei algumas opiniões registradas. A derrota do meu time no domingo está desencadeando grandes reflexões no País, os brasileiros levaram um choque de 220 volts, tomaram consciência de que já não somos mais os melhores do mundo no futebol, até isso nos foi "roubado", uma soma de malfeitos e malfeitores, acrescidos da era da mediocridade política, acabou por enterrar o nosso maior orgulho nacional, o de um dia termos sido os melhores do planeta no futebol. Pedindo licença ao Ricardo/Daniel, leia também na coluna do nosso amigo AN, o recado dos deuses do futebol, lá encontra-se um belo depoimento. FELIZ NATAL e VENTUROSO 2012. Carlos Nascimento.

Marco em 21 de dezembro de 2011

Amigo Setti: Êpa, C. Nascimento, neca pitibiriba, stop, onde é q tu comentou esportivamente no Setti, nos últimos dias q eu não achei, todo os leitores do blog, estavam ansiosos pela tua manifestação ou opinião. Mas de qualquer forma vão as perguntas; a) Se tu tivesse q convocar ou naturalizar 1 jogador espanhol, tu escolheria o Xavi ou Iniesta? b)PH (Ganso) e R10, podem ser os Maestros do time para 2014? Minhas Respostas: a) Xavi é muito mais jogador q Iniesta, inclusive Iniesta passou por vários clubes e só se afirmou agora. b) Não podem, esse jogador vai ter q ser descoberto,o PH depois da lesão não é mais a mesma criança e o R10, parece q o River Plate o quer em razão do patrocínio da Petrobrás, virou um ponta esquerda despreocupado, só dá tapa na bola, com esses dois o time não pode jogar para eles. A minha aposta é no Tiago Neves, e os meus centrovantes para copa são Pato, Nilmar e Damião. Claro q estou puxando a sardinha para o meu lado. Setti, comentei no A. Nunes, q tu sabe muito de futebol. Abs.

carlos nascimento em 21 de dezembro de 2011

Daniel, A minha é "unforgettable". Outra coisa, tempos atrás, teu pai me deu uma dura, pois "ousei" dizer que Ray Charles foi melhor que Frank Sinatra, puro sacrilégio, depois disso, jamais tentei dizer o contrário. Mas, diga lá, Geórgia é ou não é uma bela música ? abraços. Carlos Nascimento.

Markito-PI em 21 de dezembro de 2011

Daniel, my dear. Não precisa publicar este recado, caso ache muito agressivo. E é mesmo. V. é músico, e bom de ouvido, Dani. Não é possível que não tenha notado a pobreza, miserabilidade, até,musical daquela oisa chamada Ira.Fui ver ao vivo, , mais de uma vez, pois não am tanta mediocridade.Era fato. O Scandurra NÃO sabe tocar violão.Não sabe mesmo, Daniel. Nos discos ??? que são ruins,alguém deve ter toma lugar, pois mesmo com harmonias tão tacanhas,o cara Não sabe fazer.Antunes é outro caso de emulação pobre dos poetas praxis.Ele mesmo confessa isto citando os irmãos Campos(Augusto e Haroldo)como seus gurus. E Décio Pignatari, que rejeita esta suposta inspiração.V. sabe bem, Daniel,que fui amigo proximo de Mario Chamie- V. foi aluno de ambos-um dos ícones desta poesia praxis.Disse que fui porque Mario foi para o céu em agosto pp.Mario não tinha muita compaixão para avaliar o trabalho deste antunes. Uma merda."não posso mais ficar aqui de seu ladinho, ouvindo o radinho,,,,,de pilha"é uma de suas obras.Não conheço o malinês, por isso passo ao largo.Mas recomendo a V. e ao Ricardo um baita cantor, Luiz N"Gamba, africano também.Um putabraço do Marcão Agressivo nada, Marcão. E sem problema nenhum publicar o seu comentário. É a sua opinião, aliás muito bem expressada. Música é assim mesmo, fonte saudável de discórdia. Puxa, e não sabia do Chamie. Que triste. Guardo boas lembranças das aulas dele. Um grande abraço, Daniel

carlos nascimento em 21 de dezembro de 2011

Daniel, Maravilhoso. Alias, penso que Arnaldo Antunes seja um grande injustiçado, pois a mídia especializada não lhe presta o merecido reconhecimento, apesar do seu elevado nível musical. Ele é dez. Vou aproveitar o presente post para lhe saudar em razão das festas natalinas e do final de ano, já estou em ritmo de "dolce mar", ontem externei ao seu genitor que vc foi uma grata surpresa de 2.011, seu talento é fantástico, teu pai está orgulhoso do teu trabalho, nós só temos que agradecer pelas inúmeras pérolas postadas, que venha 2012, em ritmo de trem bala. Não perdendo a oportunidade - abusando da gentileza - lá vai aquela não menos impertinente perguntinha: Qual das músicas abaixo, vc elegeria com a melhor de todos os tempos ? - "smile" - Charles Chaplin. - "my way" - Sinatra. - "unforgettable" - Nat King Cole. - "what a wonderful world" - Louis Armstrong. Bem, a do teu pai é fácil prever, ele que é fã incondicional do "the voice", quanto a vc, qual seria ? seria uma outra ? vamos lá. FELIZ NATAL ! FELIZ ANO NOVO, espero que vc também retorne ao Brasil, a música e os ritmos brasileiros estão precisando dessa sinergia. Carlos Nascimento. Caro Carlos, muitíssimo obrigado pela mensagem. É uma honra tê-lo como leitor. Olha, não diria que é a melhor de todos os tempos, mas acho que minha canção favorita entre estas quatro é "My Way". Sobre qual seria "A" canção de todos os tempos... nossa, precisarei de muito tempo para pensar e acredito que não chegarei a nenhuma conclusão. A sua qual é? Um ótimo Natal e uma sensacional virada de ano. Um abraço, Daniel

Vera Tremocoldi em 20 de dezembro de 2011

Maravilha Daniel, você está fechando o ano com chave de ouro. Obrigada pelo presente. Muito obrigado, cara Vera. Fico feliz por você ter gostado. Um grande abraço. Daniel

Marco em 20 de dezembro de 2011

Amigo Setti: DANIEL, A ÚNICA METAFÍSICA Q ACREDITO É DA MÚSICA, PARA MIM, É COMO OUVIR E COMPREENDER O MAIS ELEVADO DIÁLOGO ESPIRITUAL Q A COMPÕE! ABS.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI