“Coluna do Estadão”: “Jogo Rápido”/Ibrahim Eris

Pessoas próximas ao presidente Fernando Collor, mas de fora do governo, fizeram parte da central de hostilidades contra o presidente do Banco Central, Ibrahim Eris, nos últimos dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × um =