“Coluna do Estadão”: Perguntar não ofende

E se ninguém se entender sobre o entendimento proposto pelo presidente Collor, como é que fica?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − 7 =