Coluna “Galeria”: Historinha com PC Farias e Quércia

O inefável empresário Paulo César de Farias, o PC, epicentro de diversas embrulhadas e embaraços para o governo, pilotou uma tentativa, fracassada, de aproximação entre o governador de São Paulo, Orestes Quércia, e o presidente Fernando Collor.

* Durante a campanha eleitoral do ano passado, uma pessoa de prestígio de fora do governo fez uma ponte entre Quércia e PC. Ambos conversaram por telefone. PCqueria combinar uma visita de Quércia a Collor, em Brasília.

* Quércia ficou de telefonar em seguida para um acerto de detalhes, mas só ligou mais de um mês depois.

PC chegou a dar um chá de espera em Quércia, que esbravejou para os amigos:

— Quem ele pensa que é? Sou o governador do Estado mais importante do País.

Os telefonemas cessaram.

* Vencido o primeiro turno da eleição paulista pelo candidato de Quércia, Luiz Antonio Fleury Filho, PC voltou ao circuito.

Ele foi enviado a São Paulo pelo próprio Collor com um recado a Quércia: o presidente iria tirar o acelerador de seu apoio a Paulo Maluf, do PDS.

Por conveniência do Planalto, PC não se encontrou com o governador, mas com um seu colaborador próximo que não integra o governo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − treze =