De cabeça baixa, em segundo plano, apareço exausto nesta foto de maio de 1983. Após três semanas de trabalho para VEJA no Oriente Médio, eu participava de entrevista com Ahmed Abdel Rahman, porta-voz da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), considerada então uma entidade terrorista pelos EUA e seus principais aliados.
A OLP fora expulsa no ano anterior de Beirute, onde tinha sede e milhares de militantes armados, pela invasão militar de Israel ao Líbano, e transferira sua sede para a pacata Tunísia.

Mesmo assim, a casa onde se deu a entrevista tinha homens de metralhadora até no telhado. Eu estava cansado, mas não desatento: as anotações das entrevistas feitas na Tunísia e outros países do Oriente Médio renderiam mais de 120 páginas datilografadas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × três =

TWITTER DO SETTI