Com o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, após eu ter sido um dos entrevistadores do ministro no programa “Roda Viva”, que a TV Cultura levou ao ar a 18 de abril de 2016.

Na véspera, um domingo, a Câmara dos Deputados votara por grande maioria em favor da admissibilidade do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, o que fez o caso seguir para decisão final pelo Senado.

Uma das perguntas que fiz a Gilmar foi se, como jurista e professor experimentado, via alguma irregularidade no processo de impeachment. Ele considerou os procedimentos adotados pelo Congresso e referendados pelo Supremo como dentro da Constituição e das leis. Dilma teria o mandato cassado pelo Senado pouco mais de quatro meses depois.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − 12 =

TWITTER DO SETTI