Image
O falecido Kim, pai, com Kim, filho — também neto do outro Kim, na terceira geração da ditadura

Amigo do blog, o jovem com cara de bobo na foto, Kim Jong-Un, a respeito do qual pouquíssimo se sabe, acaba, como sabemos, de herdar um trono estranhíssimo, o da comunista Coreia do Norte, cujo povo padece há anos de uma das vidas mais miseráveis do planeta e sofre fome crônica para que seu falecido pai, o tirano Kim Jong-Il, o “Amado Líder” — com ele na fotografia –, montasse uma gigantesca máquina de guerra e procurasse por todos os meios ter a bomba atômica e mísseis para lançá-la.

Digo trono estranhíssimo porque coube justamente a uma ditadura comunista, a mais fechada do mundo, criar, entre os regimes de alguma forma republicanos, uma espécie maluca de monarquia: Kim Jong-Il, esse governante tarado que massacrou seu povo durante 17 anos, como se sabe, “herdou” o comando do país de seu pai, Kim Il-Sung, o “Grande Líder”, em 1994.

Sórdida tradição latino-americana ficou para trás

Criou, assim, um precedente para que outras ditaduras, de vários tipos, retomassem uma sórdida tradição latino-americana do passado: a de transmitir o poder de pai para filho, como fizeram os Somoza — três deles –, na Nicarágua, entre 1956 e 1980, ou François Duvalier, o “Papa Doc”, que oprimiu o Haiti de 1957 a 1971 quando, morto, sentou-se no trono republicano seu filho, Jean Claude, o “Baby Doc”, que manteve o terror de Estado até ser deposto, em 1986.

Por ironia, o único regime a manter o esquema familiar é a comunista Cuba, na qual, depois de reinar absoluto por 49 anos, o tirano Fidel Castro cedeu lugar ao irmão, Raúl, em 2008, embora ainda o monitore de perto.

Banida da América Latina com a exceção de Cuba, essa infeliz tradição de, digamos, repúblicas monárquicas pulou para o Oriente Médio. Na Síria,  Bassar Assad, no ano 2000, sucedeu o pai, Hafez Assad, cuja ditadura durou 29 anos, da mesma forma como os depostos Hosni Murabak, no Egito, e Muamar Kadafi, na Líbia – este massacrado por seus captores antes de enfrentar um julgamento –, pretendiam fazer com filhos escolhidos a dedo.

Image
Mulheres chorando nas ruas com a morte do “Amado Líder”: a polícia está atenta para todos fazerem o que o regime quer

O fato de Kim Jong-Il ter morrido no sábado e sua morte divulgada apenas hoje, primeiro por uma causa estapafúrdia – “fadiga física” – até o governo de Pyongyang admitir que se tratava de um enfarto fulminante, dá margem a imaginar-se que houve alguma dúvida ou mesmo disputa entre a cúpula do “Partido dos Trabalhadores” (o Partido Comunista lá é PT), sobretudo de parte dos generais que o compõem, sobre entregar o poder ou não ao neto do fundador da ditadura.

A Coreia do Norte passa a ser o primeiro regime não-monárquico a adotar uma monarquia peculiaríssima que entra, com a assunção do mais jovem Kim, na terceira geração de ditadores. O único país a alcançar esse recorde.

Image
O choro coletivo e obrigatório incluiu pessoas de todas as idades

E, num país em que o povo tem uma brutal carga de deveres e pouquíssimos direitos, como podemos observar nas fotos e nas imagens da TV, inaugurou, também, algo inédito: o choro coletivo compulsório.

Tratando-se de um Estado policial em que há décadas a população está acostumada a obedecer — os poucos que não o fazem desaparecem, vão para a cadeia ou são condenados à morte, dependendo da importância que a ordem tenha para o regime — e onde a polícia e a polícia secreta são onipresentes, a sinceridade do choro é diretamente proporcional ao tamanho do temor.

Veja no vídeo a tragédia cínica do choro “espontâneo” muitíssimo bem organizado:

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − seis =

Nenhum comentário

Armando em 09 de janeiro de 2012

Esses vídeos são um primor da loucura existente, se a humanidade sobreviver por alguns séculos, não tenho dúvida alguma que irão estudar essa sociedade de merda que matam milhões de fome para erigir um pedestal a um DITADOR COMUNISTA. Seria cômico, se não fosse trágico...

Saramar Mendes em 22 de dezembro de 2011

Que horror! Que supremo horror! Estas cenas lembraram "1984".

Roberta Soares em 21 de dezembro de 2011

Isso é um absurdo, além do povo sofrer esse tempo todo ainda são obrigados a chorar por um tirano comunista morrer? E como se fosse pouco, ou vc chora ou morre. Fala sério, tem certas coisas que me dão nojo.

Corinthians em 21 de dezembro de 2011

Sabe o que é pior ? É um partido brasileiro, o PCdoB, publicar uma nota de pesar pela morte do ditador da República Democrática da Coréia. A nota ainda apóia a luta anti-imperialista e diz que a Coréia do Norte é um estado de uma economia próspera e socialista baseada nos interesses das massas populares. É... Eles estão alinhados com o petismo. Eles querem isso para o Brasil... E ainda mandavam em ministério... O Programa Segundo Tempo afinal é exemplo de como essa "ideologia" socialista é baseada nos interesses das massas populares não é mesmo ? O choro deve ser verdadeiro - mas não pela morte do ditador, mas por saberem que nem como o ditador morrendo a coisa melhora...

Ivan Baiocchi em 20 de dezembro de 2011

Carpideiras comunistas. Essa, para mim, é nova!

Stefano Barbosa em 20 de dezembro de 2011

Israel ergueu monumento em homenagem à URSS... logo Israel não vale nada

Elvio em 20 de dezembro de 2011

Pois é Ricardo, A nesa nº01 de tranca nas profundas já está completa. Aquele do qual "não de diz o nome" já está montando a mesa nº02, com bons postulantes. O torneio vai ser do balacobaco. abs Elvio

Expedito em 20 de dezembro de 2011

Os "chorões" norte-coreanos, principalmente os marmanjos da primeira fila do vídeo, deveriam bater com a testa no degrau e não com os punhos. Em consequência, poderia correr algum filete de sangue. Assim, quem sabe, os rostos mais autênticos poderiam poderiam candidatar-se a uma vaga de ator ou atriz e faz parte do "cast" de Bolyood, a meca emergente do cinema da India. O pesar, a comoção e o choro das Carpideiras nordestinas são mais convincentes !

Ricardo em 20 de dezembro de 2011

Muito choro,nem uma lágrima.Finge,ou morre.Estamos no mesmo caminho,pelas mãos do povo. É bem provável que choraremos no futuro,lágrimas verdadeiras.

Alberto em 20 de dezembro de 2011

."Veja no video como o choro e" organizado e espontaneo". .Ou e" uma coisa ou outra,as 2 sao mutuamente exclusivas.Simples logica. Você tem razão, caro Alberto. Fui fazer ironia com "desorganizado" e me saiu errado. Vou acertar. Abração

MTS em 20 de dezembro de 2011

Oi Sergio, sinceramente nao achei que vc seja petralha. Se eu achasse, teria dito, sem rodeios. Entendo o que vc diz sobre o povo ser tao pobre e reprimido que no universo deles, a morte desse esquerdista vagabundo possa ate causar tristeza. Mas acho que no video, ha um exagero que soa a burocracia. Ate nessa hora, nada e expontaneo. Tanto e que levaram uma semana para comunicar ao mundo tal fato. Provavelmente estavam ensaiado o choro da populacao. E o que me deixa mais convicto alem de tudo,sao os indices sociais e economicos desse pais. A populacao vive num inferno dentro de uma jaula. Nao acho que chorariam tanto por ele. Abcs

Marcos Conservador em 19 de dezembro de 2011

Na época do Stalin, quando ele discursava na praça vermelha, o primeiro da multidão que parasse de bater palmas era preso. Essa coreografia do choro é completamente falsa.

Sergio em 19 de dezembro de 2011

@MTS. Pode acreditar que é uma dúvida mesmo. Senti uma pitada de "olha o petralha falando" no seu comentário. Se entendi mal, me desculpe. Acho que sou mais anti-petista que o Reinaldo Azevedo. Só não tenho a mesma "sutileza" dele para qualificá-los. No caso dos pobres norte coreanos não sei o que é pior - Fingir que estão chorando ou chorar de verdade. Triste sina esse povo em pleno século 21 sendo manipulados e vilipendiados por estes tiranetes. Como sou humanista, espero que todos estes tiranos desumanos tenham o mesmo fim deste aí, e rápido.

Vera em 19 de dezembro de 2011

Tudo isso tem um nome: Lavagem cerebral ideológica coletiva por décadas e décadas. Se a mente acaba acreditando numa ideologia, cega-se a tudo mais e para estes o choro então pode ser mesmo espontâneo. Esse é o cuidado que temos que ter com quaisquer convicções que nos tentam convencer de suas doutrinas, sejam elas quais forem. A esquerda política e intelectual é apenas uma delas.

Marcos Conservador em 19 de dezembro de 2011

Será que o Emir Sader vai publicar alguma nota de luto?

nena em 19 de dezembro de 2011

Então o partido de lá também se chama PT? Isso explica muita coisa...

Pedro Rian em 19 de dezembro de 2011

Que palhaçada essa choradeira.

MTS em 19 de dezembro de 2011

Prezado Sergio, acredito sinceramente na sua duvida, mas nao se engane. Veja o video e pense o seguinte. Em algum lugar no mundo, vc ja viu algo igual? Pessoas chorando histericas, por todos os lugares, de forma uniforme, organizada, burocratica? Vejo muitos paralelos com essa corja do governo.

G. Carvalho em 19 de dezembro de 2011

Caro Ricardo, excelente matéria. Não é só aqui que se estabelecem dinastias, não é verdade? A Professora Filomela Klorotes, especialista em corrupção política comparada, vem pesquisando a incorporação virtual de estados e municípios brasileiros ao patrimônio particular de algumas famílias, que exibem caráter dinástico, sem que ninguém ouse dizer um ai. As velhas autocracias norte-coreana e cubana continuam controladas, por décadas a fio, pelas mesmas famílias. As carpideiras vistas nas fotos não choram por profissão, nem por boniteza. Choram, como pulam os sapos, para sobreviver. Nenhum regime autocrático, nenhum, prospera sem censura, propaganda maciça e a ajuda nada discreta da polícia secreta de quarteirão. Deve ser a versão do paraíso, acalentada por milicianos incultos e patrulheiros analfabetos. Para quem gosta de m., dever ser um prato cheio. Você por acaso ouviu falar de algum coiote interessado em infiltrar migrantes nessas autocracias? Nem em sonho.

J.R.Monteiro em 19 de dezembro de 2011

Esse vídeo é muito educativo. Essas cenas vão se repetir no Brasil, quando formos desclassificados na semi-finais da Copa de 2014, e o Lula ganhar a eleição. Metade vai chorar pelo futebol e a outra metade, a que pensa, vai chorar mais 12 anos de PT. Vai faltar cadeia que dê conta quando essa febre passar.

Sergio em 19 de dezembro de 2011

Veja o relato de uma refugiada (que está hoje na Coreia do Sul e não teria motivo para mentir, eu acho). "Também ficava confusa quando diziam que muita coisa do que eu havia aprendido lá não era verdade. Hoje, não tenho mais tanto respeito por Kim Jong-Il. Mas continuo admirando Kim Il-sung. Ele é como se fosse o nosso pai." Sei lá, lavagem cerebral é complicado... De qualquer maneira é triste. Keum Ju (nome fictício), de 24 anos

Sergio em 19 de dezembro de 2011

Mas será que o choro deles não é verdadeiro Setti ? Não nos esqueçamos que eles passaram a vida toda sendo bombardeados pela propaganda do regime. É difícil conseguir ver alguma coisa estando tão "imerso" nessa "realidade" que estes merdas criaram. Tão verdadeiro, caro Sergio, como uma moeda de 2,50 reais. Pô, veja o vídeo. Chega a ser hilário, se não fosse pavoroso ver um povo ter que fazer isso para não ter problemas com a polícia.

Teresinha em 19 de dezembro de 2011

É muito triste ver um povo tão subjugado, sendo obrigado a interpretar um sentimento para ser veiculado pelo mundo.

Edson Da Silva Paim em 19 de dezembro de 2011

"A hora da estrela" de Lispetor chega a todos - Quem não conhece outra verdade chora mesmo - uma vez que não os ensinaram outra coisa - "choro coletivo", duvido!

Luiz em 19 de dezembro de 2011

E NÃO CHORA PRA VÊ O QUE ACONTECE!!!

ETDS_br em 19 de dezembro de 2011

Isso não é nada.O futuro nos reserva vexame muito pior quando "o iluminado" desencarnar...

Cara Pálida em 19 de dezembro de 2011

Você também choraria se tivesse que receber a ração dos seus pupilos.

Clovis em 19 de dezembro de 2011

Esse é o melhor e maior presente de Natal que a humanidade poderia receber, pelo menos mais um milhão de anos de vida para nós humanos. Pela teoria a 2a geração em diante em ditaduras tradicionais e lideranças carismáticas, na falta do 1o líder, a coisa começa a ruir, p/exep. os irmãos Castro.

Sergio em 19 de dezembro de 2011

O partido comunista daqui também é PT. Aqui também,como la´, existe a "monarquia peculiaríssima" onde uma irmã de armas" assumiu o lugar do chefe da quadrilha e depois virou presidente. Acho que não seremos obrigados a chorar,mas que está bem parecido está.

Vera Scheidemann em 19 de dezembro de 2011

Meu Deus ! Que coisa mais absurda ! Inacreditável ! Vera

Reynaldo-BH em 19 de dezembro de 2011

Sadam, Bin Laden, Khadafy, Kim Jong... O diabo deve estar cheio de serviço! E ainda faltam Chapolins Colorados e Comas Andantes. Reynaldo. PS: O vídeo é a prova final que Pepe, Hulck e Lua são superiores... E vou evitar mostrar esta coisa a eles. Podem ficar traumatizados. PS2: O novo ditador com cara de idiota, foi educado na Suiça e é apaixonado pela NBA. Mas gosta de acompanhar sessões de tortura, ao vivo. (Informações da BBC).

Muttley, em 19 de dezembro de 2011

Olha, Setti, Sorvendo da irreverência daquele talentoso poeta, troque aí, no comentário anterior o: "olhos de anjo", pelos olhos do insuperável Fernando Pessoa.

Muttley, em 19 de dezembro de 2011

Caro Setti, Com a devida vênia, se se olhar o vídeo com olhos de anjo irão perceber que o povo da Coreia do Norte é um FINGIDOR '...e finge tão completamente, que finge ser dor, a alegria e o asco que deveras sentem, pelo ditador'. (rimou? hehe)...já vai tarde, vagabundo!!!

Noah Shuster em 19 de dezembro de 2011

Setti, . Você concorda comigo que o Fascismo é o irmão do Comunismo? . E você engole essa falácia de que o Comunismo nunca existiu realmente? Fascismo e comunismo têm em comum algumas linhas, mas são totalistarismos diferentes. E que história é essa de que o comunismo nunca existiu? Existiu, infernizou milhões de pessoas e já quase acabou. Tem um restinho, ainda. Na China, em grande parte do território, o comunismo acabou como regime "social" e "econômico", mas aproveitou todinha a estrutura ditatorial. Restam Cuba e Coreia do Norte, ambos países miseráveis. O Vietnã segue a linha da China. Abração

MTS em 19 de dezembro de 2011

Ha diversos petralhas que protestam contra essa opiniao de que o choro eh forçado. Na cabeça anormal desses seres, um povo tao feliz, tao bem cuidado, estaria sim chorando de tristeza. Sao mesmo anormais. O sonho deles eh o povo brasileiro chorando assim a morte em breve de Lulla, qdo ira se juntar a Satan. Todos os brasileiros juntos, comendo sanduiche de mortadela, como os usados como estimulo nas manifestacoes "sociais" de apoio ao PRIMEIRO CORRUPTO do Palacio.Todos chorando, orgulhosos de sua miseria(sem a qual o PT nao sobreviveria) e saudosos do MENSALAO, da CORRUPCAO, do SARNEY, dos ENENS FURADOS, DA FALTA DE SEGURANÇA, DA MORTE NAS FILAS DE HOSPITAL PUBLICO enquanto o PRIMEIRO CORRUPTO do PALACIO se trata no SIRIO. O povo sinceramente chorando pelo despacho do PRIMEIRO CORRUPTO para os braços de SATAN. JA vao se preparando ai!!

Robert em 19 de dezembro de 2011

Meu Deus, conseguem ser mais amestrados que o brasileiro... Será que quando Sir Lula El Apedeuta morrer veremos isto na televisão ????

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI