Esta foto de Zico falando comigo, de autoria do querido amigo J. B. Scalco, precocemente falecido, foi feita a 6 de julho de 1982, no dia seguinte à “tragédia do Sarriá” — a eliminação surpreendente e até hoje dificilmente explicável da inesquecível Seleção Brasileira de Zico, Sócrates, Falcão, Júnior e outros grandes craques treinados por Telê Santana ante a Itália de Paolo Rossi, na disputa para participar das semifinais da Copa do Mundo da Espanha, em 1982.

No hoje inexistente estádio de Sarriá, em Barcelona, naquela tarde terrível de 5 de julho de 1982, o Brasil, como muitos se lembram, perdeu por 3 gols a 2, depois de sair em desvantagem e empatar duas vezes — o empate levaria a equipe a uma semifinal relativamente fácil, contra a Polônia.

A até então quase inexpugnável concentração da Seleção em Mas Badó, uma antiga mansão rural transformada em hotel a 45 quilômetros de Barcelona, foi no dia seguinte, 6 de julho, aberta aos jornalistas (eu já estivera lá antes, num grande golpe de sorte, para entrevistar Telê Santana, que não concedeu nenhuma entrevista exclusiva durante toda a Copa e estaria na capa de VEJA caso o Brasil fosse campeão. O material mantém-se até hoje inédito.)

Para lá rumamos, toda a mini-equipe de VEJA encarregada de cobrir a Seleção Brasileira — os fotógrafos Pedro Martinelli e Ricardo Chaves e eu –, mais colegas e amigos queridos de Placar, como o próprio Scalco, Juca Kfouri, então diretor da revista, e Carlos Maranhão, talentoso jornalista com grande experiência em Copas do Mundo, braço direito de Juca à época.

Zico estava ainda perplexo com o que ocorrera na véspera e, entre outros temas,lamentou comigo que o jogo não permitisse a ele receber tantos passes como gostaria.

Você pode ler a reportagem publicada em VEJA sobre a morte na praia dessa grande Seleção clicando aqui.

Se quiser ler reportagem de capa sobre Zico feita por mim para VEJA pouco antes da Copa da Espanha, clique aqui.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 1 =

TWITTER DO SETTI