Image
Para João Vicente, ditadura do Irã é “regime límpido e transparente”

A presidente Dilma deve anunciar hoje os sete componentes da Comissão da Verdade. Otem, ela sancionou ontem a lei que cria a Comissão, destinada a apurar violações de direitos humanos cometidas por agentes do poder público entre 1946 e 1988. Na prática, deve deter-se mais no período da ditadura militar (1964-1985).

O Comitê Paulista pela Memória, Verdade e Justiça apresentou à presidente uma lista de nomes para integrar a Comissão. Entre os nomes sugeridos, está o de João Vicente Goulart, filho do falecido ex-presidente João Goulart, o Jango (1961-1964).

Quais serão as credenciais de João Vicente, cujo pai, fossem quais fossem seus defeitos, era presidente constitucional do Brasil e foi deposto pelo golpe militar de 1964, para integrar uma comissão que deve ter neutralidade suficiente para examinar os fatos?

Além do mais, João Vicente é fã da ditadura dos aiatolás do Irã, como se pode verificar em post publicado pelo blog em fevereiro deste ano.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 1 =

18 Comentários

mario em 24 de setembro de 2013

Seu comentário ofensivo e calhorda foi deletado. Sugiro ir correndo passar uma temporada no Irã.

ricardo faria em 03 de abril de 2013

Seu comentário, além de calhorda, é mentiroso. E, claro, foi deletado.

Michel Bastos em 19 de dezembro de 2011

Olha, eu li o outro post, e percebo que vc tem uma tara pelo João Vicente. Percebo que você não se limitou só a dar sua opinião sobre o tema Irã. Vejo em você Ricardo Setti, alguém muito destrutivo. De mais a mais acho que o regime do Irã com todos seus defeitos é 500 vezes melhor que o Regime Assassino dos Estados Unidos no qual estamos inseridos no que eles “acham” que é demomocracía....Esses sim são verdadeiros terroristas. Tudo em nome de uma "Democracia Canalha, esta sim terrorista, operante sobre um Capitalismo disposto a acabar com o mundo. Pior do que 1000 Bin Laden, Pior do que o coitado do Sadam, ou do Kadhafi. Claro!! Entendo!!... Tudo o que é cultura "desconhecida" fora do que "achamos" que é democrático... Terminamos vendo como um absurdo. Nenhum sistema é perfeito. Porém absurdo é ver o que vemos no Brasil, absurdo é a falta de moral, respeito e valor pelas pessoas. Absurdo é saber que a vida aqui não vale nada, nem para assassinos, nem para instituições financeiras e asseguradoras, todas estas "Nobremente Capitalistas" e é claro...muito, mas muito democráticas, dispostas até em lucrar com nossa morte. Para muitos de nós jovens, valemos mais para um banco mortos do que vivos. Ricardo Setti, entendo perfeitamente o porquê você foi tão agressivo: Porque jamais, mesmo mantendo suas crenças, você assim como muita gente, não se coloca do outro lado da moeda, não tem essa capacidade. Por tanto meu caro Setti, ...te falta grandeza nesse teu perfil destrutivo.

Vanderlei em 23 de novembro de 2011

Esse tal de João não é admirador de nada. O pai, presidente que chegou ao poder sendo candidato a vice, se preparava para "permitir" um golpe mais a esquerda no dia 1º de maio de 1964. Os militares envolvidos seriam os mais próximos a Jango. Basta ler O Perfil de Jango, de Marco Antonio Villa. Diante dessa possibilidade, outros militares anteciparam o golpe em exatamente um mês. Pra não rolar no dia 1º de abril, por motivos óbvios, fizeram a partir da noite de 31 de março. Se o pai era o que era, imagine o João.

Nunca chamei, nem vou chamari em 23 de novembro de 2011

A "CUMICHÃO DA VERDADI", é outra palhaçada... se colocarem esse cara, não faltará mais nada, ALÉM DA LONA, para ser um circo.... - - deveriam colcaor o LUPI, o ZÉ, O Zé aulo, ou qualier outro petista....

duduvieira10 em 23 de novembro de 2011

Meu Deus! o que tem a ver o c. com as calças? Qual as credenciais desse sujeito? A não ser filho do de um homem lunático que levou o Brasil para ditadura, pois queria uma república sindicalista, o que de fato hoje aconteceu depois de 40 anos. Já sabemos o que vai acontecer com essa comissão, "Um montão de bobagens"

geran em 23 de novembro de 2011

Depois dessa, que tal o renan ministro da fazenda? Collor na cultura? A martaxa na educação? O Falecido dela como ministro da defesa? So esta faltando isso mesmo. Mas como se trata de cria do molusco, nada mais nos assusta. So nos apavora o que virá pela frente.

Corinthians em 21 de novembro de 2011

Bom, está entre outros, mas acho que dá pra ver o tipo de pessoas que compõem o comitê... Isso comprova que não é comissão da Verdade - é comissão da revanche! Aliás fui ver o post que não havia visto antes, e depois de descer pelos comentários, via defesa ridícula de João Vicente - que é mais um destes que preferem ignorar os fatos e se acobertar em "mídias alternativas", "império", "órgão", "PIG", para ficar nas palavras mais usadas. Mostra o nível de inteligência e consequentemente da matéria e/ou conversa pelo menos. Reclamou também que não respeitam sua opinião "divergente"... pelo que entendi era ele reclamando de alguém que divergia de sua opinião, e mais que isso, da contradição de que um filho de alguém exilado pela ditadura brasileira apoiar a ditadura iraniana. O mais interessante (e estranho) é que ele não defendeu seu ponto de vista nem tentou colocar o Irã como um regime democrático... abraçou a contradição. Acho que os auto proclamados "esquerdistas", "progressistas", etc. nunca tiveram um dicionário... Fico imaginando o que este "humanista" pensa sobre as armas e mísseis que o Irã fornece para o Hezzbolah e para o hamas, além é claro da bomba atômica... talvez em sua mente distorcida isso seja justiça para ele, desde que os artefatos não caiam em seu lindo quintal... Deixa eu adivinhar, ele ganha Bolsa Ditadura certo ? Gostaria de saber quanto só pra ter uma idéia...

Razumikhin em 19 de novembro de 2011

A República Islâmica e Democrática do Irã tem um regime de governo que é tão livre quanto o de qualquer uma outra nação socialista. Todos os cidadãos - que não são do partido nem da Nomenklatura - são iguais. Os opositores do regime? Ninguém, não há. Houve, mas no passado e estão todos nos cemitérios. É 100% de aprovação, a imprensa também é livre.

José Figueredo em 19 de novembro de 2011

Mais um com a massa cinzenta alterada e mal cheirando.

José Alberto Scur em 19 de novembro de 2011

ESTA FAMILIA É MAIS UM PARADOXO BRASILEIRO. TODOS SÃO PROGRESSISTAS, ESQUERDISTAS, DEMAGOGOS E POPULISTAS. MAS MANTEM VASTAS FAZENDAS E PROPRIEDADES VÁRIAS, EM VARIOS PAISES..ENFIM, SOCIALISTAS COM OS DINHEIRO DOS OUTROS QUE O NOSSO (DELES) É SAGRADO...

Tuco em 18 de novembro de 2011

. O que me causa espanto é o quanto essas inutilidades encantam alguns... Tremenda bobagem, perde-se tempo com tanta PORCARIA, enquanto no país fervilham corrupção, injustiça, descaso, impunidade e um sem-fim de etc. escatológicas! Comissão da Verdade, pré-sal... O bando de indecentes vai do gênesis ao apocalipse! .

Pedro Luiz Moreira Lima em 18 de novembro de 2011

Amigo Setti: Vai ser um dialogo dos melhores - voce e João Vicente - ganhador? a democracia.São duas pessoas honestas e sérias na defesa da democracia. Não tenho nenhum contato com ele mas o admiro pela coragem na defesa da história do seu pai - o saudoso Presidente João Goulart. Abração.

Pedro Luiz Moreira Lima em 18 de novembro de 2011

Amigo Setti: Voce esta fazendo uma injustiça com o João Vicente Goulart.Li o artigo do João Vicente Goulart e não há defesa de qualquer ditadura e sim contra organismos internacionais, a maioria suspeitas, em legistimar intervenção em qualquer nação soberana. João Vicente Goulart nunca foi golpista e sempre combateu as ditaduras e principalmente a nossa - criminosa e corrupta mas com defeito PIOR - HIPÓCRITA dizia-se DEMOCRATA. Apoio integralmente o nome de João Vicente Goulart na Comissão da Verdade. Um grande abraço. Pedro Luiz PS- dá uma espaço para o filho do Presidente Goulart e verá o engano de sua nota. Caro Pedro Luiz, João Vicente já teve o espaço que quis neste blog. Respondeu, com as palavras que desejou, a meu post em que mostrava o quanto ele admirava o regime dos aiatolás do Irã. Li seu texto laudatório com meus próprios olhos, ninguém me contou. Nunca acusei João Vicente de ser golpista. Se ele quiser publicar uma resposta a este post, terá todo o espaço de que necessitar. Um abração pra você também.

Adriano em 18 de novembro de 2011

Ditadura no Irã? Vocês são uma piada! É, uma piada. Já você fala sério, não é mesmo?

Corinthians em 18 de novembro de 2011

Setti, Se me permite perguntar, quem são os componentes do Comitê Paulista pela Memória, Verdade e Justiça ? Entre outros, o jornalista Pedro Estêvão da Rocha Pomar, neto de Pedro Pomar, ex-dirigente do PC d B morto pelo regime militar em 1976, e Cândida Guariba, neta de Heleny Guariba, militante da chamada Vanguarda Popular Revolucionária desaparecida desde 1971.

ze domatogrosso em 18 de novembro de 2011

o sobrenome famoso não o credencia para o cargo, além do aspecto subreptício de revanchismo. se querem um gaucho, porque não paulo brossard, cuja biografia dispensa comentários... é mera sugestão... Acho o velho Brossard ótima ideia, sem dúvida. Abração

José Geraldo Coelho em 18 de novembro de 2011

Manda ele pro Irã. Uai!

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI