Image
Diego Lugano, capitão do time do Uruguai: atos como a mordida em Chiellini “fazem parte do jogo” porque futebol é “esporte de contato” e “para homem”. Só que mordida nem o MMA admite (Fotos: Getty Images :: Reprodução SporTV)

Solidariedade de classe (jogadores de futebol) e entre colegas de equipe (seleção uruguaia) deve ter, imaginam as pessoas decentes, um limite. Não é o que parece pensar o zagueirão Lugano, ex-ídolo do São Paulo hoje atuando no West Bromwich inglês.

Ele saiu hoje em aberta defesa do indefensável: a espantosa mordida aplicada pelo atacante Luisito Suárez no zagueiro Chiellini, na partida em que ontem a ex-Celeste Olímpica despachou a Itália da Copa de 2014, derrotando os tetracampeões por 1 x 0.

Para Lugano, a mordida — proibida até mesmo pelas regras do MMA, recentemente chamado de vale-tudo, tal qual o dedo nos olhos — é algo “normal” em uma partida entre times com grande rivalidade, uma vez que, acentuou, “futebol é esporte de contato” e “para homem”. “Foi um fato isolado”, insistiu o zagueiro, como se, digamos, o uso de um porrete contra um adversário por alguém que saia do banco de reservas para esmagar sua cabeça também não constituísse um fato isolado e, nem por isso, deixasse de ser criminoso à vista das regras da FIFA.

Zombando de 1 bilhão de telespectadores de todo o planeta, o zagueiro, irritado com a pergunta de um dos jornalistas brasileiros, teve o desplante de proferir as seguintes palavras:

— Você viu a mordida? Tem certeza que viu na TV? Quando você for falar alguma coisa, veja se é verdade. Você está fazendo uma acusação que não é verdadeira.

Não bastou o zagueiro uruguaio cobrir-se de vergonha ao tapar o sol com a peneira para defender uma atitude selvagem e antiesportiva do sempre problemático Luisito, que já mereceu punições duras também por atos de racismo.

Ele foi acompanhado por outros colegas de equipe, como Ramírez (o mesmo que impediu Chiellini de mostrar as marcas dos dentes de Suárez em seu ombro ao árbrito mexicano Marco Rodríguez) e Stuani.

Pior: enquanto Lugano, imperturbável, permaneceu por 25 minutos na entrevista coletiva que concedeu em Natal com essa postura, teve a solidariedade de praticamente todos os jornalistas uruguaios presentes, cujas perguntas sempre iam no sentido de negar o que todos viram e a desculpar o ídolo do time.

Toda Copa tem seus momentos baixos, e a do Brasil, evidentemente, não poderia ser exceção.

Depois da mordida mas, principalmente, das declarações de Lugano e de outros integrantes da delegação uruguaia, para a partida de sábado, no Maracaná, pelas oitavas de final, tornei-me colombiano desde criancinha.

LEIAM TAMBÉM:

COPA 2014: Vitória do Uruguai elimina a Itália, mas é empanada pela inacreditável mordida do astro Luisito Suárez no zagueiro Chiellini

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + 4 =

Nenhum comentário

Pedro Lúcio Rivoredo em 01 de julho de 2014

Uma coisa é certa: Suárez deve estar se mordendo de raiva.

FIORAVANTE CASTELIANI em 30 de junho de 2014

CARO LUIZ SOARES VOCÊ PEDIU DESCULPAS A TODOS PELO FATO DE HAVER MORDIDO UM ADVERSÁRIO. EM 1945, A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL HAVIA RECENTEMENTE TERMINADO E VOCÊ AINDA NÃO HAVIA NASCIDO. EU JÁ ESTAVA NO SEGUNDO ANO GINASIAL E MRS ELSIE, AMERICANA, NOSSA PROFESSORA DE INGLÊS NO INSTITUTO GRANBERY, EM JUIZ DE FORA, MG, NOS ENSINAVA QUE A COISA MAIS DIFÍCIL DO MUNDO ERA "PEDIR DESCULPAS".E VOCÊ FEZ ISSO. HOJE, AOS 80 ANOS, NUNCA ME ESQUECI DAQUELE ENSINAMENTO E CADA VEZ ME CONVENÇO MAIS DA VERACIDADE DAQUELAS PALAVRAS. PARABÉNS PELA SUA ATITUDE. IMAGINO COMO FOI DIFÍCIL. DO ADMIRADOR DE SEU FUTEBOL FIORAVANTE - 30/06/2014 AS 22:28 Caro Fioravante, em consideração a seus 80 anos não vou deletar seu comentário, escrito em letras maiúsculas -- o que não é permitido pelas regras do blog. Abraços.

Stela em 29 de junho de 2014

O jogador crava os dentes nos outros, pela terceira vez, e tem gente achando que a FIFA deve aliviar na punição. "Ah, mas é Copa do Mundo". Exatamente, é Copa do Mundo. E parece que ele esqueceu isso, achou que estava numa pelada qualquer. Apresentaram uma defesa ridícula. Ao invés de assumirem a cagada tentaram enrolar a FIFA dizendo que ele tropeçou e caiu de boca no ombro do colega. Mas o vídeo da SporTV está aí, para desmentir a farsa. “No momento do impacto, que me fez juntar os joelhos, perdi o equilíbrio, desestabilizando meu físico e caindo por cima do oponente. Neste momento bati minha cabeça contra o jogador, deixando um pequeno hematoma e uma forte dor nas peças dentais”. Se tem alguma coisa desequilibrada aí,esta coisa é a mente do jogador. Ele tem que buscar tratamento, porque um esportista não pode ter uma tolerância tão baixa a frustrações. Senão continuará mordendo e socando os outros, do nada, e impedindo gols dos adversários com a mão. Grande esportista, que o Suarez é. Não suportou nem a ideia de levar um gol de Gana. E ainda vem o cara-de-pau do Lugano reclamar do jogador italiano: "Tem que ser mais homem e aprender a aceitar as derrota". Uruguai, já foi tarde. Hasta la vista, baby, volta pra casa. E vivas à Colômbia, que já fez história sem precisar apelar para essa raça distorcida, que vocês tanto exaltam.

sandra em 28 de junho de 2014

rssssssssss Adorei Ivana. Tristeza nao tem fim!!!

Ivana em 28 de junho de 2014

O que está acontecendo, Brasil? Você está nervoso? Você está com medo? Maracanazo reloaded...!!! Você pode matar o Uruguai, mas a Argentina está chegando, nós estávamos esperando por isso por muitos e muitos anos. E desta vez a sua tristeza vai realmente não ter fim!

Fernando em 28 de junho de 2014

O problema é que quem não joga futebol acha que entende de futebol, ai fica fazendo estes comentários ridículos, onde já se viu afirmar que uma mordida machuca mais que uma cotovelada ou uma cabeçada, dependendo do jeito que pega um carrinho. O Lugano não mentiu não sou brasileiro mas não sou omisso ou alienado, Neymar bateu sim e foi por querer a imagem mostra claro isto. Sou contra a violência no futbol totalmente contra mas infelizmente é um esporte de contato onde os ânimos esquentam, normal são seres humanos que estão lá dentro. Sinceramente não vejo essa maldade toda no rapaz vi um Uruguai jogar com raça querendo ganhar o jogo a qualquer custo, infelizmente que foi a qualquer custo mesmo, pois o rapaz tentou forçar uma situação ali onde seria favorecido por um eventual pênalti, é errado é errado, porem nosso Fred também se beneficiou de um pênalti cabuloso assim. Chamam o rapaz de monstro condenam sua atitude, Justo! Porém que seja assim então nas demais situações.

Rilton em 28 de junho de 2014

A atitude contra um jogador que cometeu uma suposta mordida, em nada se compara com as malandragens dessa entidade, chamada Fifa envolvida em escândalos, moralmente ela é pior do que qualquer ato de qualquer natureza, e o Brasil país corrupto também não é um grande exemplo. Antes de tirar a trave do olho do teu irmão, tira tuas vendas para poder enxergar.

Aldo em 27 de junho de 2014

Sou argentino e acho que realmente os brasileiros estão com muito medo dos uruguaios. Eu compreendo isso, se até o suicídio chegaram os brasileiros pelo fracasso do 50. A expulsão do jogador uruguaio foi realmente demais. Se os brasileiros estivessem com mais confiança em si próprios não apoiariam a expulsão de Suárez. O gigante tem medo do anão. Incrível mas verdadeiro rsss

Andrés em 27 de junho de 2014

Maracanã!!!! buhhhh Toma cuidado com o fantasma. Medooooo meeeeedoooo. buhhhh!Coitados!

Carlos em 27 de junho de 2014

Acho que os brasileiros tem pânico do fantasma do Maracaná e por isso são a favor da expulsão de Suárez. Sinto mais pena por esses brasileiros do que por o jogador uruguaio.

Silvia em 27 de junho de 2014

Quanto medo! O fantasma do Maracaná bombou mesmo! Vamos lá Uruguai!

Cláudio em 27 de junho de 2014

Meu filho mais novo já é faixa roxa e toda vez que o vejo ficar mais nervoso jogando bola, eu o chamo na lateral e ensino que ele NÃO pode usar o conhecimento que tem pra agredir ninguém.., mesmo em resposta a chutes, cotoveladas ou cusparadas.....que no futebol ele deve se esquivar das agressões e tentar ganhar pela habilidade e trabalho em equipe... Nunca Copa do Mundo é muito pior.....TÁ TODO MUNDO VENDO e se espelhando... PEPE, Felipe Mello....já deveriam ter sido banidos do futebol.... Neymar e todos os que utilizaram de violência nessa Copa deveriam ter sido punidos com pelo menos 1 jogo de suspensão.... Mas quando um profissional agride um colega de profissão a mordidas....um limite muito perigoso foi ultrapassado....quando o faz por 3 vezes em poucos anos....é assunto pra suspensão e internação... Imagine qualquer um de nós irmos trabalhar e, durante uma argumentação acalorada sobre um projeto, ação judicial, tratamento médico, etc, um colega de profissão se vire contra vc e te morda....(. Um soco ou até chute em discussões de trabalho até acontecem embora lamentáveis..). Pior, imagine que, depois de levar a mordida do seu colega de trabalho, você descubra que ele já fez isso 2 vezes antes de te atacar.... Vocês todos, com certeza, cobrariam da empresa o por quê de terem mantido tal profissional desequilibrado livre para fazê-lo com você... O problema da mordida é que ela mostra algo profundamente errado no emocional de quem a aplica....e também em quem a defende...! Sair na pancada em joguinhos de várzea, a maioria de nós já experimentou quando muito jovens....mas MORDIDA...! Nem o MMA nem o XFC ou o UFC permitem mordida, dedo no olho ou chute no saco....por que será ? Imagino que se o Luisito Suárez, a Chinchila Raivosa, tivesse dado uma intencional bicuda fortíssima no saco do Chielinni, todos nós, por solidariedade masculina, estaríamos defendendo uma pena maior para tamanha covardia.... Tenho muita pena do Luisito por todo o esforço dele para estar na Copa, mas o desequilíbrio dele é preocupante... Nas 4as de final o Brasil poderá cruzar com o Uruguay....e se a FIFA não punisse o Suárez e ele agredir o Neymar, ou o Davi Luis de modo tão violento que os aposente do futebol....? Seria justo com eles ou com qualquer outro que cruze ocaminho do Luis Suárez ? Entendem agora ?

Cláudio em 27 de junho de 2014

Quer violência, quer contato, entra em um ringue comigo e te dou aula grátis e inesquecível de Jiujitsu e de Muaitai....mas futebol não é esporte de luta, é habilidade com a bola nos pés... Meu filho mais novo já é faixa roxa e toda vez que o vejo ficar mais nervoso jogando bola, eu o chamo na lateral e ensino que ele NÃO pode usar o conhecimento que tem pra agredir ninguém.., mesmo em resposta a chutes, cotoveladas ou cusparadas.....que no futebol ele deve se esquivar das agressões e tentar ganhar pela habilidade e trabalho em equipe... Nunca Copa do Mundo é muito pior.....TÁ TODO MUNDO VENDO e se espelhando... PEPE, Felipe Mello....já deveriam ter sido banidos do futebol.... Neymar e todos os que utilizaram de violência nessa Copa deveriam ter sido punidos com pelo menos 1 jogo de suspensão.... Mas quando um profissional agride um colega de profissão a mordidas....um limite muito perigoso foi ultrapassado....quando o faz por 3 vezes em poucos anos....é assunto pra suspensão e internação... Imagine qualquer um de nós irmos trabalhar e, durante uma argumentação acalorada sobre um projeto, ação judicial, tratamento médico, etc, um colega de profissão se vire contra vc e te morda....(. Um soco ou até chute em discussões de trabalho até acontecem embora lamentáveis..). Pior, imagine que, depois de levar a mordida do seu colega de trabalho, você descubra que ele já fez isso 2 vezes antes de te atacar.... Vocês todos, com certeza, cobrariam da empresa o por quê de terem mantido tal profissional desequilibrado livre para fazê-lo com você... O problema da mordida é que ela mostra algo profundamente errado no emocional de quem a aplica....e também em quem a defende...! Sair na pancada em joguinhos de várzea, a maioria de nós já experimentou quando muito jovens....mas MORDIDA...! Nem o MMA nem o XFC ou o UFC permitem mordida, dedo no olho ou chute no saco....por que será ? Imagino que se o Luisito Suárez, a Chinchila Raivosa, tivesse dado uma intencional bicuda fortíssima no saco do Chielinni, todos nós, por solidariedade masculina, estaríamos defendendo uma pena maior para tamanha covardia.... Tenho muita pena do Luisito por todo o esforço dele para estar na Copa, mas o desequilíbrio dele é preocupante... Nas 4as de final o Brasil poderá cruzar com o Uruguay....e se a FIFA não punisse o Suárez e ele agredir o Neymar, ou o Davi Luis de modo tão violento que os aposente do futebol....? Seria justo com eles ou com qualquer outro que cruze ocaminho do Luis Suárez ? Entendem agora ?

Caio Pena em 26 de junho de 2014

O comentário grosseiro, ofensivo, boçal e escrito por um analfabeto que apareceu neste espaço foi deletado.

gaviao em 26 de junho de 2014

cotovelada! pernada! voadora! unhada! dao no maximo quatro jogos de suspensao, mordida da quatro meses? muito estranho! só futebol mesmo!!! kkkk!!!!

Heraldo Palmeira em 26 de junho de 2014

Todos sabemos que o futebol é um esporte de contato, sujeito a fatalidades - e não precisamos desse tal de Lugano nos dizer isso. Porém, atitudes covardes e criminosas não servem para um esporte formador e que fascina crianças ao redor do mundo. Bandidos devem ser banidos definitivamente do mundo da bola. Inclusive os das cotoveladas, cabeçadas, das entradas maldosas de qualquer espécie. Esse uruguaio de dentadura nervosa é também um racista. Portanto, já vai tarde. Bom seria se não voltasse nunca mais; não faria falta nenhuma. A propósito, 20 anos depois daquela cotovelada criminosa do "bom moço" Leonardo, Tab Ramos, sua vítima indefesa na Copa de 94, informa que sente fortes dores de cabeça até hoje. Sem contar os prejuízos que sofreu na continuidade da própria carreira, enquanto esteve inativo.

antipetista em 26 de junho de 2014

cotoveladas , pontapes e trombadas fazem parte do futebol. incluir dentadas é um absurdo.

zeca marques em 26 de junho de 2014

Repetindo meu comentário de ontem: "Essa mordida tá em evidência pois é incomum no futebol… Respeito aqueles que pensam diferente, mas a mordida do Suárez nem chega perto das cotoveladas propositais que tanto vemos. E haja sangue… Estamos querendo demonizar o Uruguai por causa de uma mordida; penso que ainda temos medo deles…" Agora tenho certeza que manobramos, falo da CBF/FIFA, para enfraquecer o Uruguai; mas a culpa e do Uruguai: quem mandou ter tanta garra assim? Nariz quebrado e joelho detonado são coisas pra se minimizar mas uma mordida pode até acabar com a carreira de um atleta; deu pra perceber que é um caso de "medo explícito"...

Alexandre Sampaio Cardozo de Almeida em 26 de junho de 2014

São Paulo, 26 de junho de 2.014 Prezado Setti, Sou torcedor do São Paulo, mas sempre achei Lugano um zagueiro limitado tecnicamente e violento! O futebol uruguaio sempre foi assim, tecnicamente limitado e violento. Se a Itália não fosse uma seleção ridícula, nada disso teria acontecido!

geodematos em 26 de junho de 2014

É realmente muito esquesito a FIFA punir o Suárez com 09 jogos de suspensão e bani-lo do esporte por 02 meses (ele não poderá nem entrar em um estádio de futebol nesse período) por causa de uma mordida que nem marca deixou, enquanto que cotoveladas que arrebantam as faces e "soladas" e botinadas propositais, que fraturam as pernas adversárias, quando muito provocam a expulsão do infrator daquela partida e dão no máximo um jogo de suspensão. Porém, mais esquesito ainda, é tentar ligar este fato lamentável - a mordida de Suarez - á liberação do uso da maconha no Uruguai, como escreveram abaixo alguns participantes desse conceituado post. Pelamordedeus, o que é que uma coisa têm a ver com a outra, minha gente?????????

Marcondes em 26 de junho de 2014

Lugano é o exemplo de mau caráter. Querer envolver um lance eventual de Neimar com a reincidência vergonha do seu colega antropófago é proprio do seu estilo. Mas não é demais dizer para ele repetir para ele queé melhor ficar calado e parecer um idiota, do que abrir a boca e dar toda certeza.

Ronald em 26 de junho de 2014

Esta atitude do Lugano não me surpreende, já que caráter nunca foi o seu forte , o que me surpreende é o provincianismo dos jornalistas uruguaios em defender o indefensável, isto só demonstra que a província Cisplatina nunca morreu.

Luiz C. em 26 de junho de 2014

Não é de se estranhar muito esta atitude dos dois jogadores; devem também concordar com o fato do Uruguai ter se tornado oficialmente um NARCO-ESTADO. Sinto pena da imensa maioria da população Uruguaia que certamente condenou esta atitude do Centroavante, assim como a decisão de liberar o consumo e venda da maconha.

Paulão em 26 de junho de 2014

Recado da FIFA para o luisito suárez: - Hasta la vista, baby!

Marcos em 26 de junho de 2014

Lugano e Luisito são farinhas do mesmo saco. Acham que futebol se resolve com violência. Apesar que acho que Luisito deve ter levado uma graninha dos apostadores excêntricos que ganharam com sua mordida.

Marcelo Augusto Monteiro Ferraz em 26 de junho de 2014

Olavo de Carvalho disse algo parecido com isso: "O verdadeiro jornalismo é aquele praticado com perspectiva histórica". Ao ser comentado e relatado, todo fato, na medida do possível, deve ser apreciado segundo a sua inserção na história, procurando-se colocá-lo num fio condutor que desemboque na sua relação com fatos, mentalidades, culturas, causas e outras realidades do passado que, total ou parcialmente, ainda se repetem ou continuam gerando ecos no presente. A partir dessa premissa, o abominável ato de Luis Suárez não deve ser visto como um fato isolado, mas sim como uma atitude que reflete uma ética tortuosa que sempre prevaleceu no futebol uruguaio, que, ao menos dentro das quatro linhas, escreveu, e continua escrevendo, as páginas mais negras do livro da história desse esporte. Jogadores de todos os países, infelizmente, cometem, e continuam cometendo, violência no campo, mas nesse aspecto, o barbaridades uruguaias são insuperáveis, muitas documentadas e facilmente acessíveis para que se disponha a, minimamente, fazer pesquisas sobre o assunto na Internet e em outros meios. Em se tratando de minhas preferências entre Colômbia e Uruguai, portanto, afirmo sem titubear: "Nasci Colombiano!"

razumikhin em 26 de junho de 2014

Esse Suárez é uma comédia-sulamericana. Será que a dentada não era larica de maconha uruguaia 'da boa'?

Daniel/Campinas em 26 de junho de 2014

Pois então somos dois colombianos, caro Ricardo. O cara já aprontou isso outras vezes e foi suspenso por isso em duas ocasiões. Se não aprendeu até agora, não aprende mais. Deveria ser banido do futebol.

Alexandre em 26 de junho de 2014

Uma mordida é uma agressão e como tal tem que ser punida. Mas também devem ser punidas as cotoveladas. A polêmica é porque a mordida é uma agressão mais esquisita. Entretanto, uma COTOVELADA tem maior potencial de realmente causar lesões corporais, inclusive permanentes: quebrar dentes (já vi acontecer), cegar alguém, quebrar nariz (também já vi acontecer), fraturar ossos da face (também já vi) e causar traumatismo craniano e/ ou convulsão (como na cotovelada de Leonardo em Ramos dos EUA em 1994). Se Suarez merece punição, também merecem Neymar e Luiz Gustavo que desferiram cotoveladas intencionais e violentas contra jogadores da Croácia. Serei sim Colômbia, mas pelo melhor futebol apresentado. James Rodrigues e Cuadrado tem jogado muito!

Lá de longe em 26 de junho de 2014

Sei não, mas acho que a liberação da maconha fez muito mal para Província Cisplatina...

jfaraujo em 26 de junho de 2014

Eu também sempre vou torcer contra este time de ****** medíocres que é a seleção do urugay, desde que aquele zagueiro deu uma "manchete"(jogada de vôlei) na copa de 2010 para impedir o gol de Gana eu só torço contra eles.

Marta em 26 de junho de 2014

Ficou claro que esse Luisito não bate bem e precisa urgentemente de tratamento. O fato de ainda ter quem lhe defenda, só piora a sua situação. Só se vê uma coisa dessas em escolinha de crianças pequenas e olhe lá. E pelo menos as professoras intervém, ao contrário dos marmanjos que "não viram nada". Ridículo e um péssimo exemplo para crianças e adultos.

Cronos em 26 de junho de 2014

Também serei Colômbia desde criancinha. Esse Lugano é um idiota endeusado pela mídia esportiva paulistana.Jogador de parcos recursos técnicos,durante toda sua carreira,valeu-se da truculência física e verbal para impor-se em campo.Mas ainda tem gente que o tem em alta conta. A atitude dos uruguaios,ao defender o indefensável,é típica daquela turminha engajada com a ideologia vermelha.Também pudera! O país é governado por um ex-guerrilheiro que já aprovou no seu governo a liberação da maconha e o aborto.

wilson em 26 de junho de 2014

Lugano lógico fez uma patriotada, mas o jogador é ReinciDente esta filosofia que atirem a primeira pedra não cola ou então aquela bandeira de FIFA tem que sair (fair play), Setti na copa de 70 teve o caso ponta Lee que chutou o peito do Felix e Carlos Alberto deu um chaga para lá (BrasilxInglaterra).

Luciano em 25 de junho de 2014

Por favor, Setti, não tente desvirtuar minhas palavras. Generalizações são comuns, pois é normal partir do geral para o específico, e não o inverso, ainda mais em posts. É tão comum quanto afirmar que o brasileiro é simpático e hospitaleiro. Afirmar que isso chega perto do racismo é forçar o texto. E o conceito de "raça", citado no final, não diz respeito a atitude isolada de um jogador, mas sim à força de vontade, à garra mostrada por TODA a seleção uruguaia durante a competição, que, em conjunto, não mostrou nada de vale-tudo. Falei também da insistência de TODA a mídia brasileira no assunto,numa clara tentativa de prejudicar o Uruguai no mundial. Mas que não insistem nos casos logo após citados...nem na cotovelada proposital, e ainda mais agressiva, selvagem e antiesportiva, do Neymar...

Maria Luz em 25 de junho de 2014

A nova geração de atletas uruguaios macula a memória da equipe que ganhou a Copa em 1950 e que não precisou se utilizar de golpes baixos para vencer a disputa. E ainda por cima defendida por uma tb. nova geração de jornalistas que recorrem à mentira para tentar encobrir o flagrante. Uruguai parece desesperado... Sem tutano e sem caráter não se ganha Copa.

freed em 25 de junho de 2014

É isto que dá a liberação das drogas.A maconha foi liberada no Uruguai. Com certeza esse cretino, ficou de férias por lá, e já veio doidão para o Brasil com alguns pacotes na bagagem. E sabe cumé,no vestiário, antes do jogo,deu aquela baforada, aí; um abraço! Estava pronto para a mordida. Se este cara não for punido, pode fechar a FIFA. Atenção progressistas---É isso que dá, liberar as drogas.

Paulão em 25 de junho de 2014

Setti, O problema do luis suarez não se restringe a mordidas em adversários (pelo menos três já flagradas), pois inclui pelo menos um episódio de racismo explícito e público contra outro jogador. ................. Isso vem de uma infância um tanto diferenciada. Um psicanalista bem treinado talvez possa consertar algo que não estaria funcionando bem na cabeça desse "Hannibal Lecter" sulamericano. Caro Paulão, os episódios de racismo estão comentados em post anterior, o primeiro que publiquei sobre a loucura desse Luisito Suárez O link: http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/tema-livre/copa-2014-vitoria-do-uruguai-elimina-a-italia-mas-e-empanada-pela-inacreditavel-mordida-do-astro-luisito-suarez-no-zagueiro-chiellini/ Abraço

Paulão em 25 de junho de 2014

Prezado Setti, A atitude do luis soares, descontado qualquer aspecto psicopático, seria só mais uma dentre as dezenas que ocorreram ou que ainda vão ocorrer no calor da disputa - por revide ou não - nesta Copa, e que certamente será punida pela fifa. ............ Já a atitude do lugano é digna de um mau-caráter, tentando se passar por defensor corporativista do colega de time.

Carlos em 25 de junho de 2014

....que OS idolatram... (corrigindo)

Luciano em 25 de junho de 2014

"O que o Neymar possa ter feito" não...o que o Neymar FEZ! Mas o Neymar pode, não é? O que Suárez fez não foi correto, mas também não influenciou em NADA na partida. A insistência da mídia brasileira nessa mordida e a pressão em cima da FIFA para que o jogador não atue mais na Copa realmente tá me parecendo medo da seleção uruguaia. Ninguém lembra do chute do Garrincha em Eladio Rojas na semi da Copa de 62 e, através de uma manobra da CBD, jogou a final.Nem do Vavá, que QUEBROU A PERNA do zagueiro francês Jonquet na semi de 58, quando o jogo estava equilibrado, e também jogou a final. Mas brasileiro é assim mesmo, não é? Quando nós fazemos, pode,sempre há uma desculpa. Mas, quando são os outros, e que começam a mostrar muito mais raça... Jamais deixei de condenar violência praticada por quem quer que seja em campo de futebol. Procure no google qualquer dos milhares de textos meus pra ver se acha a justificativa para uma agressão, feita por quem seja. Eu pessoalmente tenho grande estima pelo Uruguai e por seu povo, gosto do país, e não passa pela minha cabeça insistir no episódio Suárez pelo fato de ele ser uruguaio. Eu me lembro muito bem dos episódios que você menciona. Não livro a cara de ninguém, não. Você está muito enganado. "Brasileiro é assim mesmo" é uma generalização que chega perto do racismo. E esse conceito de "raça" que inclui vale-tudo é uma aberração que vou continuar condenando aqui no blog.

Carlos em 25 de junho de 2014

Sou desavisado de particularidades das seleções. Tem gente que sabe tudo. Quando vi a superação do Uruguai no jogo anterior que Soares fez dois gols, fiquei cativado. Mas, hoje, depois da mordida e de ficar conhecendo o histórico do jogador, sinceramente....foi decepcionante. Torço para que seja punido exemplarmente. E se dependesse de mim desclassificaria o Uruguai. Mandava a celeste prá casa e reabilitaria a Itália. Afinal, seleção é um conjunto, ou não? Treinador é co-responsável por seus jogadores, ou não? Craques só servem para influenciar em comerciais, ou também inúmeras crianças que as idolatram?

Marco Aurelio em 25 de junho de 2014

Marco Aurelio - 25/06/2014 às 21:01 Um é louco o outro (Neymar)também, louco de esperto. Vive tentando induzir o Juiz a expulsar os adversários.

Anonimo em 25 de junho de 2014

Esse Lugano é petista? . Ei! Luganos!

Marion em 25 de junho de 2014

só as coisas que nós(brasileiros) fazemos é toleráveis,é só olhar o que Felipe Melo fez, faz e vai continuar fazendo por onde ele passar, inclusive na ultima copa e sem falar que ele não causa a chuteira do uruguaio. Eu não escrevi isso. Considero jogadores como Felipe Melo intoleráveis. Condenaria uma atitude como a de "Luisito" fosse o jogador de onde fosse, com imaginei ter ficado evidente. Não é, obviamente, por ele ser uruguaio. Eu seria louco se achasse ou escrevesse isso.

Mike em 25 de junho de 2014

A liberação da maconha não fez bem ao Uruguai...

Danilo em 25 de junho de 2014

Depois dessa eu também quero que o Uruguai perca. Todos os uruguaios estão defendendo aquele selvagem. Eu tenho um bom motivo para não gostar **** *****.

Marco Aurelio em 25 de junho de 2014

Mas ele falou um negocio, que a cotovelada planejada do neymar n foi tratado da mesma maneira Eu não comparo, de forma alguma, o que Neymar possa ter feito com a loucura desse Luisito, que precisa de tratamento psiquiátrico.

zeca marques em 25 de junho de 2014

Essa mordida tá em evidência pois é incomum no futebol... Respeito aqueles que pensam diferente, mas a mordida do Suárez nem chega perto das cotoveladas propositais que tanto vemos. E haja sangue... Estamos querendo demonizar o Uruguai por causa de uma mordida; penso que ainda temos medo deles... Só se você tiver.

J.B.CRUZ em 25 de junho de 2014

Pelo que se sabe, SOARES é reincidente neste tipo de comportamento... Sim, basta ler o post que publiquei a respeito no link http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/tema-livre/copa-2014-vitoria-do-uruguai-elimina-a-italia-mas-e-empanada-pela-inacreditavel-mordida-do-astro-luisito-suarez-no-zagueiro-chiellini/ Abraço

carlos nascimento em 25 de junho de 2014

Antecipo minha opinião, Suárez será punido, vai pegar no mínimo (2) jogos de suspensão, é o que a Fifa vai oferecer para manter o equilíbrio moral do esporte, não pode e nem deve aliviar, sob pena de perder o controle disciplinar, imaginem Copa do Mundo, jogada em clima de alta voltagem, adrenalina no topo, caso os jogadores não tenham consciência PRÉVIA de que serão punidos rigorosamente por qualquer infração desleal, é estimular o caos, portanto, para o bem do esporte, para o equilíbrio emocional, Luísito só jogará nesta Copa novamente, se o Uruguai chegar às finais. Também sou favorável que se puna simulações, aquele incidente do Rivaldo em 2002, bem como, o cai-cai do Fred no jogo contra a Croácia.

Paulo Marcos em 25 de junho de 2014

Estou TOTALMENTE de acordo com a argumentação do Lugano e continuo torcendo para a seleção uruguaia, apesar de achar a missão muito difícil, com ou sem Suárez, Pois esta seleção colombiana é a melhor que eles já tiveram em todos os tempos. http://oglobo.globo.com/esportes/copa-2014/isso-me-deixou-puto-diz-lugano-sobre-polemica-da-mordida-de-suarez-em-chiellini-13015813 Meus pêsames.

LIGHTHOUSE em 25 de junho de 2014

AÊ lugÂnus, tá com Mujicrise de abstnência?

Antoninho em 25 de junho de 2014

Nossa, Ricardo, assisti a pouco Franca e Equador, sobrou cotovelo para tudo q é lado, e o teu delicado comentarista Noriega, nao viu motivo para expulsao do equatoriano, o cara deslizou as travas da chuteira no Frances, além de entrar por cima, apesar de atingir tb a bola. Olha, para quem quer goleiro, fala para o Neil. Para o Sao Paulo observar esse goleiro do Equador. Ótimo posicionamento. Mesmo assim gostei da Franca.

Nádia em 25 de junho de 2014

Concordo com você, Ricardo! Que decepção com a postura o time do Uruguai e dos jornalistas uruguaios... Colômbia! Colômbia! Colômbia! Abraço

Marceloo Nascimento em 25 de junho de 2014

Esteticamente essa mordida eh horrivel. Vai a niveis animalescos. Mas levando em questao a integridade fisica do adversarios, essa mordida nem se compara a cotovelada que o Leonardo deu ou outras agressoes fisicas que poderiam ter terminado a carreira de outros jogadores.

Claudinei Maciel em 25 de junho de 2014

O futebol é um esporte bonito, mas infelizmente ele é recheado de "atletas" que acham legal levar vantagem de qualquer maneira. Todos sabemos que não há santos em nenhum dos setores no futebol, seja os jogadores "espertos", sejam os dirigentes sem caráter, sejam os colaboradores que somem com as bolas em jogos finais e com vantagens do time, seja com a torcida que acha estas atitudes como parte de jogo. Infelizmente temos que ver esses legítimos caras de pau, nivelarem o esporte futebol da forma mais rasa possível. Este uruguaio e os que compartilham do "espírito" guerreiro platino, deveriam ser expulsos do convívio no futebol. Mas a Federação Internacional das Falcatruas Associadas jamais seguirá esse tipo de atitude contra essas barbaridades. A nós, resta somente torcer para os que propagam essas sandices e falcatruas se dêem mal em seus objetivos... Vamos lá Colômbia!!!!

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI