Sensacionais as novas imagens do futuro estádio do Corinthians, que deverá abrigar o jogo inaugural da Copa do Mundo de 2014. (Confira no site de VEJA).

Em janeiro, o governo de São Paulo anunciou o início das obras para este mês, abril. Há alguma atividade no local, situado no bairro de Itaquera, na Zona Leste da capital.

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, garante que a construtora Odebrecht bancará os 400 milhões de reais que custará o estádio para 48 mil pessoas.

A FIFA, porém, exige que a arena abrigue 65 mil espectadores para sediar o jogo inaugural.

Então, permanece o mistério: de onde virá o dinheiro para cobrir essa diferença de dimensões?

Calcula-se que o custo extra para o aumento de capacidade seja de, no mínimo, 200 milhões de reais.

O relógio continua avançando, o presidente da FIFA, Joseph Blatter, já deu um pito público no Brasil pelo atraso geral nos preparativos e nenhum dos envolvidos que deveria estar preocupado parece estar.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco − quatro =

13 Comentários

Markito-Pi em 07 de abril de 2011

Não sei de onde virá a grana, mas desconfio, claro. Mas, aposto minha vida pois sei de onde NÃO virá. Da HicksMuse.Aqueles coitados que enfiaram um monte de grana no Curingão, que escalaram quase metade da seleção argentina no timinho,que mandaram seu executivo morar aqui, um tal de Kia,que foi chamado de bandido, etc. Não sei se é bandido, mas, swendo, fez curso de pós graduação de corrupção nesta agremiação que, sintomáticamente fica na Marginal. Resolveu o executivo cair fora, pois deu-se conta que, naqual agremiação era um fichinha. A Hicks recolheu o rabo entre as pernas e caiu fora para sempre deste Brasil varonil e de seu clube "popularíssimo", que está à espera de uma vistosa carteira para bate-la. É bom lembrar que aquele terrenão em Itaquera,é do povo paulista, e se o prefeito tivesse vergonha na cara já teria reincorporado ao patrimonio público. Timão, Timão???????? Pô, Markito, xingue os cartolas, malhe os políticos, esbraveje com empresários, chute a canela de patrocinadores -- mas deixe a instituição Coringão, o meu Coringão, em paz. Timão, sim, para sempre Timão, glorioso Timão! Abraço

Lapeno R em 06 de abril de 2011

Essa grana se vier so tem uma fonte possivel, do contribuinte. E tem outra, BNDES e a maior aberracao que existe, os contribuintes financiando um banco estatal que empresta dinheiro para empresas como Petrobras que assalta o cidadao com a pior e mais cara gasolina do mundo, financia compra e fusao do maior frigorifico do mundo JBS que depois explode o preco da carne, financia usineiros que detonam o bolso do consumidor e por ai vai.

Cristaldo-SP em 05 de abril de 2011

Ontem, no Roda Viva, o prefeito paulistano Kassab, falou com a maior serenidade e cara de pau que não haverá dinheiro público nessa obra, por isso não será necessário fazer licitações. E mais a frente emendou cândidamente... haverá empréstimos do BNDES...e, e,.... subsídio da Prefeitura de APENAS 40% do valor do projeto... porque para aquela região há um lei de incentivo...bla´, blá, blá... Essa obra, se sair, não ficará por menos de 1 bilhão de Reais, ou seja, serão enterrados lá (e em outros lugares, óbvio!) uns 400 milhões de Reais do distinto contribuinte. Realmente, Itaquera é uma das regiões mais privilegiadas e desenvolvidas do Brasil, quiçá do planeta, e não necessita desta pequena quantia. Alguém tem que botar um basta nisso! É MUITA BANDALHEIRA!

Roberto em 05 de abril de 2011

Fique tranquilo Setti. Para essas coisas muito importantes sempre aparece dinheiro, se fosse para saúde, educação, segurança aí não teria, mas repito, para algo tão iportante para o povo brasileiro, haverá esforço e o dinheiro aparecerá.

Dawran Numida em 05 de abril de 2011

Que o time busque financiamento privado para o empreendimento. O Brasil é um país pobre e não tem recursos para aplicar em arenas privadas. Recursos públicos são só para infra-estrutura, saneamento, educação, saúde, que teriam de ser feitos para a Copa ou não. Todo o resto deve ser bancado pela iniciativa privada. Que cumpram o foi falado sobre isso. Se o time tiver dinheiro que invista. Se não, que desista.

Sellba em 05 de abril de 2011

Sendo com dinheiro do Corinthians, tudo bem, não estou nem aí. Agora se tiver que entrar dinheiro público, eu perguntaria aos habitantes de Itaquera : como é que anda o saneamento por lá, as escolas, o transporte público, a segurança pública, os hospitais, tudo beleza? Tudo ruim? Neste caso tenho certeza, que a população vai se mobilizar, vai protestar, vai se indignar, como é prório da brava gente brasileira fazer.

Tuco em 05 de abril de 2011

. Ontem, no Roda Viva, o prefeito paulistano Kassab, ensaboadíssimo, jurou que tudo está dentro do previsto... E que o estádio vai sair, com dinheiro da iniciativa privada! A bem da verdade, sequer há o sinal verde do MP sobre a área. Vamos tentar engolir esse estádio mas... e os aeroportos? .

Dex em 05 de abril de 2011

Pra que? E as estradas, portos e aeroportos caindo aos pedaços?

Siará Grande em 05 de abril de 2011

Simples, caro Ricardo. Do BNDES, do BB, da Caixa, dos fundos de pensão, da Petrobras. Pra resumir, do bolso do contribuinte brasileiro. Pois como sempre os petistas cumprem o que prometem, e elles não prometeram que a Copa ia ser feita sem um tostão sequer de recursos públicos?

Frederico Hochreiter/BH em 05 de abril de 2011

Tomara que continuem a não se preocupar. É um absurdo, a fortuna que se pretende gastar em estádios em todo o país. E depois? Fazer o que com eles?

Luiz Pradines em 05 de abril de 2011

É mais fácil o Corínthians ganhar a Libertadores que este estádio ficar pronto para a Copa de 2014.

Eraldo em 05 de abril de 2011

A verba vem,pois o futebol em primeiro lugar.Depois vem saúde,educação,transporte,segurança.Não era só Jó que tinha paciência não!O povo Brasileiro superou o Jó a muito tempo.

Davi em 05 de abril de 2011

Quem sabe a torcida "FIEL" não banque o resto. A verdade é que o estádio que deveria inaugurar a copa de 2011 é o MORUMBI. Afinal é muito mais fácil fazer as obras necessárias que a FIFA solicita do que construir o lendário estádio do Corinthians. Isto lembra um famoso CD "Chinese Democracy" que demorou para ser lançado e quando finalmente foi não teve nem um sucesso.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI