Image
O lance em que Suárez claramente mordeu o ombro do zagueiro Chiellini — e depois, simulando um golpe não passou de um esbarrão, jogou-se no chão — foi ignorado pelo juiz (Foto: ESPN)

Foi apertadamente justa a vitória do Uruguai diante da Itália, que lutou de forma heroica mas, desfalcada de Marchisio, expulso com acerto logo aos 14 minutos do segundo por uma patada no defensor uruguaio Arévalo Ríos, acabou cedendo e tomou um gol do zagueirão Godin, do Atlético de Madrid, faltando apenas 13 minutos para o final.

Como torcedor, acho uma pena uma Copa que prossiga sem a Squadra Azzurra, tetracampeã mundial, e de colossos já históricos do futebol como o goleiro e capitão Buffon, em seu quinto e certamente último mundial, aos 36 anos, e o esplêndido meia Pirlo. Tradição por tradição, os italianos estão anos-luz à frente dos uruguaios. A do Uruguai “campeão” já é velha de 64 anos — sem contar que seu bi é mais simbólico do que qualquer outra coisa, porque a primeira Copa, disputada em território uruguaio em 1930, foi uma espécie de torneio de casados x solteiros, com 13 times inscritos, sem eliminatórias e sem as principais seleções da Europa.

Também estou entre aquela minoria que não gosta muito da tal “raça” uruguaia, que de fato existe e é notável, mas que frequentemente envolve violência, catimba antiesportiva e outros atos pouco recomendáveis. Na partida de hoje, fica no time uruguaio a mancha da inacreditável mordida de seu principal astro, Luisito Suárez, no ombro do zagueiro Chiellini, que milhares de torcedores na Arena das Dunas e mais de 1 bilhão de telespectadores enxergaram, menos o juiz mexicano. Luisito ainda simulou ter sofrido um golpe terrível de Chiellini, que mal esbarrou em seu rosto.

Image
Uma das muitas caricaturas de Luisito na imprensa britânica: comparado, entre outros, ao Drácula e a Hannibal Lechter, o canibal do cinema (Foto: dailymail.co.uk)

Inacreditável porque não é a primeira vez que Luisito se vale dos dentes levemente salientes para agredir adversários. De fato, antes do episódio de hoje, no ano passado, em uma partida contra o Chelsea, Suárez, do Liverpool, mordeu o braço do zagueiro sérvio Branislav Ivanovic. Depois do ocorrido, foi suspenso por dez jogos e pediu desculpas publicamente. Antes, em 2010, quando era capitão do Ajax, da Holanda, o herói da Celeste mordeu durante uma partida o ombro de Otman Bakkal, meio-campo do também holandês PSV Eindhoven. A punição foi o afastamento por sete partidas.

Houve outras tentativas que levaram a imprensa popular britânica a apelidá-lo de “Drácula” ou de “Hannibal Lechter”, o canibal terrível do filme O Silêncio dos Inocentes e de sua sequência, que posteriormente adquiriu vida própria no cinema. (Hoje, no Brasil, as redes sociais deitaram e rolaram com o episódio.) Mas o rapaz, orelhinhas coladas ao rosto, cabelo aparado e ar de bom moço, está precisando de algum tratamento, porque protagonizou mais episódios negativos.

Em 2012, Suárez adquiriu reputação de racista após chamar de forma depreciativa de “negro” o lateral francês Patrice Evra, do Manchester United, de “negro”. Dessa vez foi impedido de participar de oito jogos e recebeu uma multa equivalente a 115 mil reais. Ele negou ter tido a intenção de ofender, mas em seu retorno ao Liverpool após a suspensão, durante a tradicional troca de saudações entre os jogadores que antecede as partidas na Europa, Suárez deixou no ar a mão estendida de Evra, o que só consolidou sua imagem de mau caráter.

O resultado é que o principal “matador” do Uruguai poderá ser suspenso — talvez até por mais de uma partida — pelo Comitê Disciplinar da FIFA.

LEIAM TAMBÉM:

COPA 2014: Depois da mordida de Suárez e da defesa do ato covarde feita pelo zagueiro Lugano, tornei-me colombiano desde criancinha para o jogo Uruguai x Colômbia, no sábado

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + 3 =

Nenhum comentário

Paulão em 26 de junho de 2014

Prezado Setti, A FIFA concedeu férias de quatro meses e suspensão por nove jogos oficiais ao Hannibal Lecter do país da maconha liberada, como punição pela mordida feroz aplicada no jogador italiano. ..................... Podemos - e devemos - criticar a FIFA e mseus dirigentes em relação a muitíssimos aspectos, mas, quanto à organização e à PRESERVAÇÃO do futebol em si, ela é nota dez! Futebol, hoje em dia, é mais do que uma diversão, é um negócio altamente lucrativo para muitos clubes e para as entidades que dele tomam conta. E, como qualquer negócio, às vezes é necessário punir um colaborador que pisa feio na bola, por mais virtuoso que ele seja. ..................... A FIFA ou a AUF, ou o clube onde ele atua devem, com urgência, aproveitar essas férias forçadas do suárez e proporcionar-lhe um eficiente tratamento psicológico, psiquiátrico, psicopático, sei lá! O garoto não está nada bem da cabeça, como vem demostrando há pelo menos quatro anos.

Sandro Silva em 25 de junho de 2014

Punir Soares? Sim, aplica-se uma multa de, digamos, 5 milhões de dólares! Punir um time, um país inteiro suspendendo seu melhor jogador? Só uma cabeça muito torpe e interessada pensa nisso. Gente que sente-se bem vendo a desgraça de um talento. Típico de uma ética que premia o bom comportamento pois não tolera a imperfeição em quem é melhor. Triste a inveja...triste a mediocridade. Viva a sociedade pateta! Vivam os trogloditas! Acho que, entre você e eu, a cabeça torpe não está aqui, não.

Antoninho em 25 de junho de 2014

Vou te contar o Carlos, Amesterdao, gosta do dinheiro publico emprestado ou JOGADO como um perdedor em cassino. Deve ser um COMPANHEIRO de Turismo para tanta animacao. Foi montada uma estrutura para 4 milhoes de turista e só vieram 600 mil. Nem vou fala da negligencia total, em saude, seguranca e educacao. A copa tem muitos embaracos, sim, Carlos. E por favor espero q volte logo ou imediatamente para reembolsar para o país todo esse seu dinheiro gasto fora do paraíso.

Carlos, Amsterdam - HOL em 25 de junho de 2014

Lendo a resposta do Setti ao comentário do Carlos Nascimento das 22:58, pude perceber algumas incongruências. Me desculpe. A Copa está sendo um sucesso sob todos os pontos de vista. Todo o Mundo inteiro confirma que está é a Copa das Copas. Honestamente fazer de um país CONTINENTAL como o Brasil somente 8 sedes para o evento, seria excluir milhões de brasileiros de regiôes mais remotas, tipo Cuiabá e Manaus, de uma grande festa de integração nacional, além de ser ridículo. O Brasil sempre foi "centralizado" DEMAIS (Rio/Sâo Paulo/Minas). A realização da Copa não é só a construção de estádios perdidos no meio do nada. Antes da Copa, se dizia que nada funcionaria. Hoje, a percepção é diferente. Se nós brasileiros não ACREDITARMOS em fazer as coisas, então nunca faremos nada! Os outros países o fazem e o farão. A Arena Amazonia também serviu para forçar a melhoria de infra-estrutura em torno da cidade e o "efeito" disso pode e vai estimular Manaus e os manauenses a se organizarem cada vez melhor. Barcelona em 1992 foi totalmente transformada antes, durante e DEPOIS dos jogos. Voltando ao Brasil e à Manaus/Cuiabá e outras sedes, os hotéis estão cheios e tudo funcionando como numa Europa, os transportes também. Com uma diferença: na Alemanha 2006 o clima não era de festa nacional e os turistas e torcedores não se empolgavam com a população local que foi bastante FRIA. Algo DIFERENTE nessa Copa brasileira. O Mundo está conhecendo o Brasil do jeito que ele é, sem esconder nada dos gringos, para tentar passar uma falsa imagem. Até as favelas estão cheias de turistas e arrecadando dinheiro. Já se fala até em sediar a Copa em 2026 depois da do Qatar. Aliás, veja que contradicão: o Qatar é um país MINÚSCULO e onde a temperatura no verão do Hemisfério Norte (junho e julho) passa dos 40 graus na sombra!! Eu sei que eles têm dinheiro e não faltará tecnologia para deixar todas as 32 seleções jogando confortavelmente, quase em férias mediterrâneas (será uma das Copas MAIS CHATAS já realizadas). Isso sem falar no grande escândalo TRILIONÁRIO na "escolha" pelo Qatar (??) como sede realizadora do Mundial 2022. Eu nem ligo que possa ter sido o Lula ou a Dilma ou o FHC (ou quem quer que seja) que "trouxeram" a Copa. O fato é que tudo está funcionando, o clima é de paz e harmonia (até agora, graças à Deus!), o Mundo nos adora do jeito que somos e sem se abaixar pra ninguém. Se os italianos e os ingleses (os únicos!) reclamam da temperatura, tchauzinho pra eles e o resto continua adorando. Aliás, os repórteres enviados da Itália e Inglaterra gostariam de continuar cobrindo os jogos de suas seleções. Os americanos e europeus estão invadindo o Brasil e isso é ótimo! Maravilha de Copa! Espero que em 2026 o Brasil a sedie de novo! Vamos amar mais um pouco esse imenso País, por favor. :) Abraços

Ronaldo força em 25 de junho de 2014

O Uruguai venceu a Itália por ter jogado melhor e com coragem. O erro da Itália foi jogar pelo empate. O jogador Suarez é sem sombra de dúvidas um dos melhores atacantes do torneio, embora não tenha nada na cabeça. É grande atleta e um perfeito idiota! Merece realmente uma suspensão pela mordida no defensor italiano.

carlos nascimento em 25 de junho de 2014

Sinto muito, para o bem do esporte, o jogador uruguaio - Suárez - deve ser punido, o gesto tresloucado de morder o adversário não pode passar em branco, sob pena de grave precedente e manchar o torneio. Alias, sou favorável que os recursos eletrônicos sejam utilizados para PUNIR toda e qualquer atitude anti jogo, simulações de faltas e pênaltis, o caso do Fred no jogo contra a Croácia foi vergonhoso. O esporte deve ser jogado dentro das regras, ganhar ou perder será consequência, nunca uma obrigação, ganhar utilizando-se atitudes imorais é coisa de políticos, atletas devem dar exemplos para a formação de nossa juventude,jamais o "vale tudo" deva ser efetivado. Creio que na juventude o Suárez andou assistindo as lutas do Mike Tyson, aprendeu a pior parte, copiou o gesto idiota de desespero. FORA, FORA.

marcior.g.cortes em 25 de junho de 2014

Caro Ricardo, Falando serio sobre as chances do Brasil: so ganhara a disputa se MICK "JEGUE" declarar que nao torcera pelo Brasil. Caso contrario, meu jooooovem, a vaca ira pro brejo. Fui.

carlos nascimento em 24 de junho de 2014

Ricardo, Lá se foi a velha "SENHORA" - ITÁLIA, o peso da idade de vários jogadores foi fatal, tendo de jogar às 13:00 hrs, sob forte calor, convenhamos,é para matar cavalo, acredito que a Fifa programou essa "morte" antecipada, colocou os europeus para jogar sob temperatura altíssimas - Manaus e Natal - o correto era ter colocado os jogos para o período noturno, seria o sensato. Além disso, o técnico italiano se perdeu,não conseguiu dar padrão tático ao time, deixava os atacantes - Balotelli e Cassano - entregues a própria sorte, o velho defeito defensivo italiano, quem tem medo de atacar, acaba morrendo na praia. Uma pena, Pirlo e Buffon mereciam uma despedida com outro enredo. Minhas opções estão caindo, Espanha, Itália......será que a Alemanha vai sucumbir ? vamos conferir. Esta Copa, que está ótima do ponto de vista do futebol, sofreu interferência direta daquele elemento nefando que ocupou a Presidência e, por isto, o exagero absurdo de termos 12 sedes em vez das 8 pretendidas pela Fifa. Ele queria afagar governadores estaduais e eleitores, entre outros objetivos. É mais do que evidente que Manaus, por exemplo, não comporta um estádio como a Arena Amazonas, que se tornará um elefante branco, e que seu clima é inteiramente inadequado para uma competição como a Copa, com gente de todos os quadrantes e climas do planeta. Eu também esperava que Itália e Espanha caminhassem bem mais no Mundial, para não dizer da Inglaterra, que foi um vexame pavoroso. Em relação à Alemanha, teoricamente é um time muito forte com tudo para chegar às semifinais e à final. E não nos esqueçamos de que a França pode surpreender. Tudo, porém, pode acontecer. A Copa está supreendendo a cada dia. Abraço

ernesto almeida em 24 de junho de 2014

infelizmente a "culpa é com "batom na cueca"...rsss..até, em virtude da reincidência específica...

Paulão em 24 de junho de 2014

Prezado Setti, A FIFA, com todo o dinheiro que arrecada, poderia implantar exame anti-doping em TODOS os jogadores que atuam em cada partida de Copa do Mundo. Tenho certeza que haveria grandes surpresas, até mesmo com grandes craques. E não esqueçamos que o Uruguai está trocando seu outrora excelente nível de ensino e de educação por uma geração de jovens alienados, que vai consumir maconha livremente - e até incentivada pelo grande produtor/fornecedor que é o próprio governo central.

André di Biaggi em 24 de junho de 2014

Sinceramente não se viu muita coisa no ombro do Giorgio. Cadê o sangue ali? Ficou mais parecendo que o Chiellini gritava: "Mamma, mamma! Luisito cattivo mi ha morso!" Bah! Sejamos francos: a Itália jogou um péssimo Mundial, Buffon não tem mais aquela agilidade felina que o consagrou, De Rossi é também outro "velho" que não consegue correr e até a nova geração anda meia perdida, sem idéias. Covardemente, acusam o Balotelli pelo fracasso da Azzura (ver link abaixo). Se salva somente o pobre do Pirlo, esse sim, um craque "alla vecchia maniera", daquela escola Baggio-Zola dos anos 90. Os italianos também colocam a culpa "no calor" de Natal esquecendo que os uruguaios também jogaram nas mesmas condições climáticas. Como o Tostão já tinha falado na sua coluna dia 15/06/2014 (Explicações prontas) na Folha (segundo link). -- Buffon e De Rossi acusam Mario: http://www.gazzetta.it/Calcio/Mondiali/24-06-2014/mondiali-buffon-italia-fuori-giusto-cosi-campo-bisogna-fare-801032521028.shtml - Tostão "Explicações prontas": http://www1.folha.uol.com.br/colunas/tostao/2014/06/1470581-explicacoes-prontas.shtml

Ronald em 24 de junho de 2014

Em termos de vampiro, o Suárez está mas para o Nosferatu com aqueles 2 dentões no meio do que para drácula.

Luiz C. em 24 de junho de 2014

Acho que o canibal não joga mais nesta Copa...

Laerte Concante em 24 de junho de 2014

Inacreditável que isso tenha acontecido nesta Copa. Tem acontecido coisas parecidas enquanto todos que estão diante de suas televisões "apreciam" este tipo de coisa, menos os juízes padrão FIFA que só apitam o que está diante de seus olhos, deixando a porta escancarada para que este tipo de barbaridade aconteça sem a punição imediata que merecia. Não faltam recursos a FIFA. O recurso eletrônico para determina que a bola entrou no gol foi um sucesso como já se esperava. Uma coisa desta que aconteça sem consequências, derruba inapelavelmente, o moral dos adversários que presam por sua integridade física e pesa imensamente CONTRA toda estrutura e organização de um evento desta magnitude. Isso foi um ato de agressão e não uma falta.

Antoninho em 24 de junho de 2014

Já cumprimentei o Reinaldo Azeredo, dizendo q é um prazer ler sua coluna nesses 8 anos. Mais uma vez ótima análise, mas será q ele vai esperar ver o CR7 no próximo jogo para tirar onda da gente... Kkk.

mairalur em 24 de junho de 2014

Teria o gol que classificou o Uruguai acontecido em consequência da mordida?

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI