No dia seguinte à surpreendente derrota frente à Itália que eliminou o Brasil da Copa da Espanha, o técnico Telê Santana, triste mas sereno, fala aos repórteres na concentração da Seleção em Mas Badó, um resort rural próximo a Sant Quirze de Safaja, a 40 km de Barcelona.

O trabalho de Telê foi tão respeitado – leia meu perfil dele publicado naquela semana – que na véspera, após a coletiva exigida pela FIFA aos treinadores depois dos jogos, ocorreu algo inédito: ele foi aplaudido por jornalistas de diferentes países.

Na foto, pode-se observar no reflexo da janela o querido e inesquecível fotógrafo J. B. Scalco, de “Placar”, em ação. Mais no final da Copa, Scalco seria acometido de uma infecção na membrana que envolve o coração, voltaria ao Brasil para se tratar mas infelizmente acabou não resistindo e se foi, com apenas 32 anos de idade.

A 6 de julho de 1982. (Foto: Pedro Martinelli)

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × dois =

TWITTER DO SETTI