Image
Um radar-monstro SBX-1 como o desta foto, que lembra uma plataforma de petróleo, vai monitorar o regime desvairado da Coreia do Norte (Foto: U. S. Navy)

Tem muita gente boa que nem sabe que isso existe.

O fato, porém, é que, escoltado por um navio de guerra que não identificou, a Marinha dos Estados Unidos está levando uma gigantesca plataforma submarina dotada de um potentíssimo radar SBX-1 para um local próximo à costa da Coreia do Norte, com o fim de monitorar os movimentos militares do regime governado pelo maluco com cara de bobo Kim Jong-un, filho e neto de ditadores comunistas vitalícios, que está ameaçando “arrasar” a vizinha Coreia do Sul e atacar com mísseis e bombas nucleares objetivos norte-americanos.

A informação é do Departamento de Defesa, mas a rede de TV CNN acrescentou que poderá haver outros deslocamentos de navios para a área. As sucessivas ameaças da Coreia do Norte contra a do Sul — uma tradição de tensões que persiste desde o final da Guerra da Coreia (1950-1953) — não impediram os EUA e seus aliados sul-coreanos de seguir em frente com manobras conjuntas planejadas anteriormente.

Talvez tenham até estimulado Washington a mostrar mais músculos ainda, com exibição de força que incluiu sobrevoos próximos ao espaço aéreo do Norte dos superbombardeiros B-2, “invisíveis” para radares e capazes de carregar armas atômicas, além de uma grande esquadrilha dos bombardeiros estratégicos B-52 e de bombardeiros F-22 Raptor, também “invisíveis”.

O porta-voz do Pentágono, George Little, assegurou que a movimentação naval nada tem a ver com as manobras militares conjuntas, mas fazem parte “da movimentação usual de belonaves na Ásia-Pacífico”.

Será que alguém acredita?

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × cinco =

16 Comentários

Antonio Carlos em 04 de abril de 2013

Diogo Stallone, o F-22 é caça e voa sim, já existe alguns esquadrões operacionais. Como é que ele não voa?!

Diogo Stallone em 03 de abril de 2013

Sergio D. o F-22 nem consegue voar e sua função primária é sim o bombardeio.

FILÓSOFO em 03 de abril de 2013

ERRATA NO COMENTÁRIO ANTERIOR : O CORRETO É CORÉIA DO NORTE.

FILÓSOFO em 03 de abril de 2013

O "negão" estadunidense não está pra brincadeira : mexeram com o satélite deles ao sul da Coréia da Norte - o honorável Kim Jong-un que se cuide.

SergioD em 02 de abril de 2013

Ricardo, apenas um correção. O F-22 não é um bombardeiro. É um tremendo caça de superioridade aérea de quinta geração.

moacir em 02 de abril de 2013

Setti, A China não está acreditando muito nas ameaças.Nem os Estados Unidos,apesar dos B-2,F22 ,navio de guerra e do SBX-1 aí. É blefe.Tem muito método nessa loucura. Abc

Ismael Pescarini em 02 de abril de 2013

No meu entender, o problema é que na Coréia do Sul também tem uma louca no comando. Basta o maluquete do Kinjongun fazer um ataque convencional para testar os nervos dos irmãos do sul e detonar uma retaliação desproporcional. E ninguém venha dizer que ele não pediu por isso.

Luiz C. em 02 de abril de 2013

Procura-se sempre um inimigo externo quando o ambiente interno fede; vide a desvairada portenha, ressuscitando o caso das Malvinas...

Arilson Sartorato em 02 de abril de 2013

Acho que o Obama deveria jogar uma bombinha na sede do governo norte coreano, e acabar com esta palhaçada dos comunas.

Marcos em 01 de abril de 2013

É bom saber que essas armas estão a serviço da democracia e da liberdade. Depois de queimar a b*n*a desse Kim-Jong boboca, deveriam vir a Cuba e detonar com os Castro, pra calar a boca de molusco ladrão aqui no Brasil.

carlos nascimento em 01 de abril de 2013

Ricardo, Não creio que a cúpula militar da Coréia do Norte, queira pagar para ver o tamanho do castigo a ser aplicado pelos aliados da Coréia do Sul, caso cometam a loucura de um ataque, o mínimo que poderá ocorrer é a invasão de seus territórios, com o fim de linha do regime. Agora, todo cuidado é pouco, tem louco pra tudo, os lunáticos inflamados pela demência, buscam salvar o regime da falência, vão esticar a corda ao máximo, estão criando fumaça, atiçando a doença do fanatismo, para encobrir os graves problemas sócio econômicos. Vamos torcer para que seja apenas um surto de desespero, antes de apertarem o botão, alguém com bom senso vai enfim NEGOCIAR. O EUA vai apertar a vigilância, não se espantem se fizerem um bloqueio amplo, obrigando o ditador - gordinho - parece com o irmão caçula do Prático, pedir para NEGOCIAR saídas. Hoje em dia não dá para brincar de ataque nuclear, a opinião pública fuzilará o infeliz que tomar essa medida. O regime está com graves problemas, a ameaça é BLEFE.

pampeano em 01 de abril de 2013

Será que o menino maluquinho da CN pensa que guerra é brincar com aviõezinhos de papel? Mas uma coisa tem que reconhecer no gordinho: tá pronto pra atuar em novela!

Ditador Perigoso em 01 de abril de 2013

Esse ditador norte-coreano com cara de suino é perigoso porque é inexperiente e muito agressivo. Se ele cumprir alguma das loucuras que está prometendo, certamente será castigado, mas com um custo altissimo de vidas humanas norte-coreanas.

ze do matogrosso em 01 de abril de 2013

..não se assistiram o "rato que ruge". Vale a pena. No meu entender a terceira guerra, vai ser quando a ****** de são bernardo resolver abrir a boca. A cabritinha de garanhuns, ***** **** *****, mugirá...bééééé´....

IZIDRO SIMÕES em 01 de abril de 2013

Sabemos como é: do mesmo modo como se perde a paciência com criança birrenta e lhe dá uma boas chineladas, pode anotar que a Coreia do Sul vai ase aliar com Japão e juntos atacarão DE FATO E PRÁ VALER, esse King Kong boca mole.Não dá para ficar aguentar essa ameaças sem fazer nada.

Sylvio Haas em 01 de abril de 2013

Esse King Kong jong-un dunr-un traz à memória o velho Boko Moko.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI