Image
Cristiano Ronaldo: a um passo de Puskas, mas ainda longe de Di Stéfano (Foto: Reuters)

A delirante competição que existe entre aqueles que são, provavelmente, os dois melhores times de futebol do mundo – o Barcelona e o Real Madrid, ambos da Espanha e rivais ferrenhos – tem levado seus dirigentes, seus fãs e a imprensa esportiva que pende para um ou outro lado criar todo tipo de recordes que craques de um e outro time alcançaram.

Uma coisa é lembrar, por exemplo, que Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, com 40 gols e artilheiro da temporada passada (2010-1011), é o recordista de gols num só campeonato entre os 80 espanhóis já realizados.

Mas vejam a que ponto chega a coisa: os madridistas, escarafunchando nas estatísticas, conseguiram descobrir que Cristiano Ronaldo é o primeiro jogador da história da Liga espanhola que conseguiu realizar quatro hat-tricks – ou seja, em quatro partidas marcar lhe coube marcar três gols – nas primeiras onze jornadas do campeonato atual (2011-2012).

Quatro partidas marcando três gols nas primeiras onze!

E daí?

Na verdade, o que interessa e é realmente relevante é que o astro português, em matéria de número de partidas em que fez três gols – que já são onze, desde que começou no clube, em 2009 –, ultrapassou a marca de grandes nomes do passado do clube, como o artilheiraço mexicano Hugo Sánchez.

Agora, está a apenas mais um hat-trick, ou triplete, como dizem na Espanha, de alcançar o mitológico húngaro Puskas, um dos maiores craques da história do futebol, que marcou em 12 partidas ao longo de sua trajetória no Real estufou três vezes as redes adversárias.

Mas ainda falta um bocado para Cristiano alcançar o maior nome da história do time, o legendário argentino Di Stéfano, atual presidente de honra do Real Madrid, que marcou três vezes em nada menos que 22 disputas com a camisa dos merengues.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − 13 =

6 Comentários

Diogo Alberto em 08 de julho de 2012

sem muito a comentar ee de dizer que realmente ronaldo ee homem de recordes

Bruno Guerra em 12 de novembro de 2011

Caro Setti, . Umas palavras para o CR7. Primeiro, tudo que Cristiano consegue é fruto de trabalho e dedicação, muito treino. . Segundo, ganhando muito mais do que os garotos do mercado financeiro, é humilde para ser poupado. Talvez em tempos não distantes se lembre das dificuldades que passou. . Terceiro, e mais importante, tem valores, algo tão fora de moda nos dias de hoje. Quando surgiu o problema do filho, ele não hesitou e tomou o comando do assunto. Sem margem para duvidas. . Mas depois de ter visto o Fenomeno em Camp Nou brilhar e assim ser, até há bem pouco tempo, para mim (a par de Maradona), o melhor jogador do mundo, tenho que admitir que Messi é de outro mundo mesmo ! . Abr, BR

Marco em 11 de novembro de 2011

Amigo Setti: Tbm acho q o estilo do Kleber se adpta melhor ao Sul. Dagoberto tem o estilo mais carioca.Apesar d ser paranaense. Abração.

Carlos Brickmann em 11 de novembro de 2011

Pois é, mas há algo fora do alcance do craque: ele não pode realizar o sonho de qualquer jogador,que é atuar pelo Corinthians. Pois é, Carlinhos. Veja o caso do Tévez: foi sair do Coringão, e... sumiu. Mesmo sendo o tremendo jogador que é. O Messi também nunca vai ter o gostinho de ter uma torcida de verdade a seu lado... Abração

Marco em 11 de novembro de 2011

Amigo Setti: Mas falando em Sánchez, vou te meter numa cilada aqui no RS, Tu fica entre o Dagoberto no Inter ou Kléber no Grêmio ? Abs. Acho o Kleber melhor para o time, mais efetivo, do que o Dagoberto. Além de tudo, mais forte fisicamente, mais lutador. O Grêmio vai sair ganhando, se as duas contratações acontecerem. Abração

Marco em 11 de novembro de 2011

Amigo Setti: Quemei minha língua sobre ele, vi algumas vezes jogar pela seleção d Portugal e achei um jogador comum, mas agora o vendo jogar melhor, me faz lembrar muito o Renato Portalupi ou Gaúcho. Até mesmo no narcisismo. E o Sánchez q jogador, meu amigo ! Abs.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI