Em outro trecho da Retrospectiva de 2010, Augusto Nunes, Reinaldo Azevedo e eu fizemos duras críticas à diplomacia do governo Lula no último ano de seu mandato. Destacamos as posturas lamentáveis de Celso Amorim, Marco Aurélio Garcia e outros lulopetistas em relação a Sakineh Ashtiani, a mulher condenada à morte por apedrejamento no Irã, e os prisioneiros políticos de Cuba.

“É tenebrosa atitude do presidente de igualar dissidente cubano que morre de greve de fome a delinquentes comuns”, disse em uma passagem. “O Brasil se omitiu na condenação de países como China, Cuba, Sudão e Irã”, acrescentei, em outra.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + quatro =

TWITTER DO SETTI