Image
Após a chegada a Milão, Kaká exibe a camiseta que defendeu por 6 anos: tentando recuperar a imagem (Foto: AFP)

Já de volta ao conforto do time do Milan, onde atuou por seis anos e é querido pelo clube e ainda hoje um grande ídolo da torcida — à sua chegada a Milão, até cameramen de TVs pediam seu autógrafo –, Kaká, aos 31 anos, tentará recuperar a má imagem que deixou atrás de si.

Em quatro temporadas no Real Madrid, time que o contratou a peso de ouro em 2009 — 67 milhões de euros (208 milhões de reais), na época a segunda maior transação da história do futebol, só superara pelos 90 milhões (280 milhões de reais) pagos pelo time de Madri ao Manchester United pelo português Cristiano Ronaldo –, Kaká nunca chegou a se firmar.

Tendo disputado a Copa do Mundo de 2010 com problemas num joelho — boa lembrança do amigo do blog Carlos Nascimento –, na volta ao Real viu o problema agravar-se e levá-lo a uma cirurgia e difícil recuperação. De quebra, em seguida encarou um técnico, o português José Mourinho, que não lhe permitiu a necessária sucessão de partidas disputadas para recuperar a plenitude da forma que o levou a abocanhar o Balão de Ouro de 2007.

Sem dúvida alguma um grande craque, Kaká acabou saindo pela porta dos fundos do Real, cedido gratuitamente, no último dia da “janela” de transferências, ao Milan — o clube madrilenho receberá determinadas compensações se o Milan se der bem nas competições que disputará — e passando a receber um salário, 4 milhões de euros anuais (12,4 milhões de reais), que significa menos da metade dos 11 milhões de euros que lhe pagavam na Espanha.

O rastro na bilionária Liga espanhola o transformou num recordista mundial — infelizmente não em gols, ou em partidas que decidiu de alguma forma. Somados o valor de sua transferência e os salários recebidos em quatro temporadas, Kaká custou ao Real Madrid 109 milhões de euros. Disputou apenas 113 partidas oficiais, entre o campeonato espanhol (a Liga BBVA), a Copa do Rei, a Liga de Campeões da Europa e a Supercopa da Espanha — 28 por temporada.

Assim sendo, por cada vez que Kaká entrou em campo, o clube desembolsou perto de 1 milhão de euros (964 mil euros, ou 2,98 milhões de reais).

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 2 =

4 Comentários

carlos nascimento em 12 de setembro de 2013

Grande Rs, Como sempre, vc continua generoso, o nosso netinho adorou a referência, ele é Tricolor ardoroso e fã de Kaká. No fundo ele adoraria mesmo era ter o craque de volta ao Morumbi, acredito que após o Mundial de 2014, no mais tardar em 2015, ele possa retornar e voltar a vestir a camisa tricolor, encerrando sua carreira por aqui, vamos ver. abração. p.s. - cuidado, acredito que o seu Time virou o "fio", já são 4(quatro) partidas sem vencer, será que a "urucubaca" que jogou o São Paulo na zona de rebaixamento, com a chegada do Muricy resolveu trocar de ares ? rs.rs.rs.rs.

carlos nascimento em 11 de setembro de 2013

Ricardo, O declínio de Kaká teve inicio com a infeliz decisão de apostar todas as fichas no Mundial de 2010, contundido, com grave lesão no joelho, insistiu em jogar, por vaidade e pressão dos seus patrocinadores , chegou a tomar "infiltrações" para jogar, no sacrifício, participou meia bomba, o resultado final todos conhecem, perdeu o Mundial e arrebentou o joelho. Sua recuperação física foi demorada, no Real Madrid as cobranças foram pesadas, contratado a peso de ouro, Mourinho e R7 acabaram dificultando sua adaptação, principalmente Mourinho, com o seu estilo arrogante e imbecil, somados com o narcisismo de R7, que se olha espelho e só enxerga a si mesmo. Voltando ao Milan, em Milão terá total apoio da população, vai criar energia motivadora para dar a volta por cima. Se o entrosamento ocorrer, vai ter lugar certo no time de Felipão. Em tempo: Kaká já admitiu em entrevista que tomou infiltrações para disputar o Mundial, admitindo o que Juca Kfoury amplamente denunciou. Caro Carlos, em linhas gerais concordo com você. E agradeço a lembrança de que Kaká já foi para a Copa com problemas no joelho. Modifiquei o texto e agradeci a você no post atualizado, pode conferir. Um abração e muito obrigado!

Leonardo Saade em 11 de setembro de 2013

Uma pena Kaka não ter dado certo no Real. Tomara que sua volta ao Milan permita a ele jogar o bom futebol que o consagrou.

Anselmo em 11 de setembro de 2013

Amarelão.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI