Image
O deputado Emiliano: “setores impedidos de falar”. Que setores? Por quem? (Foto: pt.org.br)

A Câmara dos Deputados realizou dias atrás um certo Seminário Internacional “Regulação da Comunicação Pública”, organizado pela Frente Parlamentar pela Liberdade de Expressão e pelo Direito à Comunicação com Participação Popular (Frentecom) e pela Secretaria de Comunicação Social da própria Câmara.

No transcorrer dos trabalhos, o deputado Emiliano José (PT-BA) disse a seguinte batatada:

— Hoje há limitação da liberdade de expressão no Brasil, porque diversos setores estão impedidos de falar.

Se não me engano, porém, existe plena liberdade de imprensa “neste país”, assegurada pela Constituição.

Há jornais e revistas nacionais, há centenas de jornais locais, há emissoras de TV públicas e de propriedade privada, abertas e a cabo, sites de notícias de todo tipo — também públicos e privados, sem contar os que são ligados a ONGs — e um número incalculável de blog, acessível a quem tenha computador ou vá a uma lan house.

Pede-se, então, ao ilustre parlamentar que explique melhor seu curioso ponto de vista.

Pede-se, sobretudo, que aponte que setores estão impedidos de falar e, sobretudo, quem os está impedindo.

O deputado Emiliano faz parte da turma que quer “regular” a mídia brasileira.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 2 =

Nenhum comentário

Oldack Miranda em 10 de abril de 2012

Oi Setti, Na Bahia, sempre ouço as palestras do professor e jornalista Emiliano José (PT). Eu entendi o contrário do que você entendeu. O deputado defende que setores excluídos sejam incluídos, ou seja, ele quer mais liberdade de expressão, e não menos. Também entendi que regulação não significa censura e isso tem no mundo inteiro.

Amanda em 03 de abril de 2012

A imprensa precisa sim de limites e ser responsabilizada. Nao trata-se de censura, trata-se de responsabilidade.

Caio Frascino Cassaro em 03 de abril de 2012

Prezado Setti: A petralhada vai sempre achar tais proposituras "um bom debate", eufemismo óbvio para "vamos discutir a liberdade de imprensa" para qualquer pessoa que não seja imbecil ou ingênua. São os lobos de sempre se travestindo de cordeiros, saudosistas de um stalinismo distante e que vicejou por aqui em sua forma macunaímica durante o regime militar. A diferença entre esses caras e os milicos é nenhuma. Com relação ao que a imprensa publica, já tem um monte de jornal, rádio, tv e site por aí candidato a Pravda, Granma ou Rude Pravo. O deputado petralha não precisa se preocupar. Só para lembrar: Abaixo a ditabranda!!!!!!!!!!!! Abraços

fpenin em 02 de abril de 2012

Taí, caro senhor Emiliano. Dê uma de macho e nomeie os que o impedem de falar, com todos os esses e erres.Pela sua condição de parlamentar, a coisa fica mais fácil. Vá,diga os nomes.

Argemiro Nascimento Filho em 02 de abril de 2012

Prezado Ricardo Setti, Este laborioso parlamentar é dado a estas esquisitices aqui na Bahia. Pousa (segundo Emir Sader seria posa) de intelectual que defende por exemplo o governo socialista de de Allend. Escreveu no jornal A Tarde os mais rasgados elogios a este presidente. Tentei escrever um artigo rebatendo no jornal suas perorações. Mas nada foi publicado. Será esta a limitação de liberdade de expressão que ele fala? Aqui na Bahia ele tem propalado a todos os cantos esta ideia nefasta de "controle da mídia". Mas verdades que valem são as ditas pelo pessoal da esquerda, as outras são "conspirações".

Pedro Luiz Moreira Lima em 02 de abril de 2012

Oi Setti: Estava viajando - acho que é um bom debate - como disse e afirmo não existe e nem deve existir Liberdade Absoluta de Nada - qual o limite? Governo,Instituições tem seus seus deveres e limites - é o que deve ser debatido nas Lei dos Meios de Comunicações.Não concordo com nenhuma ideia pre concebida que seja uma Censura a Imprensa. U*m gr4ande abraço Pedro Luiz

theo em 02 de abril de 2012

Eles não desistem de controlar a tudo e a todos.

Jefff em 02 de abril de 2012

Vc se preocupa tanto com um suposta tentativa de censura da imprensa. E se "esqueçe" de fatos reais que estão ocorrendo. Paise como o Haiti não tem regulação da midia. "Ditaduras" como a França tem regulação mais rigida do que a proposta pelo Brasil. Seu amigo Elio Gaspari, na Folha de S. Paulo. Diz claramente quem defende a censura por debaixo dos panos. Tendo publicado em seu site uma resenha favorável a um livro, ela foi denunciada pela direção de um partido político e daí resultaram os seguintes acontecimentos: 1) A resenha foi expurgada. 2) O autor do texto foi dispensado. 3) Semanas depois o editor da revista foi demitido. Isso aconteceu na revista “História”, o livro resenhado foi “A Privataria Tucana”, a denúncia partiu do doutor Sérgio Guerra, presidente do PSDB, o jornalista dispensado foi Celso de Castro Barbosa e o editor demitido foi o historiador Luciano Figueiredo. Em nove anos de poder, não há registro de que o comissariado petista com suas teorias de intervenção na imprensa tenha conseguido desempenho semelhante. A revista é editada pela Sociedade de Amigos da Biblioteca Nacional, que pouco tem a ver com a administração da veneranda instituição. No episódio, sua suposta amizade ofendeu a ideia de pluralidade essencial às bibliotecas.

sidney em 31 de março de 2012

Setti Como sempre e genial !!!!! ; voce ja disse tudo no final >>> O deputado Emiliano faz parte da turma que quer “regular” a mídia brasileira<<<<< Baita abraco Outro abração pra você, Sidney. E quisera, como diz você gentilmente, ser "sempre genial"... Volte sempre!

Rodrigo Sixel - Macaé/RJ em 31 de março de 2012

Simplesmente... que ele se explique melhor...

jonga carvalho em 31 de março de 2012

Caro Jonga, também não gosto das ideias do deputado, mas seu comentário passou dos limites em matéria de tom. Achei-o ofensivo e foi deletado. Abraço

Rosa do Luxemburgo ( o jardim) em 30 de março de 2012

Ele se referia a Lula imbecis! Impedido de falar com umcancer na laringe. Mas agora ele já está curado e vai desandar de novo. E tome metáforas de futebol! Era apenas isso o que ele queria falar. O mestre estava mudo.

Geraldo de Freitas em 30 de março de 2012

Deve ser alguma coisa interna do PT - segundo a nossa governanta, em Cuba, essa coisa de liberdade/direitos humanos deve ser relativizada. Há tempos, o Virgílio Guimarães sofreu uma "pena de silêncio" imposta pelo PT, quando se lançou candidato à presidência da Câmara sem a benção do partido.

carlos jaime fehn em 30 de março de 2012

Essa turma de Petistas falam o que der na telha e ninguem contesta e nem perguntam porque,se continuar assim,vao ganhar a eleiçaooutra vez.

willian em 30 de março de 2012

O que mais existe é blog de esquerda onde os petralhas vomitam todo tipo de asneiras. Quando alguem critica os petistas, o que não falta são os idiotas uteis, os ''fakes'' e petralhinhas raivosos cerceando o direito de expressão dos que são contra. Parece que no Brasil se voce não é a favor do governo petista, voce é INIMIGO DA NAÇÃO ...

José Figueredo em 30 de março de 2012

Essa gente vive querendo botar chifre em cabeça de cavalo.Só gardenal prá salvá-los.Se até eu tenho um mixuruquinho blogspot.Acho que o que ele quer seja exatamente que eu não tenha.Setti,estamos perdendo gradativamente o poder aquisitivo e dividindo o que pouco ganhamos com os mais diversos tipos de bolsistas tupiniquins.Isso os deixa felícíssimos.Se fecharmos a boca então,eles deliram...!

J.R.Monteiro em 30 de março de 2012

Vossa excelência se explicou mal. Todos os que são menores de 6 meses de idade, os mudos de nascença, os decepcionados, os que tiveram a lingua extirpada, os extremamente gagos e finalmente os delatores arrependidos estão impossibilitados para falar. Os outros todos, porem, são livres para falar o que quiserem, mesmo rematadas tolices, como parece ser o caso de vossa exelência.

Kaos em 30 de março de 2012

O problema na verdade é a parte da imprensa que está a serviço de partidos ou facções políticas-empresariais, ou seja, subordinada a grupos. Isto não é imprensa, é lixo.

joão jose em 30 de março de 2012

Isto é um desejo futuro de todo petista. Ele apenas deixou escapar !!Quando eles fala em democracia, liberdade de imprensa, direitos humanos...lembram de Cuba, China, Coreia do Norte etc..

Emir em 30 de março de 2012

Na concepção do nobre deputado, é provável que, falar, signifique "monopolizar a fala". Porque será que algumas pessoas, quando contraditadas, sentem-se constrangidas. A democracia pressupõe diálogo, em pé de igualdade. Quem só quer falar, sem ser contrariado, é DITADOR.

Markito-Pi em 30 de março de 2012

A liberdade é tão ampla que até mesmo petistas falam e falam e falm suas barbaridades, frequentemente em português ignorante. "Nós pega os peixe..."é seu exemplo bem acabado.

Marco em 30 de março de 2012

Amigo Setti: Recomendo a ele um aparelho auditivo. Abs.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI