Image
Dali e Disney: era o “Destino” (Foto: Arquivo)

Em 1946, dois artistas geniais se encontravam para um filme de animação que não aconteceu — na época!

O desenhista, roteirista, cineasta e já rei da animação Walt Disney e o pintor surrealista Salvador Dali, gênios e precursores em suas respectivas áreas , planejaram um belo curta-metragem de animação — surrealista, naturalmente — mas, por razões nunca claramente explicadas, só ficaram prontos, na época, 17 segundos.

Mas em 2003, 57 anos depois, o sobrinho de Walt, Roy Edward Disney, que encontrou o projeto esquecido, finalizou Destino, juntamente com uma equipe de animação dos Estúdios Disney. Nem Walt Disney, que morreu em 1966, nem Dali, morto em 1989, chegaram a ver o filme.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 4 =

6 Comentários

DANIELA CAMILA FRISKE em 09 de janeiro de 2014

Encontro de gênios.

Maria Luz em 12 de setembro de 2013

A obra de Dali cria vida nessa animação de Disney, em que o surreal mescla-se com o fato real da procura amorosa.Personagens transformam-se em cenário e voltam a assumir sua forma física, numa excepcional demonstração de criatividade.

Dacem em 12 de setembro de 2013

Maravilhoso.

Vera em 10 de setembro de 2013

Salvador Dali, o surrealista, mostrou que é sempre possível inovar sem deturpar. Walt Disney é a minha infância, o genial de Fantasia, tão bem imortalizado pelo Conjunto Farroupilha "Papai Walt Disney"

Edelberto em 10 de setembro de 2013

Parece a voz da Dora Luz, pensei logo ao ouvir a canção. E não deu outra...

Marco em 08 de setembro de 2013

D. Setti, uma pena q isso foi adiado entre eles e o filme teve q esperar. Abs.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI