Muito interessante e ilustrativa a apuração das repórteres Andréia Sadi e Natuza Nery, da Folha de S. Paulo em Brasília, segundo a qual a presidente Dilma, dois dias antes do resultado do segundo turno da eleição presidencial, após o derradeiro debate com o adversário Aécio Neves na TV Globo, declarou a um grupo próximo de colaboradores sentir-se “livre”.

A apuração das duas repórteres incluiu a criteriosa ação de voltar às fontes para certificar-se de que Dilma não quis se dizer livre das pressões da campanha e dos debates com o adversário, mas sim para fazer, em seu segundo mandato, as coisas como acha que deve.

Segundo as duas colegas, “para ministros mais próximos, a explicação soou como um sinal de que Dilma, que defendeu o diálogo como principal compromisso de seu segundo mandato, deve manter o estilo centralizador e de poucas consultas para tocar a gestão”.

Perfeito. Mas de minha parte acrescento que há elementos para se afirmar, com segurança, também outra coisa: que Dilma também se sente “livre” para mandar para casa, sob a forma de aviso de que deixará o governo, gente como o secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho.

“Gilbertinho”, como é conhecido, foi durante todo o lulalato chefe de gabinete ou secretário pessoal do então presidente Lula. Ao permanecer no recém-inaugurado governo Dilma, em janeiro de 2011, como secretário-geral da Presidência, muita gente dentro do próprio PT o considerava como uma espécie de “espião” de Lula, ou de guardião de suas diretrizes junto à nova presidente.

Apesar dos invariáveis gestos amáveis e sorrisos em público, e a despeito de não haver registro de desavenças sérias entre os dois, pessoas próximas à presidente sabiam de seu incômodo com a presença de Gilbertinho no Planalto, situação que foi se agravando com o passar do tempo.

Como no PT — tal qual na maioria dos partidos, mas especialmente no PT — é preciso manter as aparências, Gilbertinho começou há algumas semanas a anunciar que iria deixar o governo. Na semana passada, declarou: “Já falei para a presidente que 12 anos de Palácio, para mim, deu”.

Talvez por estar de saída, o ministro resolveu por conta própria causar um problema para Dilma, ao debochar da decisão da Câmara dos Deputados de revogar o decreto bolivariano da presidente sobre os tais “conselhos populares”. O decreto fora firmado por Dilma apenas dois dias após sua reeleição e estabelecia a consulta a conselhos populares por órgãos do governo antes de decisões sobre a implementação de políticas públicas.

Dando lições aos representantes do povo — ele, que jamais teve um voto para qualquer cargo, estando dependurado em diferentes máquinas públicas só por ser figurão do PT –, declarou que o projeto de decreto legislativo aprovado pelos deputados, com o aplauso de amplos setores da sociedade, é uma “vitória de Pirro” e assinalou: “Nada mais anacrônico, contra os ventos da história, nada mais do que uma tentativa triste de se colocar contra uma vontade irreversível do povo brasileiro, que é de participação”.

Logo agora que está difícil para o PT emplacar uma candidatura própria a presidente da Câmara (a ser escolhido pelos deputados que tomarão posse em fevereiro, mas já em tratativas pelos diferentes partidos), logo agora que Dilma precisa do Congresso para tanta coisa — inclusive para a aprovação de medidas que permitam ao governo não cair nas punições da Lei de Responsabilidade Fiscal, por não ter cumprido suas metas em matéria de controle das finanças públicas.

Se 12 anos de Palácio “já deu” para Gilbertinho, certamente, os 4 anos dele no Palácio com Dilma também foram mais do que suficientes. A presidente não vê a hora de trocá-lo por Miguel Rossetto, ex-vice-governador petista do Rio Grande do Sul e atual ministro do Desenvolvimento Agrário, este, sim, pessoa de sua confiança pessoal.

Essa Dilma que se declarou “livre” — aproveito para adiantar aqui — também quis, com isso, referir-se ao Deus do lulalato. Por mais que seja um produto de Lula, e por mais que o enalteça em público, aos poucos a presidente demonstra que está cansada de ser, e sobretudo de parecer aos olhos da sociedade, um pau mandado do ex-presidente, alguém sem vontade própria, tendo sempre a figura de Lula a espreitar-lhe por cima do ombro, a soprar-lhe no ouvido e a dizer que pretende estar “mais presente” junto a seu governo a partir do segundo mandato.

Deus do céu, deve pensar Dilma, mais “presente” ainda do que já é?

Mas esse é um outro assunto, e fica para uma outra vez.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + oito =

21 Comentários

Joao Rodrigues em 30 de novembro de 2014

Gilberto Carvalho é um homem do povo e não um homem desta elite "podre". Gilberto você sempre teve e terá apoio dos trabalhadores e das pessoas que defende um Brasil melhor pra todos. Quem ti conhece tem autoridade pra falar de você. E o povo ti conhece, logo você, sempre terá apoio do povo brasileiro.

João Rodrigues em 30 de novembro de 2014

Palhaçada em!? Gilberto Carvalho é um cara competentíssima. Um dos dos poucos políticos do Brasil que ainda tem ética e está do lado do povo. O Gilberto sempre terá apoio do povo e sempre estará EM LUGARES DE DESTAQUE NOS GOVERNOS PETISTAS. Alguém tem alguma dúvida!? Então aguarde e verás pra onde o Gilbertinho irá. Eu não tenho dúvida ele irá assumir um cargo onde ele poderá continuar o seu trabalho no projeto que ele mesmo ajudou a construir.

Francisco em 08 de novembro de 2014

A pior notícia seria a volta dele aqui para o ABC, de repente o colocam de novo na Prefeitura da minha querida Santo André...Vade retro, Valha-me Deus Nosso Senhor do Bonfim, Santo André não merece esta figura de novo por aqui...

Daraca em 07 de novembro de 2014

Se não lhe faltasse competência, Dilma poderia ter chutado o PT e tentado fazer um governo que fosse proveitoso para o Brasil. Mas isso ficou lá no início do primeiro mandato. Agora é tarde, e a herança maldita está caindo em seu colo.

dulcita brennand t.da silva em 07 de novembro de 2014

Adoro suas crônicas,são minha leitura diária.

Ronaldo força em 06 de novembro de 2014

Ricardo Setti, desculpe por ter feito comentários sobre esta figura terrível, que foram acusações feitas não por mim, porém pelo Tuma Jr. no seu livro Assassinato de Reputações.Na página 489 Gilberto Carvaelhop disse, segundo Tuma Jr.:"Quando saiu aquela história de que havia desvios na prefeitura, eu, na maior boa fé, procurei a família dele para levar um conforto. Fui dizer a eles que o Celso nunca desviou um centavo para o bolso dele, e que todo o recurso que arrecadávamos eu levava para o Zé Dirceu, pois era para ajudar o partido nas eleições".O homem do carro preto, que arrecadava, ou melhor extorquia dos empresários de transporte e lixo era o Gilberto Carvalho, segundo a deputada Mara Gabrili. Isto dito em audiência pública com o ministro no congresso, em abril de 2014. Portanto, o que disse deste cidadão foi fruto de um livro não contestado e uma audiência dele no congresso , que pode ser visto no Youtube. Finalizando, esta ***** já deveria estar na cadeia há muito tempo e pode-se dizer é um dos grandes ******* que habitaram o Palácio do Planalto, não o maior.

Ronaldo força em 06 de novembro de 2014

O blog não publica comentários contendo acusações sem provas.

junior em 06 de novembro de 2014

Falta agora demitir o Rui Falcão

josecatunda em 06 de novembro de 2014

Me engana que eu não gosto,D.Dilma ( MARIONETE ), com a sua ( in ) capacidade de ( des ) governar,precisa do seu padrinho.Precisa porque ele quer,e a Sra. sabe muito bem.

ricardo em 06 de novembro de 2014

Não adianta. Quem manda no governo a 12 anos é o Lula. é só recordar das inumeras fotos mostrando o em reunioes com a Dilma e petralhas no palacio do planalto. infelizmente não deveria ser assim mas é.

Skarilha4 em 06 de novembro de 2014

Retirada "estratégica" do leva-e-traz, para ressurgir em 2018 como possível candidato a chefe da Casa da Mãe Joana Civil do mentor (o Inácio, não o José). Sorte dele que Zé Dirceu já pré-aqueceu o catre da Papuda por quase um ano.

Sergio Braga em 06 de novembro de 2014

Esse sujeito tem cara de *******, jeitinho de *******, age como um *******, e não vai abandonar o farniente assim, não! Petralhas nunca deixam as tetas do governo. Quero ver qual espião do Lullalá será colocado no lugar dele.

anonimo veneziando em 06 de novembro de 2014

Olheiro - e capacho - do Lula da Çiuva. Vai trabalhar para a candidatura do rei da boçalidade(bossalidadi), nas próximas eleições (zeleissãum).

Paulistana em 05 de novembro de 2014

Muito estranho seria ela se desvencilhar do criador quando mais deve a ele. Se na primeira vez em q foi eleita ela já deveu apenas a ele, agora ela deve a ele e a todas as facções e militâncias do PT q se uniram no segundo turno. Se ela nunca foi tão devedora como é agora, com ser livre? As reuniões com o criador já começaram.

pedrao em 05 de novembro de 2014

Como? Rasputin vai abandonar Alexandra? Por Nicolalau? Quem disse que a história não se repete? E no petismo, sempre em farsa!

jose em 05 de novembro de 2014

Acho que Rosseto não emplaca: http://www.gazetadopovo.com.br/vidapublica/conteudo.phtml?tl=1&id=1511515&tit=TCU-ve-indicios-de-irregularidades-na-compra-de-usinas-no-PR-e-RS Ué? No lulopetismo, esse tipo de coisa parece ser condecoração...

jorge em 05 de novembro de 2014

Não publico comentários contendo acusações sem provas.

Jandira Gomes em 05 de novembro de 2014

Sairá este e entrarão outros, ou o falador-mor fará por menos, deixando sua "criatura" livre, leve e solta? Com um espião tomando conta ela já fez o que fez, deixando o país falido.

Jujuba Salgada em 05 de novembro de 2014

Gilbertinho não vai deixar de fazer os serviços que sempre fez na vida e não sera a Dilma que fara ele parar .O Rasputin do Lula vai continuar com seus serviços sujos!

Meia Verdade em 05 de novembro de 2014

Isso é o que mais me amedronta.....a "independência" de Dilma, na área econômica. Seja lá como for o barba é um cara inteligente e experto, que sabe, que economia não se faz com bravatas. Nessa área eu digo FICA LULA.

Alex Wie em 05 de novembro de 2014

Hum, sei não, Gilbertinho fora dos holofotes, não seria mais perigoso, ficaria longe de nossos olhos, enfim, vamos aguardar :S

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI