Publiquei post recente mostrando que a presidente Dilma Rousseff, mal assumiu o governo, já terá nada menos do que 5 ministros do Superior Tribunal de Justiça para nomear. Das 33 vagas de ministro do segundo tribunal mais importante do país, após o Supremo, 4 vêm sendo exercidas em caráter interino

por desembargadores de tribunais de Justiça estaduais e a quinta se materializa hoje, com a posse do já ex-ministro Luiz Fux no Supremo.

É uma situação inédita desde que o STJ foi criado pela Constituição de 1988, há mais de 22 anos.

E, no mês que vem, haverá uma sexta vaga para a presidente preencher: o ministro Hamilton Carvalhildo se aposenta no dia 15 por atingir a idade-limite de 70 anos.

Dilma terá nomeado 6 ministros do STJ no primeiro semestre de seu governo. Em oito anos de mandato (1995-2003), FHC nomeou 10.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 2 =

TWITTER DO SETTI