Image
O disco de Evans: melhor a cada dia

Por Daniel Setti

Alguns álbuns têm, misteriosamente, a mesma capacidade dos vinhos de melhorar constantemente ao envelhecer. É o caso de “Sunday at The Village Vanguard”, do pianista de jazz Bill Evans e seu célebre trio, composto pelo contrabaixista Scott La Faro e o baterista Paul Motian. 50 anos após o seu lançamento, a bolacha não perdeu nem sua capacidade de emocionar – o lirismo do piano de Evans continua surpreendendo – nem seu toque moderno – os “diálogos” entre os instrumentistas, uma das inovações do trio, transparecem um entrosamento assustador.

A grandiosidade de “Sunday…” também se cobre de mística: a gravação, registrada em 25 de junho de 1961 na lendária casa de shows nova-iorquina Village Vanguard, foi a penúltima da vida de LaFaro. O prodígio do contrabaixo morreria em um acidente de carro no dia 6 do mês seguinte. Era tão concorrido que, entre os onze dias que separam o inesquecível concerto com Evans e sua morte, ainda participou de outro álbum ao vivo importante, “Baubles, Bangles and Beads”, gravado pelo saxofonista Stan Getz no festival de Newport. Tinha apenas 25 anos.

O vídeo abaixo mistura trechos de temas do álbum, fotografias do trio em ação e comentários (em inglês, sem legenda) com o produtor do álbum, Orrin Keepnews.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − dez =

TWITTER DO SETTI