Image
“Neymar está à nossa altura?”, perguntam os espanhóis

Enquanto a novela envolvendo a disputa de Neymar pelo Barcelona e o Real Madrid promete oferecer mais dezenas de capítulos, ambos os gigantes do futebol da Espanha vão dando sucessivas mostras de sua arrogância. Um tom acentuado pelos principais jornais esportivos do país, que estão sempre radicalmente a favor de um ou do outro time. A objetividade jornalística, em matéria de futebol, está a anos-luz da imprensa escrita.

As mais recentes empinadas de nariz são desta semana e partem do Barça, já que só agora o clube catalão parece ter entrado para valer na briga pelo craque santista. “Neymar convence – O Barça estudou com lupa o craque e seus informes, tanto técnicos quanto pessoais, são excelentes”, dizia a chamada de capa do Mundo Deportivo, publicação pró-Barcelona.

Bom, então quer dizer que só agora resolveram debruçaram sobre Neymar? Só agora, e depois de analisar “com lupa” seu perfil, o consideram apto a vestir a camisa azul-grená? E tudo o que ele já conquistou com o Santos? E seus gols pela seleção? “Pep gosta”, dizia outra manchete, publicada hoje, em referência à opinião do técnico barcelonista, Pep Guardiola, sobre Neymar.

Até o vazamento dos contatos mais sérios entre Barça e Neymar, quem vinha jogando “de salto alto” ao falar do jogador era o Real Madrid. Em uma das deslizadas mais célebres, o clube madrilenho anunciou no final de junho, ainda sob o efeito da pancadaria entre Santos e Peñarol pela final da Libertadores – da qual Neymar participou -, que queria “mudar a imagem de Neymar”. Teriam inclusive viajado ao Brasil para reunir-se com o jogador e seu pai e empresário para “moldar seus comportamentos e adaptá-los à imagem do clube”, além de solicitar a ele “um corte de cabelo mais sério”.

Detalhe: o jogador pertencia, e ainda pertence, ao Santos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − nove =

17 Comentários

Rafael Evangelista em 11 de setembro de 2011

Vamos mesmo comparar a grandeza desses clubes com a do Neymar, que por enquanto não passa de uma versão mais magra do Robinho?

fred em 10 de setembro de 2011

Caro Ricardo, vaidades e arrogâncias de ambos os lados,temos que reconhecer que o apenas bom jogador Neymar está longe de ser o que já projetam dele.Agor com o time do milionário Russo entrando na disputa,veremos se o Neymar e seu papai estão querendo um bom contrato financeiro ou querer aparecer nestes times espanhóis de um campeonato sonolento,sem rivais.O Santos tem que vender o "moicano" logo antes que descubram a jóia é biju...

Carlos Menezes em 10 de setembro de 2011

A arrogancia não tem nada com nacionalidade e sim com o sentimento de poder, portanto, é mais uma forma de degeneração do carater e aí meu amigo não há fronteira que delimite isto.

Caio Frascino Cassaro em 10 de setembro de 2011

Prezado Ricardo: Sou Palmeirense de quatro costados. Nem por isso deixo de me maravilhar com esse garoto que, além de futebolista execpcional, passa uma imagem boa a tdodos que têm acompanhado sua carreira. A história do cabelo "diferente" é só mais uma bonagem de gente que parece que nunca teve 19 anos. Deixa o moleque usar brinco, pintar o cabelo, parecer uma cacatua, um moicano ou o que quer que seja. Faz parte da idade e do desenvolvimento emocional do garoto. O desempenho dele em campo e mesmo fora dele atestam que o menino é uma jóia rara que deve ser tratada como tal, com as vantagens advindas de seu enorme futebol e de seu grande carisma, porém com a compreensão de que em um grupo não há privilégios a quem quer que seja no tocante a suas obrigações profissionais. O resto ou é pura inveja ou palpite torto de quem parece usar cueca apertada. Um abraço. P.S. - Messi e Neymar? Pelo amor de Deus... E aí, Setti, já imaginou você, zagueiro, sabendo que no dia seguinte vai enfrentar esses caras? A barriga começa a doer uma semana antes, e a noite anterior ao jogo vira título de filme - "A Hora do Pesadelo". Só com bazuca e metralhadora... Nossa, nunca mais dormiria se soubesse que teria que marcar a dupla. Hahaha. Abraço

FMonteiro em 09 de setembro de 2011

Se engana quem pensa que os espanhóis não são arrogantes. São o povo de maior arrogância do mundo, junto com os ingleses. Essa novela entre esses clubes e o Neimar só refletem a realidade desse povo. Toda generalização é injusta, caro Monteiro. Vivo parte do tempo na Espanha e não tenho a mais mínima impressão nesse sentido. Nas viagens que fiz à Inglaterra, a trabalho ou por lazer, o que vi, senti e ouvi também não coincide com o que você diz.

Leio em 09 de setembro de 2011

Ô, Trindade! Futebol é negócio. E privado. Não tem nada com "amor próprio como nação". O futebol europeu é o melhor do mundo porque é o que tem mais dinheiro para investir. O jornalismo esportivo não inventou isso, só se deu conta da realidade.

umberto em 09 de setembro de 2011

A postura arrogante de Barcelona e Real retratam o antigo "inchaço vaidoso" de toda a Europa desde o tempo em que, como "colonizadores", explorava outros países. Logo, não é só no futebol que exigem "um corte de cabelo mais sério". Países como Itália, Espanha, Inglaterra e até Portugal, escorregam ladeira abaixo para a inadimplência e o empobrecimento, com o agravante de suas populações estarem desacostumadas de trabalhar. Também no futebol, a grana vai acabar e clubes como Real, Barça,Manchester, Milan, etc., tendem a ser absorvidos por máfias milionárias, russas ou não, como lavagem de dinheiro. Pobre Europa : linda, arrogante e falida !!

carlos nascimento em 09 de setembro de 2011

Ricardo, Os espanhóis podem falar o que quiserem desde que PAGUEM. O custo não sairá por menos de R$ 120 milhões, logo, quem investe essa fábula, precisa cuidar de seu investimento, lapidar imagens, vc como homem do mundo jornalistico deveria entender que o "marketing" é preponderante para viabilizar receitas de retorno. É um negócio de risco, nem sempre as chamadas "estrelas" geram superavit, vide Kaká, um completo fiasco no Real Madri, não é nem a sombra do jogador que atuava no Milan, o preço do investimento já foi para o ralo em 50%, portanto, deixa os espanhóis brigarem entre eles, importante que ganharemos divisas e o garoto Neymar vai assegurar o seu futuro financeiro em definitivo. abraços. Carlos Nascimento.

Trindade em 09 de setembro de 2011

É isso que dá, nossos jornalistas esportivos e a imprensa esportiva em geral levanta a bola do futebol Italiano e Espanhol e ai eles se sentem "os caras" e nós continuamos a ser a republiqueta das bananas. Queria ver se os Estados Unidos tivesse um futebol parecido com o futebol do Uruguai, se tinha chance de europeus cantar de galos, mas do Brasil é fácil, nós somos os únicos penta campeões e os nossos craques são ensinados desde pequenos que o melhor futebol é o europeu. Isso é que é falta de amor próprio como nação.

wilson em 08 de setembro de 2011

Parece que até vendedor de enciclopédia tá no leilão por nosso jogadores. A espanha tem um buraco de 10bi de Euros nos Clubes então vai ter uns 100 barcaxreal por ano?

Marco em 08 de setembro de 2011

Amigo Setti: Isso q eles foram maduros para a Europa. Abs.

Marco em 08 de setembro de 2011

Amigo Setti: Me lembrei de outros fracassos retumbantes na Europa : Renato Gaúcho no Roma, Roberto Dinamite no Barcelona, Zico na Udinese, Junior o Lateral esquerdo não me lembro o Time. O teu amigo Sócrates, q Deus ajude... É meu amigo a adpatação não é fácil ! Abs. E o Marcelinho no Valencia! Abraço

Adriano em 08 de setembro de 2011

Vende logo Santos, vai que bicha daqui a pouco, e daí. O tal de Ganso já era tá todo bichado. Esse Neymar se continuar assim não chega ao fim do ano valendo metade do que dizem que vale.É só jogar mais umas tres partidas na seleção pra verem o engodo.

Marco em 08 de setembro de 2011

Amgo Setti: Hoje casos como eu citei é muito comum jogadores promessas irem direto para o time dos veteranos. No Inter se quiser tenho vários exemplos, jogadores q despontaram , sumiram e foram parar em times de veteranos, vou citar o Pedro Verdum na dec de 80, jogou em todas as seleções de Juniores com destaque, acabou jogando no Interior aqui sem sucesso. Abs.

Marco em 08 de setembro de 2011

Amigo Setti: O Roberto está certo, me lembro de uma história de um jogador promessa do Inter, q se não me engano hoje está no São Caetano, um meio campista d enorme potencial. Um clube alemão se interessou por ele e veio a Poa, fechar o negócio na época muito vantajoso para o Inter. Foram para uma churrascaria junto com a diretoria , aí na hora de pedir o aperitivo, d cara o jogador pediu uma caipirinha, tomou 3 e depois mais cerveja. O negócio q estava certo se transformou em apenas um teste de 1 mês no clube, e depois não se confirmou... Abs. PS: Parada torta hoje para o Coringão. Jogão !

maisvalia em 08 de setembro de 2011

Como santista roxo desde 1962, ou seja, desde os 5 anos de idade, muito me deu prazer este teu artigo. Pôs os pingos nos is a respeito da jovem joia santista, que está sendo bem orientado pelo pai, que de longe parece ser um senhor de boa índole e caráter. Abraços

Roberto em 08 de setembro de 2011

Eu acho que você está procurando chifre em cabeça de cavalo. O clube está certíssimo em querer trabalhar e controlar a própria imagem e, portanto, do seus jogadores. Quanto maior a imagem de seriedade, honestidade e etc. o clube tiver, mais pode exigir dos patrocinadores. Fazendo isso os clubes evitam jogadores que vivem chamando atenção pela vida pessoal conturbada - Adriano, por exemplo - e valorizam os bons de bola e ajuizados. Bom para o clube, para o jogador, para os fãs e para os pais, pois os filhos terão ídolos que são modelos de comportamento. Seria bom se todos os times tivessem esse cuidado!

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI