Image
Soldados posam ao lado do cadáver de um talibã: como troféus de caça (Foto: reprodução do site do jornal “Los Angeles Times”

“As fotografias não representam de forma alguma os valores e o profissionalismo da maioria das tropas dos Estados Unidos que servem no Afeganistão”, disse o porta-voz do Pentágono, George Little, durante a reunião de ministros de Relações Exteriores e de Defesa da Otan — a aliança militar ocidental –, realizada nesta quarta-feira em Bruxelas.

Tomara que não. Porque, mais uma vez, o mundo está horrorizado com o comportamento desrespeitoso, debochado, inominável de soldados americanos que posam ao lado de cadáveres de inimigos — no caso, um homem-bomba afegão — como se fossem troféus de caça.

O secretário da Defesa dos EUA, Leon Panetta, não gostou nem um pouco do fato de o jornal Los Angeles Times haver publicado as fotos, vazadas por um soldado, apesar de tê-lo solicitado ao jornal. O argumento é o de sempre: a divulgação deve causar (uma mais que compreensível) irritação na população afegã, estimular os terroristas do Talibã a atuar conta os militares americanos no país e provocar uma onda de antiamericanismo em países muçulmanos.

Image
A sede do “Los Angeles Times”: seguindo a tradição da melhor imprensa (Foto: latimes.com)

Na verdade, o Los Angeles Times deve ser cumprimentado pela decisão, que só honra a tradição da grande imprensa dos Estados Unidos: é preciso divulgar esses fatos odiosos, não apenas para que os envolvidos diretamente sejam exemplarmente punidos — com expulsão das Forças Armadas e cadeia, quando for o caso –, mas porque é dever de um grande jornal independente servir à opinião pública, ainda mais quando exibe mazelas cometidas por soldados que deveriam representar os valores sobre os quais se erigiu a República mais antiga do mundo.

A divulgação de mais esse episódio deprimente por um grande jornal americano serve, igualmente, para mostrar o quanto aquela que é qualificada de “imprensa burguesa” por setores de esquerda é, na verdade, independente do poder, e exerce com brilho, galhardia e coragem seu papel de consciência crítica da sociedade.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete + sete =

Nenhum comentário

ANTHONY KUDSI RODRIGUES em 24 de abril de 2012

Valeu Pedro Luiz, um abração extensivo ao seu pai.

Pedro Luiz Moreira Lima em 23 de abril de 2012

ANTHONY KUDSI RODRIGUES: Concordo com cada opinião que colocou aqui - para fortalecer seu argumento a antiga URSS enfrentou 80% do poderio militar nazista e o derrotou sozinha. Historiadores de todas as tendências reconhecem que a vitória aliada na Europa deveu-se principalmente a URSS e no Pacífico os EUA. Não existe nada de ideológico nisso como gosta de dizer o Corinthians. Relembrando 80% da maquina de guerra nazista foi jogado na Invasão da Russia e derrotadas. Abração Anthony Pedro Luiz

ANTHONY KUDSI RODRIGUES em 22 de abril de 2012

ô Corinthians , como disse no post do FHC, não debato mais com você; desculpe.

ANTHONY KUDSI RODRIGUES em 22 de abril de 2012

Apesar dos que querem nos "emudecer" , aviso que estou sempre no "dotorrindo"(otorrino), assim com a minha "insolência" histórica, gostaria de fazer algumas correções: 1)A guerra dos japoneses contra os chineses iniciou-se em em 1937 com o incidente na Ponte Marco Polo, e não em 1939. Todos os crimes dos japoneses foram julgados no "Nuremberg Asiático" que condenou à morte os líderes e militares japoneses por seus crimes contra a Humanidade; o que não aconteceu com o Cel. Curtis Le May e Truman que morreram de velhice por "velhacarias". 2) Longe de mim qualquer insolência e "atendendo" a pedidos estou usando o óculos nº 1; "tá" bem assim? 3)Onisciência só a de Deus, só ele sabe tudo, eu só leio livros. 4)Eu tenho um tom de voz um pouco mais elevado sim, mas não considero isto falta de educação, a mim voz é cristalina e enfática pois na minha profissão as coisas tem que ser bem entendidas pois lido com o que é mais precioso na face da terra ,a vida. Escuto muito o saudoso cantor Dick Farney, meu ídolo musical, com a sua voz grave mas aveludada e tento imitá-lo, um dia chego lá. 3) Enfim uma concordância contra a vetusta, a mais velha ditadura do mundo, a de Cuba, mas no seu próprio território HÁ TERRORISMO DE ESTADO EM DUPLICIDADE, na parte continental da ilha com os irmãos "RUiMBEROS" Castro, e na pequena parte de Guantánamo, com os EUA.

wilson em 22 de abril de 2012

O surdo quer nos emudecer o tal povo vítima bomba A é o mesmo que fez em 1939 em guerra contra o povo chines a prática de uma das maiores crimes da guerra. o Estupro de Nanking (homens,mulheres,crianças seviciados e mortos).O usos de escravas sexuais na Coreia, Filipinas. Sua insolência se acha a oniciência da história.Só falta usar megafone. Terrorismo de Estado é o que Fidel faz.

Corinthians em 22 de abril de 2012

ANTHONY KUDSI RODRIGUES - 21/04/2012 às 19:25 Você dizer que não vai mais aceitar sofismas chega a me soar incrível, já que você chega a ignorar a história contada pelas próprias nações participantes: 1) Gostaria que citasse um livro que diz que foi a URSS que ganhou a Segunda Guerra Mundial. Sem perda de tempo. 2) Esse "armistício" deve ter sido muito secreto, pois não aparece em nenhum lugar o pedido de armistício antes de Potsdam. Vale lembrar que o Japão não se rendeu nem com o tratado de Potsdam, nem depois. Queria manter os territórios "conquistados" sob o poder do imperador... 3) Respondeu ? Todo bombardeio então é terrorismo de estado, foi isso que você quis dizer ? 4) Já começa a confusão de palestinos com árabes, e também a distorção como se os palestinos fossem um povo milenar ou algo assim, e não o resultado da colonização européia. Também aqui vale lembrar que aquele território é palco de disputas territoriais desde os tempos de Moisés. Antes dos EUA serem "legais" com o Egito, os ingleses foram legais com os Jordanianos. Também vale lembrar que parece que os judeus nasceram e ocuparam aquela região só de 1948 em diante - antes disso eles só existiam na Europa. Continuando nos mapas, vemos que Israel só cresceu depois da guerra dos seis dias. 5) O território não é deles - existe sim pessoas lá que são contra o grupo. Aceitar que um grupelho comande um país, acabe com patrimônio histórico da humanidade, cometa atentados e o pior, treine terroristas em seu território para atacar as nações inimigas (isto é, todas que não controladas por eles) é patético. Até poderia ser um argumento caso as atividades do grupo ficassem restritas ao Afeganistão - pena que não é assim. Conforme você mesmo disse, eles também atuam no Paquistão - os dois países a "Disneylândia" dos terroristas, que vão lá treinar antes de sair matando infiéis.

ANTHONY KUDSI RODRIGUES em 21 de abril de 2012

Ô CORINTHIANS PARECE QUE ESTOU EM "PLENA 2ª GUERRA MUNDIAL", POIS TENHO A IMPRESSÃO QUE ESTOU SENDO "ATACADO EM DUAS FRENTES"; ENTRETANTO, ANTES DE COMEÇAR, COMO EU JÁ TE "CONHEÇO", NÃO VOU MAIS ACEITAR SOFISMAS E BARBARIDADES HISTÓRICAS COMO EU OBSERVEI NO SEU COMENTÁRIO, ASSIM COMBINADOS VAMOS AOS FATOS: 1)QUE A ANTIGA URSS GANHOU A 2ª GRANDE GUERRA MUNDIAL ESTÁ MAIS "SACRAMENTADO" EM LIVROS DE HISTÓRIA DO QUE A DESCOBERTA DO BRASIL; EUA E INGLATERRA FORAM, FAZENDO UM PARALELO COM O COTIDIANO, SÓCIOS MINORITÁRIOS; NÃO VAMOS PERDER TEMPO AÍ. 2)O JAPÃO TOTALMENTE "BATIDO" OFERECEU UM ARMISTÍCIO QUE ACABARIA A GUERRA, E OS EUA QUERENDO NA VERDADE TESTAR UM ARMAMENTO LETAL E JAMAIS VISTO PELA HUMANIDADE NUM POVO NÃO BRANCO, NAO ACEITOU , PONDO POR TERRA A "BALELA" QUE DESINTEGROU 200.000 JAPONESES PORQUE NÃO QUERIA VER MAIS SEUS SOLDADOS MORTOS. "TERRORISM D'ETAT". 3)OS BOMBARDEIOS CONTRA A CIDADE DE DESDEN E OUTRAS CIDADES ALEMÃS, QUE CEIFARAM A VIDA DE MILHARES DE CIVIS ALEMÃES, EMBORA O NAZISMO A WERMACHT FOSSEM OS INIMIGOS À SEREM DERROTADOS, TAMBÉM É TERRORISMO DE ESTADO; ASSIM FOI TAMBÉM QUANDO EM 10/03/1945, PORTANTO, 06 MESES ANTES DAS BOMBAS ATÔMICAS O CEL. CURTIS LE MAY ORDENOU UM BOMBARDEIO À TÓQUIO COM BOMBAS DE FÓSFORO, JÁ SABEDOR, AÍ O MAIS GRAVE, QUE AS CASAS JAPONESAS(CIVIS) ERAM NAQUELA ÉPOCA DE PAPEL E MADEIRA EM RAZÃO DOS TERREMOTOS, E ASSIM FORAM "TORRADOS" 100.000 CIVIS JAPONESES QUE NÃO TINHAM PARA ONDE FUGIR. SE TEM ALGUM NISSEI LENDO ESTE COMENTÁRIO, PEÇO A GENTILEZA DE DIZER COMO SE FALA TERRORISMO DE ESTADO EM JAPONÊS, POR FAVOR. VIU Ô CORINTHIANS, EU NÃO ESTOU PREOCUPADO E TE RESPONDÍ NA "BUCHA". 4)AGORA BARBRIDADE COMO ESTA É QUE ME DEIXA SEM VONTADE DE DEBATER COM VOCÊ:"QUAL FOI A EXPANSÃO DE ISRAEL QUE NÃO PELA GUERRA DOS 6 DIAS?" VOCÊ PERGUNTA ; SÓ VOU RESPONDER EM ATENÇÃO AOS LEITORES: EM 1948 A ONU DIVIDIU A PALESTINA EM DOIS PEQUENOS PEDAÇOS DE TERRA, OS ÁRABES NÃO SE CONFORMARAM E ENTRARAM EM GUERRA COM ISRAEL QUE TOMOU A OUTRA METADE DOS PALESTINOS, VEIO A GUERRA DE 1956 DO EGITO CONTRA INGLATERRA E FRANÇA POR CAUSA DO CANAL DE SUEZ E ISRAEL APROVEITOU-SE DA SITUAÇÃO E PENETROU FUNDO NO SINAI QUERENDO ANEXÁ-LO, SENDO IMPEDIDO PELOS EUA, (ATÉ HOJE EU NÃO ENTENDÍ ESTA ATITUDE "AMIGA" DOS EUA COM OS ÁRABES E QUE PODERIA SER SEMPRE ASSIM, QUE EU TENHO CERTEZA QUE NÃO HAVERIA TERRORISMO, HOMENS BOMBA, ATAQUES ÀS TORRES GÊMEAS, TALEBANS, AL QAIDA E OUTRAS BARBARIDADES MAIS); AÍ VEIO A GUERRA DOS 6 DIAS QUE ANEXOU MUITAS TERRAS DO EGITO, SIRIA, JORDÂNIA; DEPOIS VEIO A GUERRA DO YOM KIPUR EM QUE ELES PERDERAM E RECUPERARAM DEPOIS; DEPOIS INVADIRAM O SUL DO LÍBANO ANEXANDO-O, SENDO EXPULSOS NA "MARRA" PELO HIZBALLAH. ENTÃO, ISTO NÃO É EXPANSÃO?, OLHE O TERRITÓRIO DE ISRAEL DE 1948 E OLHE HOJE. 5) O TALEBAN É O ATRASO E A BESTIALIDAE EM PESSOA, MAS ESTÃO NA TERRA DELES O AFEGANISTÃO, ELES É QUE TEM QUE RESOLVER SÓZINHOS, COMO OS EUA RESOLVERAM SÓZINHOS A BÁRBARA DISCRIMINAÇÃO RACIAL INSTITUCIONALIZADA POR LEIS , E QUE VIGOROU ATÉ BEM POUCO TEMPO, NÃO PRECISOU DE EXÉRCITOS ESTRANGEIROS PARA ACABAR COM ESTA BARBARIDADE NA "BABEL" DOS QUE A IDOLATRAM MAIS DO QUE AO BRASIL.

ANTHONY KUDSI RODRIGUES em 21 de abril de 2012

RESPOSTA À PRIMEIRA OBSERVAÇÃO: 1)PARA O SEU PRIMÁRIO, O EXÉRCITO DE KWANTUNG(É ESTE MESMO O NOME DO EXÉRCITO DE OCUPAÇÃO JAPONÊS, APESAR SE SER UM NOME CHINÊS)ACANTONADO NA MANCHÚRIA E CHINA, TINHA HUM MILHÃO E OITOCENTOS MIL SOLDADOS, INCLUINDO OS COREANOS QUE FAZIAM PARTE DO IMPÉRIO JAPONÊS E PODIAM SERVIR O SEU EXÉRCITO; E O EXÉRCITO SOVIÉTICO NÃO TEVE "TRABALHO" COM ELES POIS SE RENDERAM LOGO, SEM A MENOR CONDIÇÃO DE GUERREAR. 2)OS JAPONESES OFERECERAM ARMISTÍCIO SIM, ARMISTÍCIO QUE ACABARIA A GUERRA E OS EUA DERAM UM ULTIMATO, ACABANDO ASSIM COM A BALELA QUE ELES "DESINTEGRARAM" 200.000 JAPONESES PORQUE NÃO QUERIAM MAIS VER SEUS SOLDADOS MORTOS; O QUE ELES QUERIAM DE FATO ERA EXPERIMENTAR UMA ARMA LETAL CUJOS EFEITOS NÃO CONHECIAM, EM UM POVO NÃO BRANCO.SE ISTO NÃO É TERRORISMO DE ESTADO..., E MAIS EM QUALQUER LÍNGUA. 3) O TERRORISMO PRIVADO DOS TALIBÃS É TÃO CRUEL COMO QUALQUER VIOLÊNCIA E CONDENADO PELO ISLAMISMO, POIS O PROFETA MUHAMAD(SAW)CONDENAVA QUALQUER VIOLÊNCIA CONTRA INOCENTES,VELHOS CRIANÇAS,OS NÃO COMBATENTES E OS PACÍFICOS, E AS GUERRAS DE DEFESA(JIHAD) SÓ CONTRA EXÉRCITOS. 4) SÓ UM CEGO NÃO VÊ QUE OS EUA ESTÃO PERDENDO MAIS ESTA GUERRA, E AGORA CONTRA O SANGUINÁRIO TERROR PRIVADO DOS TALEBANS; JÁ ESTÃO COM DATA MARCADA PARA SAIR, TIPO COMO SE FALA AQUI NO RIO:"PEDE PRÁ MIJAR E SAI". 5)NÃO SOU COMUNISTA ,NEM ANTI-AMERICANO "DE LUGARES COMUNS", SÓ PONTUALMENTE, E ADMIRO MUITO A MÚSICA AMERICANA EM ESPECIAL JAZZ E BLUES, E UM DOS MEUS MAIORES ÍDOLOS DE TODOS OS TEMPOS É O GRANDE PRESIDENTE FRANKLIN DELANO ROOSEVELT, QUE PARA MIM FEZ UMA "REVOLUÇÃO" NOS EUA COM O NEW DEAL, MAIOR DO QUE LENIN NA RÚSSIA, POR TRANSFORMAR A CRUELDADE DO CAPITALISMO AMERICANO DA ÉPOCA, ABSOLUTAMENTE DENTRO DAS LEIS. 6)OUTRA COISA, POSSO ESTAR SIM PRECISANDO DE OFTALMOLOGISTA, MAS RECOMENDO UM CONSULTÓRIO DE "DOUTORRINDO"(OTORRINOLARINGOLOGIA), A QUEM INTERESSAR POSSA, PORQUE AQUI NÃO TEM SURDOS E MUITO MENOS MUDOS. DESCULPE SETTI.

Corinthians em 21 de abril de 2012

ANTHONY KUDSI RODRIGUES - 21/04/2012 às 0:08 Pois é, humildade não faz mal a ninguém - seria bom começar a ler seus próprios comentários, acho que lhe faria bem. 1) Mais uma argumentação absurda, como se o país que mais sofreu perdas fosse o que venceu a guerra, e pior, como se fosse uma disputa EUA x URSS. Quem venceu a guerra foram os aliados, entre eles EUA, Inglaterra e Rússia. Nem a própria Rússia tem coragem de dizer que foi ela que ganhou sozinha a 2a. Guerra Mundial. 2) Melhor rever o que aconteceu realmente. Foi dado um ultimato ao Japão para encerrar a guerra, assinado por todos os aliados, inclusive a URSS. E o Japão recusou. Enquanto os EUA jogaram as bombas, o exército da URSS atacava por terra os territórios "conquistados" pelo Japão. Também dizer que foi terrorismo de estado as bomas nucleares contra o Japão, que recusou o tratado, e que foi aprovado por todos os aliados (inclusive a URSS que foi atacar por terra) me soa como partidarismo - o que dizer então dos bombardeios com milhares de bombas, que chegavam a destruir cidades inteiras, e que foram praticados tanto por Inglaterra quanto por EUA, URSS, Alemanha e Japão ? Aí não entra em terrorismo de estado ? Qual o limite de uma bomba ou bombardeio para ser considerado terrorismo de estado ? Um ataque com 10 MOABs seria terrorismo de estado ? Não se preocupe, não espero que responda. 3) Mais uma vez uma visão distorcida e contra os fatos. O radicalismo estava morto há séculos ? Quando tivemos o fim dos atentados ? Qual foi a expansão do estado israelense, que não a resultante da Guerra dos Seis Dias (iniciada diga-se de passagem pelos países muçulmanos) ? 4) O Talibã é uma seita, um grupo religioso. Não é sinônimo de afegãos. Não é algo que fique enclausurado em um país como um partido político (e já não estava restrito ao Afeganistão há anos). Eles não combatem os EUA, eles combatem infiéis. Sejam eles dos EUA ou do Afeganistão ou do Paquistão. Mulher sem burca = morte. Homem sem barba = morte. Estátua "pagã" de Buda = destruição. Fosse eu ou você, também seríamos mortos. Independentemente dos EUA ou não. Os Talibãs já existiam antes dos EUA e antes da URSS, causando morte. Mas aqui só estamos vendo mesmo o anti-americanismo cego de sempre...

wilson em 21 de abril de 2012

Diante desta humildade o ego está procurando casa nova, antiamericanismo é assim mesmo pessoal, e em prol dele a morte de inocentes a maior parte de mulheres, crianças,gente que dentro de uma mesquita o sangue esguinchado e os pedaços faz seu pseudo humanismo ser falso.Chama o Batisti para uma tertúlia.Para seu ginásio no dia da rendição o Japão tinha 1.350.000 soldados pronto para combate estavam distribuidos na China, Coreia e Japão. A carnificina Russa foi muito da burrice de Stalin por causa do mau planejamento tinha 5 soldados para cada fusil.Pois nos expurgos foram aniquilados todos os desafetos. O Pravda publicaria esta foto? Questionária a participação do exercito em guerras? Claro que não Esta é a diferença,A unica conquista dos radicais islamicos foi o uso do guindaste de lança telescópica - Para enforcamentos. Outra coisa aquim não tem SURDOS, não estamos em "assembreia da chuchuí" - Setti desculpe.

ANTHONY KUDSI RODRIGUES em 21 de abril de 2012

Humildade e "caldo de galinha" não fazem mal a ningúem 1)O principal teatro da 2ª grande guerra foi sem dúvida a Europa, portanto, a guerra foi ganha sim pela URSS com a batalha mais crucial da guerra, a de Stalingrado "O PRINCÍPIO DO FIM DO NAZISMO" e a tomada de Berlim pelos soviéticos, obrigando os generais alemães que sobreviveram a assinar a rendição aos soviéticos em 08/05/1945.Os soviéticos perderam mais de 20 milhões de pessoas entre militares e civis, tiveram 60% do seu parque industrial destruído, em contrapartida os EUA perderam em torno de 200 mil soldados e não tiveram nenhuma "QUITANDA" destruída. Total disparate numérico. 2)Neste período(rendição alemã) os japoneses JÁ ESTAVAM BATIDOS e enviaram representantes à Moscou e Londres para obter um armistício com os EUA, mas Washington recusou; desta forma acredito que eles queriam experimentar em seres humanos a sua nova arma, numa experiência "IN VIVO" caracterizando o que chamo com propriedade de TERRORISMO DE ESTADO que é INUMANO MESMO em qualquer língua do mundo inclusive em francês. 3) O radicalismo islâmico estava sepultado havia séculos e com uma "estaca no peito", e os EUA inconsequentemente apoiando Israel nas suas guerras de EXPANSÃO, com mortes de milhares de muçulmanos, e na negação do estado palestino, assim foi retirando lentamente a estaca do peito do "DRÁCULA" que agora está sedento de sangue. Ocorre que agora, os árabes são só 15% da população islâmica mundial, e os restantes 85% são de outras raças e presentes em todos os continentes, totalizando 2 bilhões de pessoas, 1/3 da população mundial, que acordou e já está desembainhando a cimitarra gigantesca que já tem partes forjadas em urânio enriquecido a 90% e outras partes a caminho, deixando a humanidade intranquila. 4)"Acho" que já falei que os talebans não estão combatendo mais os EUA em seu próprio país o Afeganistão , agora já estão combatendo também no país vizinho muçulmano, o Paquistão nuclear; agora só falta mesmo os EUA mandarem para lá o Capitão América, o Superman, o Fantasma, o Mandrake, o Abott e Costello, os Três Patetas.

wilson em 20 de abril de 2012

Falando de ginásio fui ao primário: A URSS NÃO ganhou a II Guerra, pois ela abrangeu Europa, Africa, Asia, Ilhas do Pacífico,America o fato mesmo (não sou revisionista) foi que a URSS foi preponderante no teatro europeu pois foi invadida por 144 divisões alemãs de elite (Gabriel Kolko,J.P.Nettl, Arnold Toybee)historiadores, e teve as maiores perdas. Mas para os leitores mais atentos a Alemanha capitulou em 8/9 de Maio 1945, mas a guerra continuou no outro lado do mundo até 2/9/45 pois bem a URSS declarou guerra ao Imperio Japonês no dia 08 de Agosto de 1945 as 11PM hora de Moscou qunado já era 9/8/45 no Japão onde neste dia houve a Bomba A.ESta luta na Mandchuria e Ilha Sakalina durou até 20/08/45. Portanto Não ganhou a Segunda Guerra sózinha! O anti-americanismo que comento foi original dos intelectuais franceses e que são endeusados pelos nossos. Fica très chic com empoladas frases padrão como terroristo de estado, e mais ainda que geografia e esta de se defendendo o território? Terroristas agem em NY, Madrid, Paris, Londres, Nigéria, Filipinas, Malasia(em Bali um brasileiro morto)é mesmo bem humanista este pejo de heróis. E por fim já imaginaram Stalin dominando a Europa?

ANTHONY KUDSI RODRIGUES em 20 de abril de 2012

Caro Setti: Lendo aqui comentários incensando o TERRORISMO DE ESTADO DOS EUA, novamente os meus dois neurônios "o tico e o teco", me mandam responder que a violação de cadáveres em qualquer época, seja em guerra ou não é crime, em Genebra ou não, e o mais grave, na religião islâmica é crime capital, AGUARDEM AS CONSEQUÊNCIAS, portanto, apesar do Taleban ser uma milícia medieval, estão combatendo no seu TERRITÓRIO e não ao contrário, aliás, já estão combatendo os EUA no Paquistão que tem armas nucleares, donde conclui-se que os EUA estão francamente PERDENDO esta guerra contra o terror(aliás, não foi para derrotar o Taleban que "eles" foram para o Afeganistão em 2001?), pois bem, como disse, o Taleban já está no vizinho Paquistão que tem ARMAS NUCLEARES E FOGUETES PARA TRANSPORTÁ-LAS, agora DURMA-SE com um barulho destes e ACORDE sem acreditar na propaganda americana que só GANHA guerras no cinema, tv e jornais. A título de ilustração, QUEM GANHOU a 2º guerra foi a antiga URSS, como sabe qualquer ginasiano.

Ricardo Magalhaes em 20 de abril de 2012

Analisando melhor a fotografia, acredito que o "sorriso" do soldado se deva mais a constrangimento do que alegria. Observem que uma das mãos do terrorista morto esta sobre seus ombros e o sorriso não é exatamente de satisfação.

DÉCIO AMORIM PIMENTEL em 20 de abril de 2012

MATAR O INIMIGO EM GUERRA É PERMITIDO, MAS COMETER CRIME DE VILIPENDIO É UMA FORMA CLARA DE MOSTRAR UM IMPERIALISMO AVASSALADOR. DÉCIO AMORIM PIMENTEL BEL EM TEOLOGIA/PSICANALISTA/PSICOPEDAGOGO CLINICO E ESCOLAR/LIC. EM HISTÓRIA/PASTOR BATISTA POLICIAL MILITAR - SALVADOR

wilson em 19 de abril de 2012

Setti bom comentário sobre o que é imprensa e liberdade. Mas as fadas madrinhas do terrorismo não se contem, daí a piada - Qual a diferença entre um argentino e um terrorista? - Terroristas tem simpatizantes. A moda tem origem entre intelectuais franceses, pois para eles tio sam é metido a ser o gendarme do mundo, mas duas vezes este gendarme livrou a cara dos metidos contra les boches. Terrorista taliban é assim querem estabelecer no mundo o século VII guela abaixo, hoje foi 38 mortos (JN)mas os metidos nem aí. Milhares já foram queimados, despedaçados, mutilados, mulheres, crianças, mesquitas, igrejas foram dinamitadas, queimadas, há cinco brasileiros mortos no WTC, mas eles acham que assim uma coisa pueril, fútil, só recordam de Mi lai, Hirishima, Mas nenhum tem neuronio de pensar que o mundo sem eles estaria sob o jugo de Hitler, Mussolini,Tojo. Eles sabem o que é a Sharya? Duvido mulher, gays, são sub-humanos para estes gallantes tão admirados por nossa turma da fadas madrinha.

Misael em 19 de abril de 2012

O cara tá morto. Houvesse tido uma oportunidade ele não teria exitado em matar esses soldados.É compreensível, mesmo, que em países muçulmanos o fato acabe alimentando ainda mais a revolta contra os soldados, mas não entendo porquê tamanha revolta gerada aqui. Essas antas que aqui criticam, não teriam nem respeitado sua opção religiosa (ou não religiosa, no caso dos ateus), porquê para essa turma do Talibã, os infiéis devem morrer.

Tico Tico em 19 de abril de 2012

"a divulgação deve causar (uma mais que compreensível) irritação na população afegã, estimular os terroristas do Talibã a atuar conta os militares americanos no país e provocar uma onda de antiamericanismo em países muçulmanos". Caro Setti. É exatamente como está declarado e apenas pelo que está declarado, nem uma vírgula a mais. Como cobrar atitudes de jovens de vinte e poucos anos, algums nem isso, jogados naquele fim de mundo para receber tiros de energúmenos?

Victor em 18 de abril de 2012

Ricardo, San Marino, e non gli Stati Uniti, è la più vecchia repubblica del mondo - anche se minuscola! È vero!

armi em 18 de abril de 2012

Quem não riria ao abater seu possível carrasco? Se não fosse o Americano, poderia ser o Talibã sorrindo, na guerra ou se abate o oponente ou se é abatido por ele.

PAULO em 18 de abril de 2012

juliano rodrigues voce foi pedir visto de turista e foi negado?

jose afonso em 18 de abril de 2012

Para aqueles que comentaram, com base na foto utilizada pelo blog, recomendo se interarem mais dos reais acontecimentos, pois sao muitas as fotos. Deprimentes. Um desrespeito a vida. Sao terroristas? Que sejam presos e julgados. Morreram no combate? Que seus corpos sejam entregues aas familias - ou um ritual equivalente, quando se declara a guerra. Nao podemos aceitar de outra forma.

Emerson em 18 de abril de 2012

Infelizmente essa publicação e importância dada a esse caso só servirá para aumentar os conflitos e a diferença entre ocidente e oriente.

Carlos em 18 de abril de 2012

E' triste ver o pensamento de brasileiros concordando com essa atitude. Quantos islamicos voces conhecem? Voces tentam entender a cultura deles? As pressoes que eles sofrem? A maioria dos islamicos que conheco sao gente muito boa, honesta e trabalhadora. Quando sai do Brasil meus amigos falavam que mussulmanos eram ignorantes, fanaticos e miseraveis, mas eles nao sao. Tenho amigos paquistaneses, indianos, sauditas, egipcios, turcos, sirios, iranianos... Sao todos iguais a nos, quando nao sao mais integros. Nao concordo com os extremistas e acho terrorismo a forma mais baixa de protesto. Mas assim como nas artes marciais, nada justifica o desrespeito pelo inimigo. Isso e' ignorancia e so' estimula o desrespeito deles por quem e' diferente.

Cézar em 18 de abril de 2012

Não vi nada de "ofensivo" nessa foto.Coisas piores são pefeitamente digeridas socialmente.Agora o povo é obrigado a honrar cadáver de bandido? e os soldados, afinal, estão lá para isso, ou é uma colônia de férias? onde esse mundo vai parar? O terrorismo abrindo caminho pra islamização, democracias guiadas por religiões, como no Brasil, perseguição a homosexuais,e absolvição de atitudes criminosas em nome de políticas demagogas.Está cada vez mais insuportável essa onda de politicamente correto que vem varrendo o planeta.

Julliano Rodrigues em 18 de abril de 2012

Os Americanos deveriam ser espulsos de todos os paises, e em seguida a America devia ser bombadiada com bombas atomica ate não sobra nenhum Americano no mundo...

Hades em 18 de abril de 2012

Setti, numa democracia verdadeira a imprensa é livre para publicar o que quiser com a interpretação que quiser tendo como contra partida a responsabilidade pelas consequências. Você ou nós outros leitores críticos temos a liberdade de analisar e interpretar a notícia frente aos nossos princípios e valores. É simples assim. Concordo com a maioria dos comentários postados aqui. Há uma tendência generalizada na mídia americana e principalmente fora dela de julgar com rigor as atitudes dos americanos e com mínimo rigor as atitudes dos que a eles se opõem.

Lenicio Andrade em 18 de abril de 2012

Exagero. O soldado não está "posando" para a foto. Ele nem sequer olha para a câmera. Parece mais um instantâneo. Um flagrante de alegria. É bom lembrar que se trata de um soldado, que cumpriu o seu dever e tem o direito de estar orgulhoso por isso. O sorriso não parece deboche, mas orgulho. Se era realmente um homem-bomba, quem pode condená-lo por isso? Quanto à divulgação, creio que sim, a foto devia realmente ter sido divulgada. Mas parece que houve uma interpretação meio criativa do que ela realmente retrata.

Nilson em 18 de abril de 2012

Muhamed concordo com vc e discordo de algumas palavras do Setti que na maioria das vezes é otimo no que faz, a foto na verdade não representa nada quem pode dizer que ele esta rindo do suposto terrorista ou do amigo que está tirando a foto, ele está rindo de alegria ou de nervossismo ( pois muitos riem por isso), o fato é que é muito facil tirarmos conclusões precipitadas, mas em algum momento antes dos fatos, fotos, alguém já tentou por um misero segundo se colocar no lugar destes homens não porque nunca passaram por nada nem parecido, antes de sermos hipócritas e falar que o que reina é a paz tente um de nós chegarmos em um homem bomba e falar para ele não faça isso ou então que ele entre em sua casa mate a maioria de seus familiares e quero ouvir vc dizer que tudo pode ser perdoado. É fácil acusar o duro é ser acusado.

Ricardo Magalhaes em 18 de abril de 2012

Setti, eu não me recordo muito bem,pois ja se passaram muitos anos,mas me lembro de um fato ocorrido na Inglaterra,na 2ºGuerra Mundial. Um reporter descobriu que estava havendo a preparação para a invasão da Europa,o que viria ser conhecido com o Dia D.O Governo soube que o jornal estava pronto para lançar a noticia e chamou o editor-chefe,ou alguem do nivel,para conversar e o proprio Churchill teria dito que a divulgação daquela noticia seria a causa de morte de milhares de soldados britanicos ou não e deixou que a direção do Jornal decidisse o que fazer.A noticia não teria sido publicada e sabemos o que ocorreu então.Acredito que,salvando as diferenças de épocas,o fato seria o mesmo.A divulgação dessas fotos,em nome de uma liberdade de imprensa,da qual sou fervoroso apoiador,pode provocar realmente a morte de muitos soldados por este mundo afora.Tem momentos em que certas noticias não devem ser divulgadas,e essa,com certeza,não trara nenhum beneficio à Democracia.

Pedro Luiz Moreira Lima em 18 de abril de 2012

Setti: Quando é pegado cometendo terrorismo com os outros - como se defender?da mesma maneira de sempre Calar a Imprensa ou sujeitá-la. Abraços do amigo Pedro Luiz

Vítor em 18 de abril de 2012

De minha parte , acho que esta indignação pela atitude dos soldados é meio em sentido . Que o governo emita a nota de repúdio, faz parte da encenação . Mas achar que só os soldados americanos tem este tipo de postura ou esperar frieza e profissionalismo de alguém que 24 hs por dia esta no front , sob pressão e ataques beira ao fantasioso ou é de um parcialismo sem nexo .

Kevin Souza em 18 de abril de 2012

os caras estão em uma guerra e exigir de forma radical e severa equilibrio emocional a alguem que esta sujeito ao grau de estres que uma guerra causa, não é o melhor caminho pra ajduar a se alcanaçar esse equilibrio.

Muhamed em 18 de abril de 2012

"episódio deprimente" - "fatos odiosos" - "o mundo está horrorizado". Tsc, tsc... O que tem de mais nesta foto??? Grande coisa! Especialmente, se comparado ao que o mundo islâmico faz ao mundo ocidental e em especial a aqueles que são aversos a sua fé ( especialmente judeus e cristãos ). Estou horrorizado é com esses terroristas e com a conivência mundial aos absurdos por eles cometidos! Esses soldados são homens em missão! Estão atrás de criminosos e terroristas! Nada mais compreensível do que satisfação e comemoração ante a missões cumpridas! Agora me digam, sem a influencia do texto acima, o que vc realmente vê nesta foto? Olhe de novo! Vc vê um "comportamento desrespeitoso, debochado, inominável de soldados"??? Onde isso??? Vejo um soldado olhando o corpo... a frente vejo um soldado dando um sorriso para o lado, talvez pelo colega que o pega pelo ombro! FALA SÉRIOOO!!! Isso me irrita!!!

Renato em 18 de abril de 2012

No Brasil em nome de um anti-americanismo torpe e ignorante, presenciamos mulheres opinando a favor da dignidade dos "homens" do Talibã.

Kevin Souza em 18 de abril de 2012

Eu pessoalmente não celebraria a morte em nenhum aspecto... esses talibãs são a escoria da escoria, mas nem por isso se justifica essa atitude correto, mas como não sei em que circunstâncias o fato ocorreu, o grau de estres e envolvimento emocional que os soldados sofreram antes de tirarem a foto... Prefiro nao ser radicalmente severo ao julgar a imagem.

jose afonso em 18 de abril de 2012

Estavamos numa reuniao num centro comunitario, aqui nos USA, quando as fotos comecaram a ser divulgadas. Os americanos presentes - claro que era a maioria, ficaram sem graca e pediram desculpas aos estrangeiros que participavam. Imediatamente comecaram a veicular depoimentos de autoridades e a White House, atraves do seu Press Secretary, comecou a se desculpar, tambem. Muitos acham que existe um complo dos americanos contra o mundo. Vejo que sao pessoas como outras quaisquer, que tambem se consternam com os desvios dos seus. E os que praticam os desvios nao serao promovidos ao retornarem. Serao julgados e terao penas a cumprir, com o total direito de defesa.

Renato em 18 de abril de 2012

Pela foto divulgada, não dá para inferir que há uma exibição de troféu, muito menos que esta é uma prática comum. Este journal foi é muito irresponsável, isso sim. A imprensa faz um sensacionalismo danado com essas fotos, alimentando a ira de milhões de fanáticos anti-ocidente capitalista, e ainda posa de salvadora da humanidade. Tosco.

lucubratiopraecox em 18 de abril de 2012

Ah, se os soldados no Vietnam tivessem à mão uma simples Kodak Xereta, quantas revelações... Seria o apocalipse!

ivan em 18 de abril de 2012

A imprensa não pode ser adjetivada a não ser com a palavra "livre". Outros epítetos como "responsável", "engajada", "consciente" (parece jargão petista) etc só deturpam a sua liberdade. Se um fato é registrado ele deve ser de dominio público, eu quero ser informado sobre ele sob pena de reintroduzir-se a censura. Dizer que os Talibãs poderão retaliar por causa de uma foto é desconhecer o fato que eles não precisam de motivo para isso. A guerra em si é um absurdo, mas acreditar que soldados treinados para matar devem respeitar os corpos dos inimigos mortos.....

Ismael em 18 de abril de 2012

A imagem da menininha afegã em emio a uma pilha de mortos num atentado talibã deveria servir de exemplo para estes soldados da seriedade do trabalho que realizam. É preciso respeito pelo inimigo, por mais repulsivo que este seja, como é o caso destes fanáticos assassinos talibãs. Riam menos e matem mais.

GRM em 18 de abril de 2012

Não seja hipócrita, Ricardo Seti. Sim, na maioria das situações deveriam ser punidos, mas essa foto deveria ter sido omitida em nome da segurança nacional, além do mais, seria mais razoável que estivesse urinando no cadáver, em vez de rindo, esses soldados passam misérias, e quando abatem, sim, abatem um terrorista, que sequer como ser humano pode ser classificado, vs. senhorias deseja demandar respeito? É por isso que o mundo anda do jeito que anda, inversão de valores, veja bem, eu não concordo com a atitude dos soldados, mas mais justificável do que a dos terroristas que não merecem 0,001% de respeito, inclusive pos-mortem, mania essa de idolatrar bandido. Aqui um dia Fernandinho Beira-Mar e Marcola serão personagens de alguma película nas telonas, deveriam é serem executados pelo Estado, pouparia dinheiro ao contribuinte, e evitaria novas vítimas em casos de fugas e caos comandado de dentro das cadeias que impedem a reabilitação de deliquentes menores. Portanto, não sendo inocentes, sendo talebans, que urinem nos cadáveres. Lamento que você, que nem assina o nome, precise me ofender para criticar. "Hipócrita" por quê? Você me dá o direito de expressar minha opinião na coluna que assino? Lamentável, lamentável essa atitude. E falar em "mania de idolatrar bandido", como se eu a tivesse, mostra que você ou não sabe ler ou precisa tomar remédios fortes, se tratar, ir para um hospital psiquiátrico.

Homem Sábio em 18 de abril de 2012

Nos EUA o que vale é vender jornal. Nada mais que isso.

Joao Felipe em 18 de abril de 2012

É, mas não são os editores do jornal que vão sofrer as consequências da revanche dos Talebans. E pra relembrar, A Al Jazeera, que obviamente não é francesa, decidiu não publicar imagens dos massacres promovidos por Mohamed Merah, a pedidos do governo françes. Ninguem achou que foi censura. Jornais são livres, principalmente nos EUA, mas tem de ter responsabilidade e conciência, se não acabam virando uma fox news.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI