Domingo de festa para dois réus do mensalão

 

Amigos, vejam só como foi bom o fim de semana de dois réus do mensalão, o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e o ex-deputado e ex-presidente do PT José Genoino. É como o Augusto Nunes tem insistido: o governo e o lulo-petismo estão fazendo de tudo para “absolver” os réus do grande escândalo de 2005 antes de que sejam julgados pelo Supremo Tribunal Federal.

Leiam o que escreve na seção política do Estadão de hoje meu velho amigo Gabriel Manzano:

SÃO PAULO – Seis anos depois do mensalão, que abalou suas vidas e carreiras, os petistas José Genoino e Delúbio Soares curtiram no final de semana um certo gostinho de volta por cima. Delúbio, outrora um tesoureiro expulso, que assumiu a culpa pelos “recursos não contabilizados”, foi recebido em grande estilo pelo PT de Buriti Alegre (GO), numa festa de 200 pessoas, entre as quais 14 prefeitos, por seu retorno ao PT. Discursou como candidato. [Delúbio pretende ser deputado federal em 2012.]

Os amigos de Delúbio reescrevem o passado: “Foi uma injustiça grande do partido, mas o erro acabou reparado”, definiu o presidente do PT local, Delmar Arantes. O mensalão “é parte da história”, arrematou Darci Accorsi, ex-prefeito de Goiânia.

Jobim condecora Genoíno: “Um grande ajuste de contas com o futuro”

Genoino, que presidia o PT quando o escândalo de 2005 veio à tona, recebeu neste domingo, 8, no Rio, a Medalha da Vitória – a primeira dada a um ex-guerrilheiro. Em pleno 8 de Maio, que pelo mundo afora é saudado como o fim da II Guerra Mundial – em que se varreu da história o autoritarismo nazista -, o assessor especial do Ministério da Defesa entrou numa lista de 284 pessoas, entre militares e civis, agraciadas por terem contribuído para a democracia e a paz.

“O que o Brasil deseja fazer é um grande ajuste de contas com seu futuro. O Brasil não quer retaliar seu passado”, justificou o ministro da Defesa, Nelson Jobim, ao incluir na lista o militante do PC do B dos anos 70, que então integrou a guerrilha do Araguaia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nenhum comentário

  • José Carlos

    Agora entendemos porque caras como genuino lutou contra o regime militar!Na época não havia espaço para mensalões. Essa notícia é uma vergonha…e ainda tem gente que defende pessoas como essas!!!!

  • Roberto Sterling

    Delúbio e comendas para terroristas… Aonde vamos parar ????

  • Not funny

    Os que ainda clama por STF, PF, camburão, cadeião, e coisas do gênero, não aprofundaram o suficiente no status quo e modus operandi da estrutura farsesca que é a Cleptolândia. Enquanto quantidade suficiente de brasileiros não enxergarem o ponto focal que viabiliza a farsa/impunidade/corrupção seremos embromados ano após ano, votando neste ou naquele “achando” que um dia vai acertar um salvador. Porem sem nocautear a farsa fica a pergunta: Quantas eleições cabem na sua vida útil?
    Políticos criminosos existem em todas as partes do globo, portanto não adianta reclamar da causa, a conseqüência, tem que mirar no causador, o estimulador da causa, na fonte geradora que viabiliza o quociente da corrupção/impunidade.
    O Madoff lesou milhares de pessoas como esse do PT, com a diferença que este ultimo meteu a mão no erário e cofres dos sindicatos, o processo do Madoff em menos de 6 meses estava transitado em julgado, e o MENSALÃO-2005 após mais de 5 anos o julgamento nem se quer iniciou.
    O tempo é inimigo da justiça social, e os farsantes tupiniquins sabem disso, o tempo detona as testemunhas, fragiliza indícios, evidencias, dados, provas, …
    Uma justiça leniente com corruptos é uma justiça que condecora os saqueadores do erário.

  • Mirian

    Minha nossa, que vergonha!
    Nelson Jobim perdeu toda a compostura, se é que algum dia a teve. Nossas cores sendo usadas nas camisas daqueles que homenageiam o Réu Maior do Mensalão, protagonista de toda a sujeira que acabou por contaminar todo o País, comprometendo nosso futuro como Nação. Nosso “ajuste” com o futuro nos remeterá ao atraso da impunidade e da incompetência.

  • Pedro Luiz Moreira Lima

    Amigo Setti:
    Se observar a foto, bem atrás em posição de sentido,cabelos branco e rareando,sou eu.
    Representei meu pai como ex combatente,o calor,o sol e um início de um resfriado o impediram de receber.
    Mutos agraciados ex combatentes da Marinha,Exército e Aeronautica, entre os civis estava a Min Maria do Rosário e outros que lutam e lutaram pelo fim da Barbárie.
    Em momento nenhum senti a Medalha da Vitória ser “enlameada” por todos que estavam ali para recebe-la.
    Uma medalha como o do Pacificador, estar ao lado de Fleury e muitos do tipo, essa jamais a receberia.
    Receber a Medalha da Vitória por ter sido um sobrevivente da Guerrilha do Araguaia é uma forma de homenagear pessoas velhas e novas que tombaram por um sonho de um Brasil melhor,foi assim qu vi o Jose Genoino lá e não como mensaleiro.

    Caro Pedro Luiz, civilizadamente vou responder a você, fiel leitor. Sempre tive excelente impressão do deputado Genoino em todos os sentidos.
    O caso do mensalão, em relação a ele, me deixou de queixo caído. Imaginava tudo de todos do PT, ou quase todos, menos dele.
    O fato é que ele é réu do mensalão, não é mesmo? Foi nessa condição que o citei — e lamento, porque o Genoino era um dos poucos quadros do PT abertos ao diálogo e à tolerância dos contrários.
    Quanto a “um Brasil melhor”, não acho que os guerrilheiros do PC do B quisessem nada que fosse agradar a democratas, como eu. Se eles e outros adeptos da luta armada naquela época chegassem ao poder, viveríamos sob uma ditadura, com sinal trocado, mas ditadura.
    Um abração pra você, que não consegui enxergar na foto…

  • Marco

    Amigo Setti: Esse dois conseguem transformar o Brasil em diferentes graus de civilização. È uma transformação de convicções para prestígio nacional. Parece q o povo não gosta de muros nas prisões, por isso celebra essas festas, acho q vão ser petrificados ou transformados em monumento. Como homens “distintos ” do nosso povo !
    Abs.

  • carlos nascimento

    Caro Pedro Luiz,
    O nosso amigo Setti é um lorde, não aplica contundência em suas respostas.
    Façamos uma pequena reflexão: O PASSADO NÃO PODE ENCOBRIR O PRESENTE E NEM GARANTIR O FUTURO.
    Eu não posso avaliar o passado de Genoino, apesar de ter lido várias informações de que êle teria entregue a sua turma, não segurou a pressão no Doi-Codi.
    Já o seu presente, é vergonhoso, resumindo,o maior símbolo são as “cuecas dolarizadas”, ou vc já esqueceu de tudo isso, sejamos coerentes.
    Abraços
    Carlos Nascimento.

  • Alvaro

    As fotos são históricas. Vale a pena guardá-las. Não vai demorar muito solicitaremos, muitas vezes, retirá-las do arquivo. São simbolos, dizem muito. A faixa escrita em linguajar petista que nem precisa teste de DNA. Mas, quero pinçar só um aspecto. Um dos moços, nem tanto assim, foi Ministro do Supremo. Ele condecora Genuíno, este de cabeça erguida e o condecorador de cabeça baixa. É a subserviência fotografada. Por dinheiro? Por prestígio? Pelo intrínsico e cogênito espírito de vassalo? Um gaucho, que como tal foi qualificado por Lula, curso superior, pose de intelectual, conduta ilibada e grande saber jurídico, ex-Ministro do Supremo que como Ministro de Lula que de palpites desastrosos sobre pistas de aeroportos à condecorações inoportunas, tem feito muita cova rasa em fundos de quintal sem instalações sanitárias. O general sem estrelas perdeu a capa preta mas não havia perdido a pose. Perdeu agora. Cada dia nos surpreende mais com os atos nanicos que desconstroem a imagem de um ex-Ministro da nossa Suprema Corte. O projeto de Lei que proponho é simples: Não será permitido a Ministros e ex-Ministros do Supremo Tribunal Federal submeter-se voluntariamente e gozando plenamente de sanidade mental à situação que o ridicularizem como cidadãos. Se os Ministros do Supremo tiverem em Jobim um modelo, o Mensalão será julgado na era pós-humana. Seria com a postura da foto que Jobin, no Supremo, julgaria os mensaleiros. Eu prefiro condecorar Delúbio com o “premio nobre” da matemática partidaria concorrendo com Jesus Cristo na multiplicação dos pães.

  • Mauricio C

    Caro Setti,

    Esta festa para o Delubio é um assite. Ser aceito de volta no PT não chega a ser uma surpresa, mas nos dá uma noção de qual é o conceito de “ïgual perante a lei” nos dias de hoje. No caso de Genoino, não me consta que ele defendesse a paz e a democracia quando lutava no Araguaia. Além disto, depois de avalizar as fraudes do PT, a época do mensalão, poderiamos ter sido poupados de tanta cara de pau.
    Mauricio C

  • wilson

    Recomendo a galardia para Marcola e Beiramar, pelos
    menos são sinceros meliantes, este aí junto com os
    falsos “herois” queriam trocar uma ditadura por
    outra ditadura como perderam fazem revisionismo.

    etíco

  • Dawran Numida

    1) Ao que parece pelas fotos das cadeiras, há patrocínio de cerveja para a festa?
    2) Como é que é? O Genoíno falou “…o Brasil deseja fazer um ajuste de contas com seu futuro”? Que raios de coisa seria essa? Como ajustar contas com o futuro? E como ele sabe que é “o Brasil”? Petulância.

  • Angelo Losguardi

    Achei muito justa a condecoração do Genoino! Graças às informações dele à época do Regime Militar, fornecidas de bom grado, conseguimos evitar ter algo pior do que um Sendero Luminoso ou FARC no Brasil. Valeu, Genoino!

  • Ana Paula

    E quem duvida que o Delúbio vai ganhar a eleição?

  • Pedro Luiz Moreira Lima

    Amigo Setti mas deveria começar OH! Setti:
    Primeiro deixa eu brigar:partindo de um jornalista e pessoa como voce,só posso esperar CIVILIDADE,daí estar sempre aqui – UM LUGAR DEMOCRATICO!!!Tres pontos de exclamação – são merecidos.
    Em minha opinião não diferecio aqueles que´pegaram em armas, daqueles que não pegaram em armas contra a Ditadura Civil Militar de 1964.Bastava ser contra para ser inimigo do regime estando de armas ou não,a repressão assassina e cruel agia de modo igual com todos.
    A todos que pagaram um preço alto pelo crime de dizer NÃO,são para mim combatentes contra a Ditadura. As suas posições em defesa da democracia e liberdade nunca serão postas em duvida por mim,apenas visões diferentes.
    Amigo Carlos Nascimento:
    Não julgo e nem julgarei aquelas pessoas que cairam nas mãos da OBAN,CENIMAR,DOICODI,CIEx,CISA e as Centros “Cladestinos” de Tortura e Desaparecimento – Casas da Morte.A DOR é individual,só quem passou por ela que pode dizer.
    Genoino ter “entregue” ou não foi pelo Terror e DOR,o criminoso foi o ESTADO que legalizou e apoiou tais atos.
    Não conheço José Genuino pessoalmente,não tenho nenhum vinculo partidário para defender Jose Genuino.Recebi a Medalha da Vitória representando meu pai com 94 missões de guerra como piloto do Senta a Pua,como um combatente da democracia e liberdade – onde na 49 Caravana da Anistia realizada no Rio de Janeiro na ABI – com auditório lotado,foi homenageado e o MInistro da Justiça pediu em voz alta e com um título,o Pedido de Desculpas do Governo Brasileiro ao Maj Brig Rui Moreira Lima,pelos crimes cometidos contra ele e o reconhecendo como um COMBATENTE DA LIBERDADE E DEMOCRACIA.
    Não vi ali o Genuino político ou do mensalão,vi o Genuino como representante de todos brasileiros desaparecidos e que ainda para Vergonha de nossas Instituições continuam desaparecidos.
    Um grande abraço aos dois Setti e Carlos Nascimentos pelas palavras mesmo discordantes mas sempre CILIZADAS E DEMOCRATAS.
    Pedro Luiz

  • Jotavê

    Dentro do PT, Delúbio só pode mesmo ser visto como uma espécie de heroi. Há uma certa grandeza na atitude dos militantes e dirigentes partidários, quando aceitam reabilitar o ex-tesoureiro. Acho muito mais cínica a atitude do DEM, que continua jogando exatamente o MESMO jogo, e trata José Roberto Arruda como se fosse bagaço de laranja. O PT está lutando sinceramente para acabar com o sistema corrupto de financiamento de campanha que tornou Delúbio Soares uma NECESSIDADE. Discordo do projeto de PAÍS pelo qual o partido está cada vez mais decidido – um exportador de commodities, como a Venezuela, produzindo uns balagandãs no varejo, para consumo interno. Politicamente, eles têm tido a postura mais digna possível em meio ao lamaçal em que a legislação atual obriga os partidos políticos a mergulharem de cabeça, caso queiram levar adiante seus projetos. Rifar Delúbio Soares seria o cúmulo do cinismo. Quem tem que condená-lo é a Justiça, não os companheiros a quem ele serviu com impressionante lealdade.

  • Vicente Vazquez

    O que eu acho curioso no PT é que se por um lado eles sempre colocam os militares como os grande vilões da história recente deste país, por outro são doidos pra ganhar uma medalhinha dada por estes mesmo militares…

  • Vicente Vazquez

    O que eu acho curioso no PT é que se por um lado eles sempre colocam os militares como os grande vilões da história recente deste país, por outro são doidos pra ganhar uma medalhinha dada por estes mesmos militares…

  • João Carlos

    Quero guardar o nome desta condecoração, pois se um dia alguém me oferecer esta ofença será desaforado. No Brasil a baixaria consegue desmoralizar algo que deveria simbolizar a honra.