Image
Vivendo na Suécia, Aliaa divulgou em seu blog foto em que beija o namorado “não árabe e não muçulmano” para provocar vizinhos imigrantes que reprovam o relacionamento

Lembram-se da blogueira egípcia que causou alvoroço entre os conservadores de seu país ao publicar fotos em que aparecia nua como forma de protestar contra a discriminação às mulheres em países islâmicos?

Mais de dois anos depois de ter atraído atenções mundo afora, Aliaa Magda Elmahdy, 22 anos, ex-estudante de Artes da Universidade Americana do Cairo, ainda é perseguida por extremistas do Islã. Na época, ela foi criticada duramente pelos radicais, ameaçada de morte e sua imagem se tornou um dos símbolos da revolução que derrubou uma ditadura de quase 30 anos no Egito.

A publicação da foto esquentou a discussão sobre liberdade de expressão dentro do islamismo. Aliaa passou a infância e a adolescência sendo controlada com rigidez ditatorial pelos pais, que a trancavam em casa para que ela não saísse, temendo acima de tudo que ela perdesse a virgindade. Diante disso, a blogueira conta que parou de acreditar em Deus aos treze anos.

Exilada na Suécia desde março de 2012, Aliaa anda pelas ruas com medo de ser encontrada por seus críticos. Ela evita olhar as pessoas nos olhos e passa a maior parte de seu tempo em um apartamento. O medo, no entanto, não parece controlar sua vida ou sua paixão pela causa.

Image
Mulheres de dois países muçulmanos (Tunísia e Irã) protestam em frente à Pirâmide do Louvre, em Paris. A imagem foi divulgada por Aliaa em seu blog (Foto: femen.org)

Aliaa se juntou ao Femen, grupo feminista fundado por uma militante ucraniana conhecido por seus protestos repletos de nudez. Em uma manifestação, as ativistas queimaram uma bandeira com um símbolo muçulmano, ao que Elmahdy disse que não respeita religiões misóginas.

Ela divulgou uma série de imagens de um protesto do Femen em Paris, nas quais aparecem mulheres tunisianas e iranianas exigindo liberdade contra a Sharia (a lei islâmica). Aliaa ainda luta por sua causa original, mas adotou várias outras ao longo do tempo. Hoje, ela defende desde a liberdade de expressão até os direitos dos homossexuais.

LEIAM TAMBÉM:

Ameaças de morte à jovem blogueira que ficou nua para protestar contra a discriminação à mulher em seu país

Blogueira egípcia que ficou nua para protestar contra discriminação à mulher anunciou boicote às eleições presidenciais em seu país

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − 5 =

19 Comentários

Ciro Lauschner em 21 de abril de 2014

Eu sempre digo que os islamicos deveriam agradecer a Alá o fato de terem Israel perto deles.O aprendizado da democracia está aí no pé de casa e o exemplo das ditaduras também, e poderiam bem ver os séculos de atraso que são as leis islâmicas contra as leigas.

Renato em 21 de abril de 2014

Exatamente o que escreveu Cau Marques: manifestação em paris é fácil. Que faça essa provocação em Riad, Teerã ou Argel.

simone em 21 de abril de 2014

Mas precisa ficar pelada? Por que não protestam com inteligência? Talvez não tenham? Acho que este protesto só corrobora os atos machistas! Como mulher que trabalha em equipes onde os homens são maioria tenho vergonha destes protestos.

Luiz Wagner em 20 de abril de 2014

Em cidades européias onde árabes das mais diversas origens, com muito dimdim, transitam com suas famílias, tenho observado que os homens, muitos, andam com trejeitos efeminados, têm bundas e cinturas femininas, "rebocando" mulheres encapuzadas..... Fico a imaginar reuniões entre eles....

Cau Marques em 19 de abril de 2014

Manifestação em Paris? Por que que vão para Meca? Acho que a resposta é simples: porque seriam condenadas à morte, ou mesmo linchadas em plena rua -- com a total cumplicidade da feroz ditadura que se esconde por trás da corrupta monarquia saudita.

Basiglia em 19 de abril de 2014

Quem poderia imaginar que no sec.XXI as mulheres árabes seriam tratadas como animais?!

Vhera em 19 de abril de 2014

Quando a burrice forte está no poder é preciso enfrentá-la com inteligência, como esclareceu o leitor Paulo de Tarso. E há razão para assim proceder. Cada vez que essas mulheres, provenientes de países muçulmanos, expõem seu protesto dessa maneira, mais os homens muçulmanos e o governo dos homens muçulmanos se aferram à ideia repugnante do controle violento de suas mulheres. No fundo, no fundo trata-se de um embate entre dois comportamentos antagônicos, porém, ambos coroados pela ignorância que não levam a nada. Apenas isso.

luiz em 19 de abril de 2014

Homens se forem protestar pelados, apanham.

Denny Doherty em 19 de abril de 2014

Caro Setti: Desculpe, mas acho que para elas uma burquinha ficaria melhor...

paulo otavio em 19 de abril de 2014

Parece maldição. Todo protesto de mulher pelada so tem bagulho. Cada turututu de dar medo. Talvez seja por isto que esses protestos não dão em nada mesmo...

nei Jaboatão pela Paz.... em 19 de abril de 2014

Isso é uma imoralidade, depõe contra a mulher a família e a religião.

Roberto Flores Martins em 19 de abril de 2014

Resistir, quem há de! Mulheres como essas, belíssimas , inteligentes e com personalidade conquistam qualquer um, menos aos veados. Acho que os islâmicos, com essa repressão delirante as suas mulheres agem de forma muito estranha. ¨Já entendi. Cala-te boca! Como diria o ´Jô Soares!¨

paulo de tarso em 18 de abril de 2014

Acho estes protestos pouco produtivos .A blogueira cubana Yoani Sánchez é mais inteligente quando faz protestos por todo o mundo .

Roberto Flores Martins em 18 de abril de 2014

Belíssimas mulheres! Objetivos superiores e inadiáveis. A dominação delirante de mulheres no mundo islâmico é uma prática demoníaca que compromete a crença nesta religião!

Rod em 17 de abril de 2014

Sorte dela que saiu do Egito. País mulçumano trata mulher feito mercadoria...

Marco em 17 de abril de 2014

Don Setti, E os médicos cubanos aqui na Grande Poa,ja estão tendo atendimentos particulares de todos os petistas, em acolhimento e vitalização, chegam a cultuar e não se cansam de agradecer.. . Eu pensei q era pela economia, mas não, é pela cultura deles mesmo. Mais um pouco o RS vai estar obedecendo Cuba. Abs.

Moacir 1 em 17 de abril de 2014

Grande Setti, Não estou conseguindo enviar esse comentário.Se ,por acaso,encontrá-lo repetido ,me dê um desconto. Bem,que a Aliaa possa continuar beijando muuuuito na boca e que você e os seus tenham uma Feliz Páscoa. E... * http://blogs.estadao.com.br/vox-publica/2014/04/17/apos-perder-popularidade-dilma-perde-tambem-eleitores-no-ibope/ * AOS COPOS!!! Abração

Marco em 17 de abril de 2014

Don Setti, tem algumas coisas q se tem q levar tb em consideração nesse tipo de manifestação.Pq o uso do corpo e da nudez,q pode ser considerado até um mau modo, ou é só para dizer q não tem medo da crença? As mulheres sofrem com o sentido histórico de sujeição,mas pelo amor de Deus. Vão discutir com um pouco mais objetivo, pq no fim isso acaba sendo pior q a crença religiosa deles. Abs.

caiojr em 17 de abril de 2014

Não publico no blog críticas a colegas blogueiros, de VEJA ou não. E se você estiver utilizando o nome de Caio Blinder em seu gmail, vou providenciar para que o Jurídico da Abril o denuncie à polícia.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI