Image
E a dinheirama para financiar o passe livre? Mais recursos públicos para o ralo… Com o dinheiro do passe livre, daria para construir mais de 5 mil km de ferrovias (Ilustração: tiktalking.com)

Estava demorando, mas chegou: a primeira promessa claramente demagógica da campanha presidencial de 2014.

Curiosamente, surgiu de um candidato que se quer “moderno” — Eduardo Campos, do PSB, que tem a ex-senadora e ex-ministra Marina Silva como companheira de chapa.

Essa proposta de passe livre para estudantes em transporte público está provocando reações contrárias até do PT, imaginem!

E chovem críticas sobre o candidato, inclusive de uma prima, vereadora em Recife.

Adversários lembram que ele teve mais de 7 anos como governador de Pernambuco para adotar medida semelhante em seu Estado — e nada.

É o tipo da promessa irresponsável, que traz preocupação sobre outros temas que o candidato aborda.

Querem ver?

* Seriam beneficiados 20 milhões de estudantes. Repito: 20 MILHÕES.

* Logo de cara, Campos precisaria combinar com os 5.561 prefeitos de cidades brasileiras — porque transporte público nas cidades é atribuição dos municípios, segundo a Constituição.

* Depois, Campos precisaria combinar com empresas privadas, que respondem pela esmagadora maioria do transporte coletivo nas cidades, empregam centenas de milhares de trabalhadores e não vivem de brisa.

* Finalmente, há que combinar com o Congresso de onde vai tirar a colossal dinheirama: como cada estudante realizaria, por baixo, por baixo, 60 viagens por mês, seriam 1,2 bilhões de viagens por mês e 14,4 bilhões de viagens por ano. A um preço de, digamos, 2,85 reais cada viagem — é a tarifa em Belo Horizonte –, a brincadeira de Campos custaria aos cofres públicos da União 41 bilhões de reais por ano.

A um preço estimado de 6 milhões de reais por quilômetro, se não houver túneis ou viadutos, daria para construir  mais da metade dos 11 mil quilômetros de ferrovias que, por meio da Empresa Brasileira de Logística, a presidente Dilma Rousseff prometeu mas que não saíram do papel.

A promessa de Eduardo Campos, além de demagógica, é inviável e, como se constata pelo parágrafo anterior, absurda.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + quatro =

31 Comentários

Júnior em 08 de agosto de 2014

Eu acho justo o passe livre para estudantes de escolas públicas, o dinheiro do transporte é mais um dos obstáculos que os que têm um renda baixa enfrentam para conseguir subir na vida. Quanto ao financiamento, creio que devemos pensar isso não de forma isolada, mas em conjunto com outras propostas.No atual modelo, é verdade, ficaria mais difícil "achar" o dinheiro pata tal, porém, a proposta da reforma tributária defendida pelo Eduardo Campos visa, ao meu entender, acabar com o "Estado mão-de-vaca", que recolhe demais (60% dos impostos, se não me engano) e repassa de menos; a reforma viria para transferir mais dinheiro para os municípios, assim seria possível concretizar, não só essa, mas também outras medidas de caráter municipal.Claro que não se deve parar por aí, o passe livre desses estudantes é um pontapé inicial para o possível passe livre para todos.

José em 06 de agosto de 2014

Não me parece justo. Brasileiros somos iguais, recolhemos impostos igualmente. Os alunos da rede privada também são contribuintes e filhos de contribuintes. Se estudam na rede privada por opção(pois poderiam claro se matricular na rede pública por direito) apesar de contribuirem igualmente abrem mão desse direito e de forma cidadã e colaborativa deixam uma vaga a mais para o que não pode ou não quer pagar para estudar. Ao ingressarem na rede privada mantem empregos e geram mais recolhimento de impostos. E na hora do benefício ficam de fora. Me parece mais conveniente do que justo pois na corrida pelo voto comprovadamente há mais eleitores estudantes ou pais e parentes de estudantes matriculados na rede pública do que na privada. Isso para mim também é uma forma de discriminação de minorias. Para sermos tratados com igualdade é necessário observarmos o que é justo e não pensar em favorecer mais quem tem menos. Quem pode paga escola, saúde, segurança e outras coisas. Tudo isso contribui para mais empregos e arrecadação. Um projeto desses como tantos outros que já vi apresentados em nosso Brasil se assemelha a um pai que ao perceber que um filho obteve mais sucesso que o outro, apesar de filhos do mesmo pai, com as mesmas oportunidades e nem sempre a mesma disposição para aproveita-las, decide simplesmente excluir o que mais amealhou e favorecer o menos afortunado. Esse tipo de atitude é um incentivo a falta de atitude, pois nem todo rico nasceu rico e nem todo pobre quer deixar de ser.

Leniéverson em 29 de julho de 2014

Se eu fosse o Eduardo seria mais inteligente e deixasse a disputa em favor de Aécio.

Claudio em 29 de julho de 2014

Dá um jegue prá cada estudante que sai mais barato!

geodematos em 29 de julho de 2014

Assisti a duas entrevistas deste candidato, uma na Band (Canal Livre) e outra no Roda Viva, da Cultura. Em ambas o candidato mostrou-se completamente despreparado para administrar até mesmo lojinha de 1,99, quanto mais um colosso de problemas como o Brasil. Essa idéia de jerico de dar passe livre para estudantes só pode ter saído da cabecinha destrambelhada de sua vice, cuja ideologia comunista prega que o Estado tudo pode e tudo faz. Ela inclusive já ameaçou que, se chegar ao poder, pretende reestatizar várias empresas que foram privatizadas e que vão muito bem, obrigado. O cara não nega que é um bom discípulo do Barba. AÉCIO NELLES!!!!!!!!!!!

SOLISMAR GONÇALVES em 29 de julho de 2014

Age como o Lula. Aliás, caso eleito, o Lula será para ele o mesmo que o Collor, Renan, Sarney e outros menos importantes, juntos, são para o governo do PT, atualmente .

Bruno Sampaio em 29 de julho de 2014

Sempre o almoço grátis! Esse povo é ******* ou simplesmente não frequentou escolas? Caramba!

Maria Antonieta em 29 de julho de 2014

Setti; Alguém deve avisar aos "Presidenciáveis", ter mais cautela com dinheiro alheiro e lembrá-los: A velha máxima da economia "Dinheiro não cai do céu, não dá em árvore, não aceita desaforo e não existe almoço grátis", ponto final!

Leonardo Saade em 28 de julho de 2014

Talvez o objetivo dessa proposta de Campos seja atingir o público jovem que votou em Marina nas ultimas eleições, como apontaram as pesquisas. Pode se tratar de manobra eleitoral, mas não deixa de ser uma promessa demagógica. Eduardo Campos tem um bom currículo como bom gestor à frente do governo de Pernambuco. Não precisava apelar para esses discursos populistas.

domenico em 28 de julho de 2014

Parece que esse moço está copiando o "neurônio" e prometendo mundos e fundo para se eleger ! A ambição pelo poder é uma coisa de enlouquecer o "cabeçote" ! Cruzes !!!

Moacir 1 em 28 de julho de 2014

Setti, Nem mesmo a Wiki está escapando do patrulhamento chapa-branca: http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/07/1492071-computador-do-planalto-pos-elogios-a-dilma-em-pagina-da-wikipedia.shtml Abc Não me estranha nada, caro Moacir. Faço sérias restrições à Wikipedia, mesmo contando, hoje, com vários filtros de veracidade. Há uma enorme militância ideológica na Wiki brasileira. Cansei de ver absurdos em inúmeros verbetes. Lembro-me de um sobre o ex-presidente da Colômbia Álvaro Uribe, linha duríssima contra os narco"guerrilheiros" das Farc, bando de terroristas e assassinos. Pois bem, a Wikipédia em português retratava o Uribe como uma espécie de Hitler latino-americano, sem contar que TODAS as acusações sobre corrupção e truculência feitas contra ele, várias pura invenção da esquerda radical colombiana, figuravam como FATOS, como a verdade absoluta. Na ocasião, denunciei as deturpações à Wikipédia, mas não voltei mais a esse verbete para verificar se houve alguma preocupação com a objetividade. Dê-se ao trabalho de ler o verbete sobre a revista VEJA, e lá estará o mesmo tipo de coisa. Para não falar dos verbetes em que se procurou rotular de maneira muito depreciativa jornalistas e colaboradores da revista. Abraço

pierre em 28 de julho de 2014

Elle vai fazer como fez Portugal recentemente. Repassar esse custo para os aposentados que, alem de não terem aumentos nas aposentadorias e pensões, foram apenados com descontos em seus valores a receber, para cobrir os rombos causados pela crise financeira! Elle quer dar mordomia aos jovens, ferrando os velhinhos "imprestáveis"! Atitude própria dos melancias socialistas!

Gil Santos em 28 de julho de 2014

A escola desse candidato é a mesma de seus "padrinhos e amigos" Lula e Dilma. Que prometeram 8.000 creches, 3000 UPAS, 5000 quadras poliesportivas e por aí vai.

Roberto Souza em 28 de julho de 2014

Caro Setti, no site da campanha de Eduardo Campos, todo colorido, cheio de fotos e frases de efeito efrases bonitas, entre elas está: "A gente quer mudar o jeito de fazer política". Então tá, ficamos assim. Um abraço!

Botanelles em 28 de julho de 2014

Prezado Setti, Seus asteriscos confirmam claramente que estamos num ESTADO POLICIALESCO, DITATORIAL, SOCIALISTA, AUTORITÁRIO, pela ditadura do "politicamente correto". Você mesmo é testemunha ocular que não lancei nenhuma ofensa gratuita, apenas indiquei TERMOS MÉDICOS que se referem a DOENÇAS PSIQUIÁTRICAS. Doenças estas que é necessário que os demais tomem conhecimento A FIM DE SE PROTEGEREM. Mas não o culpo! Estamos todos assustados, não sem motivo! Eu coloco asteriscos no que considero ofensas a pessoas ou palavras que configurem acusações sem provas ou, de outra forma, me sujeitem a processo na Justiça. Não estou assustado com coisa alguma, estou apenas usando de um mínimo de bom senso. Não há ninguém menos assustado do que eu, acredite.

Alan XY em 28 de julho de 2014

Exagero seu, R7. A sociedade que consome transporte coletivo pode ajudar a pagar essa conta via reajuste de tarifas e extinção do passe livre para idoso e outras categorias que tem renda mensal garatinda. Por que um indivíduo, idoso ou não, que tem renda fixa pode ter o privilégio do passe livre e os estudandes, classe em formação sem renda, não?

Botanelles em 28 de julho de 2014

Perfeito! . Quem faz uma promessa demagógica, inviável e absurda é um ********* ou um ***** ******?

Meia Verdade em 28 de julho de 2014

Esses dados confirmam.... vamos as urnas com as narinas tapadas. http://eleicoes.uol.com.br/2014/noticias/2014/07/28/sete-dos-dez-maiores-doadores-de-campanha-sao-suspeitos-de-corrupcao.htm

wesley em 28 de julho de 2014

passe livre é a coisa mais idiota que um político pode propor, até porque alguém vai ter que pagar. É o famoso, "dá com uma mão e tira com a outra".

Cidadão Quem em 28 de julho de 2014

A propósito desta e de outras bobagens caríssimas, pergunto-me, aliás, pergunto-lhe, meu caro Setti, isto: onde estará, a esta altura, o sindicato dos bancários, que não levantou um dedo, sequer, para defender seus colegas de profissão, ameaçados pelo pt, pelo governo e, ao que se sabe, pelo empregador - o Santander?

Meia Verdade em 24 de julho de 2014

"Deixa o homem trabalhar, Setti", sem ele podemos não ter segundo turno.

Kitty em 22 de julho de 2014

Quando a esmola é grande, até o santo desconfia...não há transporte de graça e menos pagar essa quantia absurda por ano..promessas de campanha, só isso. Quem paga essa festa, no final?

Marcos F em 22 de julho de 2014

Esse é o nível daqueles que se propõem a ser candidatos à Presidência da República, e que no Brasil, somos obrigados a aguentar na TV, em vez de uma peneirada antecipada. Eduardo é demagogo? Ele não é burro ... ou Eduardo não é demagogo, é burro.

Gilberto Campos em 22 de julho de 2014

Todo mundo é ruim, menos Aécio...e o cordão....

Marcos em 22 de julho de 2014

Nossa, se igualou àqueles ******* dos PSTU, PCO's da vida que dizem que vão fixar o salário mínimo em R$7.200,00. É de doer o nível dos 3 cã*didatos, "líderes" das pesquisas.

Moacir 1 em 22 de julho de 2014

Prezado Setti, Acabo de ler o comentário abaixo , num blog pernambucano da gema : // "Ao que tudo indica o fraco desempenho do ex-governador Eduardo Campos abriu caminho para as promessas mirabolantes na tentativa de alavancar sua candidatura a Presidente.Ao prometer o passe livre estudantil, o ex-governador acaba prometendo para o Brasil o que não fez em oito anos à frente do Governo de Pernambuco.Promete lá, mas não fez aqui". // Pois é...Seria tãaaaao bom se antes de votar em promessas futuras,tivéssemos o cuidado de checar dos candidatos tanto as promessas quanto as realizações pretéritas. Finalizando: num segundo turno o Dudu estará com Luizinácio e a CriaturA deleS. Abraço

Alvaro Conte em 22 de julho de 2014

Além de tudo resta saber quem realmente necessita de passe livre. Qual será o instrumento para tal?

PSC-20 em 22 de julho de 2014

Isso chama-se estelionato eleitoral.Eduardo Campos,o vendedor de sonhos.

Ismael em 22 de julho de 2014

Imaginem um cara que entrou em coma em 1964 e só acordou agora. Fica sabendo que tem eleições, que há dois candidatos de esquerda, uma é mulher e o outro é neto do Arraes, e que não há candidatos de direita, apenas de centro-esquerda. O cara começa a se animar, mas daí contam pra ele que a candidata da situação é apoiada por nada menos que Sarney e Maluf, pelo restolho do PSD e pela elite do coronelismo nordestino. Aí o cara começa a ficar preocupado. Depois ele lê o post acima e conclui: ainda estou de coma, foi apenas ilusão.

Cidadão Quem em 22 de julho de 2014

Começou o trololó do bom esquerdista... Cumprimentando com o chapéu alheio, hein, seu Eduardinho??? Você vai tirar do seu bolso o passe-livre??? Vai subir os "imposto" para nóis pagá??? Vai fazê a zelite pagá as coisa cara qui us pobri num tein??? Pela mãe do guarda! O Brasil não aguenta mais um Lulo-Dilmista!!! Chega!!! Passa fora, diabo!!! Vai pro diabo que te carregue!!! Vai trabalhar.

luis em 22 de julho de 2014

é isso o que fazem os qsabedores de que não têm a menor chance, propõem o impossível. são iguais aos que podem ganhar, a diferença é que esses prometem o que sabem não irão cumprir.

VER + COMENTÁRIOS
TWITTER DO SETTI