ELEIÇÕES EM SÃO PAULO: Na véspera da votação, Datafolha mostra Serra em primeiro lugar, ultrapassando Russomanno (o Menino Malufinho)

O candidato tucano à Prefeitura de São Paulo, José Serra, percorre um shopping center durante a campanha eleitoral, já encerrada (Foto: Francisco Cavalcanti)

Amigas e amigos do blog, jornalista não é adivinho e nem deve fazer previsões. Mas a matéria que publico abaixo mostra que não é impossível — talvez nem improvável — que, se os militantes e simpatizantes do PT fizerem uma mobilização extra nas próximas horas e durante este domingo, 7, o aventureiro Celso Russomanno, o Menino Malufinho, o ex-“repórter” de festas noturnas e de bailes de Carnaval inteiramente desqualificado para administrar a maior cidade do Brasil, candidato do nanico PRB e da Igreja Universal do “bispo” Macedo, fique fora do segundo turno.
Em tal caso, a disputa pela Prefeitura de São Paulo se daria entre dois candidatos que, sim, podem merecer críticas e reparos, sem a menor dúvida, mas que representam legitimamente amplos setores sociais e estão há décadas enraizados na vida da cidade: José Serra, do PSDB, e Fernando Haddad, do PT.

Do site de VEJA

Na véspera do primeiro turno, a última pesquisa Datafolha de intenções de voto em São Paulo mostra o candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, José Serra, na liderança da disputa, com 28%. Em segundo lugar, o líder nas pesquisas até a última rodada feita pelo instituto, Celso Russomanno (PRB), marca 27%. O petista Fernando Haddad tem 24%.

Nesta última rodada de pesquisas, o Datafolha considerou apenas os votos válidos – desconsiderando brancos, nulos e também os eleitores que afirmam estar indecisos. É assim que a Justiça Eleitoral divulga o resultado do pleito. Na sondagem anterior, que contabilizava as intenções de votos, Russomanno tinha 25%; Serra, 23%; e Haddad, 19%.

Outras capitais
O Datafolha também divulgou pesquisas em alguns dos principais colégios eleitorais do país.

De acordo com o instituto, em Porto Alegre, o prefeito José Fortunati (PDT) deverá ser reeleito neste domingo. Ele marca 61% dos votos válidos, ante 23% de Manuela D’Ávila (PC do B). Em terceiro lugar aparece Adão Villaverde (PT), com 10%, num dos piores desempenhos já registrados pelos petistas na capital gaúcha.

No Rio de Janeiro, o prefeito Eduardo Paes (PMDB) tem 66% dos votos válidos e deverá confirmar um novo mandato neste domingo. Marcelo Freixo (PSOL) chegou a 25%.

Já em Belo Horizonte ainda paira a incerteza se a eleição terminará ou não no primeiro turno. Marcio Lacerda (PSB), atual prefeito [apoiado pelo senador e ex-governador Aécio Neves, do PSDB], tem 50% dos votos válidos, ante 43% do petista Patrus Ananias. Como a margem de erro é de dois pontos percentuais, é possível que Lacerda seja reeleito neste domingo.

Em Curitiba, segundo o Datafolha, a disputa será pelo segundo lugar. Ratinho Junior (PSC) lidera com 37%, e o atual prefeito, Luciano Ducci (PSB), soma 27%. Gustavo Fruet (PDT) tem 23%.

Recife também poderá ter segundo turno entre Geraldo Júlio (PSB), que marca 46%, e Daniel Coelho (PSDB), com 26%. O petista Humberto Costa [ministro da Saúde durante o lulalato e atual senador] tem 21%.

Em Fortaleza, os candidatos Elmano de Freitas (PT) está com 26% dos votos válidos e Roberto Claudio (PSB) aparece com 24%. Tecnicamente empatados, a decisão deve ficar para o segundo turno. Moroni Torgan, do DEM, tem 19%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + três =

Nenhum comentário

  • Tucano

    Tá atrasado, zifio.
    .
    O IBOPE JÁ DESMENTIU LÁ NO G1

    .
    Russomano, 26,2%;
    Haddad, 26,1%;
    e Cerra, 26%.
    .

    Ai, como eu sofro, meu deussssss!!!!

    Vá acreditanto no Ibope, vá…

  • Maurício

    Setti,

    O candidato dos mensaleiros, dos fazedores de dossiês, dos dólares na cueca, do Lula, da Dilma, da Marta, do Mercadante, do Rui Falcão… é o Haddad. O candidato do Maluf é o Haddad.

    O Russomanno representa muita coisa ruim, mas o Maluf é todinho do Haddad.

    Sobre a legitimidade, o Haddad não tem nenhuma. Ele não tem base eleitoral e só passou a ter respaldo do partido todo após a nomeação ministerial da Marta.

    O Russomanno, apesar das denúncias graves, que a meu ver já estão mais do que provadas, tem base eleitoral própria. Legitimidade para concorrer ele tem, só não concorreu pelo PP porque o Maluf resolveu leiloar o apoio do partido, arrematado pelo Lula para o Haddad.

    Menino Malufinho sem legitimidade é o Haddad.

  • Adan Barros

    Ricardo Setti, estes videos deveriam ser base para um texto.Um video é do Zé Dirceu sendo agredido e outro ele dizendo “Eles vão apanhar nas rua e nas urnas”

    http://www.youtube.com/watch?v=yV81wDaNfIE&feature=player_embedded

    http://www.youtube.com/watch?v=73bafErutiM&feature=player_embedded

    Caro Adam, desculpe a demora na resposta.

    Obrigado por enviar os vídeos.

    O vídeo da bengalada foi postado com um comentário ainda esta semana.

    Veja por gentileza o link:

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/mensalao-lewandowski-esta-absolvendo-dirceu-apos-a-bengalada-juridica-que-joaquim-barbosa-aplicou-ao-chefe-da-quadrilha-enquanto-o-voto-nao-termina-recorde-a-bengalada-de-verdade-que-dirceu-le/

    O outro, da bravata do “chefe da quadrilha” na época do governador Mário Covas, já postei e comentei mais de uma vez.

    Mas realmente foi oportuno seu envio. Voltarei ao assunto no transcurso da semana.

    Obrigado, um abraço e… volte mais vezes ao blog!

  • Reynaldo-BH

    Sei que não é um texto excelente, de um(a) pensadora(a)ou de profundidade filosófica. Talvez seja mais um desabafo. como tantos que faço. E que me parece verdadeiro.
    Fica com o desejo de um voto consciente amanhã, de todos nós.
    Quem sabe mais um passo será dado?
    Assim espero.
    https://www.youtube.com/watch?v=-r1kF-7S3ac

  • Reynaldo-BH

    Cerra (com C) está fora do segundo turno.
    Aliás, creio que até do primeiro.
    No segundo turno haverá um tal de Serra.
    E o TUCANO (todo petista quando crescer quer ser algo na vida) talvez consiga entender em quem votar…
    E não sofra, amigo.
    Se sofrer, aprenda a pedir apoio a Deus.
    Por que “deus” (com minuscula) é o ídolo de Marta ou o defensor do mensalão…
    (e aproveita por que estou de bom humor…)

  • Charles A.

    Haddad está há décadas enraizado na vida da cidade e ainda não sabe onde fica o Itaim Paulista e o Itaim Bibi? Deste ponto de vista, creio que o candidato do bispo está bem mais enraizado.Haddad não tem raiz,uma vez que é um poste,não uma árvore.

  • henrique

    CARO SETTI , VOCE COMO JORNALISTA ÉTICO QUE É , TENHO CETEZA QUE VAI COMENTAR A ENTREVISTA DO NOSSO IDOLO JOAQUIM BARBOSA NA VEJA !!ELE MOSTRA A GRANDE DIFICULDADE QUE TEVE EM APROVAR O MENSALAO TUCANO ENTRE OS PROPRIOS MINISTROS E NA IMPRENSA EM GERAL , FAZENDO CRITICAS ACIDAS A MESMA IMPRENSA !!SE COMENTAR , VOCE PROVARÁ SUA IMPARCIALIDADE , ABRAÇAO !!

  • Fernando

    Respondendo ao comentário do leitor Charles A.(0:24): Se Haddad não consegue diferenciar os Itains de SP, o que dizer de José Serra, que se candidatou duas vezes ao cargo de presidente dos ” Estados Unidos do Brasil”? Teria sido denunciado por um lapso freudiano (ato falho)?

  • Fernando

    Setti,preocupa-me quando órgãos da imprensa teoricamente apartidários, de forma direta ou oblíqua, tentam teleguiar o voto de seus leitores. Não entende o aposto “Menino Malufinho” atribuído a Celso Hussomano. Se analisarmos as eleições paulistanas com profundidade, concluiremos que os três principais candidatos são ligados a Maluf (além das já conhecidas ligações de Hussomano com o malufismo,o partido de Serra tem Maluf em sua base de apoio no Governo do Estado e Haddad tem o apoio do próprio). Ou seja, independente de quem ganhe o pleito, Maluf terá influência na futura administração.

  • Maros

    Serra foi à casa de Maluf 3 vezes às escondidas e pelas portas dos fundos para pedir apoio. No entanto Maluf se recusou a apoiá-lo e preferiu apoiar Haddad na porta da frente da casa.
    Isto não é interessante?