Uma cidade comunista no Chile: em missão para o “Jornal da Tarde”, encarregado de cobrir as negociações políticas para confirmar no Congresso a eleição sem maioria absoluta do marxista Salvador Allende, decidi fazer uma reportagem sobre Ranquil, uma povoação ocupada por mil famílias e sob controle do ultrarradical MIR, o Movimiento de Izquerda Revolucionária.

Ali, só valiam as leis do MIR, e a ordem era mantida por “milícias revolucionárias”.

Foto de setembro de 1970.

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − quatro =

TWITTER DO SETTI